Acidente provocado por deputado é abafado

11comentários

O deputado Fábio Macedo (PDT) se envolveu em um grave acidente no início da madrugada deste domingo (20) em São Luís.

Por volta de 0h15, o deputado dirigia uma Mercedes na avenida dos Holandeses quando atingiu quatro veículos – um deles teve perda total.

Logo após o acidente, o deputado foi colocado em um camburão de uma viatura da Polícia Militar.

Segundo testemunhas não foi feito nenhum teste do bafômetro para saber se o deputado havia ingerido bebida alcoólica.

O registro do acidente foi feito por um morador de um prédio na avenida dos Holandeses e publicado pelo jornalista Glaucio Ericeira.

Mesmo com a gravidade do acidente não houve qualquer registro do boletim de ocorrência. Se houve o registro da ocorrência por parte das vítimas, o B.O não foi disponibilizado à imprensa.

Fábio Macedo é deputado da base governista e o que também chama atenção é que, num artigo assinado pelo governador Flávio Dino, na edição de domingo, no Jornal Pequeno, ele faz referência à fiscalização da Lei Seca, que pelo visto não funciona para todo mundo.

“Antes, as pessoas dirigiam bêbadas sem serem fiscalizadas, porque não havia barreiras policiais; atualmente, a polícia faz operações para diminuir mortes no trânsito, com grande êxito”, escreveu Dino.

Pelo “abafa” no caso do deputado não é bem assim como diz o governador que as coisas estão funcionando.

Esclarecimento

Inicialmente divulgamos que os deputados Rogério Cafeteira e Weverton Rocha teriam chegado ao local logo após o acidente, mas por telefone, o deputado Rogério Cafeteira negou a informação incial.

No Twitter, o deputado Rogério Cafeteira explicou a sua presença no local. “Passei e parei como curioso, muito tempo após ter ocorrido o acidente, pois havia um amigo, que não era o Dep. Fábio, vitimado no acidente”, disse ele, destacando que no momento em que passou no local não registrou a presença do deputado Weverton Rocha.

Foto: Agência Assembleia

11 comentários »

Andrea contesta mudanças em avenidas

4comentários
Andrea contesta obra que transformará avenidas em mão única

Deputada Andrea Murad (PMDB) contesta obra que transformará avenidas em mão única

A deputada Andrea Murad contestou a ideia de transformar as avenidas dos Holandeses e Litorânea em vias de mão única. Um convênio entre o governo e a Caixa Econômica Federal foi assinado ontem para se dar início às obras de reestruturação das duas avenidas que resultará no fluxo de veículos em apenas um sentido. O verdadeiro objetivo da obra só veio à tona agora já que no projeto de operação de crédito, aprovado em abril, o assunto não foi detalhado.

“Ontem o Governo assinou o convênio com a Caixa Econômica Federal para execução da primeira etapa do Projeto, para a execução daqueles cinquenta e cinco milhões do pedido de empréstimo que foi aprovado nesta casa em abril. E na verdade nós, naquela época, não sabíamos nada do projeto. No dia, eu não estava na sessão, mas no dia seguinte disse que votaria não como forma de protesto, porque o projeto não era transparente. Só agora estamos sabendo do que realmente se trata. Flávio Dino quer tornar mão única as avenidas Holandeses e Litorânea porque não tem projeto para melhorar o trânsito da cidade. Então, resolveu fazer uma loucura dessa porque achou mais fácil, rápido e prático”, disse.

A deputada argumentou a falta de qualquer discussão sobre o assunto com a sociedade e qualquer estudo de viabilidade técnica, ambiental ou de tráfego divulgado para se justificar uma alteração desse nível na capital maranhense, que não deve ser comparada com capitais como Recife que mantém uma avenida de mão única na orla. Para a parlamentar é a medida mais fácil para o governador em vez de buscar soluções mais eficientes como os iniciados pela gestão anterior.

“Ele poderia colocar mais uma via em cada lado da Avenida dos Holandeses, que seria a continuidade do corredor metropolitano ou então ver uma equipe para ver a melhor solução para melhorar o trânsito na capital já que ele não quer dar continuidade a nenhuma obra iniciada na gestão anterior. Com o corredor Metropolitano ele daria fluidez ao sistema viário nos principais pontos de estrangulamento da região metropolitana de São Luís, beneficiando mais de cinquenta bairros, pois o problema do trânsito não é somente na avenida dos holandeses. Isso mostra o desconhecimento do governador. Com o corredor metropolitano ele também interligaria São Luís a outros municípios da grande ilha, resolveria o grande problema da mobilidade urbana na capital. O governador podia pegar uma aula com o Luís Fernando que tem conhecimento sobre esse assunto para tentar fazer algo melhor do que essa loucura e insanidade que ele está querendo fazer aqui, cometendo essa barbaridade de transformar a Litorânea e a Holandeses em mão única, podendo ainda prejudicar tanto os comerciantes da Holandeses como os da Litorânea, além de criar grandes transtornos para a população”, finalizou.

Foto: JR Lisboa/Agência AL

4 comentários »

Buracos em São Luís

4comentários

A falta de manutenção em diversas vias públicas em São Luís provoca imagens como estas. O poder público é lento na solução do problema e com com as chuvas a situação fica ainda pior.

holandeses

Na avenida dos Holandeses, uma das mais movimentadas da capital um buraquinho começa a virar um buracão e coloca em risco a vida de motoristas e pedestres que passam por lá.

Na avenida de acesso ao Barramar, os blocos de concreto cederam e pelo menos dois buracos podem a qualquer momento interditar a via importante na ligação com a avenida Santo Antônio.

barramar

Situação grave também na avenida Ferreira Gullar, próximo ao Jaracati, onde muita água acumulada na pista começou a abrir buracos na via.

Em nota encaminhada ao Blog do Zeca Soares, às 11h32, a Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (SEMOSP), informou que as avenidas citadas na publicação estão incluídas na programação de recuperação do pavimento.

Mas não informou quando os reparos serão realizados.

Fotos: Zeca Soares e Ana Paula Soares

4 comentários »