Beato joga a toalha

5comentários

Não restou outra saída ao técnico Beato Lopes. Sem saber como explicar a quarta derrota nos últimos cinco jogos do Moto pelo 1º turno da Copa União, o treinador rubro-negro entregou o cargo e disse que pretende continuar no clube, mas em outra função.

Após um bom começo na competição, quando em quatro jogos venceu três e empatou um, o Moto caiu assustadoramente e agora depende de uma vitória do JV Lideral contra o Bacabal para chegar à semifinal.

Se você acredita em Papai Noel… É só esperar o resultado no domingo.

Beato não vai esperar mais nada. Ele já deixou a diretoria livre para pensar em um outro nome para dirigir o time no restante da competição.

5 comentários »

Moto Club

0comentário

A palavra de ordem no Moto é reabilitação. O time sofreu duas derrotas surpreendentes nos últimos jogos contra Bacabal e JV Lideral quando vencia por dois gol de diferença e no final acabou sofrendo a virada.

A partida vai marcar o retorno do técnico Beato Lopes que não dirigiu o time contra o JV Lideral por conta de um problema com o diretor de futebol, Artur Carvalho.

Beato só vai definir a equipe no vestiário. Ele tem dúvida nas duas laterais e no ataque. Na direita, Delacir com dores musculares pode ceder vaga para Rogério. Na esquerda, Márcio Oliveira que foi expulso contra o JV terá que cumprir suspensão. Beato tem dúvida do substituto: Leandro ou Fernando.

O outro problema é no ataque. O artilheiro Jheyme embora tenha sido liberado pelo departamento médico poderá ser poupado para o clássico contra o Sampaio. Bem, mas qual é o objetivo do Moto? É a classificação ou apenas vencer o Sampaio? Se o Moto quiser começar a pendar em classificação é preciso pensar em vencer logo hoje.

O time provável do Moto é: Raul; Delacir (Rogério), Everton, Germano e Leandro (Fernando); Deco, Deivis, Arcinho e Tupan; Gil (Jheyme) e Dilton.

sem comentário »

Beato fica

3comentários

beatoecabreraO episódio que provocou a saída do treinador Beato Lopes está superado. Ontem, o treinador conversou com o diretor de futebol do Moto, Artur Carvalho e fumaram o cachimbo da paz.

Melhor para Beato que de técnico interino, agora foi definitivamente efetivado no cargo, mas quer dizer tudo vai depender dos resultados. Se o time não vencer os jogos que faltam e garantir vaga na semifinal, o Moto poderá ter uma outra cara no 2º turno da Copa União. Já vi este filme antes.

No domingo, Beato Lopes acompanhou Moto x JV Lideral e viu o seu time cair de quatro ao lado do técnico do Iape, Paulo Fernando Cabrera.

3 comentários »

Interferência

5comentários

O técnico Beato Lopes definitivamente não fica no Moto. O treinador interino do time rubro-negro deixou o cargo por não aceitar a interferência de dirigentes na escalação de jogadores. Vou explicar melhor.

Sábado foi o dia do aniversário do treinador do Moto. Ele não compareceu ao CT do Paranã pela manhã para comandar o treinamento recreativo, mas encaminhou a relação dos atletas para o jogo com o JV Lideral pelo preparador físico Neto Martins.

Para surpresa de Beato, o diretor de futebol, o boliviano Artur Carvalho não gostou da relação e mandou trocar dois jogadores que não estavam relacionados.

Ao tomar conhecimento do que havia acontecido, Beato mandou avisar que não dirigiria o time contra o JV Lideral. Se errou ao não comparecer para comandar o recreativo no sábado, Beato acertou em cheio em não aceitar a interferência do dirigente.

Aliás, interferência que vem se tornando comum no futebol maranhense. Tem muitos dirigentes aí escalando time.

O certo é que, Beato Lopes que era técnico interino não continuará mais no Moto. Ele já sabia que logo que pintasse dinheiro, os dirigentes iriam buscar um novo treinador. Era apenas questão de tempo.

5 comentários »

Beato vai ficando…

3comentários

O Moto segue ganhando na Copa União. Melhor para o técnico interino Beato Lopes que continua no cargo. Ninguém tem coragem de mexer. É a máxima do futebol que diz: em time que está ganhando não se mexe.

A vitória por 2 a 1, neste domingo, contra o Viana foi a terceira consecutiva em quatro jogos. Antes, o Moto já havia vencido o Nacional por 3 a 0 e o Maranhão por 4 a 1. Os resultados colocam o Moto na 3ª posição com 10 pontos ganhos.

Com a boa campanha até aqui neste início de Copa União, os dirigentes do Moto já não falam mais em trazer um treinador. E Beato vai ficando.

Sem o Viva Nota, a tendência é que Beato (que é bem mais barato) seja efetivado no cargo.

3 comentários »