Honorato destaca turismo e homofobia

0comentário

Vereador Honorato Fernandes (PT)

Durante a sessão realizada nesta segunda-feira (19), na Câmara Municipal, o vereador Honorato Fernandes (PT), utilizando a tribuna da Casa, lamentou a carência de políticas voltadas para o turismo, sobretudo o náutico e ressaltou a urgência de ações de combate à homofobia.

O parlamentar iniciou o discurso destacando as belezas e riquezas naturais da cidade e alertando para a necessidade de debruçar um olhar mais atento para a exploração de tais riquezas.

“Possuímos uma enorme riqueza natural, paisagens belíssimas, no entanto, inexploradas. Precisamos ter uma atenção especial para estas regiões, que podem ser pontos de geração de renda através de empreendimentos e políticas voltadas para o turismo”, disse Honorato, informando ainda que uma indicação será encaminhada ao Governo do Estado, solicitando um estudo a fim de verificar a possibilidade de construção de um berço de atracação para passeios náuticos. Segundo o parlamentar, “o atrativo fará uma grande diferença no que diz respeito à exploração turística das riquezas naturais da nossa ilha”.

Homofobia

O vereador aproveitou a oportunidade para tratar de outro tema, a homofobia, situando-a numa perspectiva que a reconhece como fruto de uma das causas da violência: a falta de informação.

“Já pude acompanhar várias discussões sobre violência pautadas por esta Casa. No entanto, fala-se muito em formas de combate do efeito da violência, não das causas da mesma. Falo aqui da violência que é fruto da falta de informação e educação, que alimenta os mais variados preconceitos, mas como destaque quero trazer aqui a questão da homofobia”, destacou Honorato, lamentando o índice crescente de violência praticada por motivações homofóbicas.

“É o preconceito e a falta de informação que tem alimentando este tipo de violência. É um absurdo saber que a cada 28 horas um assassinato por conta da homofobia é registrado no Brasil e de cada 10 pessoas LGBT, pelo menos sete já foram vítima de algum tipo de violência”, lamentou o vereador.

Honorato falou ainda do requerimento de autoria dele, colocado em pauta logo depois, propondo a discussão do assunto pela Câmara, por meio de audiência publica, cujo tema é “Homofobia, Violência e Juventude”.

“Hoje, um requerimento de minha autoria está sendo posto em pauta, propondo que esta Casa promova uma audiência pública, a fim de discutir a homofobia, a violência e a juventude, pois os mais vitimados por este tipo de violência são os jovens”, informou o paramentar, destacando a importância de o tema ser pautado pelo Legislativo Municipal, de modo a dar mais visibilidade à causa e conscientizar a população acerca da diversidade sexual e de gênero.

“Nós, enquanto parlamentares, não podemos nos furtar do nosso dever que é promover o debate, ajudando a levar informação que ajude as pessoas a ter um olhar de tolerância e saber conviver com aquilo que é diferente”, disse o vereador.

Honorato finalizou a fala defendendo a educação de gênero nas escolas e o resgate da discussão do Plano Municipal de Educação, de modo a reverter decisão que retirou da grade escolar disciplinas que abordam temas relacionados à diversidade sexual e de gênero.

“Precisamos discutir novamente o Plano Municipal de Educação, aprovado na legislatura passada, que retirou da grade escolar disciplinas que elucidavam sobre questões de gênero na escola. a discutir questão de gênero é valorizar o homem e a mulher, é discutir a igualdade entre eles, é fazer o combate a homofobia. E isso precisa ser feito dentro de casa e nas escolas”, finalizou.

Foto: Divulgação

Sem comentário para "Honorato destaca turismo e homofobia"


deixe seu comentário