Sérgio Frota defende incentivo ao futebol

7comentários

Deputado Sérgio Frota defende incentivo do Governo Flávio Dino ao futebol maranhense

O deputado Sérgio Frota (PSDB) utilizou a Tribuna da Assembleia Legislativa no pequeno expediente para defender uma ação em conjunto dos parlamentares com atuação da área esportiva para buscar mecanismo no sentido de sensibilizar o gover nador Flávio Dino para que possa olhar para os quatro times de futebol que disputam o Campeonato Brasileiro.

O assunto já havia sido abordado na Assembeia Legislativa pelo deputado Wellington do Curso e aparteado pelos deputados Sousa Neto e Sérgio Frota.

“Nós temos quatro representantes do nosso futebol no Campeonato Brasileiro, a saber: o Sampaio e o Moto na Série C, Deputado Sousa Neto, e o Cordino e o Maranhão Atlético Clube na Série D. Eu me coloco à disposição, reconhecendo ter sido eleito com a bandeira do esporte e por um trabalho reconhecido no Sampaio Corrêa, no futebol especialmente. Me coloco à disposição para que a gente possa criar os mecanismos, não que o Governo do Estado venha com o pires na mão para ajudar os clubes, mas acreditando e tendo certeza da sensibilidade do governador Flávio Dino para com o esporte, para com o futebol maranhense”, disse Frota.

O parlamentar lembrou que existe a lei criada para incentivar o esporte. “Nós temos mecanismos, nós temos hoje a lei de incentivo ao esporte estadual que, inclusive, em minha opinião, acho que ela tem que ser emendada para que ela possa ser mais democrática, para que ela seja realmente um instrumento forte na implementação de política pública.

Ao final do seu pronunciamento, Frota fez uma convocação aos colegas de parlamento. “Tenho certeza que todos os deputados desta Casa vão ter a sensibilidade, porque aqui nós temos, por exemplo, o deputado Sousa Neto, que foi Secretário de Estado de Esporte, o deputado Roberto Costa, que foi também secretário de Estado de Esporte, o Rigo Teles, que já foi presidente do Cordino, o Deputado Léo Cunha, que já foi presidente do Cavalo de Aço, e outros deputados. Eu acho que é fundamental que nós nos coloquemos à disposição no sentido de ser uma via de acesso ao Governo do Estado”, finalizou.

Foto: JR Lisboa/Agência AL

7 comentários »

Após abandono, Costa Rodrigues terá reforma

11comentários

Entregue em dezembro de 2014, após reforma, Costa Rodrigues foi abandonado por Flávio Dino

O secretário de Desporto e Lazer (sedel), Márcio Jardim anuncia nas redes sociais uma “nova reforma” no ginásio Costa Rodrigues que foi abandonado na gestão do governador Flávio Dino (PCdoB).

A foto acima ilustra muito bem o abandono de um dos maiores símbolos do esporte amador no Maranhão. No dia 30 de dezembro de 2014, o ginásio foi entregue pelo então secretário Joaquim Haickel.

Na primeira imagem, o secretário Joaquim Haickel visita o Costa Rodrigues e mostra o ginásio ao futuro secretário Márcio Jardim. Essa visita é datada de 14 de dezembro de 2014.

As duas últimas foros foram feitas ontem pelo secretário Márcio Jardim e mostram como ele conseguiu deixar o Costa Rodrigues. Agora, ele anuncia a recuperação do ginásio para o JEM’s.

“Estivemos no ginásio Costa Rodrigues, em vistoria junto com os engenheiros Brasiliano Barros e Luiz Carlos Martins, diretores da Cristal Emgenharia, empresa responsável pela reforma desse tão importante equipamento esportivo. O contrato já foi assinado junto a Sinfra, e os trabalhos começam na próxima semana. O Costa Rodrigues já foi palco para várias gerações de esportistas maranhenses, e é considerado a “casa do JEM’s”. Vamos trabalhar muito para que o JEM’s volte pra casa já em 2017. Recuperá-lo era o sonho de muitos… É mais um compromisso do governo Flávio Dino que começa a ser cumprido”, afirmou.

11 comentários »

Hilton avança na Saúde em Santa Rita

0comentário

Prefeitura de Santa Rita adquire novos equipamentos para o hospital municipal

A Prefeitura de Santa Rita disponibilizou novos equipamentos para melhor atender a população que busca atendimento no Hospital Municipal Maria Helena Freire. Equipamentos modernos e importantes foram adquiridos e já se encontram em pleno funcionamento na unidade hospitalar do município. O prefeito Hilton Gonçalo esteve na unidade hospitalar para acompanhar in loco os avanços.

De acordo com Hilton Gonçalo, que também é médico por formação foram adquiridos: oxímetro de pulso, eletrocardiógrafo e um aparelho para exame hematológico. Todos estes equipamentos vão trazer sensíveis melhorias no atendimento dos usuários do serviço público de saúde de Santa Rita.

O prefeito lembrou que todo o maquinário instalado no Hospital Maria Helena Freire foi adquirido com recursos próprios, demonstrando a organização e o bom uso do dinheiro público de Santa Rita. “Estamos trazendo uma estrutura que vai garantir a população da nossa cidade, um melhor tratamento de quem necessitar se internar ou precisar de uma emergência cardiológica. Quando assumi, a Prefeitura de Santa Rita em 1º de janeiro de 2017, assegurei que iria tornar o município em referência no tratamento de doenças do coração e no tratamento do diabetes”, declarou Hilton Gonçalo.

Os equipamentos adquiridos têm funções distintas. O oxímetro de pulso é um dispositivo médico que mede indiretamente a quantidade de oxigênio no sangue de um paciente. Já o, eletrocardiógrafo é um equipamento projetado para coletar a diferença de potencial presente no corpo devido à atividade cardíaca e apresentá-los de forma gráfica.

Quanto a máquina de exame hematológico vai proporcionar um resultado mais preciso e ágil do hemograma que é uma analise clínica que avalia as células sanguíneas de um paciente, ou seja, as da série branca e vermelha, contagem de plaquetas, reticulócitos e índices hematológicos. O exame é requerido pelo profissional de saúde para diagnosticar ou controlar a evolução de uma doença. Em Santa Rita, no hospital Maria Helena Freire, a Prefeitura disponibilizou um aparelho que emite o resultado do Hemograma em apenas 1 minuto.

Foto: Divulgação

sem comentário »

Raimundo Cutrim critica Governo Flávio Dino

1comentário

‘A Segurança acabou no estado do Maranhão’, garante o deputado Raimundo Cutrim (PCdoB)

O deputado Raimundo Cutrim (PCdoB) utilizou a Tribuna da Assembleia Legislativa, nesta quinta-feira (1º) para criticar os secretários do governador Flávio Dino que estariam ignorando os parlamentares.

Os principais alvos foram os secretários de Saúde, Carlos Lula e de Segurança Pública, Jefferson Portela.

“A gente liga para o secretário de Saúde e ele nem atende, faz 90 dias que eu estou querendo marcar uma audiência com ele e não consigo, mais de 90 dias. E isso é uma falta de respeito com o deputado e com o político, porque eu não vou pedir aqui para o presidente da Assembleia intermediar uma fala minha com o Secretário, porque ali ele tem uma obrigação de atender todos os 42 deputados. Porque nós precisamos de uma informação, precisamos levar um pleito de um município, e nós não podemos porque o secretário não atende”, disse.

Cutrim disse que jamais foi chamado pada dar sequer opinião sobre a Segurança Pública, mesmo tendo ocupado o cargo de secretário por 12 anos.

“Você liga para o secretário de Segurança, ele não atende. Eu larguei de ligar, liguei 10 vezes para marcar, mas deixei porque eu não preciso dele. Eu não preciso de segurança para nada, para quê? Eu fui secretário por quase 12 anos, mas nunca fui chamado para nada, pelo menos para dar uma opinião”, reclamou.

O parlamentar foi mais longe ao afirmar: “A Segurança acabou no estado do Maranhão, não existe. A Segurança no estado do Maranhão está na UTI, não existe, acabou. Falta de credibilidade”.

Cutrim adiantou que entrará com um projeto obrigando que os secretários prestem contas a cada seis meses.

“Eu estou entrando agora com um projeto, na segunda-feira, para que os secretários sejam obrigados a semestralmente prestar contas de sua pasta perante a comissão ou o Plenário. É obrigatório sob pena de crime de responsabilidade. Porque os deputados, como fiscais do governo, precisam saber o que está acontecendo na Pasta”, afirmou.

Foto: JR Lisboa/Agência AL

1 comentário »

Adriano diz falta transparência ao Governo

3comentários

Parlamentar cogita levar o caso à Justica, por ato de improbidade administrativa do Governo

O deputado estadual Adriano Sarney (PV) cobrou explicações da Secretaria de Estado da Infraestrutura (Sinfra), nesta quarta-feira (31), sobre o não fornecimento de informações das obras do Anel da Soja. A falta de transparência ocorre desde dezembro do ano passado, depois de audiência pública ocorrida em Balsas, coordenada pelo parlamentar, quando foi protocolado na Sinfra um requerimento da Comissão de Assuntos Municipais da Assembleia Legislativa, então presidida por Adriano, solicitando relatório do andamento do projeto.

Em consequência da falta de informações, o parlamentar cogita levar o caso à Justica, por ato de improbidade administrativa.

“A Assembleia Legislativa está sendo desrespeitada constantemente, porque nós, deputados e deputadas, não conseguimos obter informações sobre as ações do Governo do Estado. O que o governo comunista está querendo esconder? Se o governo não quer responder à Assembleia, então terá que responder à Justiça”, declarou Adriano.

O deputado lembrou de ter cobrado do secretário Clayton Noleto (Sinfra), em fevereiro deste ano, em sabatina realizada na Assembleia, informações sobre o andamento das obras e que o mesmo havia prometido enviar as informações, mas não cumpriu. O Anel da Soja é um importante projeto, que teve início no governo Roseana Sarney (PMDB), financiado com recursos do BNDES, que visa integrar a logística do agronegócio do Sul do Maranhão ao Porto do Itaqui, passando pela Ferrovia Norte-Sul.

 

3 comentários »

Prévias Juninas abrem São João no MA

1comentário

As festas juninas começarão mais cedo, este ano, em São Luís. A partir do dia 1º de junho

Vai começar a festa mais popular do Maranhão. É o São João de Todos 2017, que terá um período de prévia junina recheado de atrações. O Governo do Estado do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado da Cultura e Turismo (Sectur), promove o Pré-São João de Todos, com apresentações variadas no Canto da Cultura no Centro Histórico e no Espigão Costeiro da Ponta d’Areia.

Na prévia junina, grupos folclóricos se apresentam às quintas-feiras, a partir das 18h, no Canto da Cultura, localizado no encontro das ruas Portugal e da Estrela. No mesmo espaço, às sextas-feiras, será a vez dos grupos de tambor de crioula fazerem a festa, às 19h. Aos domingos a programação continua no palco montado no Espigão da Ponta d’Areia.

Nesta quinta-feira (1º), quem se apresenta no Canto da Cultura é o grupo de forró Edson Sanfoneiro e Trio Poeirão, seguido da apresentação do Boi de Sonhos, que sobe ao palco às 19h e, para finalizar a primeira noite das prévias juninas, o público contará com o show da Cia Encantar.

Na sexta-feira (2), os grupos de tambor de crioula movimentam o Canto da Cultura com ritmo e som contagiante. As atrações ficarão por conta dos grupos Tambor Arte Nossa e Tambor Maracrioula, a partir das 19h.

O Espigão da Ponta d’Areia, neste domingo (4), também será palco dos festejos juninos com programação que inclui duas atrações, começando com o grupo Kambada do Forró, a partir das 18h, seguido do grupo de Bumba Meu Boi Novilho Branco.

O São João de Todos começa oficialmente no dia 14 de junho, no circuito oficial formado pelos arraiais da Praça Nauro Machado, Praça Maria Aragão, Ipem e Vila Palmeira. Com seis atrações por noite em cada arraial, entre grupos de bumba-meu-boi, quadrilhas, danças tradicionais e shows de artistas locais e nacionais, a programação segue até o dia 2 de julho.

Veja aqui a programação

1 comentário »

‘Dino não gosta de esporte’, diz Wellington

0comentário

Parlamentar questionou os critérios que tem sido utilizado para a Lei de Incentivo ao Esporte

Nesta quarta-feira (31), o deputado estadual Wellington do Curso utilizou o Grande Expediente na Assembleia Legislativa para criticar a atuação, ou melhor, a omissão do Governo Flávio Dino na área do Esporte.

O parlamentar iniciou sua crítica questionando os critérios que tem sido utilizado para a Lei de Incentivo ao Esporte e afirmou que o governador Flávio Dino não gosta e está acabando com o Esporte do Maranhão.

“A Lei de Incentivo ao Esporte que ninguém sabe quais são os critérios utilizados pela secretaria de Esporte. Projetos ficam engavetados e são desengavetados de acordo com a conveniência política, pelo menos são os relatos e as várias denúncias que temos recebido. O governador Flávio Dino não gosta de esporte, está acabando com o esporte no Estado do Maranhão”, destacou.

Wellington também voltou a cobrar apoio as equipes maranhenses que estão disputando o Campeonato Brasileiro e criticou a diminuição do orçamento da pasta do Esporte, demonstrando que a área não é uma prioridade para o Governo Flávio Dino.

“Em 2016, a Secretaria de Esporte tinha R$ 44 milhões, reduziu para R$ 27 milhões. Sabe qual foi a Secretaria que aumentou? A Secretaria de Comunicação. A Secretaria de Comunicação do Estado saltou de R$ 43 milhões para R$ 58 milhões. E o que nós estamos vendo, propaganda para todo lado, e o pior é que maioria são mentirosas. Propagandas até dentro dos estádios onde nossos clubes estão disputando o Campeonato Brasileiro. Os clubes não querem propaganda, eles querem apoio. Esses mais de 15 milhões que saíram do Esporte e foram para Comunicação dariam muito bem para incentivar os times maranhenses”, salientou Wellington.

O parlamentar lembrou também da situação do Complexo Esportivo do Outeiro da Cruz, onde o Parque Aquático segue sem funcionar. Wellington lembrou alguns campos e quadras espalhadas que não possuem assistência do Governo Flávio Dino e que poderiam servir para diminuir a quantidade de jovens que buscam os caminhos das drogas. O deputado disse ainda que a Secretaria de Esporte tem um ônibus que está fazendo campanha para as eleições de 2018.

“Enquanto praças esportivas estão abandonadas em todo o Maranhão, a Secretaria de Esporte tem um ônibus, está fazendo campanha; campanha política voltada para 2018, está percorrendo os municípios”, finalizou.

E olha que o deputado Wellington nem lembrou do caso emblemático de um dos principais ginásios do Maranhão, o Ginásio Costa Rodrigues, que inexplicavelmente segue fechado e sem servir os desportistas maranhenses.

Os deputados Sousa Neto e Sérgio Frota, presidente do Sampaio, apartearam o discurso de Wellington e ratificaram o seu posicionamento.

Blog do Jorge Aragão

sem comentário »

Projeto de Lei assegura soberania popular

0comentário

Eduardo Braide apresenta Projeto de Lei que efetiva participação popular no Maranhão

O deputado Eduardo Braide apresentou, nesta quarta-feira (31), um Projeto de Lei que institui o novo marco legal para efetivar o exercício da soberania popular direta, nos termos do art. 44, parágrafo 1° da Constituição Estadual.

“Esse projeto vai permitir que as assinaturas dos projetos de iniciativa popular possam ser colhidas por meio digital e não mais só por meio do papel. Foi exatamente a dificuldade no recolhimento de assinaturas que fez com que essa Casa nunca pudesse discutir um Projeto de Lei de iniciativa popular”, assinalou o parlamentar.

Eduardo Braide justificou a importância da iniciativa de sua autoria, citando como exemplo, o último Projeto de Lei de iniciativa popular – o das 10 Medidas Contra a Corrupção – apresentado no Congresso Nacional.

“O Supremo Tribunal Federal suspendeu a tramitação do projeto para que fosse verificada a validação de 2 milhões de assinaturas coletadas para a apresentação da matéria, que não ocorreu por meio digital. Portanto, o Projeto de Lei que apresento hoje, vem adequar a esse momento porque passa o país a uma realidade moderna, que é a coleta das assinaturas por meio de aplicativos ou programas que facilitem esse trâmite”, citou o deputado.

Ainda no discurso, Eduardo Braide citou o aplicativo “Mudamos”, criado pelo ex-juiz maranhense, Marlon Reis, que visa facilitar a coleta digital de assinaturas.

“O aplicativo criado pelo ex-juiz Marlon Reis é gratuito e exemplo para todo Brasil. Por meio dele, o cidadão vai ter como opinar, apresentar um determinado Projeto de Lei de iniciativa popular. Esse aplicativo é a forma de como nós, aqui na Assembleia, poderemos discutir, aperfeiçoar, realizar as audiências públicas a partir dessa plataforma”, completou.

(mais…)

sem comentário »