Sampaio e Cordino decidem returno

0comentário

Após empate por 1 a 1, na primeira partida, o Tricolor está a um empate do título do returno

Após a longa paralisação por conta do recurso no Tapetão envolvendo Sampaio e Moto, o Campeonato Maranhense, enfim pode ser concluído nesta quarta-feira, ou não.

Os dois finalistas dão um tempo na participação no Campeonato Brasileiro e focam no Estadual para garantir vaga na Copa do Nordeste e Copa do Brasil em 2017.

Sampaio e Cordino se enfrentam às 20h15, no Estádio Castelão e após o empate por 1 a 1, no primeiro jogo em Barra do Corda, o Sampaio só precisa de um empate para conquistar o segundo turno e forçar uma decisão extra contra o próprio Cordino.

A missão é mais complicada para o Cordino, porém não chega a ser impossível. O time do interior precisa vencer para conquistar o turno e garantir o título inédito de campeão maranhense.

Foto: Leonílson Mota

sem comentário »

André Fufuca assina PEC da Vaquejada

1comentário

Deputado André Fufuca assina promulgação da PEC da Vaquejada na Câmara dos Deputados

O deputado André Fufuca (PV), 2º vice presidente da Câmara dos Deputados, se reuniu com os outros integrantes da Mesa Diretora do Congresso Nacional para assinar a promulgação da Emenda Constitucional 96, que permite as vaquejadas e rodeios em todo o território brasileiro. A solenidade contou com a presença de vários parlamentares e vaqueiros.

De acordo com a Emenda, não se consideram cruéis as práticas desportivas que utilizem animais, desde que sejam manifestações culturais registradas como bem de natureza imaterial integrante do patrimônio cultural brasileiro, conforme o parágrafo 1º do artigo 215 da Constituição. Essas atividades devem ser regulamentadas por lei específica que assegure o bem-estar dos animais envolvidos.

Para o progressista Fufuca, a liberação das vaquejadas e rodeios é essencial para a região nordestina: “As vaquejadas, além de uma manifestação cultural importante do Nordeste, são uma importante atividade econômica para o setor do turismo na região. Elas levam riqueza e alegria ao sertão, e por isso essa tradição merece continuar via e pujante!”.

Foto: Divulgação

1 comentário »

Santa Rita promove Jogos Escolares

0comentário

Prefeito Hilton Gonçalo participa da abertura de Jogos Escolares Municipais em Santa Rita

Com o intuito de revelar novos atletas e ainda colaborar com a inserção social de jovens alunos, foi aberto oficialmente a 6ª edição dos Jogos Escolares Santarritense (JES’s). Uma realização da prefeitura municipal de Santa Rita, através do departamento municipal de esporte, vinculado a Secretaria Municipal de Educação (Semed).

O evento foi realizado na manhã de desta segunda-feira (05), no Centro de Convenções José Gonçalo e contou com representantes de 16 escolas municipais, estaduais e uma particular, participantes dos jogos. No total são aproximadamente 1.081 alunos inscritos nas modalidades de futebol de campo, futsal, voleibol, handebol, xadrez e atletismo; masculino e feminino.

Ao som da banda de musica Bruno Ferreira, a solenidade começou com desfile das escolas participantes e juramento dos atletas.

Em seu discurso o secretário municipal de educação, Paulo Márcio, deu boas vindas a todos lembrando que o JES’s é o maior evento esportivo do município que serve como importante incentivo para os atletas.

O secretário municipal de desenvolvimento social, Junior Enfermeiro, também desejou boas sorte aos participantes e parabenizou todos os envolvidos na organização. “Que todos possam ter uma excelente competição”, finalizou.

Foto: Divulgação

sem comentário »

Assembleia barra regulamentação do Uber

0comentário

Assembleia Legislativa rejeita Projeto de Lei que regulamentaria serviço do Uber no Maranhão

Deputados da base do Governo Flávio Dino (PCdoB) rejeitaram hoje o Projeto de Lei 127/2017, de autoria do deputado Edilázio Júnior (PV), que instituía a regulamentação do transporte remunerado individual e intermunicipal de passageiros, o Uber, no Maranhão.

A peça foi rejeitada pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), sob a relatoria de Marco Aurélio (PCdoB), Comissão de Assuntos Municipais e Comissão de Obras e Serviços Públicos.

Os deputados Marco Aurélio, Cabo Campos (DEM), Bira do Pindaré (PSB), Vinicius Louro (PR) e Rafael Leitoa (PDT), orientaram a base governista a rejeitar a proposta. O líder do Governo na Casa, deputado Rogério Cafeteira (PSB), atuou pela rejeição da matéria.

Edilázio, que fez a defesa da regulamentação do serviço, do livre exercício da atividade econômica e a livre concorrência de mercado, lamentou a forma com a qual o projeto foi votado na Casa.

Depois de a peça ter sido rejeitada nas comissões, ele recorreu ao Plenário, e pediu a contagem de quórum. A Mesa Diretora, contudo, ignorou o pedido e deu prosseguimento à apreciação.

Para este tipo de votação é necessário que pelo menos 22 deputados estejam em Plenário, com as suas presenças registradas no painel eletrônico. No momento da votação, de acordo com o autor do projeto, apenas 13 deputados estavam em Plenário.

Edilázio também apontou outro vício na votação. Em protesto pela forma com a qual os trabalhos eram conduzidos, ele deixou o Plenário. Mesmo assim, a peça foi votada.

O Regimento Interno da Assembleia Legislativa determina que projetos de lei só podem ser apreciados – em regime de urgência -, com a presença do autor no Plenário.

“A Comissão de Constituição e Justiça já rasgou hoje o entendimento jurídico, aqui nesta Casa […]. Alerto aos interessados das duas categorias que aqui estão votação é nula, uma vez que o autor do requerimento não estava em plenário, uma vez que eu solicitei não só uma vez, várias vezes a conferência de quórum, então é nula. Vou buscar na Justiça a reparação dos vícios aqui provocados hoje”, disse.

Foto: JR Lisboa/Agência AL

sem comentário »

Braide defende ajuda do Governo à Prefeitura

3comentários

“O Governo pode gastar menos em propaganda e ajudar a Saúde de São Luís”, diz Braide

O deputado Eduardo Braide usou a tribuna nesta terça-feira (6), para cobrar do Governo do Estado parceria com a Prefeitura de São Luís na área da Saúde. O parlamentar, inclusive, apresentou um Requerimento solicitando urgência no repasse de recursos estaduais, já que o Município cortou R$ 2 milhões do orçamento da pasta a partir do dia 1° de junho.

“O governador Flávio Dino poderia gastar um pouco menos em propaganda e ajudar o prefeito de São Luís a resolver o problema da Saúde. Quem gasta milhões em publicidade, pode muito bem destinar todo mês R$ 2 milhões para que a população da capital não padeça nos Socorrões, Unidades Mistas e Postos Básicos de Saúde. Está na hora de vermos funcionar a parceria do governador Flávio Dino e o prefeito Edivaldo Holanda Júnior!”, afirmou o deputado.

Ainda no discurso, Eduardo Braide disse que é preciso evitar que a Saúde de São Luís entre em colapso.

“O CRM e a Associação dos Médicos dos Socorrões já alertaram que com o corte, os atendimentos nas unidades de São Luís vão ficar ainda mais precários. É exatamente isso que o Governo do Estado precisa evitar. Não é justo que pacientes, por exemplo, sejam obrigados a comprar luvas, algodão, esparadrapo, soro fisiológico e até seringas para serem atendidos”, destacou.

Ao finalizar o pronunciamento, o deputado Eduardo Braide conclamou os demais parlamentares para que aprovem o requerimento de sua autoria solicitando do Governo do Estado o repasse em caráter de urgência para a área da Saúde em São Luís.

“O requerimento lido hoje vai ser colocado em votação na Sessão desta quarta-feira. Por isso, conclamo a todos os deputados, para que possam votar amanhã de forma favorável ao nosso requerimento. A população não pode ser penalizada ainda mais pela falta de gestão e de compromisso com a saúde pública”, concluiu.

Foto: Divulgação/ Agência Assembleia

3 comentários »

Andressa vai a Mundial após vender água

10comentários

Atleta maranhense precisou vender água para garantir participação de Mundial de Jiu-Jtsu

A atleta Andressa Raquel de 13 anos conseguiu arrecadar a quantia que precisava, cerca de R$ 3.500,00 (três mil e quinhentos reais) para participar do Mundial de Jiu-Jtsu, que acontecerá nos dias 8 e 9 de julho em São Paulo.

Mas para isso, além de ter ido veder água em uma das principais avenidas de São Luís, ela contou com a ajuda do deputado Wellington que doou a passagem aérea.

Na semana passada, após tomar conhecimento do drama de Andressa, o deputado estadual Wellington do Curso (PP) questionou na Assembleia Legislativa, os parâmetros do incentivo ao esporte por parte do Governo do estado.

“Nós recebemos a reivindicação quanto à falta de incentivo ao esporte em nosso Estado. Falta apoio aos nossos atletas. Isso, por si só, já nos causa revolta. No entanto, o que não entendemos é essa ‘lógica’ do Governo: enquanto uns recebem R$ 100.000,00, conforme publicação no Diário Oficial ; outros vendem água em retorno para arrecadar recursos, participar de competições e representar o Maranhão. Por que tanta diferença? Nossos atletas merecem um tratamento igualitário e estamos na luta para que a Lei de Incentivo ao Esporte possa ajudar todos os atletas. Afinal, eles representam o nosso Maranhão”, disse Wellington.

Andressa concorre na categoria Infantojuvenil do esporte e representará o Maranhão no mundial, em São Paulo. Mesmo com 13 anos, Andressa já coleciona cerca de 20 medalhas e tem na bagagem grandes conquistas como o Campeonato Norte/Nordeste de Jiu-Jitsu 2016. Em 2017 ela já conquistou o I e II Etapa do Campeonato Maranhense de Jiu-Jitsu Profissional e Circuito Cidades, no município de Santa Inês.

A família da atleta iniciou a campanha nas avenidas da capital no último sábado (27), no intuito de arrecadar dinheiro para a jovem campeã participar do Mundial de Jiu-Jtsu.

Foto: Divulgação

10 comentários »

Obra beneficiará 20 mil famílias em Pinheiro

1comentário

Luciano em parceria com Governo do MA  anuncia obras de abastecimento de Água de Pinheiro

O Governo do Estado, por meio da Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema), retomou nesta segunda-feira (5/), as obras de melhoria do Sistema de Abastecimento de Água de Pinheiro.

A obra vai beneficiar vinte mil famílias e terá investimento de aproximadamente R$ 10 milhões. O Prefeito Luciano ressaltou que está obra encerrará de vez com a falta de água no nosso município.

Participaram da assinatura do convênio, o secretário de Comunicação e Assuntos Políticos (Seap), Márcio Jerry, que citou o empenho do prefeito Luciano para que esta obra tão sonhada fosse retomada e o presidente da Caema, Davi Telles que garantiu que em 8 meses entregará à obra.

As obras compreendem a substituição de dois conjuntos moto-bomba com vazão de 400 m³/h, por dois novos com vazão de 500 m³/h; a construção de Estação de Tratamento de Água; a substituição da adutora existente, de ferro fundido, por uma em PVC-DN300, com 2.390 metros; a construção de reservatórios apoiados e elevados; a construção de casas de bombas e estação elevatória de água tratada; a construção de Adutora de água Tratada; implantação de 15.560 metros de rede de distribuição de água com diâmetro variando de DN50 a DN300, no setor 1 – mesma metragem será implantada no setor 2; e a Execução de 3.715 novas ligações domiciliares.

Foto: Divulgação

1 comentário »

Convênio capacita Guarda Civil em Ribamar

1comentário

Iniciada formação para armamento da Guarda Municipal de São Jose de Ribamar

A prefeitura de São José de Ribamar firmou convênio nesta segunda-feira (5), com o Governo do Estado por meio da Secretaria de Segurança Pública para formação geral da Guarda Civil Municipal. O protocolo além de atender aos requisitos da grade nacional para assegurar ações de segurança pública e prevenção da violência bem como do controle da criminalidade no município, também vai capacitar a guarda para o uso de armas de fogo.

O prefeito ribamarense, Luis Fernando explicou que o ato terá reflexo direto na melhoria da segurança pública no município, uma vez que a guarda estará sob o comando das forças do estado, colaborando diretamente para a melhoria da segurança do cidadão.

“Nós queremos agregar esforços no sentido de potencializar o trabalho que já vem sendo feito pelo governador Flávio Dino. Com a formação, haveremos de agregar mais 400 homens e mulheres compromissados nesse mesmo propósito”, garantiu.

Para o secretário de segurança pública, Jefferson Portela, o fortalecimento das polícias só colabora para a diminuição no índice da violência. “Nós temos que racionalizar e potencializar as forças de segurança, garantindo sim segurança para as pessoas, e isso independe de número de população, porque estamos visando é a pessoa”, disse.

(mais…)

1 comentário »

Márcio Jardim ataca e não responde crítica

28comentários

O secretário de Desporto e Lazer (Sedel), Márcio Jardim respondeu por meio do whatsapp à crítica feita neste blog em relação ao descaso do governo com os Jogos Escolars Maranhenses (JEM’s).

Não fiz nenhuma crítica com intuito de atacar o governo. Apenas mostrei que é impossível a realização da mais importante competição de esporte amador no Maranhão com tanto descaso e fiz ecoar o que muitos desportistas estão cansados de reclamar.

Com um discurso de quem ainda não desceu do palanque e de quem está eternamente numa disputa política, Márcio Jardim disse que no governo de Roseana Sarney os alunos que vinham do interior passavam fome, bem diferente do que foi dito pelo ex-secretário Joaquim Haickel que afirmou que o JEM’s era prioridade.

“Zeca, durante governos de Roseana os alunos q vinham do interior para o Jems passavam era fome. A partir de 2015 passamos a oferecer café, almoço e janta para todos. Saltamos da adesão de 64 para 114 municípios em 3 anos”, disse.

De fato, o número de escolas e municípios aumentou, mas vale lembrar que a fórmula utilizada para isso prejudica e muito a atletas e técnicos. É que a maioria das equipes disputa apenas dois jogos e muitas delas são eliminadas em apenas um fim de semana. Não é pouco para quem se prepara o ano todo para o JEM’s frustando a expectativa dos atletas?

O secretário jogou a responsabilidade no município e negou que a Sedel tivesse qualquer relação com os jogos – o que todo mundo sabe é que é a Sedel quem organiza os jogos. Além disso, vale lembrar que Governo do Estado e Prefeitura de São Luís são parceiros. Ou não são mais Márcio Jardim?

“Tu fizeste matéria sobre o Jel’s – Jogos escolares ludovicenses, como se fosse a etapa estadual dos jogos. As etapas municipais é de competência dos municípios realizar”.

Por fim, o secretário se disse assustado com o fato de eu ter reclamado de falta de segurança.

“Fiquei assustado com o pedido de polícia. Jogos pra nós não eh caso de polícia, é de inclusão e promoção da cidadania”.

Talvez Márcio Jardim ache normal a falta de policiamento e até falta de ambulância em local de eventos. Tudo isso se justifica porque o secretário não acompanha os jogos e muito menos viu a grande confusão que se registrou no Guioberto Alves, inclusive com a invasão de quadra por torcedores. Vejam vocês que o secretário não vê necessidade de polícia, mesmo sabendo que na Região metropolitana de São Luís temos duas das trinta mais violentas cidades do país.

Infelizmente Márcio Jardim demonstra mais uma vez que não conhece absolutamente nada de esporte e que somente está no cargo por prestar favor político. Não fosse isso estaria no seu eterno papel de militante político. O esporte deveria está nas mãos de quem de fato tem o DNA dele.

Reafirmo a crítica que fiz por dois aspectos: primeiro porque conheço do que estou falando e segundo porque estou sempre presente nos eventos esportivos. E só conhece quem está lá.

28 comentários »