Umbelino recebe crianças de comunidades na Câmara

1comentário

O vereador Umbelino Junior (Cidadania 23) recebeu, na manhã desta terça-feira (20) dezenas de crianças que fazem parte do “Club Infantil de Aventureiros”, projeto que faz parte da Igreja Adventista do Sétimo dia, distrito Divinéia. Na visita, os integrantes puderam conhecer as dependências da Câmara Municipal de São Luís, em especial a galeria, os gabinetes e o plenário Simão Estácio da Silveira, local onde é debatido projetos e temas importantes para o desenvolvimento da cidade.

As crianças ainda aprenderam quais trabalhos são realizados pelos vereadores e a importância da Câmara Municipal de São Luís para os ludovicenses.

“Esse momento é bastante importante para as crianças. É preciso que desde cedo elas aprendam que tem direitos e deveres e que nós estamos trabalhando para garantir uma cidade melhor para elas que são o futuro do nosso país”, destacou Umbelino.

O projeto integra crianças de aproximadamente 11 comunidades e trabalha focado em ações sociais voltadas para o desenvolvimento delas, o que engloba diversas atividades. “É importante que elas conheçam nossas autoridades e o trabalho dos vereadores até para que compreendam e desenvolvam a questão social de cada criança”, argumentou Andréa Suzana, coordenadora distrital do grupo.

No encerramento da atividade, Umbelino destacou que é importante o vereador visitar as comunidades, mas também que é fundamental que a população conheça a Casa do Povo. “Estamos de portas abertas para todos nos visitarem. Esse espaço é para os ludovicenses, as crianças estão visitando e provavelmente irão conversar com os pais sobre essa atividade e assim despertar o interesse deles, o que é muito importante. Quando era criança não tive essa oportunidade e creio que elas ficaram felizes em conhecer o espaço”, concluiu Umbelino.

Foto: Divulgação

1 comentário para "Umbelino recebe crianças de comunidades na Câmara"


  1. Helena

    A Semed reabriu a pseudolicitação para a contratação de empresa para prestação de serviços de limpeza das escolas e prédios da secretaria, muita exigência que na prática não passa de palavras ao vento porque o serviço é capenga e não funciona como se lê no edital, uma coisa que a Semed insiste é o início do serviço às 8h da manhã sendo que os trabalhos nas escolas iniciam por volta das 7h, e em algumas escolas há o operacional da Semed que inicia tb nesse horário, mas esse profissional de limpeza do quadro de servidor é raro quase não se vê mais nas escolas porque se aposentaram; e os remanescentes, a maioria é de idosos e c/ problemas de saúde, sem condições laborais, e essa lacuna deveria ser preenchida pelos terceirizados, já que o prefeito não fará concurso para limpeza, só que alguns terceirizados tb se encontram na mesma situação. O certame será dia 30/08 e os atuais já estão de aviso prévio, nesse caso qual o tempo hábil que terá a nova contratada para “selecionar” sua mão-de-obra?, se é que a Semed vai deixar e não exigir que se contrate os mesmos operacionais como fez com a portaria porque confiou nas “recomendações” de alguns gestores, essa história de fiscalizar o serviço é conversa porque até hoje nunca vi isso acontecer nas escolas onde trabalhei, já disse até para quem quiser conferir um exemplo é só ir até à UEB AP no Centro e vê por si mesmo. Empregar por indicação é sinal de serviço precário, os atuais entraram nessa condição e o resultado não é favorável, salvo algumas exceções que conheço que têm compromisso com sua função, porém a maioria quer o salário, mas não o trabalho.
    Quanto aos exames admissionais será que pedirão os mesmos que a Semed exigiu para os operacionais que fizeram o concurso de 2008? porque as exigências tinham que ser as mesmas.

deixe seu comentário