Edivaldo vistoria obra de modernização do Nhozinho

12comentários

O Estádio Municipal Nhozinho Santos recebe a maior obra estrutural dos últimos 60 anos. A reforma, que promoverá a modernização e revitalização completa do espaço, foi vistoriada neste sábado (3) pelo prefeito Edivaldo Holanda Junior. O estádio está sendo amplamente reformado e modernizado para tornar-se de fato uma grande arena de futebol, apto a receber jogos de todas as divisões futebolísticas brasileiras. O trabalho integra o conjunto de ações desenvolvidas pela gestão do prefeito Edivaldo Holanda Junior na área do Esporte.

Ao percorrer o estádio, o prefeito Edivaldo Holanda Junior destacou a magnitude da obra que vai transformar uma das mais importantes praças esportivas da capital, com um simbolismo imensurável para o futebol e o esporte maranhense. “Esta é a primeira grande reforma verdadeiramente estrutural realizada no Nhozinho Santos, em 69 anos de história. Ter a oportunidade de concretizar esse grande projeto em nossa gestão é algo que nos deixa muito felizes porque o “Gigante da Vila Passos” é um patrimônio de São Luís e de imenso valor para o esporte maranhense. De forma que, com esta obra que executamos, vamos entregar um estádio totalmente novo para a população e os desportistas”, afirmou o prefeito.

Os serviços são executados pela Prefeitura de São Luís por meio das secretarias municipais de Obras e Serviços Públicos (Semosp) e Esporte e Lazer (Semdel) com parcerias do Governo do Estado e, ainda, com recurso de emenda parlamentar do deputado federal Cléber Verde. Na vistoria às intervenções, o prefeito esteve acompanhado pela primeira-dama Camila Holanda, o vice-prefeito Júlio Pinheiro e secretários municipais.

O trabalho de modernização do Estádio Nhozinho Santos contempla reformas em todos os setores do espaço. A nova arena terá como principal diferencial a colocação de placas de vidros temperados laminado no alambrado, substituindo o antigo que era de ferro e considerado ultrapassado para os atuais padrões das arenas modernas. As bases de alumínio para sustentação dos vidros já estão sendo colocadas.

“Além de um simbolismo emblemático para os ludovicenses, a obra de restauração do Nhozinho Santos era uma demanda antiga população e dos esportistas maranhenses. E a gestão, ciente dessa importância, empreende todos os esforços para devolver à comunidade esse espaço tão fundamental para o futebol local”, afirmou o vice-prefeito Júlio Pinheiro.

Todo o gramado foi trocado por novas placas de gramas e já recebeu 72 novos pontos de irrigação com sistema de funcionamento automatizado a com modelos de aspersão pop-up, que submergem ao término do trabalho e ficam subterrâneos. “Com a reforma pela qual passa o Nhozinho, o estádio vai atender a todas a normas previstas pelas confederações futebolísticas para uma arena de futebol de fato”, destacou o secretário municipal de Desporto e Lazer, Rommeo Amim.

Segundo o secretário municipal de Obras e Serviços Públicos (Semosp), Antônio Araújo, a reforma estrutural realizada no estádio abrangeu amplamente os dois vestiários para atletas, que já estão finalizados e prontos para uso. Nos vestiários foram colocados novos pisos, revestimentos de paredes e as separações dos boxes dos chuveiros, que antes eram de alvenaria, passaram a ser de granito; instalações de chuveiros e vasos sanitários novos, além de substituída toda a parte hidráulica, elétrica e de iluminação nesses espaços.

“Estamos realizando obras realmente estruturantes no Nhozinho Santos. Não era mais cabível que um estádio de quase 70 anos ainda mantivesse as antigas instalações hidráulicas e elétricas,comprometendo o funcionamento e ocasionando problemas de toda a natureza como infiltrações, entupimentos, perda de energia, rachaduras entre outros. Tudo isto está sendo sanado agora”, observou o secretário.

Outro ponto muito reclamado no espaço e que teve os problemas sanados foram os banheiros masculinos e femininos destinados aos espectadores. As tubulações finais que comprometiam a vazão e ocasionavam entupimentos e infiltrações, foram substituídas por novas e na dimensão correta. Os banheiros, inclusive o com acessibilidade para pessoas com deficiência, já estão amplamente restaurados, com instalação de novo piso antiderrapante, novas pias, vasos e mictórios. Também os bares do estádio foram amplamente reformados e ganharam novos elementos para funcionalidade do espaço, assim como também os setores administrativos.

As obras também incluem restauração do sistema de iluminação do estádio, com reparação total da subestação central, que é responsável por distribuir a energia no local (transformadores, pontos de isolamento, entre outros), troca de refletores, revisão de reatores e reparo das torres, entre outros serviços. “Estamos com 50% das obras executas e em breve os atletas e a população terá uma nova praça esportiva, totalmente moderna e bonita”, observou o secretário municipal de Esporte e Lazer, Rommeo Amim.

Fotos: Honório Moreira

12 comentários »

Eliziane buscará na Justiça explicações da Caixa

0comentário

A senadora Maranhense Eliziane Gama (Cidadania) disse nas redes sociais que pedirá explicações da Caixa Econômica Federal (CEF) sobre possível suspensão de empréstimo para investimentos em municípios da Região Nordeste.

Segundo O Estadão, até julho deste ano, a Caixa econômica Federal autorizou R$ 89 milhões para os estados do Nordeste. Enquanto isso, o montante para governadores e prefeitos de todo o país foi de R$ 4 bilhões, O NOrdeste teve apenas 2,2% do total liberado em todo o país.

“A Instrução Normativa N° 25 é absurda, inconcebível que o governo deliberadamente queira prejudicar os nordestinos via Caixa Econômica, preterindo o Nordeste em investimentos públicos que deveriam primar pela isonomia e impessoalidade. O Nordeste não será prejudicado”, disse.

Eliziane disse que não existe explicação técnica para a decisão que classificou como “estultices” do presidente Jair Bolsonaro.

“Qual a explicação técnica para o Nordeste ser preterido em investimentos públicos via Caixa Econômica Federal? Isso além de ilegal é imoral. A população do Nordeste não pode ser prejudicada pelas estultices ideológicas do presidente”, disse.

A senadora disse que buscará os meios legais na Justiça e no Senado para que a Caixa esclareça os fatos.

“Usaremos todos os meios possíveis e legais no Senado e na justiça brasileira para exigir essas explicações”, finalizou.

Foto: Agência Senado

sem comentário »

Roseana manifesta pesar pela morte de Celso Veras

0comentário

A ex-governadora Roseana Sarney, divulgou nota de pesar pela morte do economista e professor José Celso Veras da Costa, aos 69 anos, vítima de pneumonia, no Hospital UDI, em São Luís.

Roseana destacou que perdeu um grande amigo. Celso Veras foi gerente de Desenvolvimento Regional de Codó, no governo de Roseana Sarney em 2000.

Leia a nota:

“Recebi, com imensa tristeza, a informação sobre a morte do meu grande amigo José Celso Veras da Costa, ocorrida neste sábado (3).

Professor e economista, Celso Veras foi o primeiro presidente da Sociedade Maranhense dos Direitos Humanos (SMDH). Fundou o Partido Socialista Brasileiro (PSB) no Maranhão. Foi superintendente do Projeto Nordeste e integrou o meu governo em 2000, quando exerceu o cargo de gerente de Desenvolvimento Regional de Codó. A sua morte é uma grande perda para o Maranhão.

Portanto, os meus mais sentidos pêsames a familiares e amigos”.

Roseana Sarney

sem comentário »

Gastão Vieira lamenta morte do economista Celso Veras

0comentário

O deputado federal Gastão Vieira, presidente do Pros no Maranhão, lamentou, nas redes sociais, a morte neste sábado (3), do 1º vice-presidente da legenda no estado, o economista Celso Veras da Costa, aos 69 anos, vítima de pneumonia, no Hospital UDI onde estava internado.

“Amigos Celso Veras partiu….lutou o quanto pode pela vida…bravamente! Com a dedicação da família dos amigos partiu em paz”, disse Gastão.

Celso Veras teve importante papel na luta contra a Ditadura Militar no Maranhão. Na foto do arquivo pessoal do cineasta Murilo Santos, o então economista e professor Celso Veras discursa ao ser empossado primeiro presidente da Sociedade Maranhense de Direitos Humanos (SMDH) em 1979.

Celso Veras ocupou cargos na gestão pública. Foi gerente de Desenvolvimento Regional de Codó, no governo de Roseana Sarney em 2000. Foi funcionário do Banco de Desenvolvimento do Maranhão e do antigo BEM.

Foi Superintendente do Projeto Nordeste, professor da Universidade Federal do Maranhão (UFMA). Idealizou e fundou do PSB (Partido Socialista Brasileiro) no Maranhão.

O velório de Celso Veras será na sala 8, da Pax União, na Rua Grande, Centro. O sepultamento será às 17 horas, no Parque da Saudade, no Vinhais.

A UFMA divulgou nota de pesar pela morte de Celso Veras:

“É com profundo pesar que a Universidade Federal do Maranhão comunica o falecimento do professor aposentado do departamento de Economia, José Celso Veras da Costa, aos 69 anos, ocorrido neste sábado, 3. Ele estava internado em um hospital da capital, teve uma pneumonia e não resistiu.

O velório ocorre na Pax União, localizada no Centro e o sepultamento será às 17 horas, no Parque da Saudade, no Vinhais.

A Universidade Federal do Maranhão se solidariza com a família e os amigos e presta seus votos de profundo pesar”.

Foto: Divulgação / Pros e arquivo pessoal/ Murilo Santos

sem comentário »

Adriano Sarney critica ‘omissão’ da Carta Capital

0comentário

O deputado estadual Adriano Sarney (PV), criticou, nas redes sociais, a Revista Carta Capital que o entrevistou esta semana e trouxe na capa ampla reportagem sobre o governador Flávio Dino (PCdoB).

Segundo Adriano, a Carta Capital “omitiu” trecho importante de sua entrevista onde afirma que o Governo do Maranhão gasta R$ 7 milhões com a imprensa nacional.

“A revista Carta Capital vendeu a sua capa para Flávio Dino, dinheiro provavelmente pago com o dinheiro dos maranhenses. Me entrevistaram e omitiram a parte em que digo que o governo gasta R$ 7 milhões com a imprensa nacional! A omissão é confissão?”, disse.

Veja na íntegra a entrevista de Adiano Sarney à Carta Capital:

Carta Capital – Como o senhor descreve a gestão de Flávio Dino?

Adriano Sarney – Péssima, quebrou o estado e a economia maranhense. Enquanto o PIB do Maranhão crescia mais do que a média nacional, hoje cai mais do que a de outros estados. O número de pessoas vivendo na extrema pobreza aumentou em mais de 300 mil. Todas as áreas do governo sofrem com o descaso. Por exemplo, sacou mais de R$ 1 bi do Fundo dos Aposentados estaduais e R$ 150 milhões de recursos federais do Porto do Itaqui, hospitais foram fechados, delegacias sucateadas, etc. Mas na área de comunicação vemos um gasto de R$ 80 milhões anuais, dos quais R$ 7 milhões para comunicação institucional a nível nacional.

Carta Capital – As declarações do presidente Jair Bolsonaro sobre os paraíbas o incomoda? O que acha dos confrontos entre o governador e o presidente?

Adriano Sarney – Não sou complexado, sou nordestino e maranhense com muito orgulho. Acho esse confronto péssimo para o estado. Um conflito puramente ideológico, cujo único interesse do Flávio Dino é o de se promover a nível nacional.

Carta Capital – Por que o senhor não usa o sobrenome da família? Teme a rejeição?

Adriano Sarney – Não temo rejeição. Uso apenas meu primeiro nome para imprimir minha própria marca. Sou economista, administrador, nunca precisei de emprego público. Meu primeiro cargo público foi pelo voto popular em 2014 e já na oposição ao governo do PCdoB. Nunca fiz parte de qualquer governo e tenho pensamentos próprios.

Carta Capital – O senhor pretende ser candidato a prefeito de São Luís?

Adriano Sarney – Meu partido quer lançar minha pré-candidatura. Estou estudando os números de São Luís e como posso fazer para reverter a situação caótica que se encontra a capital.

Carta Capital – O senhor reclama de perseguição do governador? Pode ser mais específico?

Adriano Sarney – Há quase cinco anos como deputado estadual o governo nunca pagou nenhuma de minhas emendas parlamentares, recursos que iriam para o hospital do câncer e da criança, para segurança, cultura, educação, etc.

Carta Capital – O governador é bem avaliado no estado e fora. O senhor acha que o Sudeste tem uma percepção equivocada de Flávio Dino?

Adriano Sarney – Primeiro, acho que a avaliação de Flávio Dino está caindo drasticamente no Maranhão nesse segundo mandato, pois a realidade dos fatos estão batendo na porta. Tenho acompanhado o esforço dele em tentar passar uma boa imagem para fora do estado. O trabalho de marketing e os recursos de mais de R$ 7 milhões anuais do povo maranhense para agências nacionais de propaganda tem surtido efeito, apesar de passar uma imagem distorcida da realidade.

Foto: Reprodução / Twitter

sem comentário »

Zeca Pagodinho canta grandes sucessos em São Luís

0comentário

Enfim, chegou o dia do show mais esperado dos últimos tempos na capital maranhense.Sábado, 3 de agosto, será o dia do Botequim do Zeca Pagodinho em São Luis.

O show que acontece no Sebrae Multicenter é um dos últimos da turnê que Zeca Pagodinho fez rodando o Brasil, Estados Unidos, Europa e passando pela África com apresentações em Cabo Verde, em meados de abril.

No repertório, sambas que fizeram de Pagodinho um dos artistas mais respeitados em seu país, e fora dele, nestes 35 anos de carreira.

Do primeiro disco solo, que ultrapassou a marca de 1 milhão de cópias nos anos 80, vão estar as composições “Judia de Mim” , “Coração em Desalinho”, “Brincadeira Tem Hora”, “Casal Sem Vergonha”, entre outros.

O passeio pela carreira continua com sambas como “Verdade”, “Deixa a Vida Me Levar”, “Maneiras”, “Ogum”, “Vai Vadiar”, “Quando a Gira Girou” até o último sucesso, “Ser Humano”.

O sambista sobe ao palco com a Muleke, banda que o acompanha durante toda sua história artística. A direção musical é de Paulão 7 Cordas.

Após este show Zeca se prepara para lançar um novo disco, o 25º da carreira. Dentre as músicas que farão parte deste trabalho está a composição “Enquanto Deus me Proteja”, parceria inédita com Moacyr Luz.

Serviço:

Zeca Pagodinho
Botequim do Zeca
Data: 03/08/2019
Horário: 21h
Local: Sebrae Multicenter
Ingressos: Bilheteria Digital (https://www.bilheteriadigital.com/botequim-do-zeca-03-de-agosto)
Pontos de Vendas:
Bilheteria Digital Rio Poty (Sem taxa)
Bilheteria Digital Rio Anil Shopping (Com taxa) Bilheteria Digital Shopping da Ilha (Com taxa) Valor da taxa nos pontos físicos: R$ 5,00 (cinco reais)

Foto: Divulgação

sem comentário »