Quilombolas serão beneficiados em Santa Rita

0comentário

A Prefeitura de Santa Rita, por intermédio da Secretaria de Igualdade Racial, acompanhará o projeto habitacional da Caixa que será desenvolvido na comunidade quilombola de Cajueiro. No total, 50 famílias vão ser contempladas com novas habitações.

Os secretários Lourinaldo Nunes e Dayvison Juan, vão acompanhar todo desenvolvimento das obras do projeto habitacional a ser desenvolvida pela Caixa Econômica Federal em parceria com a prefeitura.

A comunidade foi contemplada com a construção de 50 unidades habitacionais que devem favorecer as famílias que mais necessitam. A Secretaria de Igualdade Racial disponibilizará todo suporte que cabe ao município na execução do projeto.

“A comunidade do Cajueiro conseguiu junto a Caixa a aquisição de 50 casas para o povoado, e nós enquanto representantes da administração estamos acompanhando a execução do projeto. A ordem do prefeito Hilton Gonçalo é de apoiar no que for preciso para que a comunidade receba o quanto antes o benefício”, garantiu o secretário de Igualdade Racial, Lourinaldo Nunes.

Foto: Divulgação

sem comentário »

Sampaio assina contrato de patrocínio com a Caixa

1comentário

O Sampaio assinou nesta segunda-feira (26), o contrato de patrocínio com a Caixa Econômica Federal (CEF).

O clube vai receber R$ 1,5 milhão para estampar a marca da Caixa no novo uniforme. O contrato que terá a duração de um ano foi assinado pelo presidente Sérgio frota e o superintendente da Caixa no Maranhão, Sérgio Penha.

“São duas grandes marcas que se unem, uma agregação de valor mútua. O Sampaio é uma instituição tradicional, que tem demonstrado muita responsabilidade com a gestão fiscal, e não por acaso conseguiu este patrocínio, que só clubes da Série A e B, com suas obrigações regulares, podem obter. É uma honra para todos nós”, destacou o superintendente da Caixa.

“É uma alegria muito grande, que divido com toda a torcida. Trata-se de um marco no futebol maranhense, ter a marca da Caixa estampada em nossa camisa, pois demonstra a credibilidade que o Sampaio possui atualmente, fruto de uma administração responsável, feita por pessoas comprometidas. Fica o meu agradecimento a todos por ajudar a tornar o Sampaio mais forte ainda”, disse Sérgio Frota.

Além do patrocínio da Caixa, o Sampaio terá mais R$ 6 milhões da cota de participação na Série B.

O Sampaio estreia no Campeonato Brasileiro Série B, contra o Coritiba, no sábado (14 de abril) às 19h, no Castelão, em São Luís com portões fechados.

Mas a estreia do novo uniforme com o patrocínio da Caixa pode ocorrer nesta quinta-feira (29), contra o CSA, às 19h, no Estádio Castelão pela Copa do Nordeste.

Foto: Divulgação/ Sampaio

1 comentário »

Piauí tem contrato de publicidade com a Caixa

10comentários

Uma novidade no futebol do Piauí durante os jogos realizados neste fim de semana pelo Campeonato Piauiense.

Os clubes entraram em campo estampando uma publicidade da Caixa Econômica Federal em seus uniformes.

O Piauiense Loterias Caixa vai render uma grana aos clubes, fruto da parceria assinada entre a Futebol do Piauí (FFP) e a Caixa.

O anúncio oficial e assinatura do contrato ocorrerão nesta terça-feira (27).

Enquanto isso, aqui é tudo diferente.  A tabela é mal elaborada. Os clubes são obrigados a cumprir um contrato com uma TV que transmite os jogos para a própria praça e dinheiro que é bom, até hoje nada, pelo menos é o que os dirigentes afirmam.

Além disso, o possível contrato a ser assinado com o Governo do Maranhão, por meio da Lei de Incentivo ao Esporte prevê metade dos recursos para uma única televisão e os clubes são os que menos ganham.

Que o exemplo do Piauí sirva para a nossa Federação.

Leia mais no GE

10 comentários »

Frota busca patrocínio da Caixa ao Sampaio

2comentários

O presidente do Sampaio, deputado Sérgio Frota (PSDB-MA) esteve na última quarta-feira em Brasília numa reunião na Caixa Econômica Federal (CEF) com o presidente Gilberto Occhi; o vice Marco Jacinto e o diretor executivo de marketing, Gerson Bordignon para tratar sobre o patrocínio da Caixa ao Sampaio para a disputa da Série B em 2018.

Também participaram da reunião o senador João Alberto (PMDB-MA), o deputado federal João Marcelo (PMDB-MA) e o deputado estadual Roberto Costa (PMDB-MA).

Sérgio Frota já vem tentando a algum tempo o patrocínio da Caixa ao Sampaio. Ele deixou a reunião empolgado com a possibilidade do acordo com a Caixa.

“Na manhã desta 4ª feira, dia 11, estive na Caixa Econômica Federal, em Brasília reunido com o senador João Alberto, deputado federal João Marcelo, deputado estadual Roberto Costa, do Maranhão e com o presidente e diretoria deste órgão. Em pauta, o tão almejado patrocínio para o Sampaio Corrêa. Meus agradecimentos sinceros aos três”, destacou nas redes sociais.

Se for confirmado o patrocínio da Caixa, o Sampaio ainda terá a cota paga pela CBF para a Série B.

Sem dúvida uma boa grana para o Sampaio fazer bonito na competição nacional.

Foto: Divulgação

2 comentários »

Luciano e Fufuca garantem obra em Pinheiro

1comentário

Prefeito Luciano e o deputado Fufuca viabilizam retomada de obras de residencial junto à Caixa

O prefeito Luciano Genésio (PP) esteve reunido na última sexta-feira (26), com o superintendente da Caixa Econômica Federal Sérgio Penha e o deputado Federal André Fufuca (PP) para tratar da retomada das obras no Residencial Bom viver I e II, em Pinheiro.

O prefeito Luciano apresentou as demandas em busca de soluções e destacou que centenas de famílias precisam do pleno funcionamento do Programa Minha Casa Minha Vida, bem como a necessidade da retomada emergencial das obras.

Para o deputado André Fufuca (PP) é de extrema importância discutir competências e responsabilidades de cada instituição envolvida e que a sua atuação como parlamentar e defensor do povo será para que o programa cumpra o seu objetivo que é garantir moradia digna para as famílias pinheirenses.

O superintendente da Caixa, concordou em retomar as obras do Residencial Bom Viver I e II através de um chamamento público.

Ainda foram discutidas questões do Residencial Coqueiro I onde 500 casas serão entregues ainda este ano, e dos projetos PNHR e PNHU onde o município de Pinheiro será contemplado com 500 casas.

Foto: Divulgação

1 comentário »

Adriano adia votação de empréstimo

0comentário
Deputado Adriano Sarney consegue adiar votação de empréstimo da Caixa

Deputado Adriano Sarney consegue adiar votação de empréstimo da Caixa pelo Governo Dino

O deputado estadual Adriano Sarney (PV) conseguiu adiar na Assembleia Legislativa a votação do Projeto de Lei 183/16, que solicita empréstimo da Caixa Econômica Federal de R$ 55,2 milhões para o governo Flávio Dino (PCdoB).

O parlamentar pediu vistas do projeto, durante a sessão desta segunda-feira (10). O projeto tramita em regime de urgência na Assembleia e seria votado a toque de caixa, mas a oposição conseguiu o adiamento para estudar e discutir melhor a operação de crédito.

O projeto deve entrar na pauta de votações da Assembleia na sessão desta terça-feira (11). De acordo com o documento, os recursos, caso o empréstimo seja aprovado, serão aplicados em uma obra de reestruturação da Avenida dos Holandeses, em São Luís (MA), sem maiores detalhes.

sem comentário »

Andrea questiona empréstimo de R$ 55 mi

2comentários
Deputada estadual Andrea Murad (PMDB)

Deputada estadual Andrea Murad (PMDB)

A deputada Andrea Murad (PMDB) voltou a cobrar o real destino do empréstimo que o governo fez junto à Caixa Econômica Federal no valor de R$ 55.226.000,00 no dia 26 de abril, conforme publicação no Diário Oficial do Estado. Na semana da aprovação, Andrea relembrou que governistas anunciaram que o recurso seria utilizado para reestruturação da Av. Dos Holandeses.

“Realmente, no projeto não tem dizendo, mas os governistas subiram aqui nesta Tribuna para alegar que o empréstimo seria para Avenida dos Holandeses. Marcelo Tavares também veio aqui, inclusive era um dos que vinha muito nesta tribuna antigamente falar dos empréstimos do BNDES do governo passado e hoje defende empréstimo.O projeto chega para os deputados e ninguém entende nada o que o governo manda para cá, não sabem para que é o projeto, para que são os recursos, do que se trata o empréstimo e aí como tem a maioria na Casa vota-se a favor”, criticou a parlamentar.

Ela também argumentou que no dia 20 de abril o governo havia autorizado um crédito especial (Decreto Nº 31.657) no valor de R$ 22.207.211,00, oriundos do Ministério das Cidades, específicos para a Reestruturação da Avenida dos Holandeses e questionou se mais de R$ 77 Milhões seriam apenas para esse fim. A líder de oposição apresentou ainda dados de endividamento do Estado presentes no relatório da prestação de contas do governo entregue ao Tribunal de Contas, que em um ano teve aumento de R$ 2 Bilhões.

“Essa modalidade que Flávio Dino anda fazendo de investimento público sempre foi muito combatido aqui nesta Assembleia pelos que defendem hoje essa política, principalmente, em função do endividamento do estado. Mas se observarem o relatório da Secretaria de Transparência presente na prestação de contas do governo entregue ao Tribunal de Contas vão observar o aumento no endividamento em 2015. A dívida pública passou de R$ 5,7 bilhões, em 2014, para R$ 7,3 bilhões em 2015. Então, é bom pararmos para analisar e ver com muito cuidado os rumos que o governo está tomando”, alertou.

Foto: Nestor Bezerra

2 comentários »

Atendimento da Caixa

0comentário

VictorMendes

sem comentário »

Esquema de imóveis

1comentário

AlexandreSaraivaA Polícia Federal deflagrou na manhã de hoje (18), a Operação Cartago que tem como objetivo desarticular esquema fraudulento na carteira de financiamento de imóveis da Caixa Econômica Federal.

A operação consiste no cumprimento de 44 mandados judiciais, sendo 19 de busca e apreensão, 18 de condução coercitiva e 7 comunicações de suspensão da função pública. Participaram da ação 121 policiais federais.

A investigação verificou que empregados da Caixa criaram empresas fictícias em nome de parentes. Essas empresas passaram a ser contratadas pelo banco para prestar serviços como correspondentes bancários imobiliários. Embora fossem realizados diretamente pelos clientes, os contratos mencionavam as empresas como intermediárias. Essa situação rendia o pagamento indevido de comissões.

“Essas empresas eram encabeçadas por servidores ou pelos próprios gerentes da Caixa Econômica Federal. Houve uma agência em que 100% dos contratos eram fraudulentos”, afirmou o superintendente da PF, Alexandre Saraiva (foto).

Foram montados escritórios de atendimento no interior das agências bancárias, utilizando espaço físico, mesas, cadeiras e até computadores da Caixa. Os empregados dessas empresas chegaram a ter acesso às senhas restritas aos funcionários da Caixa.

Em uma única agência durante o ano de 2010, verificou-se que todos os contratos de financiamento firmados eram fraudulentos. As fraudes verificadas em várias agências da Caixa totalizaram uma movimentação superior a R$ 500 milhões.

Os envolvidos no esquema criminoso responderão, na medida de suas participações, pelos crimes de gestão fraudulenta, estelionato, peculato, corrupção passiva, corrupção ativa, advocacia administrativa, violação de sigilo funcional, inserção de dados falsos e sonegação.

Nota da Caixa

A operação da Polícia Federal foi deflagrada após apuração administrativa instaurada pela Caixa, que culminou com a demissão de empregados envolvidos e com o encaminhamento de notícia-crime à PF. A Caixa continua acompanhando o caso e está à disposição da Polícia Federal para colaborar com as investigações.

Foto: Flora Dolores/ O Estado

1 comentário »

Decisão de bancos irrita clientes

0comentário

bancosClientes do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal não poderão mais utilizer mais o serviço dos caixas eletrônicos a partir de 18h, em São Luís.

Segundo os bancos, a medida foi adotada para evitar a ação de bandidos.

A medida já está provocando a reclamação e irritação de muitos usuários que utilizam os caixas eletrônicos.

Gostaria muito de ver, também, os bancos respeitarem, por exemplo a lei da fila que estabelece tempo máximo de 30 minutos. E ver ainda, os bancos diminuírem o valor e a quantidade de taxas exorbitantes.

A medida, a meu ver, equivocada não foi bem recebida, também pelo Sindicato dos Bancários. Procon e Promotoria do Consumidor precisam se posicionar quanto a essa decisão.

sem comentário »