CRM só viu precariedade agora?

3comentários

SocorraoDocumento

Que o serviço de saúde em São Luís não é dos melhores tanto na rede pública como na rede privada todo mundo sabe.

Que faltam médicos e material hospitalar, que existem filas e mais filas, também todo mundo sabe.

O que todo mundo não sabia é que o Conselho Regional de Medicina (CRM) só tomou conhecimento dessa história agora, mesmo com quase quatro anos de gestão.

Se foi só isso mesmo diria que a “omissão” do CRM já vem de longe.

Agora, em meio à campanha política e depois do prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT) frustar os médicos numa ausência em um debate, eis que o CRM divulga um documento denunciando “precariedade nos Socorrões I e II”.

Aliás, essa denúncia já vinha sendo feita desde o primeiro turno das eleições, mas somente hoje (24 de outubro), o CRM decidiu encaminhar o documento à secretária Municipal de Saúde, Helena Duailibe.

A denúncia é válida sem dúvida alguma, o estranho é o momento em que o CRM aproveita para fazê-la. Não acredito que não fizeram antes porque não sabiam.

E se não sabiam é porque não estão nem ai para a realidade que quem verdadeiramente necessita do sistema de saúde público em nossa cidade.

Mas antes tarde do que nunca….

3 comentários »

Wellington firma compromissos na Saúde

0comentário
Em reunião com médicos, Wellington 11 consolida compromissos com a saúde de São Luís

Em reunião com médicos, Wellington consolida compromissos com a saúde de São Luís

O deputado estadual e candidato a prefeito da coligação “Por Amor a São Luís”, Wellington (PP), participou, na noite da última quarta-feira (21), de sabatina promovida pelo Conselho Regional de Medicina do Maranhão (CRM-MA).

O candidato progressista recebeu manifestações de apoio da categoria; apresentou suas propostas para valorização da classe e recuperação do sistema público de saúde da capital. “Já estive reunido com várias categorias que trabalham no setor da saúde e, com todas elas, assumi o compromisso de valorizar os profissionais e investir corretamente para retirar da UTI a saúde pública de São Luís”, afirmou

Wellington apresentou alguns dos seus compromissos que serão executados a partir de 2017. Ele citou, por exemplo, investimentos concretos no setor da Atenção Básica (como recuperação e construção de novas unidades de saúde, o que desafogará o atendimento na média e alta complexidade); implantação de plano de cargos, carreiras e salários para os profissionais do setor; garantia de equipamentos, medicamentos e outros insumos estratégicos; reativação do setor de neurocirurgia do Hospital Clementino Moura; implantação de uma unidade para tratamento de pacientes com queimaduras; informatização, com instalação do tele agendamento, das Centrais de Marcação de Consulta, o que colocará fim as grandes filas e humilhação dos pacientes; e, de forma consorciada com as demais prefeituras da Ilha, construção de um Hospital Metropolitano.

“O orçamento municipal será aplicado nas áreas que realmente precisam, como saúde, educação, mobilidade urbana e transporte público de qualidade, por exemplo. Valorizaremos e manteremos diálogo permanente com os médicos e todas as demais categorias do sistema público de saúde”, completou.

Foto: Divulgação

sem comentário »

Vão continuar calados?

7comentários

viniciusnina1

O Conselho Regional de Medicina do Maranhão (CRM-MA) e o Sindicato dos Médicos do Estado do Maranhão (sindmed-MA) divulgaram neste domingo, nota de solidariedade ao ex-secretário de Saúde, Vinícius Nina demitido na semana passada pelo prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PTC).

“O mínimo que se pode esperar é um pedido formal de desculpas pelo fato ocorrido”, diz a nota.

Vamos esperar para ver se o prefeito Edivaldo Holanda Júnior vai pedir desculpas pelo constrangimento que o ex-secretário e seus auxiliares imediatos passaram ao deixar o prédio da Semus.

nota

7 comentários »