Capital eleva região metropolitana de São Luís em ranking de educação

0comentário

Do Valor Econômico

A região metropolitana de São Luís (MA) lidera o ranking de melhor acesso à educação na pesquisa do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud) por causa do peso da capital do Estado.

“A região metropolitana é praticamente o município de São Luís”, disse o ministro da Secretaria de Assuntos Estratégicos (SAE), Marcelo Neri, que participou do lançamento do relatório nesta terça-feira.

“São Luís é uma região metropolitana em que a capital tem um peso enorme. Como os dados das capitais, em geral, são dados melhores, na média, a região metropolitana de São Luís apareceu com destaque”, afirmou Marco Aurélio Costa, coordenador do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) responsável pela pesquisa. Além da entidade e do Pnud, a Fundação João Pinheiro (FJP) também participou do levantamento.

O ranking de acesso a conhecimento na pesquisa da Pnud é medido pela composição de indicadores de escolaridade da população adulta e do fluxo escolar da população jovem. A escolaridade da população adulta é medida pelo percentual de pessoas de 18 anos ou mais de idade com fundamental completo. Já o fluxo da população jovem é a média da população em idade escolar que está de fato na escola.

A pesquisa considera 16 regiões metropolitanas: Belém, Belo Horizonte, Cuiabá, Curitiba, Distrito Federal, Fortaleza, Goiânia, Manaus, Natal, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador, São Luís, São Paulo e Vitória.

Composto por três variáveis (longevidade, educação e renda), o Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) varia de zero a um. Quanto mais alto o número, maior o desenvolvimento. Os números foram calculados com base no Censo Demográfico de 2010, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Os valores relativos à educação foram calculados com base na escolaridade da população adulta e também no fluxo de jovens matriculados nas escolas. Os dados não se referem à qualidade educacional.

A taxa de São Luís foi de 0,737. Em seguida, ficou a região metropolitana de São Paulo (0,723), Distrito Federal e Curitiba, ambas com o índice de 0,701.

sem comentário »

Faca na caveira: Bope do Maranhão prepara mais uma turma

0comentário
Escudo do COE exibe caveira, que significa conhecimento e inteligência, mas também remete à morte

Escudo do COE exibe caveira, que significa conhecimento e inteligência, mas também remete à morte (Fotos: Mauro Wagner)

A Polícia Militar do Maranhão começou a preparar ontem mais uma turma para o Comando de Operações Especiais (COE), a tropa de elite da corporação. São 120 policiais que estão sendo treinados nos moldes do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), do Rio de Janeiro, para enfrentar o crime com maior grau de sucesso.

O treinamento é rigoroso e nem todos os que iniciam o curso resistem até o fim. Cada um dos participantes se submeteu a teste de aptidão física para ingressar na turma.

Diante da violência e do medo que imperam atualmente em São Luís, a preparação de policiais capazes de responder à altura à audácia dos criminosos é mais do que necessária.

Policiais militares fazem exercício durante curso do COE

Policiais fazem exercício durante curso do COE: treinamento nos moldes do Bope

Treinamento é rígido e nem todos resistem até o fim

Curso preparatório para o COE é rígido e nem todos resistem até o fim

sem comentário »

Prefeitura realiza audiência pública sobre licitação do transporte

0comentário
Representantes da Prefeitura destacaram o compromisso do prefeito Edivaldo com a melhoria do sistema de transporte coletivo

Representantes da Prefeitura destacaram compromisso do prefeito Edivaldo com a melhoria do sistema de transporte

A Prefeitura de São Luís realizou nesta terça-feira (25), na sede da Associação Comercial do Maranhão (ACM), no Centro, audiência pública para construir a licitação do transporte coletivo em São Luís. Os secretários Lula Fylho (Governo) e Canindé Barros (Trânsito e Transportes) apresentaram os resultados das pesquisas de opinião que traçam o perfil do transporte coletivo da cidade e o cronograma do processo administrativo que resultará na licitação.

Um dos principais objetivos da audiência foi escutar os interesses e necessidades de usuários, empresários e sindicatos. O secretário Lula Fylho ressaltou que a oferta do transporte público de qualidade é um compromisso do prefeito Edivaldo, que mesmo diante das condições de fragilidade em que recebeu o sistema, tem empenhado todos os esforços necessários para transformar o sistema de transporte público.

“O prefeito Edivaldo Holanda Júnior tem envolvido o secretariado para que dê foco aos compromissos de campanha, incluindo a licitação do transporte. Por conta da legislação e da burocracia, o caminho é mais demorado do que se esperava, mas esta é a primeira vez que um prefeito faz algo factível, ouvindo os anseios da população e de setores envolvidos, a fim de oferecer um transporte público de qualidade”, relatou o secretário de Governo.

O secretário de Trânsito e Transportes (SMTT), Canindé Barros, apresentou os resultados da pesquisa de opinião realizada pela empresa de consultoria, Sistran, que está assessorando a SMTT no processo preparatório da licitação do sistema de transporte. Os dados com a avaliação dos usuários sobre o transporte público na capital foram coletados entre os dias 6 e 12 deste mês, a partir de entrevistas com 1.012 pessoas.

Também presente à audiência pública, o secretário de Trânsito e Transportes (SMTT), Canindé Barros, destacou a importância da coleta de informações junto à população e sindicatos para produzir o projeto final da licitação. “O prefeito está empenhado para garantir um sistema de transporte de qualidade. Com esse direcionamento, estamos trabalhando para montar o mais rápido possível a licitação”, declarou o secretário Canindé Barros.

Secretário municipal de Governo, Lula Fylho, destacou foco do prefeito nos compromissos de campanha, incluindo a licitação do transporte

Secretário de Governo, Lula Fylho, destacou foco nos compromissos de campanha, como a licitação do transporte

Na ocasião, foi apresentado o cronograma que a Prefeitura de São Luís está seguindo para realizar a licitação. Com a conclusão da pesquisa sobre o perfil do transporte coletivo e a realização da primeira audiência, será enviado à Câmara o projeto básico do marco legal do sistema de transporte, que será apresentado em nova audiência. Ao final de todo o processo será aberto um edital de licitação em que empresas de transporte poderão concorrer apresentando propostas de serviços.

Propostas

O consultor de engenharia da Sistran, Gabriel Feriancic, explicou que as propostas serão escolhidas com base nas definições do edital, e, a partir daí, serão contratadas as melhores empresas que deverão, dentro de um prazo limite, trazer novos veículos e seguirão a nova organização para o sistema de transporte da cidade. Ele explicou que estão sendo realizadas outras pesquisas além da que traçou o perfil do sistema.

“Com a licitação, a Prefeitura pretende trazer benefícios como a melhoria na idade dos ônibus, quantidade dos ônibus ofertados, melhor organização, manter a tarifa o mais baixo possível e oferecer o melhor serviço de transporte”, relatou o consultor Gabriel Feriancic.

Presente às discussões, o presidente do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiro (SET) de São Luís, José Luis Medeiros, afirmou que as exigências de um novo modelo de transporte pelo Município estão impulsionando os empresários a investirem mais na qualidade do sistema.

“Acreditamos que agora o transporte público vai melhorar e ainda mais havendo a licitação, que corresponde às regras do jogo, tanto para o usuário, quanto para os empresários e poder público”, destacou o presidente do SET.

Usuários

O presidente da Associação dos Usuários de Transporte Coletivo, Paulo Henrique, partilha da ideia de transformação do sistema a partir das exigências que já estão sendo realizadas pelo Município. “Ficamos satisfeitos de estarem acontecendo as audiências públicas. No nosso entendimento, era um abandono total, nunca ninguém tocou no assunto, agora a gente vê a própria Prefeitura se manifestando e se preocupando com o transporte que é peça fundamental, que é o esteio. Sem o transporte fica difícil viver na cidade”, defende Paulo Henrique.

Participaram ainda da audiência os vereadores Pavão Filho (PDT), Fábio Câmara (PMDB) e Rose Sales (PCdoB), além de secretários municipais.

Fonte: Secretaria Municipal de Comunicação (Secom)

sem comentário »

BR-135 interditada

0comentário

Famílias que ocupam uma área na zona rural de São Luís batizada de Novo Horizonte, próxima ao QuebraPote, interditaram o KM-135 da BR-135 em protesto contra a ordem judicial de desocupação do  terreno, em favor de um particular. Os manifestantes atravessaram troncos e galhos de árvores na pista e atearam fogo em pneus para bloquear o tráfego.

O trânsito ficou parado no sentido de quem sai da Ilha. No sentido contrário, a Polícia Rodoviária improvisou um desvio pela Vila Maranhão, permitindo que os motoristas seguissem viagem.

A rodovia foi liberada por volta das 8h10, depois que os manifestantes foram informados de que a reintegração de posse fora suspensa.

Manifestantes atravessaram troncos e galhos de árvores na pista e atearam fogo em pneus para bloquear o tráfego

Manifestantes atravessaram troncos e galhos de árvores na pista e atearam fogo em pneus para interditar o tráfego (Fotos: Marcial Lima)

Trânsito ficou bloqueado para quem sai de São Luís; no sentido contrário, a PRF improvisou um desvio pela Vila Maranhão

Trânsito ficou bloqueado para quem sai de São Luís; no sentido contrário, a PRF improvisou um desvio pela Vila Maranhão

sem comentário »

Universidade Ceuma cria novos cursos de graduação e amplia oferta de vagas

0comentário
Fachada do Campus Deodoro, que ofertará novos cursos de graduação

Fachada do Campus Deodoro, que ofertará novos cursos de graduação

A Universidade Ceuma abrirá em 2015 cinco novos cursos de graduação na área das Engenharias, mais três cursos superiores na modalidade Educação a Distância. Outra novidade é a expansão de oferta de cursos no campus Deodoro. As inscrições para o vestibular das novas graduações estão abertas e os interessados podem obter mais informações por meio do site: http://www.vestibularceuma.com.br.

Os cursos de Engenharia de Computação, Engenharia de Software, Engenharia Elétrica, Engenharia Mecânica e Engenharia Química atendem a uma demanda dos mercados regional, nacional e global, que têm necessidade de profissionais com perfil específico nesta área.

Os três cursos superiores na modalidade Educação a Distância – Tecnologia em Gestão em Marketing, Tecnologia em Gestão Financeira e Tecnologia em Gestão Pública – atendem aos estudantes que buscam esse tipo de profissionalização e precisam de um modelo que ofereça conhecimento específico em curto prazo, disponibilidade de horário para acompanhar as aulas e comodidade para acessar o conteúdo de qualquer ambiente.

E os novos cursos oferecidos no Campus Deodoro: Ciências Contábeis, Letras e Pedagogia, ampliarão a oferta, garantindo acesso à Educação superior ao público que trabalha no Centro e encontra dificuldade para se deslocar as outras unidades da Universidade. Destaca-se que os novos cursos na modalidade Educação a Distância estarão também disponíveis no Campus Deodoro, além dos cursos tradicionais de Tecnologia em Gestão Ambiental e Tecnologia em Gestão de RH.

De acordo com o pró-reitor acadêmico da Universidade Ceuma, Saulo Martins, a criação dos cursos têm por objetivo proporcionar cada vez mais opções de carreiras acadêmicas. “Fundamentalmente, ouvimos a sociedade local. Levamos em conta a demanda do setor produtivo articulada a uma política do estado. Como somos responsáveis no Maranhão pela formação de recursos humanos, nós nos antecipamos e criamos os cursos que formarão, a partir dos próximos quatro anos, profissionais para atender a demanda do mercado local”, afirmou.

Para o assessor da Pró-Reitoria para as áreas tecnológicas, Sérgio Silva, os futuros profissionais dessas graduações terão formação especializada para a atuação no âmbito de áreas com largo crescimento, tanto no Estado, como no país, as quais apresentam alta taxa de empregabilidade para os seus profissionais. Confira os novos cursos:

Engenharia de Computação
Engenharia de Software
Engenharia Elétrica
Engenharia Mecânica
Engenharia Química
Ciências Contábeis – campus Deodoro
Letras – campus Deodoro
Pedagogia – campus Deodoro
Tecnologia em Gestão em Marketing – EAD
Tecnologia em Gestão Financeira – EAD
Tecnologia em Gestão Pública – EAD

sem comentário »

Assassino de policiais morre em confronto com a PM, em Bacabal

0comentário
João Vitor tombou ao reagir ao cerco policial

João Vitor tombou ao reagir ao cerco policial, em Bacabal

O assaltante e homicida identificado como João Vitor, acusado de envolvimento no assassinato dos policiais militares Johnny David Chapui Araújo e José Davi Sousa Du Vale, ocorrido no último sábado, em Paço do Lumiar, foi morto hoje em confronto com uma guarnição da PM, em Bacabal, a 258 km de São Luís. Ele pilotava um motocicleta e tombou ao reagir ao cerco policial.

João Vitor estava acompanhado de uma mulher que seria sua namorada quando foi abordado. Armado com uma pistola pertencente à Polícia Civil, o bandido tentou reagir, mas foi alvejado e não resistiu aos ferimentos.

Corpo do bandido morto em confronto com a PM no necrotério

Corpo do bandido morto em confronto no necrotério: resposta à altura do sistema de segurança à execução de policiais

Segundo informações, foi João Vítor quem dirigiu o carro que levou o bando que assassinou os policiais ao local do crime, uma chácara na localidade Mocajituba, em Paço do Lumiar, onde Chapui e Du Vale, que era sobrinho do coronel Ivaldo Barbosa, chefe do Comando de Policiamento Especializado (CPE), participavam de uma confraternização.

Ainda de acordo com a versão, ele teria atirado nos rostos dos dois militares com ambos já caídos no chão, praticamente mortos.

sem comentário »

TJ nega habeas corpus a bandido que incendiou ônibus e matou menina Ana Clara

0comentário
Imagens do incêndio do ônibus onde a menina Ana Clara viajava com a mãe e uma irmã

Imagens mostram o incêndio do ônibus onde a menina Ana Clara viajava com a mãe e uma irmã

Ismael Caldas de Sousa, um dos acusados de participação em incêndio de ônibus em São Luís – tendo como umas das vítimas fatais a menina Ana Clara, de 6 anos – teve pedido de habeas corpus negado pela 3ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Estado (TJMA). O crime ocorreu em 3 de janeiro deste ano, na Vila Sarney.

No pedido de habeas corpus a defesa de Ismael Caldas, conhecido como “Piranha”, alegou excesso de prazo para oferecimento da denúncia e falta de justa causa na prisão, por inexistir os requisitos e fundamentos da preventiva.

Apontou também a inexistência de elementos que comprovem o envolvimento do réu nos crimes, afirmando que o indiciado não faz parte do “Bonde dos 40”, facção criminosa acusada de provocar incêndios de ônibus na capital.

O processo teve como relator o desembargador José Joaquim Figueiredo, que entendeu não haver excesso de prazo pela complexidade da causa – vários réus, necessidade de diligências e renovações destas ou qualquer outro relevante motivo que justifique uma demanda maior de tempo.

Para o desembargador, somente caracteriza constrangimento ilegal quando a demora é injustificada, fato que, no caso em questão, não se apresenta. Quanto à negativa de autoria, o magistrado frisou que, pela via estreita do habeas corpus, não merece conhecimento porque demandaria revolvimento de material probatório.

A não concessão do habeas corpus foi justificada também pela alta periculosidade comprovada de Ismael Sousa, que supostamente pertenceria a um grupo de criminosos submetidos à constrição provisória e muitos com prisão por outros crimes.

Os desembargadores Benedito Belo (presidente da Câmara) e José Bernardo acompanharam o voto do relator.

Fonte: Tribunal de Justiça do Maranhão

sem comentário »

Projeto de Lobão Filho aumenta pena de homicídio contra juiz, promotor e policial

0comentário
Senador Lobão Filho quer pena mais severa para quem matar membros do Judiciário, do Ministério Público e da segurança pública

Senador Lobão Filho quer pena mais severa para quem matar membros do Judiciário, do Ministério Público e da segurança pública

O senador Lobão Filho (PMDB-MA) apresentou nesta semana projeto que agrava a pena de homicídio quando for praticado contra agente do sistema de segurança pública em razão da sua função. O PLS 315/2014 altera o Código Penal para aumentar a pena de um terço à metade, se o crime for cometido contra juiz, membro do Ministério Público ou servidor da área de segurança pública. A matéria tramita na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ).

O parlamentar afirma que o crime organizado vem travando “uma verdadeira guerra” contra o Estado e que a aplicação de pena mais severa pode coibir esses homicídios.

“A ousadia dos bandidos é tamanha que eles intimidam juízes, promotores e policiais, que se sentem acuados, sem a necessária garantia para o escorreito desempenho de suas funções”, justifica.

Segundo o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) em 2012 havia no Brasil pelo menos 180 juízes ameaçados de morte. Quatro foram executados. Dados da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) revelam que 538 juízes abandonaram a carreira em 2012. Um dos principais motivos alegados foi a insegurança.

O número de baixas nas polícias civil e militar também é expressivo. Segundo levantamento da BBC Brasil, só no ano passado foram 316 policiais assassinados em serviço em 22 estados.

A matéria aguarda ainda apresentação de emendas e designação do relator.

Penas mais rígidas

A proposta de reforma do Código Penal (PLS 236/2012), que tramita no Senado, já prevê penas maiores para crimes contra a vida, aumenta o rol de crimes hediondos e torna mais rigoroso o modelo de progressão de penas, impondo ao condenado por crime mais grave tempo maior sob regime fechado nos presídios.

De acordo com a legislação atual, a pena é de 6 a 20 anos de reclusão, em caso de homicídio simples. A pena sobe para 12 a 30 anos se o homicídio for qualificado.

Fonte: Agência Senado

sem comentário »

Vivo responde ao blog

0comentário

A operadora telefônica Vivo encaminhou ao blog resposta à matéria “MPFMA propõe ação civil pública para regularizar serviços de telefonia móvel”, enviada pela Assessoria de Comunicação da Procuradoria Regional da República no Maranhão e postada na manhã de ontem. Abaixo, o posicionamento da empresa:

Nota à Imprensa

A Telefônica Vivo informa que não foi notificada da ação judicial relacionada ao tema tratado pela reportagem. Assim que isso ocorrer, a empresa cumprirá a determinação legal.

sem comentário »

Presidente do COSEMS/MA participa de Seminário sobre Regionalização

0comentário
O seminário visa divulgar e compartilhar os resultados dos estudos/pesquisas por meio de parcerias institucionais

O seminário visa divulgar e compartilhar resultados de estudos e pesquisas por meio de parcerias institucionais

A presidente do Conselho de Secretários Municipais de Saúde do Maranhão – COSEMS – Iolete Arruda participa até o final da tarde desta terça-feira(25) do Seminário sobre Regionalização e Governança do SUS. O evento começou na segunda-feira(24), em Brasília. Além da presidente, José Eudes também está participando dos debates.

O Seminário tem por objetivo divulgar e compartilhar os resultados dos estudos/pesquisas por meio de parcerias institucionais estabelecidas pela SGEP/MS com o apoio da Organização Pan-Americana de Saúde – OPAS.

“Estaremos reunidos esses dois dias visando fortalecer e qualificar os processos de implantação da regionalização do SUS nos quatro cantos do País, consequentemente, no Maranhão, também”, pontuou Iolete.

sem comentário »