Pimentinha cai de bala em bandidos ao sofrer tentativa de assalto na Lagoa da Jansen

0comentário
Pimentinha atirou quatro vezes em bandidos que tentaram assaltá-lo

Pimentinha atirou quatro vezes em bandidos que tentaram assaltá-lo

O atacante do Sampaio Corrêa Anderson Wanderllan de Moraes Rodrigues, o Pimentinha, reagiu à bala a um assalto, ontem à noite, logo após a vitória de 2 x 1 sobre o Imperatriz, na primeira das duas partidas finais do Campeonato Maranhense. O episódio aconteceu na Lagoa da Jansen, para onde o atleta se dirigiu, na companhia do centroavante Robert e três amigas, depois do jogo.

Segundo uma fonte do blog que presenciou a cena, bandidos se aproximaram de Pimentinha e de seus amigos em um carro no trecho em frente ao bar Botequim. Percebendo que se tratavam de assaltantes, o jogador sacou de uma arma de fogo (o blog não foi informado se era uma pistola ou um revólver). Ato contínuo, disparou quatro vezes, afugentando os ladrões.

Os tiros deixaram em pânico as pessoas que se divertiam na Lagoa da Jansen, onde grupos de amigos e famílias inteiras costumam se reunir. Percebendo o mal estar, o jogador e seus acompanhantes se retiraram do local.

Susto à parte, os disparos efetuados por Pimentinha livraram o atleta do pior. Agora, se ele tem ou não porte de arma, essa outra história.

O blog ligou para o número do atacante do Sampaio para tentar obter mais informações sobre o caso, mas o celular estava fora de área.

sem comentário »

Nair vem aí

0comentário

Allan Kardec Duailibe Barros Filho, professor da UFMA

Recuo ao ano de 2007. Visito todos os prédios da UFMA. Um a um. Percorro o perímetro do Campus de São Luís em pleno período de chuva. Tínhamos de nos sustentar no muro para atravessar poças de lama. Não sem irmos acompanhados pelos guardas, por conta do alto índice de assaltos. Dialogamos com a comunidade do Sá Viana e Vila Embratel. Esperança no ar. À frente, Natalino Salgado. Incansável. Brincalhão. “Allan, temos de devolver a autoestima à UFMA”, fala com a sobrancelha levemente levantada mostrando preocupação, embora o tom da voz demonstre alegre confiança.

Chegamos em 2015. O tempo voa. A memória se apressa em apagar os avanços para pensar em avanços maiores. O espírito acadêmico é esse mesmo: ousado, impaciente, sonhador, generoso. Eis que se passaram sete anos! Foram criados novos campi. Novas salas de aulas. Centro Pedagógico Paulo Freire. Centro de Convenções. Pista de atletismo. Passeio e muro ao redor do Campus. Novos prédios nos campi do continente. Novos cursos, inclusive o de Medicina, em Imperatriz e em Pinheiro que, quando falei, debocharam da sugestão. Avanço gigantesco na pós-graduação, sob o comando de Fernando Carvalho.

Mas tem algo imponderável. Mínimo. Que todos usam. É o crachá. Alunos, técnicos administrativos e professores andam de cima abaixo, de leste a oeste com o tal crachá. Ora, só estampa o crachá de seu trabalho quem dele se orgulha. E aconteceu isso: a sonhada autoestima. Obviamente que a oposição à administração atual desdenha. Certamente cumpre seu papel de ser do contra.

E falando nisso. Chegaram às eleições. O debate na comunidade sobre o futuro da Universidade. E, certamente, do Brasil. De um lado, os desafios da academia. De outro, as perspectivas do País. Este último, certamente, influenciará fortemente na vida do primeiro. O Brasil tem um futuro que vemos hoje ser, no mínimo, intrigante. Imerso em uma grande crise política. Para isso, localmente, precisamos de alguém que enfrente os desafios com garra. E sensibilidade. Com energia. E paciência. Com gana. E capacidade de construção.

Há belos nomes que se candidatam ao posto máximo. À reitoria. Mas, de minha perspectiva, creio que quem preenche com grande sabedoria essa candidatura é a Professora Nair Portela. Repito: sabedoria. O leme deve ser entregue a quem saiba comandar em mares revoltos. As nuvens que se avizinham prenunciam tempestades.

A professora Nair tem história. Tem vida de exclusiva dedicação à UFMA. E, por isso mesmo, conhece profundamente a Instituição. Além de ter contribuído, por 32 anos, incansavelmente, à Instituição a quem resolveu devotar a própria história. Tem larga experiência em gestão. Tem estratégia. Tem visão. Tem colaboradores competentes. E, por último, conhece profundamente o legado dos últimos sete anos – o bastante para simplesmente não os descartar.

Um reitor não é uma contraproposta. Nair tem História. Um reitor não é um arroubo. Nair tem consistência. Um reitor é projeto. É proposta. É construção. É consciência. A UFMA precisa de uma mulher que vá além dos desafios que o Brasil impõe. Uma mulher que tenha capacidade de diálogo. Uma mulher que saiba enxergar muito além, porque o desafio é enorme. E tenho confiança que, pela experiência, Nair saberá conduzir a UFMA no processo que se iniciou há sete anos.

sem comentário »

Vereador Gutemberg quer redução do ISS para empresas da área de saúde

0comentário
Gutemberg quer redução de 60% no INSS pago po empresas que atuam na área de saúde

Gutemberg quer redução de 60% no ISS pago por empresas da área de saúde

Com objetivo de conseguir uma redução no ISS em 60% para as empresas que atuam na área de saúde no município de São Luís, o vereador Gutemberg Araújo (PSDB) apresentou uma emenda modificativa ao Projeto de Lei nº 075/2014, aprovada pelo plenário da Câmara Municipal, encontrando-se a espera de um posicionamento por parte do Executivo, relativo a sua sanção.

A proposta do vereador tucano visa alcançar as empresas que comprovadamente trabalham na área de saúde e congêneres, concedendo benefícios tributários como a redução do IPTU, ITBI, taxas de licença para funcionamento e localização de estabelecimento; de publicidade; de revisão e alinhamento do imóvel objeto e ISS.

Convém ressaltar que o projeto inicial encaminhado para o Legislativo Municipal previa os benefícios apenas para as empresas a serem instaladas ou ampliadas. Já com a emenda modificativa de autoria de Gutemberg Araújo serão incluídas as que já estejam implantadas.

O parlamentar social democrata acrescenta que a ampliação dos benefícios visa tornar o mercado ludovicense da área de saúde mais atrativo a implantação de mais empresas desses segmentos, proporcionando um aumento na oferta de serviços e a concorrência, acarretando na redução de preços e ampliação dos serviços.

Situação preocupante

Há algumas décadas o Maranhão vivenciava uma situação preocupante em relação a saúde, a falta de incentivos à implantação de empresas que atuassem nessa área e o alto custo proveniente de carga tributária vigente, que acabavam inibindo os empresários da área a buscarem investir no Estado.

Com o advento da Lei nº 3.758/98 esse quadro teve uma significativa melhora, possibilitando às sociedades civis o pagamento do ISS em valor individual e fixo para cada sócio ou empregado. Essa medida acarretou a redução da carga tributária destas empresas no Estado, e abriu as portas para a realização de investimentos no setor.

Profissionais beneficiados

Medicina e biomedicina/ Análises clínicas, patologia, eletricidade médica, radioterapia, quimioterapia, ultra-sonografia, ressonância magnética, tomografia e congêneres/ Hospitais, clínicas, laboratórios sanatórios, manicômios, casas de saúde, pronto-socorros, ambulatórios e congêneres/ Instrução cirúrgica/ Acupuntura/ Enfermagem, inclusive serviços auxiliares/ Serviços farmacêuticos/ Terapia ocupacional, fisioterapia e fonoaudiologia/ Tarapias de qualquer espécie destinadas ao tratamento físico, orgânico e mental/ Nutrição/ Obstetrícia/ Odontologia/ Próteses sob encomenda/ Psicanálise/ Psicologia/ Casas de repouso e de recuperação, creches, asilos e congêneres/ Coleta de sangue, leite, pele, olhos e materiais biológicos de qualquer espécie/ Unidade de atendimento, assistência ou tratamento móvel e congêneres/ Planos de medicina de grupo ou individual e convênios para prestação de assistência médica, hospitalar, odontologia e congêneres/ Outros planos de saúde que se cumpram através de serviços de terceiros contratados, credenciados, cooperados ou apenas pagos pelo operador do plano mediante indicação do beneficiário.

sem comentário »

Um governo que maquia números da segurança merece credibilidade?

0comentário
Agência do Banco do Brasil de Tasso Fragoso, no sul do Maranhão, a 18ª a ser explodida este ano

Agência do Banco do Brasil de Tasso Fragoso, no sul do Maranhão, a 18ª a ser explodida este ano

Em matéria distribuída à imprensa neste domingo, o Governo do Estado apresentou números referentes às explosões de caixas eletrônicos que não condizem com a realidade. Segundo a versão oficial, foram registradas 14 ocorrências desse tipo este ano no Maranhão. Já a estatística do Sindicato dos Bancários informa que houve 18 casos, dado devidamente comprovado, com local, data e a identificação das instituições financeiras atacadas.

O governo exalta uma queda de 17% do número de explosões de caixas eletrônicas este ano em relação ao mesmo período de 2014. Mas o site do sindicato desmente categoricamente a informação. Na verdade, houve uma ocorrência a mais. Nada a comemorar, portanto.

A estatística do sindicato expõe uma situação ainda mais preocupante: a tendência de aumento expressivo da quantidade de ocorrências em 2015. A se manter a média de crimes verificada até o dia 18 deste mês, data do último ataque, o saldo do final deste ano será muito maior do que o do ano passado.

Planilha divulgada no site do Sindicato dos Bancários comprova ocorrência de 18 arrombamentos de agências bancárias, não 14, como informa o governo

Planilha divulgada no site do Sindicato dos Bancários comprova ocorrência de 18 arrombamentos de agências bancárias, não 14, como informa o governo

O release oficial diz que “o governador Flávio Dino tem a sensibilidade de perceber que essa prática nefasta de assaltos a bancos e explosões a caixas propicia crimes como o tráfico de drogas e armas”. Um discurso que tenta mostrar quão bem intencionado é o comunista, mas que não passa de mera falácia quando confrontado com a realidade.

Visivelmente sem rumo, o governo tem recorrido a uma série de artimanhas para não cair em desgraça de vez junto ao povo. Uma delas é maquiar números da segurança, dando aos cidadãos uma falsa sensação de paz.

Cúmulo da má fé e da desfaçatez.

sem comentário »

Choque desmonta barricada feita por ladrões na Avenida Quarto Centenário

0comentário
Pedras atravessadas por criminosos para interceptar motoristas na Avenida Quarto Centenário e ao fundo viatura do Batalhão de Choque que flagrou e desmontou barricada

Pedras atravessadas por criminosos para interceptar motoristas na Avenida Quarto Centenário e ao fundo viatura do Batalhão de Choque que flagrou e desmontou barricada

O Batalhão de Choque da Polícia Militar flagrou e desmontou, semana passada, mais uma barricada feita por criminosos para interceptar e assaltar motoristas que trafegam na Avenida Quarto Centenário, principalmente à noite. Os bandidos atravessaram pedras no sentido Liberdade-Monte Castelo, na intenção de obrigar os condutores a parar, possibilitando os ataques.

Felizmente, a polícia deu resposta imediata à ousadia. Espera-se que o patrulhamento continue, pois a área margeada pela Avenida Quarto Centenário, entre a Camboa e a Alemanha, tem alta concentração de ladrões, que a cada dia inventam um novo método para surpreender suas vítimas.

sem comentário »

Deputado Wellington participa de debate sobre a Reforma Política

1comentário
Wellington: "reforma política é um mecanismo essencial para ascensão social e política dos cidadãos"

Wellington: “reforma política é um mecanismo essencial para ascensão social e política dos cidadãos”

O deputado estadual Wellington do Curso (PPS) participou, na tarde deste sábado (25), da roda de debates sobre a “Reforma Política Democrática e Eleições Limpas”, norteada pelo juiz Marlon Reis, na Assembleia Legislativa, durante a realização do Encontro Nacional da Juventude Popular Socialista, que contou também com a participação do diretor adjunto de comunicação da Assembleia, Luiz Pedro.

O juiz iniciou sua fala ressaltando as inúmeras compras de votos e as consequências de tal prática, dentre elas a concessão de mandatos apenas àqueles que tem poder aquisitivo e podem então comprar votos e serem eleitos. Nesse sentido, o juiz parabenizou o deputado Wellington do Curso que, segundo ele, é uma exceção à regra de que para conquistar um mandato precisa-se de compra de votos.

“Parabenizo o deputado Wellington aqui presente, pois sei que ele conquistou seu mandato graças à sua imagem social, sem precisar de apoio financeiro de empresas ou entidades, mas pautando-se em sua profissão enquanto educador e isso me faz afirmar que os votos que o elegeram foram votos fundamentados, votos de estudantes, de professores. E é nessa exceção, na qual o Wellington está incluso, que se concretiza a representação da população e não dos apoios financeiros . “, ressaltou o magistrado Marlon Reis.

“Agradeço a deferência do juiz Marlon Reis e reafirmo que estou a serviço do povo, que me concedeu confiança e me permitiu exercer esse poder constituinte do qual a população é titular. Defendo não uma candidatura, uma gestão, mas defendo os direitos da população e é em nome dessa soberania popular que a Reforma Política apresenta-se como um mecanismo essencial para ascendermos social e politicamente. Por tudo isso, coloco-me em defesa do verdadeiro detentor de todo poder constituinte: o POVO!”, ressaltou o professor Wellington.

1 comentário »

Paço do Lumiar: professores participam de formação pedagógica

0comentário
Educadores infantis recebem formação para uso de material didático

Educadores infantis recebem formação para uso de material didático

Professores da Educação Infantil de Paço do Lumiar passaram por formação pedagógica na última sexta-feira (24), na Unidade de Ensino Básico Padre Maurício, com o objetivo de apresentar o material didático recentemente entregue aos alunos da rede municipal.

O encontro promovido pela Secretaria Municipal de Educação (Semed), contou com a preleção de formadores e consultores pedagógicos da Editora Saraiva. A formação continuada envolveu ainda gestores, coordenadores de 42 escolas.

A pedagoga do sistema Agora de ensino Ellen Queiroz disse que este será apenas o primeiro encontro com os educadores, uma vez que, os municípios que adquirem os produtos da editora, recebem toda a assessoria necessária para a abordagem do conteúdo em sala de aula. “Nos kits adquiridos pela Prefeitura de Paço do Lumiar consta o livro do aluno, livro da família, vídeo aula e o livro do professor, todos embasados nos parâmetros curriculares nacionais”, ressaltou a formadora.

A secretária municipal de Educação, Graça Privado, ressaltou o compromisso da gestão com os educadores e alunos. “A educação continuada é uma atividade que reafirma nossa política de valorização e compromisso com a educação no município, dando o suporte necessário e ferramentas para que tenhamos professores cada vez mais qualificados e empenhados na formação dos nossos pequenos cidadãos”, afirmou.

O próximo encontro acontecerá no mês de maio, onde a Semed e a editora reunião os pais de alunos da Educação Infantil para a entrega do Livro da Família, como parte da proposta pedagógica do material.

sem comentário »

Astro de Ogum participa de reunião na UFMA para tratar de regularização fundiária

0comentário
Presdidente da Câmara, Astro de Ogum, discutiu com a UFMA regularização fundiária  do Sá Viana, Vila Embratel, Jambeiro e adjacências

Presdidente da Câmara, Astro de Ogum, discutiu com a UFMA regularização fundiária do Sá Viana, Vila Embratel, Jambeiro e adjacências

No final da manhã desta sexta-feira(24), o presidente da Câmara Municipal de São Luís, vereador Astro de Ogum, participou de uma reunião com o reitor da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), Natalino Salgado, o pró-reitor Fernando Lima e diversas lideranças comunitárias para tratar da regularização fundiária do Sá Viana, Vila Embratel, Jambeiro e adjacências.

A reunião ocorreu logo após a edição da Resolução nº 1182-CD, editada pelo reitor Natalino Salgado, autorizando a adoção dos procedimentos legais para regularização fundiária de 144 hectares da área localizada no entorno da UFMA.

No encontro, além de parabenizar a articulação dos lideres comunitários, entre eles, Alex Kennedy, presidente da associação do Sá Viana, o reitor ressaltou a importância que o presidente Astro de Ogum terá neste processo, haja vista que, também na condição de vice-prefeito de São Luís, poderá usar sua força e prestígio político para que a Prefeitura de São Luís, por meio da Procuradoria e Secretaria Municipal de Urbanismo e Habitação (Semurh), dê agilidade ao levantamento topográfico a ser feito na área.

Na oportunidade, o reitor asseverou que, no próximo ano, a UFMA completará 50 anos e já estava mais que na hora do impasse ser resolvido. “Hoje temos um contingente enorme de famílias morando nessas regiões, e podemos constatar in loco que essas comunidades possuem um prejuízo incalculável, pelo fato das terras serem de propriedade federal. Os moradores não podem fazer empréstimos bancários e nem vender seus imóveis, por isso decidimos nos empenhar para sanarmos esse imbróglio”, disse o reitor.

O presidente Astro de Ogum externou a felicidade em participar de um momento histórico para milhares de família da área, e se comprometeu a dar agilidade no processo de demarcação. “Fico feliz por cada morador dessa área, haja vista que muito em breve, merecidamente, irão alcançar o tão sonhado título de propriedade. No que depender de mim, junto ao prefeito Edvaldo Holanda Júnior(PTC), darei o encaminhamento necessário”, enfatizou Astro de Ogum.

Já o presidente da Associação do Sá Viana, Alex Kennedy Rodrigues, parabenizou Astro de Ogum, pela atuação política na área Itaqui Bacanga, principalmente no Sá Viana e, ainda, o reitor Natalino Salgado pela forma como sempre se relacionou com às comunidades no entorno da UFMA.

“Observamos o compromisso do reitor para com a Universidade, e não temos dúvidas de que ele deixará seu mandato como o melhor reitor de todas as gestões que aqui já passaram. Hoje, o Sá Viana está feliz com esse momento ímpar que estamos vivendo”, ressaltou.

Informações complementares

Atualmente, os bairros Sá Viana, Jambeiro, Vila Embratel, junto com as comunidades do Riacho Doce, Piancó, América do Norte, reúnem mais de 250 mil habitantes, segundo os dados do Censo de 2010. Os bairros Sá Viana e Vila Embratel apresentam péssimos indicadores sociais.

No Sá Viana, 21% dos domicílios não possuem rede de água e 79,95% não têm esgotamento, ou seja, não existe esgoto encanado. Mais de 10% dos habitantes vivem em situação de extrema pobreza, isto é, com renda per capita mensal inferior a R$ 70,00 ou sem renda.

Na Vila Embratel, 31,65% dos domicílios não possuem rede de água e 59,73% não têm esgotamento, ou seja, esgoto encanado. Outros 6,41% vivem em situação de extrema pobreza, com renda per capita mensal inferior a R$ 70,00 ou sem renda.

sem comentário »

Deputado Zé Inácio defende licitação para ferryboat em audiência pública

0comentário
Deputado Zé Inácio participa de audiência publica que trata sobre licitação de ferry boats

Deputado Zé Inácio participou de audiência publica que discutiu licitação do transporte por ferry boats

O deputado Zé Inácio participou na manha desta sexta-feira (24) da audiência pública que tem como proposta a realização da licitação do serviço público de transporte aquaviário no trajeto ponta da Espera/Cujupe.

O evento foi promovido pelo Governo do Estado e pela Agencia Estadual de Transporte e Mobilidade Urbana (MOB).
Zé Inácio (PT) que é da Baixada Maranhense e usuário frequente do transporte de ferry boat e por tanto conhece muito bem a realidade, destacou durante audiência a importância de uma licitação em caráter de emergência para que os usuários desse tipo de transporte possam ter serviço de qualidade.

“A questão central para melhorar o serviço do ferry boat é que se faça a licitação no sistema. Existe um monopólio de duas empresas. E a única forma de melhorar o serviço é que se faça a licitação no sentido de estabelecer a livre concorrência, de modo que empresas de outros Estados ou até mesmo de outro país que atuam nesse ramo possam concorrer e participar e possam oferecer os serviços de qualidade”, frisou o parlamentar.

O presidente da MOB, José Arthur Cabral, fez uma exposição do critério que será adotado para a concessão do serviço público e o modelo de contratação que será adotado pelo Estado para a contratação deste serviço.

Atualmente, as empresas que realizam o transporte via ferry-boat operam com base em permissão precária e a prestação de serviços tem sido motivo de reclamações por parte dos usuários.

Ano passado, o Ministério Público cobrou das empresas que operam os ferry boats, a melhoria na qualidade do serviço oferecido à população. A partir da licitação, o Estado tem como objetivo definir critérios que garantam à população a prestação de serviço de qualidade.

sem comentário »

Wellington do Curso participa de Simpósio de Direito Internacional e Direitos Humanos

0comentário
Wellington prestigiou Simpósio Internacional Brasil/Espanha de Direitos Humanos, organizado pela Universidade Ceuma

Wellington prestigiou Simpósio Internacional Brasil/Espanha de Direitos Humanos, promovido pelo Ceuma

O vice-presidente da Comissão de Defesa dos Direitos Humanos e das Minorias da Assembleia Legislativa, Wellington do Curso (PPS), participou na última quinta-feira (23) do Simpósio Internacional Brasil/Espanha de Direitos Humanos, organizado pela Universidade Ceuma. O evento contou com a presença de inúmeros palestrantes, entre eles os doutores Tomás Pietro e Saulo Tarso, além de acadêmicos de Direito e áreas afins.

Na ocasião, foram discutidos temas relevantes a um Estado Constitucional de Direito, como a (re)construção de um Estado Democrático entre direitos e deveres, e debates em torno dos direitos sociais e da perspectiva constitucionalista.

“Discorrer sobre os direitos e deveres que permitem uma ‘(re)construção’ do Estado Democrático de Direito é atentar para os princípios que norteiam as garantias das minorias sem oprimir a maioria. Enquanto representante do povo, que é o autêntico titular do poder constituinte, atrelo ao mandato representativo a responsabilidade de defender o cumprimento dos direitos sociais de todo e qualquer cidadão brasileiro, zelando por aquilo que nos faz ser um Estado Democrático de Direito e não apenas um Estado de Direito: a dignidade e a busca pela Justiça”, ressaltou Wellington.

sem comentário »