Recepção calorosa

0comentário
Lobão Filho é abraçado por membros da Juventude do PMDB ao surgir na área de desembarque (Fotos: Biné Morais/O Estado)

Lobão Filho é abraçado pela Juventude do PMDB ao surgir no saguão do aeroporto (Fotos: Biné Morais/O Estado)

O senador e pré-candidato ao governo Lobão Filho teve uma recepção calorosa ao desembarcar hoje, por volta de 13h30, no Aeroporto Marechal Cunha Machado. Centenas de correligionários foram cumprimentar o peemedebista, entre políticos, lideranças comunitários, representantes de movimentos sociais, entre outros aliados.

Assim que surgiu no saguão do aeroporto, Lobão Filho foi abraçado por membros da Juventude do PMDB, que o conduziram em meio à multidão. Os partidários usaram um megafone para reforçar o apoio ao pré-candidato e pedir a adesão de todos ao projeto de elegê-lo governador.

A imprensa deu cobertura ampla à chegada de Lobão Filho a São Luís, sem dúvida, o fato mais importante da pré-campanha ao governo até o momento.

O pré-candidato do PMDB em meio à multidão que foi recebê-lo; Arnaldo Melo foi um dos que o saudaram

O pré-candidato do PMDB em meio à multidão que foi recepcioná-lo; Arnaldo Melo foi um dos que o saudaram

Prefeitos, deputados federais, estaduais e vereadores de todo o Maranhão foram prestigiar o aliado. O presidente da Assembleia Legislativa, Arnaldo Melo (PMDB), também foi recepcioná-lo, na companhia de outros parlamentares.

Do aeroporto, Lobão Filho e comitiva seguiram para o Sítio Rangedor, sede do Poder Legislativo, onde já aguardavam a governadora Roseana Sarney (PMDB) e centenas de outros correligionários.

sem comentário »

Saída temporária: após matéria do blog, Justiça anuncia que expedirá mandado de prisão a foragidos

0comentário

“Os presos que não retornaram da saída temporária de Páscoa terão o mandado de prisão imediatamente expedido tão logo recebamos a informação”, garante a titular da 1ª Vara de Execuções Penais, juíza Ana Maria Almeida Vieira. O prazo para o retorno dos apenados se esgotou às 18h da última segunda-feira (21).

Os nomes dos presos que não cumpriram a exigência devem ser informados à VEP pelos dirigentes de estabelecimentos prisionais até as 12h do próximo dia 28 de abril.

Um total de 230 presos saiu das respectivas unidades prisionais no último dia 15. A saída dos apenados foi autorizada em portaria conjunta assinada pela titular da VEP e pela juíza Sara Fernanda Gama, auxiliar da 1ª Vara de Execuções Penais de São Luís.

As saídas temporárias têm base na Lei de Execuções Penais (artigos 122 a 125). De acordo com a LEP, “a autorização será concedida por ato motivado do juiz da execução, ouvidos o Ministério Público e a Administração Penitenciária e cumpridos os seguintes requisitos: comportamento adequado; cumprimento mínimo de um sexto da pena, se o condenado for primário, e um quarto, se reincidente; compatibilidade do benefício com os objetivos da pena”.

Fonte: Corregedoria Geral de Justiça

sem comentário »

20% dos presos liberados na Semana Santa não retornaram

0comentário

saida temporaria2Por meio da sua Assessoria de Imprensa, a Secretaria de Estado de Justiça e Administração Penitenciária (Sejap) informou que 20% dos 230 apenados beneficiados com a saída temporária da Semana Santa não retornaram às unidades prisionais onde cumpriam suas sentenças. São quase 50 foragidos, alguns temerosos por sua vida no cárcere e tantos outros dispostos a cometer os mais violentos crimes.

Os 230 apenados beneficiados com a saída temporária deveriam ter voltado aos presídios até as 18h do dia último dia 21. Todos deixaram a prisão na terça-feira, 15. Portanto, tiveram praticamente uma semana para visitar familiares, objetivo único da liberação.

Nesse período, era expressamente proibido a eles se ausentar do estado, ingerir bebida alcoólica, portar armas, frequentar festas, bares ou similares. Todos deveriam se recolher às suas casas até as 20h.  Mas é sabido que muitos costumam violar as normas e que alguns voltam a praticar crimes tão logo ganham a rua.

O regresso dos detentos aos presídios e eventuais alterações devem ser comunicadas pelos dirigentes dos estabelecimentos prisionais à 1ª Vara de Execuções Penais (VEP) até as 12h do próximo dia 28. E pelo percentual dos que não retornaram, a informação a ser repassada às juízas Ana Maria Almeida Vieira e Sara Fernanda Gama, que assinaram a portaria determinando a liberação, não será das melhores.

Os apenados que não voltaram aos presídios traíram a confiança da Justiça e provaram que não mereciam o benefício. E o que é pior, grande parte dos foragidos retornou à vida do crime.

sem comentário »

Protesto por água

0comentário

Moradores da Liberdade interditam, desde as primeiras horas de hoje, o trecho da Avenida Getúlio Vargas em frente à escola Fernando Perdigão (antiga Casa Inglesa), em um protesto contra a falta d’água. Os populares reclamam não há água sequer para satisfazer as necessidades básicas, como matar a sede e tomar balho. Eles exigem providência imediata da Companhia de Saneamento Ambiental (Caema).

Os manifestantes queimaram pneus na pista e exibem baldes e panela vazios. Um congestionamento quilométrico formou-se a partir do local do bloqueio.

Populares queimaram pneus e galhos de árvores para protestar contra falta d'água na Liberdade

Populares queimaram pneus e galhos e troncos em protesto contra falta d’água na Liberdade (Fotos: Nuna Neto)

Pista ficou bloqueada para o tráfego de veículos; motoristas foram obrigados a fazer desvios para seguir em frente

Pista foi bloqueada para o tráfego de veículos; motoristas foram obrigados a fazer desvios para seguir em frente

Avenida Luiz Rocha foi uma das opções de desvio para os condutores que fugiam do congestionamento

Avenida Luiz Rocha foi opção de desvio para os condutores que fugiam do congestionamento na Getúlio Vargas

sem comentário »

Crime ou castigo

0comentário

decio missaHá exatos dois anos, a imprensa do Maranhão, em particular o jornal O Estado, foi atingida por um fato brutal: o assassinato do jornalista Décio Sá, um dos profissionais mais destacados da sua geração e que, com coragem pessoal e competência profissional, alterou alguns parâmetros do fazer jornalístico, principalmente no segmento internet, como blogueiro. Décio Sá foi executado por um assassino de aluguel, contratado por chefões de uma máfia movida a agiotagem e extorsão e com atuação na seara dos municípios. Um crime hediondo, pela sua natureza cruel e covarde.

Não há como definir o sentimento que assolou corações e mentes de jornalistas na noite do dia 23 de maio de 2012. No final de uma jornada de mais um dia de trabalho duro e comprometido com a apuração e a divulgação de boas informações, Décio Sá deixou a Redação de O Estado pouco depois das 21h. Deslocou-se para o restaurante Estrela do Mar, que costumava freqüentar, onde chegou, acomodou-se, fez um pedido e, como sempre agia, usou o telefone – um dos números mais cobiçados e chamados por políticos, dirigentes públicos de todos os escalões, empresários, jornalistas, enfim, um amplo universo gerador e consumidor de informação.

Momentos depois, o pistoleiro Jhonatan de Sousa Silva desceu da garupa de uma moto, entrou no restaurante e, com a frieza dos facínoras, o executou a tiros de pistola na cabeça, sem dar-lhe tempo de sequer esboçar uma reação. E como fazem os covardes fugiu em seguida. A notícia do assassinato de Décio Sá acordou o Maranhão e o Brasil, que já dormiam tal o impacto causado pela perda de um homem de imprensa da sua estatura. As reações foram da perplexidade à indignação. A notícia ganhou o país e o mundo levando os mesmos sentimentos, porque é absurdo que um garimpeiro de informações do quilate do repórter de O Estado tivesse sido executado a tiros. Décio Sé se encontrava gozando de plena juventude, construindo uma família e consolidando cada vez mais, a cada dia, uma trajetória profissional que muitas contribuições ainda teria a dar ao jornalismo maranhense. Mais do que um crime, seu assassinato foi uma injustiça covarde.

Mas as verdades que publicara acerca da agiotagem que vinha extorquindo impunemente municípios pobres, reduzindo drasticamente os já minguados recursos destinados principalmente a educação, por serem escandalosas e inaceitáveis, causaram a ira dos bandidos, que decidiram sentenciá-lo à morte. Com a decisão, os canalhas pretenderam calá-lo e espalhar o medo na imprensa e a incerteza na sociedade. Executaram o plano torpe e brutal, mas erraram no segundo objetivo, porque a imprensa não se intimidou nem a Polícia cruzou os braços. Em pouco tempo assassino, mandantes e comparsas estavam atrás das grades.

Muitas maquinações e chicanas judiciais foram tentadas para livrar a pele do assassino, proteger mandantes e comparsas da mão pesada da Justiça, mas não funcionou. O executor e seu apoio já foram julgados e condenados. Os demais tentam de todas as maneiras fugir do júri popular, mas pelo visto não conseguirão. Nos próximos dias, a desembargadora Ângela Salazar deve se pronunciar sobre os vários recursos dos bandidos e tudo indica que ela confirmará o pedido do Ministério Público no sentido de que todos eles sentarão no banco dos réus e responderão por seu crime. Os familiares, os amigos, os jornalistas e a sociedade como um todo esperam que esse seja o rumo do caso.

De resto, permanece a lembrança do colega brincalhão e zoadento, que agitava a Redação com alegres provocações sobre política e futebol, sempre que adentrava nos finais de tarde; se mantém a imagem do profissional correto e eficiente, referência entre os colegas; alimenta-se a lembrança do blogueiro bem informado e destemido, que contribuiu decisivamente para valorizar esse canal da internet; aumenta, enfim, a certeza de que sua morte consolidou a realidade segundo a qual, por mais selvagem que tenha sido, o crime não será páreo para uma imprensa livre e comprometida com a verdade.

Editorial publicado nesta quarta-feira em O Estado do Maranhão

sem comentário »

Prefeitura revitaliza iluminação no entorno do Castelão

6comentários
Serão substituídas 228 luminárias na avenida principal e demais vias de acessos ao complexo

Serão substituídas 228 luminárias na avenida principal e demais vias de acessos ao complexo

A Prefeitura de São Luís, através da Secretaria de Obras e Serviços Públicos (Semosp), iniciou os trabalhos de revitalização da área que circunda o Estádio Castelão, com a substituição de 228 luminárias na Avenida do Contorno e demais vias de acesso ao complexo. Com a agilidade das obras, a ação irá reforçar a segurança dos torcedores e dos moradores que diariamente passam pelo local.

“A determinação do prefeito Edivaldo Holanda Júnior é que todas as luminárias antigas sejam trocadas por luminárias mais potentes, que garantem o conforto da população. Com isso, garantimos a segurança e a tranquilidade de todos os torcedores e moradores de áreas próximas”, explicou o secretário de Obras e Serviços Públicos, Antônio Araújo.

As melhorias na iluminação no entorno do Estádio Castelão serão realizadas em três etapas, com a substituição de 79 luminárias na Avenida do Contorno, 37 no Pátio do Castelinho e 112 nas demais vias de acesso. As novas luminárias de 400w irão atender ainda as necessidades para a prática de esporte e lazer noturno.

Outros bairros

Ações de melhorias na iluminação pública também estão sendo realizadas em outros bairros, como na Cohab e no Recanto dos Vinhais. A Prefeitura instalou luminárias de grande potência luminotécnica, que alcançam uma área maior e possuem maior durabilidade. Na Rua 1 do Conjunto dos Ipês no Recanto dos Vinhais foram realizadas trocas de luminárias X21 por 400 watts de potência, de vapor metálico, em 16 postes, garantindo iluminação adequada para oferecer segurança e trafegabilidade no local. Também foram realizadas substituições de lâmpadas de 100 e 70 watts por luminárias de 250 watts em 33 postes ao longo de toda a extensão das ruas Alameda Andrômeda e Transjordânia.

Fonte: Secretaria Municipal de Comunicação (Secom)

6 comentários »

Chegada triunfal

0comentário
Lobão Filho será recepcionado com grande ato político

Lobão Filho será recebido com grande ato político

O senador e pré-candidato ao governo Lobão Filho terá uma recepção festiva quando desembarcar em São Luís nesta quarta-feira, no início da tarde. Deputados da base aliada ao Palácio dos Leões já fretaram um ônibus para cumprimentar o peemedebista no Aeroporto Marechal Cunha Machado e o seguirão até a Assembleia Legislativa, onde haverá um grande encontro. Lideranças políticas de todas as regiões do Maranhão virão à capital abraçar Lobão Filho, escolhido há exatos 16 dias pelo grupo comandado pela governadora Roseana Sarney (PMDB) para disputar a sucessão estadual.

Com certeza, a chegada de Lobão Filho ao Maranhão será o maior ato da pré-campanha política no estado até agora. A expectativa é que centenas de correligionários venham declarar apoio ao pré-candidato, cujo nome veio à tona tão logo o ex-secretário de Estado de Infraestrutura Luis Fernando Silva, também do PMDB, comunicou sua desistência de concorrer ao governo.

O desembarque de Lobão Filho em São Luís marcará o início de uma nova fase na corrida eleitoral ao governo. O peemedebista será recepcionado em grande estilo e com todas as honras de pré-candidato apoiado por um grupo que reúne, até o momento, 16 siglas partidárias. A ampla repercussão a ser gerada pelo ato político dará novos contornos à pré-campanha e trará o ânimo que faltava ao debate sucessório.

Pelo tom firme do seu discurso, Lobão Filho não pretende apenas consolidar sua pré-candidatura. Seu projeto é ganhar a eleição e fazer um governo norteado pela visão empresarial que sempre marcou sua trajetória bem-sucedida como homem de negócios.

Apoio político não faltará ao peemedebista. Resta agora convencer o povo de que sua vitória será, de fato, o melhor para o Maranhão.

sem comentário »

Rua das Hortas afunda

4comentários

A Rua das Hortas é mais uma das vias do Centro de São Luís com graves problemas de infraestrutura. Vários pontos da rua estão literalmente afundando. Em um trecho próximo à Praça Odorico Mendes,  a camada de asfalto e os blocos de paralelepípedo cederam, abrindo uma imensa cratera no meio da pista. Um pedaço de pau foi fincado no buraco para alertar aos motoristas sobre o perigo. Como se trata de uma via com circulação intensa de veículos, o trânsito ficou comprometido.

Um dos itens do acervo histórico da capital, a Rua das Hortas vê, aos poucos, sua tradição sucumbir ao descaso.

rua das hortas2

rua das hortas

4 comentários »

Em Santa Inês, lama atrapalha operações da PM e bandidos fazem a festa

0comentário
Viatura da PM ficou atolada no bairro Céu e só foi resgatada com ajuda de outro veículo

Viatura da PM ficou atolada no bairro Céu e só foi resgatada com uso de cabo de aço e ajuda de outro veículo

São cada vez mais graves os transtornos causados pela lama que tomou conta da maioria das ruas e avenidas de Santa Inês. Além da sujeira, do risco de transmissão de doenças e de atrapalhar o trânsito, o lamaçal tem impedido a Polícia Militar de fazer rondas em áreas mais afastadas do Centro, o que favorece a ação da bandidagem. Há alguns dias, uma viatura da PM ficou atolada na Avenida Muniz, no bairro Céu, próximo à escola municipal Padre Antônio Boeing, no momento em que policiais perseguiam bandidos que haviam acabado de praticar um crime.

Revoltada, a população exige do prefeito Ribamar Alves (PSB) providência para, ao menos, amenizar o problema. As sucessivas cobranças até agora não surtiram efeito, já que o gestor parece ignorar os apelos.

A lama é tão densa que uma vez atolado, um veículo só pode ser resgatado com a ajuda de um reboque. A viatura da PM, por exemplo, apesar de ser uma Blazer, carro com motor de alta potência, teve que ser puxada com o uso de um cabo de aço por um veículo maior.

Depois de retirada, a viatura foi estacionada em frente à 1ª Companhia da PM de Santa Inês. Todo enlameado e com o cabo ainda preso no para-choque traseiro, o veículo chamava atenção de quem passava.

Uma vergonha para Santa Inês e para o seu relapso prefeito, que ao afundar a cidade em lama, facilita, e muito, a atuação da bandidagem.

Abaixo, mais fotos da viatura atolada:

santa inês atoleiro2

santa inês atoleiro3

santa inês atoleiro4

Fotos: reprodução/Facebook

sem comentário »

Sejap confirma fuga de dois presos do CDP por túnel

0comentário
Túnel escavado no CDP

Saída do túnel no CDP (Foto: Biaman Prado/O Estado)

Em nota, a Secretaria de Estado de Justiça e Administração Penitenciária (Sejap) confirmou a fuga, hoje, por volta das 10h desta segunda-feira, feriado de Tiradentes, de dois presos por um túnel escavado em uma das celas do Centro de Detenção Provisória de Pedrinhas (CDP). Foi a terceira fuga registrada este ano no complexo penitenciário. Ao todo, 17 detentos já escaparam de unidades prisionais de Pedrinhas este ano.

Um terceiro preso ainda tentou fugir, mas foi recapturado. Segue a nota divulgada pela Sejap confirmando a fuga:

A Secretaria de Estado da Justiça e Administração Penitenciária (Sejap) informa que a Polícia está realizando incursões a fim de recapturar os dois presos que fugiram do Centro de Detenção Provisória (CDP) do Complexo Penitenciário de Pedrinhas, em São Luís, nesta segunda-feira (21).

Esclarece que os presos fugiram por meio de um túnel escavado na cela 13, do Bloco Delta, daquela unidade.

O detento Piter Cabral de Araújo Machado também tentou fugir, mas foi recapturado.

sem comentário »