Em nota sobre assalto, Assembleia nega falha na segurança da Casa

0comentário

nota alA Assembleia Legislativa do Maranhão divulgou nota no início desta tarde para esclarecer as circunstâncias do assalto a uma servidora no estacionamento da Casa, no início da manhã de hoje. A AL relata que a vítima foi seguida por bandidos que ocupavam dois carros e uma moto e quando estacionou foi abordada e teve a bolsa roubada.

De acordo com a nota, assinada pelo presidente Arnaldo Melo, policiais militares que fazem a segurança do Parlamento reagiram ao assalto e trocaram tiros com os criminosos, ferindo um dos assaltantes, que mesmo assim conseguiu fugir, mas posteriormente foi capturado, estando sob a custódia da PM.

A Assembleia nega que tenha havido falha na segurança da Casa e informa que toda a ação criminosa foi gravada pelas câmeras de monitoramento do Gabinete Militar. Abaixo, a íntegra da nota:

A Assembléia Legislativa do Estado do Maranhão, com relação ao episódio ocorrido na manhã desta quinta-feira, 31 de janeiro de 2013, em que uma funcionária foi vítima de assalto quando se encontrava no estacionamento da Casa, vem a público e a bem da verdade prestar os seguintes esclarecimentos:

1 – A vítima entrou no estacionamento da Assembléia  por volta das 9h30, seguida por dois carros e uma moto. Ao estacionar, foi abordada por um dos assaltantes, que lhe arrancou a bolsa.

2 – Notando a movimentação estranha,  os policiais militares em serviço na Casa reagiram ao assalto, havendo troca de tiros, sendo que um dos bandidos foi ferido, conseguiu fugir, mas já foi  localizado, estando sob custódia da Polícia Militar.

3 – Não houve qualquer falha no sistema de segurança da Casa. Os assaltantes não adentraram em recinto interno da Assembléia.

4 – A ação dos assaltantes foi gravada pelas câmeras de monitoramento do Gabinete Militar, que no mesmo instante entrou em contato com a Secretaria de Segurança Pública e Polícia Militar, colocando-se à disposição para ajudar nas investigações que levem à prisão dos demais envolvidos no ato criminoso.

Deputado Arnaldo Melo

Presidente da Assembléia Legislativa do Maranhão

sem comentário »

TJ lança campanha contra violência no Carnaval

0comentário

campanha tjO Tribunal de Justiça do Maranhão lançou a segunda edição da campanha de combate às diversas formas de violência no período carnavalesco, especialmente a violência doméstica e familiar. O anúncio foi feito pela desembargadora Nelma Sarney, presidente da Coordenadoria Estadual da Mulher em Violência Doméstica e Familiar do TJMA, em sessão plenária nesta quarta-feira (30).

A desembargadora ressaltou que a Coordenadoria trata a política de enfrentamento ao fenômeno da violência doméstica e familiar, cujos números costumam aumentar no período do carnaval. Ela lembrou os bons resultados alcançados com a campanha realizada em 2012, que ajudou na redução de ocorrências registradas na Vara da Mulher.

“A ideia é levar a população maranhense a refletir, combater e prevenir a violência dentro dos espaços familiares”, informou Nelma Sarney,  apontando a importância da iniciativa para estimular as mulheres vítimas de violência doméstica a denunciar os agressores.

A campanha, que tem como tema “Diga não à violência e entre no bloco da paz”, envolve materiais educativos como ventarolas, cartazes, outdoors, busdoors e painéis, além de divulgação eletrônica.

Denúncias contra a violência contra a mulher podem ser feitas pelos seguintes telefones 180 (Central de Atendimento a Mulher);  3223.5800 (Disque Denúncia São Luís); e 0300.313.5800 (Disque Denúncia Interior).

Fonte: Tribunal de Justiça do Maranhão

sem comentário »

Assalto na Assembleia Legislativa

0comentário
Em ação ousada, bandidos atacaram Assembleia Legislativa

Em ação audaciosa, bandidos atacaram vítima dentro da Assembleia Legislativa

Bandidos assaltaram esta manhã uma pessoa que fazia um saque em um caixa eletrônico instalado dentro da Assembleia Legislativa. Seguranças da Casa chegaram a atirar nos criminosos, que conseguiram fugir.

A vítima seria uma servidora lotada no gabinete do deputado estadual Hemetério Weba, que tentava sacar dinheiro em um terminal próximo à Ala dos Deputados quando foi surpreedida pelos criminosos. A quantia levada pelos ladrões não foi revelada.

Policiais militares que fazem a segurança da Assembleia foram acionados e chegaram a atirar nos bandidos, que não foram atingidos e conseguiram se evadir.

Daqui a pouco, mais informações.

sem comentário »

Entra ou não entra?

0comentário

ansia pedrinhas

Em pleno dia de visita íntima, os agentes penitenciários resolveram cruzar os braços, impedindo que dezenas de detentos tivessem contato com suas companheiras nas celas do Centro de Detenção Provisória de Pedrinhas (veja post abaixo).

Revoltadas, as mulheres tentaram abrir à força o portão do presídio, a chutes e empurrões. A ânsia era tanta que foi preciso acionar o Batalhão de Choque da Polícia Militar para contê-las.

Acalmados os ânimos, os próprios homens do Choque foram encarregados de monitorar o entra e sai nas celas.

Foto: Biaman Prado/O Estado do Maranhão

sem comentário »

PF prende 13 em Caxias por fraude contra a Previdência

0comentário

fraude previdenciaPoliciais Federais da Delegacia de Polícia Federal de Caxias/MA realizaram, na manhã de ontem, 29 de janeiro, a prisão de 13 pessoas envolvidas em fraudes contra o Instituto Nacional de Seguridade Social – INSS.

Os dois homens e as onze mulheres foram presos após uma ação que teve início com uma ligação anônima, feita ao serviço de plantão daquela delegacia. De acordo com a denúncia, uma van com dez pessoas havia saído de Caxias, com destino à cidade de Teresina/PI, com objetivo de praticar fraudes relativas ao benefício previdenciário do salário maternidade.

Duas equipes compostas por dois policiais, cada, deslocaram-se até o local indicado pelo denunciante na cidade de Teresina, a fim de verificar a procedência da denúncia. Após várias diligências, os policiais lograram êxito na identificação não só da quadrilha denunciada como também de outro grupo que realizava atividades suspeitas nas imediações da Agência Previdenciária no Bairro Vermelha, município de Teresina/PI.

A ação contou ainda com reforço de mais cinco policiais. Ao final, foram presas sete pessoas, integrantes da quadrilha denunciada, mais seis pessoas que compunham outro grupo que, após a investida policial, foi confirmado que estariam também praticando fraude contra o INSS. Foram apreendidos ainda mais de 15 mil reais, que haviam acabado de ser sacados.

Todos os presos foram encaminhados para a CCPJ de Caxias/Ma, onde ficarão à disposição da Justiça Federal.

Fonte: Polícia Federal

sem comentário »

Mais de 25% da população de São Luís recebem o Bolsa Família

0comentário

bolsa famíliaExatas 135.445 famílias de São Luís estão inseridas no Cadastro Único do Governo Federal por receberem algum tipo de auxílio. Dessas, 81.600 são beneficiárias do Bolsa Família, programa social de maior abrangência no país. O número corresponde a 25,9% da população da capital, que hoje, oficialmente, é de 1.039.610 habitantes. Os dados fazem parte do acompanhamento do Plano Brasil Sem Miséria, do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS).

Este mês, foram transferidos R$ 11.285.765,00 aos beneficiários do Bolsa Família na capital maranhense. Também em janeiro, a Ação Brasil Carinhoso retirou 21.522 famílias da extrema pobreza no município.

Todas as famílias com renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa devem fazer parte do Cadastro Único. Em São Luís, 9.959 famílias (32.805 pessoas) continuam em situação de pobreza extrema, ou seja, têm renda familiar mensal abaixo de R$ 70 por pessoa, mesmo recebendo o Bolsa Família. São famílias que não têm filhos de 0 a 15 anos, e portanto não recebem o benefício do Brasil Carinhoso.

Inconsistências

Apesar dos valores expressivos, São Luís poderia receber ainda mais recursos oriundos de programas sociais do Governo Federal. Um exemplo são as 452 creches do município, onde foram identificadas 15.194 crianças beneficiárias do Bolsa Família matriculadas. Com a criação do Brasil Carinhoso, o MDS suplementou em R$ 7.124.154,52 o repasse para esses estabelecimentos.

No entanto, a partir da análise das informações, foram verificadas inconsistências que levaram o MEC a colocar os recursos em diligência. Para que eles sejam liberados, é fundamental que o gestor municipal entre em contato com a Coordenação-Geral de Educação Infantil do Ministério da Educação.

sem comentário »

Ministério Público impetra Mandado de Segurança contra suspensão de depoimentos do caso Décio Sá

2comentários
Gláucio e Buchecha deixaram o Fórum Sarney Costa após suspensão da oitivas por ordem de desembargador

Gláucio e Buchecha deixaram o Fórum Sarney Costa após suspensão das oitivas por ordem de desembargador

O Ministério Público do Maranhão ingressou, na manhã desta quarta-feira, 30, com um Mandado de Segurança em matéria penal com pedido de Liminar contra a decisão do desembargador Raimundo Nonato de Souza que suspendeu a instrução processual da ação que trata do assassinato do jornalista Décio Sá. O documento é assinado pela procuradora-geral de justiça, Regina Lúcia de Almeida Rocha, e foi distribuído ao desembargador Lourival Serejo, relator pelo Pleno do Tribunal de Justiça.

Na última segunda-feira, 28, teve início a oitiva das testemunhas de acusação do caso, na presença do juiz Márcio Brandão Castro e do promotor Luís Carlos Correa Duarte. Logo no início da sessão, o juiz negou os pedidos de suspensão dos trabalhos, considerando que todos os advogados tiveram acesso às mídias do processo apresentadas pela Polícia Civil em 22 de janeiro.

O advogado Aldenor Cunha Rebouças Júnior, representante do acusado Ronaldo Henrique Santos Ribeiro, que estava ausente, no entanto, abandonou a audiência por considerar que o desembargador Raimundo Nonato de Souza teria se omitido em apreciar um pedido de Liminar em requerimento de habeas corpus feito por ele. O juiz aplicou multa ao advogado, nomeando um defensor público como advogado dativo de Ronaldo Ribeiro para aquele ato.

Ainda na mesma manhã, por volta das 11h40, Ronaldo Ribeiro se apresentou à audiência, comunicando sua impossibilidade de permanência, baseado em um atestado médico, o que foi indeferido pelo juiz. Mesmo assim, o acusado se retirou do local.

Após os depoimentos de três testemunhas, o advogado Aldenor Cunha Rebouças Júnior retornou ao Fórum, por volta de 12h40, trazendo a Liminar proferida pelo desembargador Raimundo Nonato de Souza, que determinou a interrupção da instrução processual. Após ser comunicado oficialmente da decisão e com a concordância do Ministério Público, o juiz deu cumprimento à ordem, suspendendo qualquer ato até o julgamento do habeas corpus solicitado.

Mandado de segurança

No mandado de segurança, o Ministério Público afirma que está demonstrado, de maneira incontestável, que a defesa teve acesso amplo, irrestrito e prévio a todo o conteúdo dos autos. Uma certidão anexa ao processo mostra que a defesa de Ronaldo Henrique Santos Ribeiro passou a ter acesso aos autos do processo em 4 de setembro de 2012.

O argumento de falta de acesso às informações da quebra de sigilo telefônico também não procede, de acordo com o Ministério Público. Em 9 de janeiro de 2013, a juíza da 1ª Vara  do Júri intimou os advogados dos envolvidos a tomarem ciência do teor das interceptações realizadas.

Além disso, em 23 de janeiro, o advogado Aldenor Cunha Rebouças Júnior esteve pessoalmente na secretaria da 1ª Vara, tendo se negado a receber as cópias das mídias existentes nos autos da ação penal, mas levou consigo cópia digitalizada do processo, fornecida pela própria secretaria judicial, bem como cópia impressa do despacho relativo ao teor das interceptações telefônicas.

“Mencionada certidão, dotada de fé pública, demonstra ao mesmo tempo duas coisas: a primeira é que jamais foi negado ao advogado acesso a qualquer prova, sendo que o mesmo foi que se recusou a receber cópias das mídias acostadas; e depois, que lhe foi entregue cópia integral digitalizada dos autos, o que infirma completamente as suas alegações deduzidas no mencionado ‘habeas corpus’, de que não teria tido acesso às provas”, ressalta, no mandado de segurança, a procuradora-geral de justiça.

O Ministério Público lembra, ainda, que a audiência foi designada com bastante antecedência, sendo de conhecimento dos envolvidos e de toda a sociedade, tendo sido montado um grande aparato de segurança para a sua realização. A decisão do desembargador teria resultado em desperdício de dinheiro público com a estrutura montada e a transferência dos acusados para o local da audiência, inclusive do acusado de ser o executor do crime, que está preso em outro estado.

Na visão do Ministério Público, ficou clara a adoção de manobras premeditadas e sincronizadas com o objetivo de atrasar o andamento do processo. Dessa forma, o mandado de segurança pede que seja concedida decisão liminar que torne sem efeito a decisão do desembargador Raimundo Nonato de Souza, permitindo a retomada da ação penal.

Fonte: Ministério Público do Maranhão

Foto: Manoel Costa

2 comentários »

Com visita íntima proibida, mulheres de presos tentam entrar à força em Pedrinhas

1comentário

visita íntimaCerca de 30 mulheres de presos que cumprem pena no Centro de Detenção Provisória de Pedrinhas (CDP) ficaram revoltadas esta manhã por terem sido impedidas de visitar seus companheiros nas celas. A visita íntima foi proibida hoje devido à paralisação de 24 horas dos agentes penitenciários, que reivindicam a realização de concurso público e porte de armas.

Indignadas com a proibição de ver o companheiros, as mulheres empurraram o portão do presídio várias vezes para tentar forçar a entrada. O Batalhão de Choque da Polícia Militar foi acionado para conter os ânimos, que só foram acalmados perto do meio-dia.

O presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários, César Bombeiro, informou que parte dos 600 detentos do CDP promoveu um quebra-quebra nas celas e atearam fogo nos colchões, também para pressionar a direção da penitenciária a liberar a entrada das mulheres.

O clima é tão tenso que o subsecretário de Administração Penitenciária, João Bispo Serejo, já estuda a possibilidade de autorizar as visitas, mesmo sem o monitoramento dos agentes.

Direito

A visita íntima é garantida pela Lei de Execuções Penais (LEP/1984) e pela Resolução 09 do Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária (CNPCP/2006). No Complexo Penitenciário de Pedrinhas, o contato entre os presos e seus cônjuges ocorre semanalmente.

Desde o ano passado, adolescentes infratores casados ou que vivam, comprovadamente, em união estável também adquiriram o direito à visita íntima.

1 comentário »

TRE mantém prefeita de Guimarães no cargo

0comentário
Nilce Farias permanecerá no cargo de prefeita de Guimarães

Nilce Farias manteve cargo de prefeita de Guimarães

Terminou em 4 a 2 o julgamento do recurso eleitoral em registro de candidatura procedente do município de Guimarães, em que era pedida a cassação de Nilce Farias, eleita prefeita da cidade nas Eleições de 2012 .

No último dia 22, o julgamento havia sido suspenso em decorrência do pedido de vistas do juiz Sergio Muniz, que na tarde desta terça-feira (29), durante sessão do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão, apresentou voto oral.

Ele acompanhou o voto do relator, juiz federal Nelson Loureiro dos Santos, e do Ministério Público, que entenderam que a substituição do candidato Arthur Farias pela irmã Nilce Farias foi feita dentro do prazo estabelecido pela legislação eleitoral.

Em favor da prefeita votaram também o desembargador José Bernardo Rodrigues e o juiz José Jorge Figueiredo dos Anjos. Pelo desprovimento do recurso votaram os juízes Luiz de França Belchior Silva e José Carlos Sousa e Silva.

A Corte volta a se reunir nesta quarta-feira (30), às 15h. Na pauta, constam 6 processos.

Fonte: Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MA)

sem comentário »

Infraero lança edital para ampliação do aeroporto de São Luís

1comentário
Aeroporto Cunha Machado será ampliado ao custo de R$ 15,2 milhões

Aeroporto Marechal Cunha Machado será ampliado ao custo de R$ 15 milhões

A Infraero lançou nesta terça-feira (29/1) o edital para ampliação do terminal de passageiros do Aeroporto Internacional de São Luís/Marechal Cunha Machado (MA), por meio da implantação de quatro módulos operacionais. Os investimentos previstos são da ordem de R$ 15,2 milhões. Com os módulos, a capacidade do Aeroporto de São Luís passará dos atuais 3,4 milhões de passageiros ao ano para 5 milhões anuais. Em 2012, 1,9 milhão de passageiros circularam pelo Aeroporto de São Luís, número inferior à capacidade atual do terminal.

A licitação será realizada na modalidade pregão eletrônico e tem abertura prevista para 15/2. O prazo para execução dos trabalhos é de 540 dias contados a partir da assinatura da ordem de serviço, documento que autoriza o início das obras. Durante a execução das melhorias, o Aeroporto de São Luís vai operar normalmente.

O edital com a documentação da licitação pode ser acessado aqui.

Os módulos operacionais são estruturas de rápida instalação e que cumprem funções semelhantes àquelas já existentes nos terminais de passageiros, uma medida utilizada em diversos países. No caso do Aeroporto de São Luís, serão quatro módulos: de embarque (a ser instalado ao lado do antigo prédio da administração), de desembarque (ao lado do atual terminal de passageiros), check-in (na frente do antigo prédio administrativo) e check-out (atrás do antigo prédio da administração). Entre as melhorias das novas estruturas, estão novos sanitários e duas novas esteiras de restituição de bagagem. Com os módulos, a área do terminal passará dos atuais 6,2 mil m² para 11,1 mil m².

“A instalação dos módulos ampliará não só a capacidade operacional de São Luís, mas trará um ganho considerável de conforto e comodidade para os usuários”, pontuou Hildebrando Correia, superintendente do aeroporto.

Fonte: Infraero

1 comentário »