Nova obra de Félix Alberto agitou cena cultural de São Luís como nunca mais visto

0comentário

O jornalista Félix Alberto com o autor deste blog na sessão de autógrafos de “Maio Oito Meia”

Ao lançar o livro “Maio Oito Meia – Crônica de Uma Geração em Movimento”, o jornalista, publicitário, poeta e escritor Félix Alberto Lima agitou a cena cultural de São Luís como poucas vezes foi visto em muito tempo. Por sua grandiosidade e importância histórica, a obra – na verdade, um kit, composto também por um DVD, um CD e um LP com imagens e músicas da época resgatadas magistralmente pelo autor – atraiu para o Centro de Criatividade Odylo Costa Filho, em plena noite chuvosa de terça-feira, nomes expressivos do segmento artístico, da classe empresarial, da política e, obviamente, da imprensa, que reverenciaram o autor por sua sempre louvável contribuição à cultura.

Para além do prestígio e do dom de Félix de bem acolher amigos e admiradores, o que se viu foi o tão esperado reencontro da geração cujos atos são narrados por ele. Não menos célebre foi assistir à incursão de tantas outras pessoas, das mais diferentes faixas etárias, em um universo até então restrito ao anais da Universidade Federal do Maranhão (UFMA) e às mentes profícuas que viveram intensamente os momentos reproduzidos no livro e que hoje aplicam seus saberes e experiências em áreas de atuação distintas.

O lançamento de “Maio Oito Meia” pode ser chamado de instante mágico pelos protagonistas dos acontecimentos narrados. Para muitos, foi semelhante a um sonho realizado, seja pela oportunidade de rever quem há muito estava distante e rememorar episódios que marcaram um tempo de intensa agitação, seja pelo brilho e relevância do evento em si. A repercussão no meio cultural não poderia ser outra se não a melhor possível.

Quanto às impressões pessoais do autor deste blog, foi uma honra e um orgulho estar presente ao concorrido lançamento de mais uma obra de autoria do amigo Felix, grande figura humana e um dos mentores e incentivadores da minha carreira na imprensa, iniciada logo que ingressei no curso de Jornalismo da UFMA, em 1998.

Em quase duas décadas de ofício ininterrupto, me deparei com exemplos edificantes e o autor de “Maio Oito Meia” é, inegavelmente, um dos que mais me inspira e a quem tenho gratidão e apreço.

sem comentário »

Adriano denuncia falta de transparência do governo

0comentário

Adriano lembrou de ter cobrado informações sobre o andamento das obras do secretário da Sinfra, em sabatina na Assembleia

O deputado estadual Adriano Sarney (PV) cobrou explicações da Secretaria de Estado da Infraestrutura (Sinfra), nesta quarta-feira (31), sobre o não fornecimento de informações das obras do Anel da Soja. A falta de transparência ocorre desde dezembro do ano passado, depois de audiência pública ocorrida em Balsas, coordenada pelo parlamentar, quando foi protocolado na Sinfra um requerimento da Comissão de Assuntos Municipais da Assembleia Legislativa, então presidida por Adriano, solicitando relatório do andamento do projeto. Em consequência da falta de informações, o parlamentar cogita levar o caso à Justica, por ato de improbidade administrativa.

“A Assembleia Legislativa está sendo desrespeitada constantemente, porque nós, deputados e deputadas, não conseguimos obter informações sobre as ações do Governo do Estado. O que o governo comunista está querendo esconder? Se o governo não quer responder à Assembleia, então terá que responder à Justiça”, declarou Adriano.

O deputado lembrou de ter cobrado do secretário Clayton Noleto (Sinfra), em fevereiro deste ano, em sabatina realizada na Assembleia, informações sobre o andamento das obras e que o mesmo havia prometido enviar as informações, mas não cumpriu. O Anel da Soja é um importante projeto, que teve início no governo Roseana Sarney (PMDB), financiado com recursos do BNDES, que visa integrar a logística do agronegócio do Sul do Maranhão ao Porto do Itaqui, passando pela Ferrovia Norte-Sul.

Segue cópia do ofício com solicitação de esclarecimentos sobre as obras do Anel da Soja:

sem comentário »

Para Wellington, queda de parte do teto da UEB Jackson Lago foi tragédia anunciada

0comentário

Wellington destacou que, já fez três reuniões na escola e agora cobra ações de urgência da Prefeitura de São Luís na UEB Jackson Lago

O deputado estadual Wellington do Curso (PP) se reuniu, pela terceira vez, com pais e professores da UEB Jackson Lago, na Cidade Operária, e cobrou ações de urgência na escola por parte da Prefeitura de São Luís. O que motivou mais uma reunião foi o descaso com a escola por parte da Prefeitura. Ontem, parte do teto da escola desabou, durante chuva que caiu na capital maranhense.

O parlamentar convidou para a reunião a professora Elizabeth Castelo Branco, presidente do Sindicato Municipal dos Professores de São Luís; Adelmano Benigno, presidente da Comissão de Educação da OAB-MA, professores e pais de alunos.

A presidente do Sindicato, Elizabeht, solicitou aos professores e a direção da escola que comuniquem a Secretaria Municipal de Educação sobre o ocorrido e suspendam as aulas enquanto o problema não for solucionado.

“Não podemos permitir que alguns professores deem aula, e não se solidarizem com os demais que tiveram suas salas com o teto desabado. Pedimos que os pais compreendam, os demais professores se solidarizem e a direção suspenda as aulas até que a Prefeitura de São Luís resolva os problemas da escola”, disse Elizabeht Castelo Branco.

Na oportunidade, o deputado Wellington destacou que, já fez três reuniões na escola e agora cobra ações de urgência da Prefeitura de São Luís na UEB Jackson Lago.

“O desabamento do teto da escola foi uma tragédia anunciada. Semana passada viemos à escola por meio do programa “De Olho Nas Escolas”, após denúncias de pais de alunos, e foi comprovado que a UEB não tem condições de abrigar os alunos. São salas escuras, sem ventilação e sujas. A diretora tem ouvido todas as demandas dos pais de alunos e professores e esclareceu que tem enviado ofícios a Secretaria de Educacao do Município e não obteve respostas. Na semana passada, fizemos uma audiência pública, na biblioteca da escola, para ouvirmos as propostas da prefeitura e se quer, um representante compareceu. Participaram da audiência representantes da OAB, sindicato dos professores, conselheiros tutelares, pais alunos e professores. Passou-se uma semana e nada foi feito por parte da prefeitura. Na tarde de ontem, teve uma chuva rápida, e o teto da escola desabou, e não foi só de uma parte da escola, foram de várias salas, da entrada da escola e do refeitório. Todas as salas foram inundadas. Ou seja, a prefeitura de São Luís não está dando a mínima importância para a escola, para a educação dessas crianças e valorização dos professores. E agora, o que fazer? As crianças irão ficar sem aula? Até quando? Ninguém mais sabe a quem recorrer, enquanto isso, o descaso continuará? Por isso, denunciamos ao Ministério Publico e solicitamos ações de URGÊNCIA por parte da Prefeitura para que as crianças não fiquem sem estudar, não percam o ano letivo”, disse Wellington.

sem comentário »

Arraial “Pertinho de Você” gera centenas de empregos diretos e indiretos

1comentário

O Arraial “Pertinho de Você”, que fica ao lado da Batuque Brasil, gera cerca de 800 empregos diretos e indiretos; Festa junina movimenta o comércio e em tempos de crise é um alento para ambulantes e trabalhadores informais

O Arraial Pertinho de Você gera, direta e indiretamente, 800 postos de trabalho, apenas na entrada, onde se aglomeram cerca de 100 vendedores ambulantes

O Arraial mais comentado de São Luís vai começar no próximo sábado (3), a partir das 19 horas e contará com uma vasta programação. Com uma mega estrutura de palco, som e luz e muita segurança, os dias de festas juninas prometem ser o melhor de todos os tempos em São Luís. A entrada é de graça, não paga nada, mesmo nos dias dos grandes shows.

Bom para os comerciantes que instalaram barracas para venda de produtos e comidas típicas de nossa região, como arroz de cuxá, peixe frito, tortas de camarão, caranguejo e muitos outros quitutes. O arraial vai reunir os melhores do São João do Maranhão. Mistura de raças, crendices e tradições serão apresentados durante todo o mês de junho.

Geração de Emprego e Renda

O Arraial Pertinho de Você é também uma garantia de emprego e renda às famílias ludovicenses, uma vez que direta e indiretamente são empregados cerca de 800 pontos de trabalho, apenas na entrada do local do evento, se aglomeram cerca de 100 vendedores ambulantes, em virtude da sua grande concentração de público, ano passado, foram mais de 200 mil pessoas que participaram do arraial.

Os dias que antecedem ao evento, são gerados 100 pontos de trabalho na construção de barracas e na infraestrutura do local, como a decoração impecável que está sendo montada.

Trabalhadores da construção civil, marceneiros, serralheiros e muitos outros profissionais são aproveitados durante o período de cerca de um mês, que ocorre o arraial pertinho de você.

Em tempo: O Arraial “Pertinho de Você” além de gerar empregos e renda, cria também grande expectativa no público que promete ser o maior desde 2014, quando começou a festança.

E mais: O Arraial é coordenado pelo vereador, presidente da Câmara de São Luís, Astro de Ogum que conta com o apoio do governador do Maranhão, Flávio Dino e do prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior.

Pra fechar: Invejosos, incompetentes e opositores se revesam em criticar o evento idealizado e organizado pelo vereador Astro, sem levar em conta o relevante interesse social que o arraial proporciona à trabalhadores, trabalhadoras e a comunidade em geral.

Fonte: Blog do Filipe Mota

1 comentário »

Sousa Neto cobra de Flávio Dino liberação de licenciamento ambiental para produtores rurais

0comentário

Sousa Neto apontou divergência no decreto que institui o Programa de Adequação Ambiental de Propriedade e Atividade Rural do Estado do Maranhão

O deputado estadual Sousa Neto (PROS) subiu à Tribuna da Assembleia Legislativa, nesta quarta-feira (31), para fazer um balanço da audiência pública, proposta por ele, que debateu sobre os entraves burocráticos causados pelo Governo do Estado para a obtenção do licenciamento ambiental e da outorga do uso de águas superficiais (DOAS), em todo o Maranhão.

O evento foi realizado na última quarta-feira (20), no Auditório Fernando Falcão, com as presenças dos deputados Júnior Verde (PRB), Valéria Macedo (PDT) e Fernando Furtado (PC do B), representantes de órgãos e instituições ligadas à área e grupos de produtores rurais de todo o Maranhão.

“Fizemos essa audiência pública para reivindicar do Governo Flávio Dino (PCdoB) que tome às providencias juntamente com a Secretaria do Meio Ambiente (SEMA), já que milhares de produtores rurais estão sendo prejudicados com esse entrave da liberação da dispensa de outorga e da licença ambiental. Foi um evento bastante produtivo, que contribuirá com o fortalecimento do setor produtivo maranhense”.

Sousa explicou que, hoje,há uma divergência entre o Decreto nº 31.109 publicado no Diário Oficial do Estado, no dia 11 de setembro de 2015, que institui o Programa de Adequação Ambiental de Propriedade e Atividade Rural do Estado do Maranhão, que concede autorização para licença ambiental e outorga de 50.000 m² e a Portaria de nº 060 da SEMA, que entrou em vigor no dia 21 de outubro de 2016, determinando que essa área fosse diminuída para menos de 3.000 m². “Essas duas medidas estão criando um atravanque muito grande para os produtores, agricultores rurais e de toda a classe que tenta buscar o incentivo nos bancos”, disse Sousa.

Encaminhamentos

Na ocasião, foram debatidos vários questionamentos sobre a burocracia no licenciamento para captação de água da chuva, a preservação dos biomas maranhenses e o fortalecimento dos recursos hídricos. Ao final, as autoridades relacionaram uma série de propostas que deverão ser enviadas para os órgãos competentes.

“Ouvimos e discutimos com os produtores, lideranças e especialistas no assunto, para, a partir de agora, elaborarmos os encaminhamentos que vão ser propostos e eu espero que, de fato, o problema seja solucionado com urgência. Uma delas refere-se à deficiência de técnicos na SEMA que operam no Sistema Integrado de Gerenciamento de Licenças e Autorizações Ambientais (SIGLA), que emite o documento. São mais de 1,3 mil assentamentos no Maranhão aguardando a liberação para garantir o financiamento de projetos de Agricultura Familiar para captação de águas”, declarou o deputado.

Participaram da Audiência Pública, membros das secretarias de Estado do Meio Ambiente (SEMA), de Agricultura Familiar (SAF), de Agricultura, Pecuária e Pesca (Sagrima), Incra, Iterma, Caema, Codevasf, Banco do Nordeste, Banco do Brasil Fetrafe, Fetaema, Prefeituras Municipais, Câmara de Vereadores, UFMA e Uema, Sindicatos e Associações de Produtores Rurais do MA.

sem comentário »

Grupo Excellence Buffet anuncia expansão dos negócios em São Luís

0comentário

Empresário e administrador Antônio Oliveira comanda o projeto de expansão

Enquanto a economia brasileira registra números negativos em relação a diversos segmentos de mercado, o setor de festas tende a crescer e a cada ano vem somando novos ganhos. Exemplo, a expansão dos negócios do Grupo Excellence Bufett que anuncia a inauguração do mais novo empreendimento, o Prime Excellence, no Olho d’Água. Atualmente, o empresário e administrador do Grupo Excellence, Antonio Oliveira comanda negócios nos seguintes locais: Excellence Buffet, Cohama, Excellence Araçagi, e o mais novo empreendimento da empresa, o Prime Excellence, no Olho d’Água.

Antonio Oliveira Júnior, um dos mais conhecidos de São Luís, que está de portas abertas há 16 anos, afirma que o sucesso do negócio é acreditar que é possível trabalhar independente da crise, focando em atender cada vez melhor o cliente. “Nunca fiquei distante da empresa e me mantenho ciente de tudo, desde o preparo dos pratos da cozinha, da parte administrativa e da limpeza, até a organização da festa”, revela o empresário.

A expansão dos negócios, segundo o empresário, é resultado de muito trabalho. Tanto que mais uma casa de festa, que já vem recebendo eventos, será inaugurada. O espaço, climatizado, com jardim e piscina, vai se chamar Prime Excellence.

Ao longo de mais de uma década, o Buffet Excellence é um dos mais cotados para eventos diversos, como formaturas, casamentos, festas de fim de ano, quinze anos, bodas, eventos empresariais, entre outros. “As pessoas, por exemplo, nunca deixam de comemorar ocasiões como aniversário de 15 anos. E aí o nosso trabalho também não para. Mas é preciso investir constantemente e inovar, surpreender”, destaca.

Prime Excellence será inaugurado no Olho d’ Água, mas já está recebendo eventos

Segundo o empresário, os eventos de casamento e formaturas garantem a maior fatia dos contratos. “A cada evento que realizamos, sabemos que estamos contribuindo para transformar sonhos em realidade e isso é uma responsabilidade grande para nós, pois participamos de um momento muito especial de quem nos procura”, afirma o empresário, que também tem realizado eventos corporativos com foco em motivação de equipes.

O empresário observa que, apesar de tudo, o setor não pode ignorar a crise. “A crise está aí e não podemos ignorá-la. Os bons ventos sopram a favor do mercado de eventos, entre outras fatores, graças ao trabalho de negociação junto ao cliente e de estruturação de firmas, fornecedores, enfim”, finaliza Antonio Oliveira.

sem comentário »

Pressionada, SSP elucida sumiço de cabo e soldado e desarticula quadrilha de farda

0comentário

Investigação aponta que o cabo Júlio César e o soldado Carlos Alberto foram mortos por comparsas

Não fosse a forte pressão feita pela imprensa não alinhada ao governo estadual, por deputados de oposição ou com postura independente e o clamor de familiares, o desaparecimento de dois policiais militares do Maranhão, em Buriticupu, desde novembro do ano passado, tinha tudo para ficar impune. As sucessivas cobranças levaram não só à elucidação do sumiço, mas também à descoberta de uma facção criminosa que operava dentro do sistema de segurança pública e usava a própria estrutura do Estado para perpetrar delitos como extorsão a comerciantes e a empresários, proteção a bocas de fumo, assaltos a cidadãos, dentre outros.

Com a prisão de um tenente e de um soldado apontados como responsáveis pelo desaparecimento e prováveis assassinatos do cabo Júlio César da Luz Pereira e do soldado Carlos Alberto Constantino Souza, as autoridades policiais constataram a existência de uma quadrilha de farda, que chegou ao extremo de eliminar dois dos seus supostos membros por conflito de interesses.

A investigação policial, muito bem conduzida pela experiente e destemida delegada Nilmar da Gama Rocha, da Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP), apontou que Júlio César e Carlos Alberto foram punidos pelos comparsas porque estavam levando vantagem sobre o resto do bando, atuando paralelamente para obter ganhos sem repartir com os demais membros da facção.

Este é, sem dúvida, um dos casos mais graves a envolver policiais maranhenses e requer resposta implacável da cúpula da SSP e, posteriormente, da Justiça. Mais do que uma questão de moralização, a imposição de penas severas a todos os culpados é um meio de preservar o pleno funcionamento do sistema de segurança, abalado em suas estruturas pelos crimes hediondos cometidos por alguns de seus integrantes e obrigado a cortar na própria carne para se manter em condições de proteger a sociedade.

É preciso reconhecer o mérito das forças de segurança pública na elucidação do caso. Mas não se deve ignorar, nem esquecer que a vigilância da imprensa e de blogs não atrelados ao Palácio dos Leões, a determinação dos deputados estaduais Wellington do Curso (PP) e Sousa Neto (Pros) ao cobrar insistentemente do governo a intensificação das investigações e os apelos desesperados de esposas, filhos, pais e irmãos do cabo e do soldado impediram que a omissão que prevalecia inicialmente levasse à impunidade.

sem comentário »

Para Wellington, governo Flávio Dino é insensível por cortar 21,7% dos salários de servidores

0comentário

Wellington alertou que o corte causará um dano econômico e social indescritível aos servidores

Durante a sessão plenária desta terça-feira (30), o deputado estadual Wellington do Curso (PPS) utilizou a tribuna para reafirmar seu compromisso em defesa dos servidores públicos do Maranhão. Dessa vez, o parlamentar reforçou o seu posicionamento contra o corte dos 21,7% nos salários dos servidores públicos do Judiciário, do Ministério Público do Maranhão e do Tribunal de Contas do Estado.

“Desde 2015, solicitamos a atenção quanto ao 21,7%. Ressaltamos não apenas o mero percentual de 21,7%, mas a possibilidade de se estabelecer o diálogo entre o Governo e os servidores públicos. Em 2016, enfatizamos, novamente, esse posicionamento em defesa dos servidores públicos. Bem sabemos do fundamento jurídico que permeia a Ação Rescisória, mas destacamos em 2015 e em 2016, o fundamento social, que deve ser preponderante. Se é um fato que o Estado não pode arcar com um débito, também é um fato que a medida de tirar adicional de 21,7% dos servidores públicos acarretará um dano econômico e social indescritível. Se seria inviável conceder o 21,7%, a inviabilidade é ainda maior quando se analisa os conseguintes sociais que tal corte implicará. Com essa atitude, o Governo mostra ser insensível e prejudica inúmeros servidores públicos. Ser contra o corte de 21,7% não é favor. É coerência e eu deixo aqui o meu apoio incondicional aos que não estão trabalhando por gentileza ou favor de ninguém, mas sim por merecimento de quem estudou e foi aprovado em concurso público. Reafirmo o meu compromisso com o servidor público estadual”, pontuou Wellington.

O julgamento do Incidente de Resolução de Demanda Repetitiva (IRDR) teve início na última quarta-feira (24). A Procuradoria-Geral do Estado (PGE) ajuizou uma rescisória, que está sobrestada aguardando a decisão do Pleno do TJ-MA, se uniformiza ou não o entendimento das Câmaras Cíveis Reunidas acerca do caso.

sem comentário »

Aprovado projeto de Zé Inácio que prevê vigilância armada por 24 horas em agências bancárias

0comentário

Zé Inácio frisou que o projeto, também, vai contribuir para gerar mais oportunidade de emprego para a categoria dos vigilantes

O Plenário aprovou, na sessão desta terça-feira (30), o Projeto de Lei Nº 236, de autoria do deputado Zé Inácio (PT), que dispõe sobre a contratação de vigilância armada para atuar 24 horas por dia nas agências bancárias públicas e privadas e nas cooperativas de créditos, inclusive em finais de semana e feriados.

Ao fazer a defesa de seu projeto na tribuna, o deputado Zé Inácio salientou que esta proposição foi elaborada em sintonia com o Sindicato dos Vigilantes do Estado do Maranhão. Porque este projeto, segundo o deputado, além de garantir maior segurança aos estabelecimentos bancários, “visa acima de tudo valoriza a vida. Logicamente que tem outras questões que são importantes no âmbito desse projeto, mas acima de tudo se valoriza a vida com mais segurança nos estabelecimentos bancários.”

Zé Inácio frisou que o projeto, também, vai contribuir para gerar mais oportunidade de emprego para a categoria dos vigilantes, que hoje atua em vários estabelecimentos do Maranhão.

“Somam mais de 10 mil vigilantes, mas nas agências bancárias, nos grandes centros, na maioria das cidades do Maranhão, não chegam nem a 500. Pouco mais de 400 vigilantes atuam em estabelecimentos bancários. E isso também demonstra a necessidade deste projeto”, assinalou o deputado.

Ele acrescentou que a ideia é que este projeto reforçará um conjunto de ações do Sistema de Segurança Pública do Estado, na medida em que os assaltos e roubos nos estabelecimentos bancários, inclusive em caixas eletrônicos, têm acontecido em mais de 80% no período noturno.

Atualmente a maioria dos assaltos ocorre em finais de semana e feriados, período em que as agências não dispõem de segurança privada. “Essa medida contribui com a segurança pública, tendo em vista que aumenta a possibilidade de parceria entre a segurança privada com a Polícia Militar. Os vigilantes, portanto, atuarão de forma preventiva, tendo em vista que ficarão 24h nas agências e, com certeza, evitarão futuros roubos e assaltos nos estabelecimentos bancários”, destacou.

Zé Inácio reafirmou a ideia da geração de emprego. “A medida também gerará emprego para essa categoria de vigilantes que também é muito aguerrida e precisa que a sua corporação seja valorizada”, salientou.

Os deputados Bira do Pindaré (PSB), Valéria Macedo (PDT), Sousa Neto (Pros), Cabo Campos (DEM) e Sérgio Vieira (PEN), Professor Marco Aurélio (PCdoB) e Wellington do Curso (PP) manifestaram apoio ao projeto, frisando que se trata de uma matéria da maior importância para reforçar a política de Segurança Pública do Estado.

“Muito se cobra do Poder Público em relação à segurança, e é correto, mas é mais correto ainda cobrar dos bancos, porque ninguém nesse País lucra mais do que banco. E os bancos devem investir em segurança pública. Portanto, é uma luta necessária que vai gerar oportunidade de emprego, mas, sobretudo, vai fortalecer uma necessidade fundamental da população, que é mais segurança bancária”, declarou Bira do Pindaré, primeiro deputado que ocupou a tribuna para elogiar o projeto do deputado Zé Inácio.

Fonte: Agência Assembleia

sem comentário »

“Nosso Bailinho” com belas vozes e em clima de São João

0comentário

Marco Duailibe, Camila Boueri, Emanuel de Jesus e Luciana Pinheiro cantarão ritmos diversos

Os cantores Marco Duailibe, Camila Boueri, Emanuel de Jesus e Luciana Pinheiro vão estar na nova edição do projeto “Nosso Bailinho”, que acontece dia 10 de junho, no Espaço Gaia.

O grupo promete muitas novidades na edição, que marca um ano da festa dançante, cantando sucessos que marcaram gerações, em todos os ritmos, além de uma sequência, com o melhor do São João do Maranhão.

A realização é da Interart Produção Criativa, em parceria com Divas Studio de Beleza e Elis Matos Assessoria.

sem comentário »