Policial militar põe arma na cabeça de motorista da

0comentário


Secretaria de Turismo na praça João Lisboa

Uma discussão de trânsito entre um policial militar e um motorista da Secretaria Estadual de Turismo ocorrida há cerca de duas horas, em pleno Centro, quase termina em tragédia.

O motorista Israel Pereira Viana e o policial militar identificado como Manoel Vitorino trafegavam, ambos em carros particulares, pela rua da Paz, por volta do meio-dia e meia, quando começaram a se desentender.

Segundo testemunhas, o PM, que estava à paisana, teria ficado irritado porque o outro condutor desenvolvia baixa velocidade à sua frente e passou a pressioná-lo para fazer a ultrapassagem. Como o outro não deu espaço, Manoel fez uma manobra brusca. Assim que os dois veículos emparelharam, Israel teria ameaçado o policial de morte e feito um gesto obsceno com o dedo médio de uma das mãos.

Furioso, o PM seguiu o outro motorista até a praça João Lisboa. Israel estacionou seu carro em frente ao escritório central dos Correios. O militar parou logo atrás, foi em direção ao rival, arrancou-o de dentro do carro, para em seguida encostar um revólver em sua cabeça. Dezenas de pessoas que presenciaram a cena ficaram assustadas.

Contidos os ânimos, os dois seguiram para o Plantão Central da Beira-mar para registrar ocorrência. Lá, foram informados de que ali só se fazem registros em caso de flagrante. Manoel e Israel se dirigiram, então, ao 1º Distrito Policial, na rua da Palma, onde foi lavrado um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO).

Sem comentário para "Policial militar põe arma na cabeça de motorista da"


deixe seu comentário