Cutrim acionará MP para obrigar Eurídice Vidigal

3comentários


a esclarecer contrato firmado com a Cefor


Cutrim: Eurídice precisa esclarecer contrato com a Cefor

O presidente da Comissão de Segurança Pública e Cidadania da Assembléia Legislativa, deputado Raimundo Cutrim (DEM), informou que entrará com representação no Ministério Público Estadual para obrigar a Secretaria de Segurança Cidadã a esclarecer a contratação da Cefor para ministrar cursos de tiro a policiais civis e militares. A empresa de segurança privada recebeu R$ 51.900,00 pelo contrato, cuja duração é de 30 dias, com possibilidade de prorrogação por igual período.

Cutrim quer que a secretária Eurídice Vidigal informe as datas das aulas de manuseio de armas de fogo. O objetivo é comprovar se houve mesmo o curso, já que a empresa recebeu dinheiro público para prestar o serviço.

Segundo ele, intriga o fato de o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Antônio Pinheiro Filho, ter assegurado que nenhum membro da tropa participou de curso de tiro ministrado pela empresa de segurança privada. O presidente do Sindicato dos Policiais Civis, Amon Jessen, também afirmou desconhecer a realização desse tipo de capacitação.

“Se o contrato foi firmado, mesmo que a gente não concorde, é preciso apurar se houve mesmo o curso”, salientou o parlamentar.

3 comentários para "Cutrim acionará MP para obrigar Eurídice Vidigal"


  1. Chiquinho

    Essa secretaria ta ficando é doida, cutrim da uma ajuda pra ela, quando vc estava na secretaria nós não tinhamos esses altos indice de criminalidades, ou então soltem Ilze Gabina e Luis Moura para ajudar ela…

  2. Anônimo

    Enquanto isso falta combustível para as viaturas da PC em Zé Doca e outras cidades. E as viaturas danificadas ficam todas paradas na garagem da SESEC sem ter oficina para consertar, as vezes até por falta de um cabo de acelerador, bateria ou cabo de embreagem.

  3. Anônimo

    Policiais Militares treinados com 20 tiros (10 de revolver .38 e 10 de pistola .40), por isso que querem contratar a Cefor, pois para formar um vigilante são no mínimo 75 tiros.

deixe seu comentário