Candidato a imortal

3comentários

Da coluna PH

Imortal: Pautar quer cadeira na AML

O professor Paulo de Tarso Nascimento Moraes lançou-se candidato à cadeira 16 da Academia Maranhense de Letras, que ficou vaga com a morte do jornalista e ex-deputado Neiva Moreira e que um dia já foi ocupada por seu pai, Paulo Augusto Nascimento Morais, profissional de imprensa e escritor que marcou época no Maranhão no século passado.

Pautar, como é conhecido por alunos, amigos e colegas de ofício, já expôs a mais de uma dezena de imortais seu interesse em ingressar na AML. Ele enumera três motivos para pleitear a vaga: o centenário de nascimento do seu pai, este ano; o fato de atualmente não haver nenhum membro da família Nascimento Moraes na academia e o reconhecimento pessoal e profissional pelos 30 anos como docente de língua portuguesa.

Foto: Biné Morais/O Estado do Maranhão

 

3 comentários para "Candidato a imortal"


  1. Luiz Eduardo

    Pautar é um excelente professor de Português, lembro muito bem de suas aulas no Colégio Batista nos idos de 1998. Não sabia que ele era membro da família Nascimento Moraes, uma família de jornalistas, escritores e poetas, a exemplo de seu próprio pai Paulo Nascimento Moraes, Nascimento Moraes Filho e do maior de todos, José Nascimento Moraes, autor do clássico “Vencidos e Degenerados” e do polêmico “Puxos e Repuxos”. Boa sorte a você, Professor, nesse caminhada!!! Valeu pelo post, caro Daniel!!!

  2. ferreira filho

    parabéns, vc merece e nos gradecemos

  3. FERNANDO REIS

    EU NÃO CONHEÇO A PRODUÇÃO LITERÁRIA DELE, AML VIROU FEUDO?! PORQUE SÓ ASSIM LEGITIMARIA O SEGUNDO ARGUMENTO DE QUE NÃO HÁ MAIS UM NASCIMENTO DE MORAES NA ACADEMIA. SE ELE TEM PRODUÇÃO LITERÁRIA RELEVANTE, ENTÃO DEVE SE CANDIDATAR, COM OUTROS TALENTOSOS ESCRITORES NOTADAMENTE ESQUECIDOS PELA ACADEMIA MARANHENSE DE LETRAS.

deixe seu comentário