Câmara em Pauta

0comentário

Estratégia anti-drogas

Para José Joaquim, ações devem envolver desde a atividade produtiva como geradora de emprego e renda, até a prática de esporte e lazer, educação de qualidade, saúde e segurança pública

Para José Joaquim, ações devem envolver desde a atividade produtiva como geradora de emprego e renda, até a prática de esporte e lazer, educação de qualidade, saúde e segurança pública

O governador Flávio Dino, o secretário de Estado de Segurança, Jefferson Portela, e o comandante geral da Polícia Militar, coronel Marco Antonio Alves, estão sendo acionados pelo vereador José Joaquim (PSDB), solicitando “a implantação de ações estratégicas interligadas com foco na prevenção do uso de drogas”. Essas iniciativas, conforme indicação do vereador tucano, devem envolver “desde a atividade produtiva como geradora de emprego e renda, até a prática de esporte e lazer, educação de qualidade, saúde e segurança pública”, pontua ele.

Estratégia anti-drogas II

Para dar maior sustentação ao seu pleito, José Joaquim aponta como uma das causas “a explosão demográfica versus planejamento estratégico”, argumenta ele completando que “tivemos um crescimento populacional que exige incremento de políticas públicas em todos os níveis, federal, estadual e municipal”. Segundo o social democrata devido a insuficiência de políticas públicas, “temos um País de poucas oportunidades reais que permite, entre outros negócios para o jovem, a porta para o tráfico de drogas”. Concluindo, José Joaquim diz que “diante dessa situação urge estratégias na prática que alterem essa realidade e ofereçam aos jovens perspectivas de êxito em caminhos de cidadania”.

PSL discute eleições 2016 e 2018

Vereador Chico Carvalho é o presidente estadual do PSL

Vereador Chico Carvalho é o presidente estadual do PSL

O Partido Social Liberal (PSL), estará realizando, no próximo dia 11 de dezembro, o seu I Encontro Estadual, que acontecerá das 9 às 13 horas, no auditório Neiva Moreira, na Assembleia Legislativa, com o objetivo de discutir os rumos do partido nas eleições de 2016, mas com foco para o pleito estadual de 2018. A informação é do presidente estadual daquela agremiação política, vereador Francisco Carvalho. De acordo com Chico Carvalho, a cúpula nacional do partido, representada pelo presidente Luciano Bivar, o primeiro secretário Roberto Siqueira e o coordenador geral, Pedro Clemente, deverá participar do evento, que terá a participação de membros de todos os municípios do Maranhão.

PSL discute eleições 2016 e 2018 II

Carvalho destaca ainda que pelas determinações da Executiva Nacional, o PSL no Estado deverá seguir as normas estabelecidas para as próximas eleições. “O PSL não pode ficar o reboque de prefeitos, pois deverá buscar espaço próprio”, destacou. O dirigente partidário assinala que cada diretório e cada comissão provisória terão de fazer respeitar a fidelidade partidário e fortalecer a sigla. “Não podemos ficar como meros coadjuvantes nas disputas eleitorais. O PSL tem musculatura política no Maranhão e nosso objetivo é exatamente nos fortalecermos para embates futuros, cada município tem que ter um projeto político de poder”, resumiu Francisco Carvalho.

Sem comentário para "Câmara em Pauta"


deixe seu comentário