Wellington encerrará campanha do 1° turno com grande caminhada na Rua Grande

0comentário

wellington caminha rua grande

O candidato a prefeito de São Luís Wellington (PP) encerrará a campanha de rua, no primeiro turno, da mesma forma como começou: com uma grande caminhada na Rua Grande. O ato político será consagração do progressista como maior fenômeno eleitoral da capital, com crescimento das intenções de votos superior a todos os outros adversários juntos e chances  cada vez mais concretas de ser o novo prefeito da capital a partir de 1° de janeiro de 2017.

A caminhada de Wellington terá concentração a partir das 8h, na Praça João Lisboa, ponto de um partido que promete ser o maior acontecimento político da véspera da eleição.

“Você é nosso convidado para caminhar conosco rumo ao segundo turno!”, conclama Wellington.

sem comentário »

Em rede social, deputado Adriano Sarney faz campanha pelo voto consciente

0comentário

Em rede social, o deputado Adriano Sarney (PV) divulga vídeo de um pronunciamento feito na tribuna da Assembleia Legislativa em que faz campanha pelo voto consciente, apela ao eleitorado que zele pela democracia e às autoridades pela celeridade nestas eleições. Assista ao vídeo:

sem comentário »

Josemar Sobreiro prega eleições limpas em Paço do Lumiar

0comentário
Josemar colocou a Prefeitura à disposição dos órgãos envolvidos no processo eleitoral, como Polícia Militar, Civil, Corpo de Bombeiros e o TRE

Josemar colocou a Prefeitura à disposição dos órgãos envolvidos no processo eleitoral, como Polícia Militar, Civil, Corpo de Bombeiros e o TRE

“Conclamo a todos para uma eleição limpa e transparente em Paço do Lumiar. Esse é meu desejo e de todos os luminenses que têm o compromisso com o nosso município. Vamos às urnas, neste domingo (2), votar com consciência e responsabilidade para que nosso povo tenha mais oportunidades de uma vida melhor para os próximos anos”, pediu o atual prefeito de Paço do Lumiar Josemar Sobreiro, que concorre à reeleição pelo PSDB, nesta quinta-feira (29), em encontro político pelo município.

“Repudiamos qualquer tentativa de corrupção e de compra de votos em nossa cidade. Nossa campanha tem compromisso com a austeridade e a lisura. Paço do Lumiar alcançou a moralidade e a ética na atual gestão, e não vamos permitir que haja retrocesso na Administração Municipal”, enfatizou ele, durante sua caminhada política.

Sobreiro lamentou às vezes em que Paço do Lumiar foi motivo de escândalo, sendo destaque nas páginas policiais dos noticiários local e até nacional. “A sociedade está cansada de escândalos e de corrupção não só durante o processo eleitoral, como também nos anos de mandato. Como cidadão e eleitor, preguei, em meu discurso de campanha, uma corrida limpa, com dignidade e humildade, e sei que nosso povo não compactua com essas atitudes”, ressaltou.

Fiscalização

Uma das primeiras medidas de Josemar como prefeito foi extinguir cargos e cortar salários, a começar pelo seu, do seu vice e dos secretários

Uma das primeiras medidas de Josemar como prefeito foi extinguir cargos e cortar salários, a começar pelo seu, do seu vice e dos secretários

Josemar colocou a Prefeitura à disposição dos órgãos envolvidos no processo eleitoral, como Polícia Militar, Civil, Corpo de Bombeiros e o TRE. “O cidadão deve ser um fiscal do sistema eleitoral, e denunciar possíveis atos ilícitos. Estaremos prontos a colaborar com os organismos de segurança para que as eleições transcorram em clima tranquilo em todo o domingo”, informou.

Eleito prefeito pela primeira vez nas eleições de 2012 com a marca de 23.133 mil votos, ou seja, 62,30% dos votos válidos, Josemar conseguiu banir as práticas abusivas no município, que massacraram o povo por décadas. Sua gestão é marcada pela transparência nas contas e na aplicação dos investimentos públicos.

Ao assumir, herdou dívidas de gestões anteriores que ultrapassavam R$ 60 milhões. A Educação estava sucateada e a população padecia por falta de atendimento médico. Enfrentou inúmeras dificuldades, como a como alta inflação, recessão financeira, crise política econômica, redução do Fundo de Participação Municipal (FPM) em 30%, suspensão dos recursos federais, falta de pagamento de convênios.

Uma das primeiras medidas adotadas logo no inicio do governo, foi a de extinguir cargos e cortar salários, a começar pelo seu, do seu vice-prefeito e dos secretários. Ao contrário de muitas cidades maranhenses, ele mantém a regularidade no pagamento dos salários do funcionalismo, incluindo também, o dos inativos e aposentados, após conseguir reestruturar o PrevPaço, serviço de previdência local.

Mesmo com o cenário desfavorável e com tantos desafios, o prefeito aglutinou forças com sua equipe e planejou de forma estratégica a administração

Mesmo com o cenário desfavorável e com tantos desafios, o prefeito aglutinou forças com sua equipe e planejou de forma estratégica a administração

Mesmo com o cenário desfavorável e com tantos desafios, aglutinou forças com sua equipe e planejou de forma estratégica a administração, na busca pelo fortalecimento das políticas públicas que contribuíssem para o desenvolvimento do município e de melhorias de vida da população.

Em busca da renovação do seu mandado, ele tem como vice, a professora Ana Paula Pires (PDT). Josemar promete mais mudanças e mais avanços na condução do governo municipal. “Vamos priorizar ainda mais, caso sejamos eleitos, o fortalecimento de uma gestão compartilhada com a população, fomentando o crescimento da economia para a geração de emprego e renda, investimentos de infraestrutura e em reformas dos serviços públicos”, concluiu.

sem comentário »

Após novos ataques incendiários, sindicato deve reduzir frota de ônibus

0comentário
Ônibus incendiado no Recanto dos Vinhais

Ônibus incendiado no Recanto dos Vinhais

O Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviário do Maranhão estuda a possibilidade de reduzir a frota de ônibus após a nova onda de ataques incendiários a ônibus em São Luís, registrada ontem à noite, com saldo de três coletivos queimados e seis tentativas. A medida será tomado diante da incapacidade da Polícia Militar de oferecer escolta a todos as linhas, o que deixa o sistema de transporte e seus trabalhadores vulneráveis à ação criminosa.

A proposta de redução da frota será discutida esta manhã, em reunião da diretoria da entidade. Caso seja concretizada, a diminuição do número de coletivos nas ruas causará grave transtorno à população, que ficará privada do seu principal meio de locomoção.

Faltando dois dias para a a eleição, é cada vez maior a possibilidade de esvaziamento das seções de votação, o que pode interferir no resultado do pleito.

Em pânico, a população tem evitado as viagens de ônibus, pois sabem que a qualquer momento os bandidos podem voltar a agir.

sem comentário »

TSE defere força federal para mais 7 municípios do Maranhão

0comentário

Na noite desta quinta-feira, os ministros Henrique Neves e Luciana Lóssio aprovaram, ad referendum do Plenário, o envio de tropas da federais para outros nove municípios: Tabatinga e Beruri, no Amazonas; São Luís, São José de Ribamar, Vitorino Freire, Santa Inês, São Domingos do Maranhão, Paço do Luminar e Raposa, no Maranhão.

Com a decisão, soma em 52 o número de municípios maranhenses que receberão tropas federais durante as eleições 2016.

Fonte: Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MA)

sem comentário »

A coragem e a atitude de Wellington contra a tirania palaciana

0comentário

O candidato a prefeito de São Luís Wellington (PP) protocolou, no final da tarde desta quinta-feira (29), quatro requerimentos na Assembleia Legislativa:

1. Ao procurador Eleitoral para investigar a denuncia;

2. A Polícia federal para instaurar inquérito;

3. Convocando o Secretário Márcio Jerry para prestar esclarecimentos no dia 4 de outubro, na Assembleia legislativa;

4. Convocando o Secretário Jeferson Portela para prestar esclarecimentos no dia 4 de outubro, na Assembleia legislativa;

Seguem cópias dos requerimentos:

wellington coragem

wellington coragem2

wellington coragem3

wellington coragem4

sem comentário »

Bailinho na Kathedral

0comentário

bailinho

Sexta-feira dia 30 de setembro, a partir das 22h sabe o que vai rolar Kathedral? Bruno Shinoda, Levada do Teco e o Dj Flávio Durans animam a pista com os hits mais tocados nos bailes por todo o Brasil. É o melhor, caipiroska liberada para a mulherada até meia noite.

Mais um evento assinado pelos donos do pedaço: João Marcelo, Alexandre Dourado e Clayton Macedo (O Jackie Chan).

Ingressos Antecipados: Lacoste Holandeses e IPhone Center Em frente o Tropical

Masculino: R$ 40,00

Feminino: R$ 30,00

sem comentário »

Wellington repudia injúria de Márcio Jerry e processará secretário

0comentário

Encontrava-me hoje na praça D. Pedro II gravando um programa de televisão e, também, concedendo uma entrevista à TV Mirante, quando, um pouco adiante, um grupo de esposas e parentes de presidiários se aglomerava em frente ao Palácio dos Leões, solicitando um encontro com membros do governo.

Ao verem os equipamentos de televisão que faziam a minha gravação e, a partir daí, me reconhecerem, algumas delas se aproximaram para pedir alguns selfies, algo que, como candidato a prefeito, sempre me ocorre quando saio às ruas de São Luís.

Tratei todas elas com o respeito e a sobriedade com que sempre trato as pessoas. Nada além disso.

Para minha surpresa e indignação, tomei conhecimento de que o secretário de Comunicação e Articulação Política do Estado, o inquieto e fanfarrão Marcio Jerry, cometeu a irresponsabilidade de acusar-me de associação com o crime organizado, utilizando, para isso, as redes sociais e os blogs de sua facção, todos financiados com a verba publicitária do Governo do Estado.

Claro que essa iniciativa tem um escancarado objetivo eleitoreiro, quando faz o uso ardiloso das redes sociais, especialmente na véspera das eleições e já encerrada a propaganda eleitoral, com a visível intenção de impossibilitar-me o amplo e necessário esclarecimento à população. Uma covardia a mais.

Por tudo isso, venho comunicar aos meus conterrâneos que estou ingressando em juízo para processar o referido agressor, dentro do que faculta o artigos 243 da Lei 4.737/65 e artigos 17 e 18 da Resolução TSE 23457/2015, tudo com o objetivo de reprimir essa e tantas outras atitudes rasteiras com que o secretário Marcio Jerry busca interferir fraudulentamente no processo eleitoral.

sem comentário »

MPE vai apurar desvio de R$ 33 milhões de contrato com o ISEC na gestão de Edivaldo

0comentário

isec 33

O procurador regional eleitoral Thiago Ferreira de Oliveira encaminhou aos promotores eleitorais das zonas eleitorais de São Luís uma representação referente a prática de abuso de poder na gestão do prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT). Trata-se do episódio que ficou conhecido como “caso ISEC”, que resultou no desvio de cerca de R$ 33 milhões dos cofres públicos municipais, por meio de um contrato firmado com uma instituição educacional.

O Instituto Superior de Educação Continuada (ISEC) foi contratado via processo administrativo de dispensa de licitação pela Secretaria Municipal de Governança Solidária de Orçamento Participativo (SEMGOP) para promover ações de “aculturamento das discussões sociais” e de “mapeamento das entidades sociais do município e sua regularidade”.

Desvio de finalidade

A iniciativa resultaria em ações de grande relevância para a população e para a própria administração pública, se não tivesse havido desvio de finalidade. Trabalhadores contratados para tocar o projeto denunciaram ao Ministério Público Estadual, após ficarem vários meses sem receber salários, que a informação repassada a eles foi de que a verba seria fracionada entre vereadores aliados ao prefeito e secretários municipais, que redistribuiriam o dinheiro para cabos eleitorais e lideranças.

Em seus depoimentos ao promotor de Justiça Lindonjonson Gonçalves de Sousa, responsáveis pelo caso, os colaboradores revelaram que cada aliado de Edivaldo Holanda Junior teria recebido em média de 30 cargos para distribuir para seus apoiadores.  Segue cópia da representação:

isec desvio

sem comentário »

Seguido e monitorado por Hylux misteriosa, Wellington cobra investigação da PF

0comentário
Hylux misteriosa seguiu e fotografou Wellington em pleno Centro de São Luís

Hylux misteriosa seguiu, monitorou e fotografou Wellington em pleno Centro de São Luís

Após ter sido seguido, monitorado e fotografado por uma caminhonete misteriosa, no início da manhã desta quinta-feira, em pleno Centro, o candidato a prefeito de São Luís Wellington (PP) demonstrou estar preocupado com sua integridade física. Em memorando encaminhado ao presidente da Assembleia Legislativa, ele cobrou que o episódio seja investigado pela Secretaria de Segurança Pública e pela Polícia Federal.

Placa da Hylux não foi encontrada na base de dados do Denatran

Placa da Hylux não foi encontrada na base de dados do Denatran

Wellington foi seguido por uma Toyota Hylux, de placa OJB-2761, de São Luís, com vidros cobertos por película fumê, o que impediu a identificação dos ocupantes. Consulta feita pelo candidato na base de dados do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), a partir da placa da Hylux, deu como resultado “veículo não encontrado”, ou seja, a placa pode ter sido falsificada para impedir o rastreamento dos autores.

Vice-líder em todas as pesquisas de intenções de votos para a sucessão municipal, que apontam tendência de segundo turno, Wellington teme sofrer um atentado.

O receio foi reforçado pelo assassinato do candidato a prefeito do município Itumbiara (GO) José Gomes da Rocha (PTB), ocorrido ontem. Zé Gomes foi alvejado por vários tiros durante a primeira e única carreata da sua campanha.

Abaixo, cópia do memorando encaminhado por Wellington ao presidente da AL:

wellington memorando

sem comentário »