Vídeo: Flávio Dino vai a Caxias lamentar “tempo de vacas magras”

2comentários

Em visita à cidade de Caxias, no último fim de semana, o governador Flávio Dino (PCdoB) fez uma declaração surpreendente. Alegou que o tempo é de “vacas magras” para justificar a redução drástica de repasses financeiros da sua gestão à prefeitura local.  Detalhe: a suposta falta de receita ocorre mesmo tendo o comunista encontrado R$ 2 bilhões em caixa, oriundo de empréstimo contraído junto ao BNDES, com o aumento do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) e tantos outros mecanismos criados pelo atual governo para arrecadar mais.

Ao discursar no encontro com o prefeito caxiense, Fábio Gentil (PRB), o governador se pôs a lamentar. Também presentes à reunião, o presidente da Assembleia Legislativa, Humberto Coutinho (PDT); o deputado federal Weverton Rocha (PDT); e o presidente da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem) e prefeito de Tuntum, Cleomar Tema, acompanharam a fala com ar de preocupação e não conseguiram esconder o mal estar.

“Vivemos um tempo de vagas muito magrinhas. Tem hora que a gente nem acha a vaca. Essa é realidade da prefeitura e a realidade do governo também”, afirmou Dino, sem que ninguém da mesa ou da plateia sorrisse da da sua tentativa de fazer piada com uma situação extremamente grave.

A declaração do comunista surpreende mais ainda se confrontada com os gastos altíssimos da sua administração com propaganda, nomeações de aliados políticos e até com aluguéis de aeronaves, o que deixa clara a má gestão de recursos. Assista ao vídeo:

2 comentários para "Vídeo: Flávio Dino vai a Caxias lamentar “tempo de vacas magras”"


  1. Há dois meses, blog alertou para aluguel controverso da Clínica Eldorado por Flávio Dino – Daniel Matos

    […] Vídeo: Flávio Dino vai a Caxias lamentar “tempo de vacas magras” […]

  2. Atual7

    […] meio a, segundo o próprio governador Flávio Dino (PCdoB), tempos de cofres completamente vazios e que nem vacas magras se têm, a Secretaria de Estado da Comunicação e Assuntos Políticos (Secap) resolveu aditar, pela […]

deixe seu comentário