Profissionais de saúde do Hospital Carlos Macieira ainda não receberam salários de agosto

0comentário

Hospital Carlos Macieira é administrado por terceirizada, que ainda não pagou salário de agosto a profissionais

Cerca de 1 mil profissionais de saúde que trabalham no Hospital Carlos Macieira e que mantêm vínculo empregatício com a terceirizada Gerir ainda não receberam os salários do mês de agosto. O pagamento, que costuma sair todo dia 30, deveria ter sido efetuado até o quinto dia útil deste mês, mas até agora não há previsão de quando será creditado.

Estão sem vencimentos enfermeiros, técnicos de enfermagem, fonoaudiólogos, maqueiros e trabalhadores que fazem serviços gerais. Em contato com a matriz da Gerir, em Minas Gerais, os servidores foram informados que a Secretaria Estadual de Saúde (SES) já fez o repasse de agosto à terceirizada e que todos os outros profissionais contratados pela empresa, lotados em outras unidades de saúde do Estado, já receberam seus vencimentos.

Dissídio

Também está pendente, desde fevereiro, o pagamento do dissídio coletivo aos enfermeiros. Como não houve acordo entre a empresa e o sindicato da categoria na última negociação salarial, a Justiça trabalhista arbitrou um percentual de reposição salarial à classe, até hoje não repassado aos servidores.

O atraso salarial impõe uma segunda obrigação ao governo: a de fiscalizar o pagamento aos servidores, que têm a árdua missão de salvar vidas e não podem, em hipótese alguma, ficar insatisfeitos no ambiente de trabalho, para que seu desempenho não seja comprometido.

Sem comentário para "Profissionais de saúde do Hospital Carlos Macieira ainda não receberam salários de agosto"


deixe seu comentário