Piloto de fuga condenado por morte de Décio Sá está foragido após saidinha

0comentário
Marcos Bruno não retorno da saída temporária do Dia das Crianças

O presidiário Marcos Bruno Silva de Oliveira, 30 anos, condenado pela Justiça a 18 anos de reclusão por envolvimento no assassinato do jornalista Décio Sá, em 2012, está foragido do sistema prisional do Maranhão. Ele foi um dos 864 detentos beneficiados pela 1ª Vara de Execuções Penais com a última saída temporária do Dia das Crianças e está entre os 26 que não retornaram aos presídios onde cumprem suas penas.

Marcos Bruno deixou o Complexo Penitenciário de Pedrinhas no dia 9 deste mês por força de uma portaria assinada pelo juiz titular da 1ª VEP, Márcio de Castro Brandão, e deveria ter retornado ao presídio no último dia 15. Como não voltou, passou a ser considerado foragido, o que deve complicar ainda mais sua situação perante a Justiça.

A investigação apontou que Marcou Bruno foi o piloto da moto que levou o pistoleiro Jhonathan de Sousa Silva à Avenida Litorânea, na noite de 23 de abril de 2012, para executar Décio Sá, após seguir o jornalista desde o prédio sede do Grupo Mirante, onde o profissional de imprensa trabalhava.

Décio, que era repórter de Política do jornal O Estado do Maranhão e autor do blog mais acessado no estado na época, foi executado com cinco tiros de pistola .40 dentro de um bar que costumava frequentar na orla.

Após o crime, Marcos Bruno levou o matador de aluguel a um trecho de dunas, ponto a partir do qual ele tomou rumo ignorado, até ser preso, menos de dois meses depois.

Sem comentário para "Piloto de fuga condenado por morte de Décio Sá está foragido após saidinha"


deixe seu comentário