MAC fica a um mata-mata da Série C

3comentários

O Maranhão empatou com o Santos-AP, por 2 a 2, no Estádio Zerão, em Macapá e venceu nos pênaltis por 4 a 3, garantido a classificação para o mata-mata de acesso à Série C em 2018.

O MAC chegou a estar na frente do placar por das vezes, mas acabou cedendo o empate e a decisão teve que ir para a cobrança de pênaltis.

O adversário da próxima fase será o Operário-PR que passou nos pênaltis contra o Espírito Santo.

A primeira partida será no domingo (6), no Estádio Castelão, em São Luís e a partida de volta no Paraná, no outro domingo (13).

Os outros confrontos são: Juazeirese-BA x América-RN, URT-MG x Globo-RN e São José-RS x Atlético-AC.

Campanha do Maranhão:

Potiguar-RN 0 x 0 Maranhão
Maranhão 3 x 0 Ríver-PI
Maranhão 1 x 0 Guarany de Sobral-CE
Guarany de Sobral-CE 2 x 1 Maranhão
Ríver-PI 2 x 1 Maranhão
Maranhão 3 x 0 Potiguar-RN
Maranhão 2 x 0 Rio Branco-AC
Rio Branco-AC 1 x 1 Maranhão
Maranhão 2 x 2 Santos-AP
Santos-AP 2 x 2 Maranhão (3 x 4 nos pênaltis)

Campanha do Operário-PR:

Operário-PR 1 x 0 Brusque-SC
São Paulo-RS 1 x 0 Operário-PR
Operário-PR 1 x 0 XV de Piracicaba-SP
XV de Piracicaba 0 x 1 Operário-PR
Operário-PR 3 x 1 São Paulo-RS
Brusque-SC 1 x 0 Operário-PR
Desportiva-ES 0 x 2 Operário-PR
Operário-PR 2 x 1 Desportiva-ES
Espírito Santo-ES 1 x 0 Operário-PR
Operário-PR 1 x 0 Espírito Santo-ES (3 a 2 nos pênaltis)

Foto: Rosivaldo Nascimento

3 comentários »

Carolina diz que ‘entrevista’ é uma farsa

3comentários

A advogada Carolina Costa, irmã da publicitária Mariana Costa, morta pelo cunhado Lucas Porto, em seu apartamento, por exfixia, após estuprá-la, em novembro do ano passado utilizou as redes sociais quebrou o silêncio e se manifestou nas redes sociais após a entrevista concedida pela empresária Heliene Porto, mãe do assassino confesso Lucas Porto.

Carolina Costa reagiu a afirmação que houve adultério consensual e disse que a “entrevista”é uma grande farsa.

“Minha vida não é novela então me reservo em ficar em silêncio dos fatos que tenho vivido mas não posso ficar calada quando ela diz” foi um adultério consensual”. Isso é demais, cruel, perversão e também é crime”, afirmou.

Carolina que foi casada com Lucas Porto diz que Heliene usa mentiras apenas para livra o filho.

“O que me causa dor é essa senhora saber a verdade e usar de mentiras para apenas livrar o seu filho. O seu amor de não lhe dá esse direito. Tudo na vida tem consequências e ainda assim mesmo depois de um crime hediondo pedir para ser divulgada tamanha mentira e blasfêmia é no mínimo insensato. Será que a dor da minha família não basta?”.

Veja na íntegra o desabafo de Carolina Costa:

“A “entrevista” é uma grande farsa. Depois do que aconteceu com Mariana e a forma que a família conduziu e continua agindo posso dizer que espero tudo. Estamos prontos. Eles vem contra nós com mentiras e vamos com a verdade.

Minha vida não é novela então me reservo em ficar em silêncio dos fatos que tenho vivido mas não posso ficar calada quando ela diz” foi um adultério consensual”. Isso é demais, cruel, perversão e também é crime.

Primeiramente se você assistiu a entrevista, pode constatar que ela deixa claro que ele não tem distúrbio nenhum.

No momento em que fala em Adultério para uma jornalista, entendo que a mesma está ofendendo a honra da minha irmã, o que é crime de calúnia com responsabilidades criminais e cíveis.

O que me causa dor é essa senhora saber a verdade e usar de mentiras para apenas livrar o seu filho. O seu amor de não lhe dá esse direito. Tudo na vida tem consequências e ainda assim mesmo depois de um crime hediondo pedir para ser divulgada tamanha mentira e blasfêmia é no mínimo insensato. Será que a dor da minha família não basta?

Ela deixou bem claro seu objetivo, porém a Sra. Heliene não tem esse direito. Isso não é defender um filho. Isso é desespero pois sabem que não existe outra saída além do Júri e “eles” tentam a todo custo manchar a memória da minha irmã, como forma de mexer com a opinião pública. Isso é tudo menos amor de mãe !

Amor não é enganoso.

Isso é perversidade com minha família. E o fato de não demostrar nenhum remorso com a morte da minha irmã é no mínimo sem comentários.

Eu também vi um sentido provocativo, como se quisesse desestabilizar a minha família.

Não conseguiu e nem vai pois esperamos confiantemente.

Na vida a lei da semeadura não falha” o que se planta, se colhe”. #Faça o Bem e Aparte-se do mal.”

3 comentários »

Wellington critica ‘Maranhão da Propaganda’

1comentário

Na televisão, as escolas estão reformadas. No jornal, os hospitais não estão superlotados e nem falta medicamento. No informativo, o esporte do Maranhão está muito bem. Foi pensando nisso que o Governo Flávio Dino (PC do B) suplementou em R$ 9 milhões o orçamento da Secretaria de Comunicação do Estado, priorizando os gastos com a divulgação de ações de seu Governo. Tal situação foi o ponto questionado pelo deputado Wellington do Curso (PP), que repudiou a ação do Governador de jogar dinheiro fora, sem qualquer responsabilidade, na divulgação do “Maranhão da propaganda”, enquanto a população padece com a triste realidade.

“Para aplicação em 2017, o Governador Flávio Dino reduziu o orçamento das Secretarias de Esporte e Mulher e aumentou em quase R$ 15 milhões o orçamento da Secretaria de Comunicação do Estado. Agora, mais uma vez, o Governador mostra o que importa de verdade para ele, isto é, a propaganda, ao suplementar em R$ 9 milhões a Secretaria de Comunicação. É isso mesmo: para divulgar o Maranhão das Maravilhas, o Governo Flávio Dino tira do povo e investe na propaganda”, disse Wellington.

O parlamentar lembrou ainda a contradição do Governador, já que recentemente aumentou a carga tributária sob o argumento de que era necessário em um cenário de “crise”.

“Recentemente, o Governador aumentou os impostos do nosso Estado. Fizeram isso sob a desculpa de que buscavam ao equilíbrio financeiro, ou seja, equilibrar receitas e despesas. Questionamos essa postura, até porque sabemos da realidade do maranhense. Só que agora, ao contrário do que disse antes, o Governador vem e retira recursos de onde? Da dívida ativa e destina para a propaganda. Absurdo! Para fazer propaganda, Governador Flávio Dino tira do povo e coloca mais R$ 9 milhões na Secretaria de Comunicação. Governador, francamente: pergunte ao Lucas, que mora embaixo da ponte, se ele está interessado em propaganda. Lucas queria uma escola de qualidade do Ensino Médio. Queria ter uma saúde de qualidade. Pergunte a Andressa Raquel, uma jovem de 13 anos que precisou vender água na rua para disputar um Mundial em São Paulo. Ela não fez isso porque quis não. Ela fez isso porque o Governo do Estado não investe no esporte. Se ainda assim Vossa Excelência ainda tiver dúvida, pergunte à torcida do Moto, à torcida do MAC e do Sampaio. Pergunte a eles se eles preferem aquele telão em que o Governo faz propaganda ou se gostariam de receber, de fato, incentivo ao esporte. A propaganda serve apenas para o próprio Palácio dos Leões”, afirmou Wellington.

Com a autorização do crédito suplementar, a Secretaria de Comunicação passa a ter mais de R$ 67 milhões para investir no “Maranhão das Maravilhas”, em que 574 escolas foram reformadas (na televisão) e há investimento na saúde e esporte. O que se questiona é o motivo pelo qual o Governador autorizou o crédito suplementar, já que haveria apenas 04 possibilidades para esse remanejamento de recursos, sendo elas: a) variações de preço de mercado dos bens e serviços a serem adquiridos para consumo imediato ou futuro; b) incorreção no planejamento, programação e orçamentação das ações governamentais; c) omissões orçamentárias; d) fatos que independem da ação volitiva do gestor. Em suma, em nenhuma das possibilidades se encaixa o remanejamento de R$ 9  milhões só para a Comunicação.

Veja mais

Foto: Agência Assembleia

1 comentário »