Edivaldo inicia obra do Ecoponto Itapiracó

0comentário

A Prefeitura de São Luís iniciou as obras do Ecoponto Itapiracó, no Cohatrac IV. O Ecoponto será o primeiro da região do Cohatrac e faz parte do pacote de cinco novos equipamentos anunciados pelo prefeito Edivaldo Holanda Júnior para serem entregues no primeiro semestre de 2019. A implantação dos novos Ecopontos integram a macro política de resíduos sólidos da Prefeitura e reforça o trabalho rotineiro de limpeza urbana na cidade que atualmente conta com 11 equipamentos em funcionamento.

O Ecoponto Itapiracó ficará localizado na Avenida Joaquim Mochel, Cohatrac IV. Atualmente, os Ecopontos mais próximos do Cohatrac são os do Angelim e Habitacional Turu. Entretanto, por se tratar de uma área bastante populosa e com pontos crônicos de descarte irregular, o bairro foi contemplado com o equipamento que está sendo construído próximo à área conhecida como Campo do Leozão.

Segundo a presidente do Comitê Gestor de Limpeza Urbana, Carolina Moraes Estrela, desde o início da implantação da política dos Ecopontos, a Prefeitura de São Luís estava realizando estudos técnicos para localizar uma área em que o equipamento de limpeza pudesse ser construído no bairro. “Esta região está no nosso planejamento desde que começamos a estruturar a política dos Ecopontos, mas somente agora foi possível iniciar, de fato, as obras. Com este Ecoponto vamos melhorar a limpeza na região e trazer diversos benefícios para os moradores”, afirmou.

Para conter o acúmulo de lixo no local, conhecido por ser ponto de descarte irregular, a Prefeitura matinha o serviço de remoção mecanizada de forma permanente na área. Como o terreno fica próximo à Área de Proteção Ambiental (APA) do Itapiracó, o descarte irregular na região representava risco de poluição ambiental, outro motivo que justificou a aprovação das licenças ambientais necessárias para a construção do Ecoponto na localidade.

Foto: Douglas Júnior

sem comentário »

Ecoponto Centro terá galpão de triagem

2comentários

O prefeito Edivaldo Holanda Júnior vistoriou, na manhã desta quinta-feira (3), as obras do novo Ecoponto que está em construção na Avenida Senador Vitorino Freire, no Anel Viário, área central de São Luís. Com 80% dos trabalhos concluídos, o Ecoponto, que irá somar a 11 outros já em pleno funcionamento, reforça as ações da Prefeitura na área da gestão dos resíduos sólidos, sendo essas um compromisso do prefeito com a população.

O equipamento vai beneficiar moradores de toda a cidade e mais diretamente os que vivem no Centro e em bairros vizinhos. O Ecoponto será o primeiro a contar com um galpão de triagem, que facilitará o processo de reciclagem, contribuindo ainda com o trabalho realizado pelas associações.

O galpão será entregue em regime de cessão à Associação de Catadores de Material Reciclável de São Luís (Ascamar), instalada atualmente na Rua de São Pantaleão. Além da limpeza da área, já foram construídas as baias onde os materiais serão descartados, área administrativa e banheiros.

“Este era um ponto de descarte irregular muito grande que tínhamos na cidade e que agora vai se transformar em um Ecoponto. A novidade é que teremos aqui um galpão de triagem. Com ele teremos oportunidade de trazer para este espaço a Ascamar. Vamos também formar e capacitar as pessoas que fazem parte da associação e instalar equipamentos necessários para o trabalho delas. Estamos falando de geração de emprego e renda”, disse o prefeito.

Edivaldo destacou ainda que São Luís é uma das capitais que está bastante desenvolvida na questão da reciclagem. “Temos toda uma cadeia funcionando como nunca se teve antes em São Luís. Conseguimos pôr fim ao Aterro da Ribeira e estamos em fase de licenciamento da Usina de Beneficiamento de Resíduos Inertes e temos 11 Ecopontos em pleno funcionamento e outros cinco em processo de implantação”, pontuou o prefeito.

Foto: A. Baeta

2 comentários »

Edivaldo visita obras do Ecoponto Centro

1comentário

O prefeito Edivaldo Holanda Júnior visita nesta quinta-feira (3), às 8h30, as obras do Ecoponto Centro. Localizado na Avenida Vitorino Freire, área próxima ao Anel Viário, o equipamento está com mais de 80% das obras concluídas e é o primeiro da cidade a contar com Galpão de Triagem instalado em área próxima, o que irá facilitar a logística de transporte do material até a associação de catadores que receberá a concessão de uso do galpão.

O local escolhido pelo poder público municipal para a implantação dos equipamentos era utilizado como ponto de descarte irregular de resíduos sólidos. A Prefeitura de São Luís, através dos serviços de limpeza urbana, realizava remoção mecânica no local com frequência mínima de duas vezes por semana. Na última limpeza realizada durante a preparação do terreno para as obras, foram retiradas 121 toneladas de resíduos sólidos depositados de forma irregular no local.

O galpão associado ao Ecoponto será entregue em regime de cessão à Associação de Catadores de Material Reciclável de São Luís (ASCAMAR), instalada atualmente na Rua de São Pantaleão. A entrega dos galpões engloba também o aparelhamento e treinamento das cooperativas de catadores, com o fornecimento dos equipamentos necessários para o desenvolvimento das atividades tais como mesa de triagem, carrinhos metálicos para transporte de recicláveis, prensa e enfardadeira.

O Ecoponto Centro faz parte do pacote de cinco novos Ecopontos, cuja ordem de serviço foi assinada pelo prefeito Edivaldo no dia 30 de outubro de 2018. As obras estão seguindo um cronograma para que sejam entregues ainda no primeiro semestre deste ano. A meta é encerrar o ano com 20 Ecopontos em funcionamento. Atualmente, já são 11 Ecopontos implantados, que atendem a população da capital, sobretudo os moradores dos 104 bairros de São Luís que ficam próximos aos Ecopontos em atividade.

Ecopontos

Implantados desde 2016, os Ecopontos são uma política importante da gestão de resíduos sólidos em São Luís porque integram diversas ações. A principal delas é garantir à população um espaço adequado para a destinação ambientalmente adequada de todos os resíduos que podem ser reciclados ou reutilizados, incentivando a reciclagem e atitudes sustentáveis.

Por meio dos Ecopontos, São Luís faz parte do grupo de 7% das cidades brasileiras que têm políticas efetivas de encaminhamento para a reciclagem dos resíduos gerados pela população. Até o final de 2018, mais de 18 mil toneladas de resíduos passíveis de reciclagem ou reuso foram recebidos nos Ecopontos de São Luís.

Foto: Divulgação

1 comentário »

Edivaldo anuncia mais cinco Ecopontos em São Luís

3comentários

São Luís vai ganhar cinco novos Ecopontos e dois galpões de triagem para benefício das cooperativas de catadores de resíduos da capital. Para a construção dos novos equipamentos urbanos de coleta seletiva, o prefeito Edivaldo Holanda Júnior assinou, nesta terça-feira (30), no Palácio La Ravardière, a ordem de serviço que autoriza a execução dos projetos.

A criação dos ecopontos como parte da política de gestão de resíduos sólidos implementada no município, acaba de colocar novamente o prefeito Edivaldo na final do Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor, devido à importância da iniciativa para a sustentabilidade ambiental local. Com os novos ecopontos, que serão instalados nos bairros do Sacavém, Itapiracó, Vila Isabel, Mata Roma e Centro, a Prefeitura atinge, até o final deste ano, a marca de 16 pontos de coleta sustentável de resíduos em de São Luís.

No ato de assinatura da ordem de serviço, o prefeito Edivaldo anunciou que até o final da sua gestão a capital contará com 30 ecopontos implantados em diversos bairros da cidade. Destacou, ainda, a ação como uma das mais importantes iniciativas executadas para consolidar a profissionalização da gestão de resíduos sólidos em São Luís.

“Digo com total propriedade que nossa gestão foi a que mais avançou na condução da política de gestão dos resíduos, outro grande legado que deixaremos para a população da nossa cidade, que por décadas conviveu com o problema dos lixões e com a ineficiência da coleta de lixo, o que não se observa mais atualmente. E os ecopontos vieram para fechar o círculo da destinação adequada de resíduos, estimulando o descarte adequado, envolvendo a sociedade no processo, contribuindo para a geração de renda às associações de catadores e atribuindo responsabilidades a todos os setores diretamente envolvidos com a gestão dos resíduos em nossa cidade”, afirmou o prefeito Edivaldo.

O gestor municipal destacou também o fechamento do Aterro da Ribeira como um marco da gestão de resíduos sólidos na capital, por ser este o maior ato já executado em São Luís na área.

“Fechar o Aterro da Ribeira, para que a operacionalização desse serviço fosse feito por um aterro sanitário moderno e dentro das normas ambientais, como assim é a Central de Gerenciamento Ambiental Titara, para onde é destinado atualmente todo o lixo produzido na capital, foi o início de todo o processo para que a cidade vivenciasse hoje as melhorias na área”, complementou o prefeito.

Foto: A. Baeta

3 comentários »

Edivaldo amplia de coleta seletiva em São Luís

3comentários

A gestão do prefeito Edivaldo entregou, nesta terça-feira (4), mais um Ecoponto na capital. O Ecoponto São Raimundo é o 11º a entrar em funcionamento em São Luís e vai beneficiar mais de 30 mil moradores de 13 bairros do seu entorno. Com a abertura de mais um equipamento, a gestão municipal amplia a coleta seletiva, fortalecendo as políticas de limpeza urbana na capital. Com o novo Ecoponto, a Prefeitura de São Luís garante a um maior número de moradores acesso à coleta seletiva atingindo 104 bairros de São Luís.

A entrega faz parte das comemorações dos 406 anos de São Luís e contou com uma visita guiada dos alunos da Unidade de Educação Básica (U.E.B.) Padre João Mohana. O Ecoponto São Raimundo fica localizado na Rua 03, Quadra 50, próximo do ponto final das linhas de ônibus que atendem ao bairro.

“Na nossa gestão já implantamos 10 Ecopontos que estão em pleno funcionamento. Agora entregamos o do São Raimundo, que é parte do pacote de 10 novos equipamentos que anunciamos. Além de ser uma importante política de limpeza urbana, os Ecopontos também fortalecem a cadeia produtiva de resíduos sólidos em São Luís e fomenta a economia solidária” destacou o prefeito Edivaldo.

Iniciada em maio de 2016, a política dos Ecopontos implantada pelo prefeito Edivaldo apresenta resultados positivos na gestão de resíduos sólidos em São Luís. Desde a inauguração do Ecoponto Parque Amazonas, em 24 de maio de 2016, mais de 18 mil toneladas de resíduos sólidos foram recolhidas nos 10 equipamentos já em funcionamento na capital. Com isso, combate-se o descarte irregular em vias públicas, melhora-se a saúde pública e o paisagismo urbano, preserva-se o meio ambiente e ainda permite-se a geração de emprego e renda para cooperativas de catadores.

A presidente do Comitê Gestor de Limpeza Urbana, Carolina Moraes Estrela, destaca que a entrega do Ecoponto São Raimundo faz parte da segunda etapa de implantação da política com a construção de mais nove novos equipamentos do tipo. “O Ecoponto São Raimundo é o primeiro da bateria de 10 novos Ecopontos. Estes novos equipamentos serão instalados em áreas que ainda não têm Ecopontos e nas quais temos uma demanda elevada de descarte irregular. O objetivo é garantir que todas as áreas da cidade tenham pelo menos um equipamento para que a população possa fazer o descarte ambientalmente adequado de materiais recicláveis e dos resíduos não recolhidos pelo serviço de coleta domiciliar”, explicou.

Foto: Douglas Júnior

3 comentários »

Edivaldo avança na construção de Ecopontos

1comentário

Com 90% das obras concluídas, o Ecoponto que está sendo instalado pela Prefeitura de São Luís no bairro São Raimundo entra em fase final de obra e deve ser inaugurado nos próximos dias pelo prefeito Edivaldo. O Ecoponto será o 11º entregue pelo prefeito, garantindo à população um espaço para a coleta seletiva e destinação ambientalmente adequada de materiais recicláveis ou em condições de reuso. Com isso, a Prefeitura segue avançando no cumprimento das metas estabelecidas pela Política Nacional de Resíduos Sólidos.

Além de ser uma importante política de limpeza urbana, os Ecopontos também fortalecem a cadeia produtiva de resíduos sólidos em São Luís e fomenta a economia solidária. As obras do Ecoponto São Raimundo foram iniciadas em junho deste ano. O equipamento está localizado na Rua 4, próximo ao ponto final da linha de ônibus que atende ao bairro. As baias de alvenaria para acondicionamento de materiais recicláveis já estão concluídas, faltando apenas a colocação das placas de identificação, que seguem os padrões definidos de coleta seletiva: amarelo para metal, azul para papel, vermelho para plástico e verde para vidro. As instalações sanitárias e parte administrativa também já foram concluídas.

Os operários seguem trabalhando na concretagem do piso para manobra de veículos durante a descarga nas caixas estacionárias e na pavimentação com pedra brita da área de circulação de veículos e pedestres. “A estrutura dos Ecopontos foi projetada para ser uma área de fácil circulação de pessoas e veículos, de fácil identificação dos setores e com um modelo de fácil adaptação às características do terreno onde cada unidade é construída. Por isso, é uma obra que avança com rapidez”, informou a presidente do Comitê Gestor de Limpeza Urbana, Carolina Moraes Estrela.

Como ocorreu com os demais Ecopontos, o do bairro São Raimundo está sendo instalado em uma área conhecida por ser um ponto de descarte irregular na comunidade, deixando a localidade vulnerável à proliferação de criadouros para o mosquito Aedes aegypti, que transmite doenças como a dengue, chikungunya e zika vírus.

(mais…)

1 comentário »

Alunos têm aula de educação ambiental em Ecoponto

1comentário

Os alunos da Unidade de Educação Básica (U.E.B.) Dr. Oliveira Ramos, localizada no Vinhais, tiveram uma aula diferente nesta quinta-feira (12). A sala de aula deles foi o Ecoponto Bequimão, que atende o bairro no qual a escola está localizada. Durante o passeio, os estudantes puderam tirar suas dúvidas sobre a política dos Ecopontos, sustentabilidade, coleta seletiva, reciclagem e descarte ambientalmente adequado de resíduos sólidos. A atividade faz parte das ações implementadas pela Prefeitura de São Luís no combate ao mosquito Aedes aegypti.

Com o objetivo de intensificar as ações de combate ao Aedes aegypti por toda a cidade, a Prefeitura de São Luís está realizado uma série de atividades integradas que tiveram início pelo Vinhais e cuja culminância naquele bairro ocorre sábado (14). O trabalho, que segue orientação do prefeito Edivaldo, inclui visitas domiciliares, atividades educativas, vistorias em estabelecimentos e serviços de limpeza. Entre estas ações está a visita guiada aos Ecopontos.

A equipe técnica do Comitê Gestor de Limpeza Urbana recebeu alunos do 4º ano da unidade de ensino e explicaram aos alunos como funciona um Ecoponto, que tipo de resíduos podem ser descartados lá e qual destinação recebem. O objetivo da ação é que os estudantes repassem o conhecimento a outras pessoas da comunidade.

Segundo Carolina Moraes Estrela, presidente do Comitê Gestor de Limpeza Urbana, os Ecopontos de São Luís estão de portas abertas a toda a comunidade escolar. “Este trabalho faz parte das ações desenvolvidas pelo Comitê Gestor de Limpeza Urbana. Temos uma programação permanente de visitas guiadas aos Ecopontos. Qualquer escola que nos procure, querendo fazer uma atividade com seus alunos nos Ecopontos será recebida. Basta agendar a visita. Esta é uma ação contínua que realizamos”, destacou.

As escolas que quiserem agendar visitas aos Ecopontos podem ligar para a Central de Atendimento do Comitê Gestor de Limpeza Urbana pelo telefone 0800 098 1636.

Foto: A. Baeta

1 comentário »

Edivaldo vai otimizar processo de coleta seletiva

5comentários

O prefeito Edivaldo anunciou, durante a inauguração do Ecoponto Anil, ocorrida segunda-feira (26), a construção de dois galpões destinados às cooperativas que recebem materiais de reciclagem provenientes destes equipamentos. A construção dos galpões de triagem garantirá que São Luís continue avançando entre as poucas capitais brasileiras que apresentam ações específicas para coleta seletiva a partir do funcionamento dos 10 Ecopontos instalados na cidade.

“A construção dos galpões garante que as cooperativas tenham condições de trabalho mais dignas e seguras, além do aumento nos seus rendimentos, completando a transformação definitiva da realidade dos catadores iniciada com a desativação do Aterro da Ribeira, em 2015. Esses espaços são parte importante da nossa política pública de inclusão e fomento ao seguimento da reciclagem, dinamizando o mercado da sustentabilidade. A ação faz parte dos nossos investimentos em uma política de resíduos sólidos eficiente, importante para garantir mais saúde para a população e para a preservação do meio ambiente”, contou o prefeito Edivaldo.

Para a presidente do Comitê Gestor de Limpeza Urbana, Carolina Moraes Estrela, este será mais um passo importante na gestão de resíduos sólidos implantada pela gestão do prefeito Edivaldo. “A Política Nacional de Resíduos Sólidos já determina que as cooperativas de catadores sejam incluídas nesta cadeia, mas não basta apenas incluir. Precisamos garantir a elas as condições adequadas para realizarem o seu trabalho e estes dois galpões fortalecerão este trabalho que já desenvolvemos”, disse.

Atualmente, duas cooperativas recebem os materiais descartados nos Ecopontos pela população de São Luís, a Associação de Catadores de Material Reciclável de São Luís (Ascamar) e a Cooperativa de Reciclagem de São Luís (Coopresl). A Ascamar funciona em um prédio localizado na Rua São Pantaleão, cedido pela Prefeitura de São Luís. Já a Coopresl funciona dentro do Campus Dom Delgado, da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), por meio de uma cessão de área feita pela universidade.

(mais…)

5 comentários »

Edivaldo anuncia mais investimentos na coleta seletiva

0comentário

O prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT) inaugurou nesta segunda-feira (26) o Ecoponto Anil, décimo equipamento de coleta seletiva implantado pela Prefeitura de São Luís em sua gestão. Na ocasião, o pedetista anunciou a construção de mais 10 Ecopontos este ano e dois galpões de triagem para as cooperativas de reciclagem, reafirmando São Luís como uma das cidades de destaque nacional no cumprimento do que determina a Lei 12.305/2010, que instituiu a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS).

Com a inauguração do Ecoponto Anil, a gestão Edivaldo amplia para mais de 90 o número de bairros atendidos pela política de implantação desses equipamentos. Na capital, esta é a gestão que vem desenvolvendo o trabalho mais significativo na área da coleta seletiva. Os investimentos vão desde a eliminação dos pontos de descarte irregular de lixo até as políticas de educação ambiental da população.

Além da implantação dos Ecopontos, um dos marcos da gestão do pedetista foi a desativação do Aterro da Ribeira, ocorrida em 2015, que por mais de 20 anos operou recebendo todos os resíduos domésticos coletados na capital. Atualmente a destinação do lixo orgânico de São Luís é a Central de Tratamento de Titara, devidamente licenciada, localizada em Rosário, cidade vizinha a São Luís – distante 60km da capital.

Com os avanços conquistados pelo prefeito, a cidade está na contramão de mais de 3 mil municípios que têm lixões a céu aberto e não fazem o tratamento ambientalmente adequado dos resíduos sólidos urbanos, segundo dados da Associação Brasileira das Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (Abrelpe).

De acordo com o prefeito Edivaldo, os avanços continuarão. “Vamos construir mais 10 Ecopontos ainda este ano e dois centros de triagem para as cooperativas que recebem os materiais nesses espaços de coleta seletiva. Dessa forma, São Luís seguirá avançando a passos largos, tornando-se uma cidade mais bonita, limpa e consciente”, disse o pedetista.

Foto: Divulgação

sem comentário »

Edivaldo entrega Ecoponto no São Francisco

1comentário

O prefeito Edivaldo entregou na manhã deste sábado (13) o nono Ecoponto da cidade. O novo espaço funcionará na Avenida Ferreira Gullar, no bairro do São Francisco. A proposta do equipamento é eliminar pontos de descarte irregular de resíduos sólidos na cidade. Com a inauguração de mais esse Ecoponto, a Prefeitura de São Luís, por meio do Comitê Gestor de Limpeza Urbana, reforça a política municipal de gestão dos resíduos sólidos e contribui para uma cidade ainda mais limpa.

Ao lado da primeira-dama, Camila Holanda, e do pai, o deputado estadual Edivaldo Holanda, prefeito enfatizou que a gestão tem cumprido o compromisso com a limpeza pública. “Temos desenvolvido uma série de ações na área da limpeza urbana com o objetivo de tornar nossa capital um exemplo para as demais cidades. Com a contribuição da população, temos avançado nessa área e vamos continuar trabalhando para que, de mãos dadas, possamos fazer nossa cidade cada vez mais limpa e melhor”, ressaltou.

O Ecoponto São Francisco segue o modelo dos demais já em funcionamento. Os equipamentos contam com instalações sanitárias, estacionamento, setores de recebimento e acondicionamento temporário dos materiais e área de manobra de equipamentos e veículos. Cada Ecoponto possui, ainda, quatro baias de alvenaria cobertas e sinalizadas, para a deposição do material coletado. Além do São Francisco, o Ecoponto vai atender moradores de bairros adjacentes como Ilhinha, alcançando uma população de cerca de 20 mil habitantes.

A presidente do Comitê Gestor de Limpeza Urbana, Carolina Moraes Estrela, explicou como o trabalho desenvolvido pelo comitê tem contribuído para fortalecer a política da limpeza pública. “Essa é uma área com grande incidência de descarte irregular na cidade, mesmo com a coleta domiciliar realizada de forma regular. Outro benefício do equipamento é que ele proporciona a inclusão das cooperativas de reciclagem nesse ciclo virtuoso de desenvolvimento sustentável e de geração de emprego e renda”, disse.

O secretário municipal de Saúde, Lula Fylho, também acompanhou a solenidade de inauguração do Ecoponto e enfatizou o impacto positivo da entrega em outras políticas públicas. “Um dos pontos fortes da gestão do prefeito Edivaldo é a transversalidade de suas ações. Uma ação como essa aparentemente apenas voltada para a limpeza abrange uma série de outras áreas como a da saúde pública. Uma cidade mais limpa é um lugar onde a população goza de melhor saúde. Ações como essa têm contribuído para a redução da incidência de doenças como Zika vírus, Chikungunya e Dengue”, contou.

Além do São Francisco, outros pontos estratégicos da cidade já foram contemplados com um Ecoponto. Os equipamentos estão localizados em bairros como Parque Amazonas, Angelim, Bequimão, Habitacional Turu, Jardim América, Jardim Renascença, Residencial Esperança e Cidade Operária. Os Ecopontos funcionam de segunda a Sábado, das 7h às 19h, e também recebem resíduos de áreas adjacentes.

1 comentário »