Edivaldo amplia de coleta seletiva em São Luís

3comentários

A gestão do prefeito Edivaldo entregou, nesta terça-feira (4), mais um Ecoponto na capital. O Ecoponto São Raimundo é o 11º a entrar em funcionamento em São Luís e vai beneficiar mais de 30 mil moradores de 13 bairros do seu entorno. Com a abertura de mais um equipamento, a gestão municipal amplia a coleta seletiva, fortalecendo as políticas de limpeza urbana na capital. Com o novo Ecoponto, a Prefeitura de São Luís garante a um maior número de moradores acesso à coleta seletiva atingindo 104 bairros de São Luís.

A entrega faz parte das comemorações dos 406 anos de São Luís e contou com uma visita guiada dos alunos da Unidade de Educação Básica (U.E.B.) Padre João Mohana. O Ecoponto São Raimundo fica localizado na Rua 03, Quadra 50, próximo do ponto final das linhas de ônibus que atendem ao bairro.

“Na nossa gestão já implantamos 10 Ecopontos que estão em pleno funcionamento. Agora entregamos o do São Raimundo, que é parte do pacote de 10 novos equipamentos que anunciamos. Além de ser uma importante política de limpeza urbana, os Ecopontos também fortalecem a cadeia produtiva de resíduos sólidos em São Luís e fomenta a economia solidária” destacou o prefeito Edivaldo.

Iniciada em maio de 2016, a política dos Ecopontos implantada pelo prefeito Edivaldo apresenta resultados positivos na gestão de resíduos sólidos em São Luís. Desde a inauguração do Ecoponto Parque Amazonas, em 24 de maio de 2016, mais de 18 mil toneladas de resíduos sólidos foram recolhidas nos 10 equipamentos já em funcionamento na capital. Com isso, combate-se o descarte irregular em vias públicas, melhora-se a saúde pública e o paisagismo urbano, preserva-se o meio ambiente e ainda permite-se a geração de emprego e renda para cooperativas de catadores.

A presidente do Comitê Gestor de Limpeza Urbana, Carolina Moraes Estrela, destaca que a entrega do Ecoponto São Raimundo faz parte da segunda etapa de implantação da política com a construção de mais nove novos equipamentos do tipo. “O Ecoponto São Raimundo é o primeiro da bateria de 10 novos Ecopontos. Estes novos equipamentos serão instalados em áreas que ainda não têm Ecopontos e nas quais temos uma demanda elevada de descarte irregular. O objetivo é garantir que todas as áreas da cidade tenham pelo menos um equipamento para que a população possa fazer o descarte ambientalmente adequado de materiais recicláveis e dos resíduos não recolhidos pelo serviço de coleta domiciliar”, explicou.

Foto: Douglas Júnior

3 comentários »

Edivaldo avança na construção de Ecopontos

1comentário

Com 90% das obras concluídas, o Ecoponto que está sendo instalado pela Prefeitura de São Luís no bairro São Raimundo entra em fase final de obra e deve ser inaugurado nos próximos dias pelo prefeito Edivaldo. O Ecoponto será o 11º entregue pelo prefeito, garantindo à população um espaço para a coleta seletiva e destinação ambientalmente adequada de materiais recicláveis ou em condições de reuso. Com isso, a Prefeitura segue avançando no cumprimento das metas estabelecidas pela Política Nacional de Resíduos Sólidos.

Além de ser uma importante política de limpeza urbana, os Ecopontos também fortalecem a cadeia produtiva de resíduos sólidos em São Luís e fomenta a economia solidária. As obras do Ecoponto São Raimundo foram iniciadas em junho deste ano. O equipamento está localizado na Rua 4, próximo ao ponto final da linha de ônibus que atende ao bairro. As baias de alvenaria para acondicionamento de materiais recicláveis já estão concluídas, faltando apenas a colocação das placas de identificação, que seguem os padrões definidos de coleta seletiva: amarelo para metal, azul para papel, vermelho para plástico e verde para vidro. As instalações sanitárias e parte administrativa também já foram concluídas.

Os operários seguem trabalhando na concretagem do piso para manobra de veículos durante a descarga nas caixas estacionárias e na pavimentação com pedra brita da área de circulação de veículos e pedestres. “A estrutura dos Ecopontos foi projetada para ser uma área de fácil circulação de pessoas e veículos, de fácil identificação dos setores e com um modelo de fácil adaptação às características do terreno onde cada unidade é construída. Por isso, é uma obra que avança com rapidez”, informou a presidente do Comitê Gestor de Limpeza Urbana, Carolina Moraes Estrela.

Como ocorreu com os demais Ecopontos, o do bairro São Raimundo está sendo instalado em uma área conhecida por ser um ponto de descarte irregular na comunidade, deixando a localidade vulnerável à proliferação de criadouros para o mosquito Aedes aegypti, que transmite doenças como a dengue, chikungunya e zika vírus.

(mais…)

1 comentário »

Alunos têm aula de educação ambiental em Ecoponto

1comentário

Os alunos da Unidade de Educação Básica (U.E.B.) Dr. Oliveira Ramos, localizada no Vinhais, tiveram uma aula diferente nesta quinta-feira (12). A sala de aula deles foi o Ecoponto Bequimão, que atende o bairro no qual a escola está localizada. Durante o passeio, os estudantes puderam tirar suas dúvidas sobre a política dos Ecopontos, sustentabilidade, coleta seletiva, reciclagem e descarte ambientalmente adequado de resíduos sólidos. A atividade faz parte das ações implementadas pela Prefeitura de São Luís no combate ao mosquito Aedes aegypti.

Com o objetivo de intensificar as ações de combate ao Aedes aegypti por toda a cidade, a Prefeitura de São Luís está realizado uma série de atividades integradas que tiveram início pelo Vinhais e cuja culminância naquele bairro ocorre sábado (14). O trabalho, que segue orientação do prefeito Edivaldo, inclui visitas domiciliares, atividades educativas, vistorias em estabelecimentos e serviços de limpeza. Entre estas ações está a visita guiada aos Ecopontos.

A equipe técnica do Comitê Gestor de Limpeza Urbana recebeu alunos do 4º ano da unidade de ensino e explicaram aos alunos como funciona um Ecoponto, que tipo de resíduos podem ser descartados lá e qual destinação recebem. O objetivo da ação é que os estudantes repassem o conhecimento a outras pessoas da comunidade.

Segundo Carolina Moraes Estrela, presidente do Comitê Gestor de Limpeza Urbana, os Ecopontos de São Luís estão de portas abertas a toda a comunidade escolar. “Este trabalho faz parte das ações desenvolvidas pelo Comitê Gestor de Limpeza Urbana. Temos uma programação permanente de visitas guiadas aos Ecopontos. Qualquer escola que nos procure, querendo fazer uma atividade com seus alunos nos Ecopontos será recebida. Basta agendar a visita. Esta é uma ação contínua que realizamos”, destacou.

As escolas que quiserem agendar visitas aos Ecopontos podem ligar para a Central de Atendimento do Comitê Gestor de Limpeza Urbana pelo telefone 0800 098 1636.

Foto: A. Baeta

1 comentário »

Edivaldo vai otimizar processo de coleta seletiva

5comentários

O prefeito Edivaldo anunciou, durante a inauguração do Ecoponto Anil, ocorrida segunda-feira (26), a construção de dois galpões destinados às cooperativas que recebem materiais de reciclagem provenientes destes equipamentos. A construção dos galpões de triagem garantirá que São Luís continue avançando entre as poucas capitais brasileiras que apresentam ações específicas para coleta seletiva a partir do funcionamento dos 10 Ecopontos instalados na cidade.

“A construção dos galpões garante que as cooperativas tenham condições de trabalho mais dignas e seguras, além do aumento nos seus rendimentos, completando a transformação definitiva da realidade dos catadores iniciada com a desativação do Aterro da Ribeira, em 2015. Esses espaços são parte importante da nossa política pública de inclusão e fomento ao seguimento da reciclagem, dinamizando o mercado da sustentabilidade. A ação faz parte dos nossos investimentos em uma política de resíduos sólidos eficiente, importante para garantir mais saúde para a população e para a preservação do meio ambiente”, contou o prefeito Edivaldo.

Para a presidente do Comitê Gestor de Limpeza Urbana, Carolina Moraes Estrela, este será mais um passo importante na gestão de resíduos sólidos implantada pela gestão do prefeito Edivaldo. “A Política Nacional de Resíduos Sólidos já determina que as cooperativas de catadores sejam incluídas nesta cadeia, mas não basta apenas incluir. Precisamos garantir a elas as condições adequadas para realizarem o seu trabalho e estes dois galpões fortalecerão este trabalho que já desenvolvemos”, disse.

Atualmente, duas cooperativas recebem os materiais descartados nos Ecopontos pela população de São Luís, a Associação de Catadores de Material Reciclável de São Luís (Ascamar) e a Cooperativa de Reciclagem de São Luís (Coopresl). A Ascamar funciona em um prédio localizado na Rua São Pantaleão, cedido pela Prefeitura de São Luís. Já a Coopresl funciona dentro do Campus Dom Delgado, da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), por meio de uma cessão de área feita pela universidade.

(mais…)

5 comentários »

Edivaldo anuncia mais investimentos na coleta seletiva

0comentário

O prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT) inaugurou nesta segunda-feira (26) o Ecoponto Anil, décimo equipamento de coleta seletiva implantado pela Prefeitura de São Luís em sua gestão. Na ocasião, o pedetista anunciou a construção de mais 10 Ecopontos este ano e dois galpões de triagem para as cooperativas de reciclagem, reafirmando São Luís como uma das cidades de destaque nacional no cumprimento do que determina a Lei 12.305/2010, que instituiu a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS).

Com a inauguração do Ecoponto Anil, a gestão Edivaldo amplia para mais de 90 o número de bairros atendidos pela política de implantação desses equipamentos. Na capital, esta é a gestão que vem desenvolvendo o trabalho mais significativo na área da coleta seletiva. Os investimentos vão desde a eliminação dos pontos de descarte irregular de lixo até as políticas de educação ambiental da população.

Além da implantação dos Ecopontos, um dos marcos da gestão do pedetista foi a desativação do Aterro da Ribeira, ocorrida em 2015, que por mais de 20 anos operou recebendo todos os resíduos domésticos coletados na capital. Atualmente a destinação do lixo orgânico de São Luís é a Central de Tratamento de Titara, devidamente licenciada, localizada em Rosário, cidade vizinha a São Luís – distante 60km da capital.

Com os avanços conquistados pelo prefeito, a cidade está na contramão de mais de 3 mil municípios que têm lixões a céu aberto e não fazem o tratamento ambientalmente adequado dos resíduos sólidos urbanos, segundo dados da Associação Brasileira das Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (Abrelpe).

De acordo com o prefeito Edivaldo, os avanços continuarão. “Vamos construir mais 10 Ecopontos ainda este ano e dois centros de triagem para as cooperativas que recebem os materiais nesses espaços de coleta seletiva. Dessa forma, São Luís seguirá avançando a passos largos, tornando-se uma cidade mais bonita, limpa e consciente”, disse o pedetista.

Foto: Divulgação

sem comentário »

Edivaldo entrega Ecoponto no São Francisco

1comentário

O prefeito Edivaldo entregou na manhã deste sábado (13) o nono Ecoponto da cidade. O novo espaço funcionará na Avenida Ferreira Gullar, no bairro do São Francisco. A proposta do equipamento é eliminar pontos de descarte irregular de resíduos sólidos na cidade. Com a inauguração de mais esse Ecoponto, a Prefeitura de São Luís, por meio do Comitê Gestor de Limpeza Urbana, reforça a política municipal de gestão dos resíduos sólidos e contribui para uma cidade ainda mais limpa.

Ao lado da primeira-dama, Camila Holanda, e do pai, o deputado estadual Edivaldo Holanda, prefeito enfatizou que a gestão tem cumprido o compromisso com a limpeza pública. “Temos desenvolvido uma série de ações na área da limpeza urbana com o objetivo de tornar nossa capital um exemplo para as demais cidades. Com a contribuição da população, temos avançado nessa área e vamos continuar trabalhando para que, de mãos dadas, possamos fazer nossa cidade cada vez mais limpa e melhor”, ressaltou.

O Ecoponto São Francisco segue o modelo dos demais já em funcionamento. Os equipamentos contam com instalações sanitárias, estacionamento, setores de recebimento e acondicionamento temporário dos materiais e área de manobra de equipamentos e veículos. Cada Ecoponto possui, ainda, quatro baias de alvenaria cobertas e sinalizadas, para a deposição do material coletado. Além do São Francisco, o Ecoponto vai atender moradores de bairros adjacentes como Ilhinha, alcançando uma população de cerca de 20 mil habitantes.

A presidente do Comitê Gestor de Limpeza Urbana, Carolina Moraes Estrela, explicou como o trabalho desenvolvido pelo comitê tem contribuído para fortalecer a política da limpeza pública. “Essa é uma área com grande incidência de descarte irregular na cidade, mesmo com a coleta domiciliar realizada de forma regular. Outro benefício do equipamento é que ele proporciona a inclusão das cooperativas de reciclagem nesse ciclo virtuoso de desenvolvimento sustentável e de geração de emprego e renda”, disse.

O secretário municipal de Saúde, Lula Fylho, também acompanhou a solenidade de inauguração do Ecoponto e enfatizou o impacto positivo da entrega em outras políticas públicas. “Um dos pontos fortes da gestão do prefeito Edivaldo é a transversalidade de suas ações. Uma ação como essa aparentemente apenas voltada para a limpeza abrange uma série de outras áreas como a da saúde pública. Uma cidade mais limpa é um lugar onde a população goza de melhor saúde. Ações como essa têm contribuído para a redução da incidência de doenças como Zika vírus, Chikungunya e Dengue”, contou.

Além do São Francisco, outros pontos estratégicos da cidade já foram contemplados com um Ecoponto. Os equipamentos estão localizados em bairros como Parque Amazonas, Angelim, Bequimão, Habitacional Turu, Jardim América, Jardim Renascença, Residencial Esperança e Cidade Operária. Os Ecopontos funcionam de segunda a Sábado, das 7h às 19h, e também recebem resíduos de áreas adjacentes.

1 comentário »

Prefeitura finaliza Ecoponto no São Francisco

0comentário

Com oito Ecopontos em pleno funcionamento, a Prefeitura de São Luís segue fortalecendo a política municipal de gestão dos resíduos sólidos e conclui este mês a construção de um novo Ecoponto que irá funcionar no bairro São Francisco. As obras entraram na fase final de construção e a previsão é que a inauguração ocorra no mês de fevereiro. Este será o nono Ecoponto entregue pelo prefeito Edivaldo para eliminar pontos de descarte irregular de resíduos sólidos na capital.

O Ecoponto São Francisco fica localizado na Avenida Ferreira Gullar e vai atender principalmente à demanda dos bairros Ilhinha e São Francisco. Juntos os bairros somam cerca de 6 mil domicílios e mais de 20 mil moradores. A Avenida Ferreira Gullar, na Ilhinha, tem pontos conhecidos pelo descarte irregular de resíduos sólidos.

Ao longo da via são deixados pneus, móveis usados, eletroeletrônicos avariados, material reciclável, lixo domiciliar etc, tornando a área vulnerável a problemas ambientais – por causa da sua proximidade com áreas de mangue – e de saúde, pela proliferação de criadouros para o mosquito Aedes aegipty.

Atualmente, a Prefeitura de São Luís, por meio do Comitê Gestor de Limpeza Urbana, realiza a coleta na Avenida Ferreira Gullar diariamente, no período noturno, e para fortalecer as ações de limpeza urbana faz ainda operações de remoção mecanizada três vezes por semana. “Apesar disto, temos uma grande descarga irregular de resíduos domésticos e também provenientes de estabelecimentos comerciais. A construção de um Ecoponto na área tem o objetivo de eliminar este problema”, afirma Carolina Moraes Estrela, presidente do Comitê Gestor de Limpeza Urbana.

Foto: Maurício Alexandre

sem comentário »

Ecoponto atende mais de 10 mil moradias

0comentário

A Prefeitura de São Luís fortalece a limpeza urbana da cidade com a abertura de novos Ecopontos em bairros da Capital. O último bairro contemplado foi o da Cidade Operária onde o equipamento foi entregue na semana passada. O oitavo Ecoponto inaugurado pela Prefeitura está localizado na Avenida Este 203. Abrangendo uma área com mais de 10 mil moradias, o equipamento público evita o descarte irregular de resíduos sólidos na região e faz parte das políticas de fortalecimento da limpeza urbana da cidade.

Com a construção do Ecoponto Cidade Operária, que segue determinação do prefeito Edivaldo, a área onde antes era um ponto de descarte irregular de resíduos sólidos amplamente utilizada no bairro, teve todos os detritos que estavam depositados ali recolhidos. Com o equipamento, os moradores têm agora a estrutura adequada para fazer a descarga de entulhos de material de construção, restos de poda, materiais recicláveis, entre outros, sem prejuízos à vizinhança, ao meio ambiente e à saúde pública.

O polo Cidade Operária, que já conta com o Ecoponto Jardim América, deve ganhar um terceiro equipamento em 2018, que será instalado no bairro Cidade Olímpica. Somente nesta região, a Prefeitura já entregou dois Ecopontos. Em março deste ano foi inaugurado o do Jardim América. Juntos, Jardim América e Cidade Operária abrangem mais de 23 mil moradias. “Essa é uma região de São Luís com grande contingente populacional, por isso, já iniciamos os estudos para a instalação de um terceiro Ecoponto, que deve ser na Cidade Olímpica”, informou a presidente do Comitê Gestor de Limpeza Urbana, Carolina Moraes Estrela.

Os Ecopontos são instalados em locais com potencial para concentrar a maior parte do volume das descargas irregulares feitas no seu entorno. “A Cidade Operária tem diversos pontos onde a população já descarta irregularmente seus resíduos sólidos. O Ecoponto foi construído em um local estratégico de forma a agregar o volume desses pontos irregulares. Com isso, garantimos a melhoria da limpeza da região”, disse a presidente.

Foto: A. Baeta

sem comentário »

Prefeitura entrega Ecoponto Cidade Operária

0comentário

A Prefeitura de São Luís entregou, nesta segunda-feira (4), o Ecoponto Cidade Operária. Localizado na Avenida Este 203, próximo do Campo do Real, este é o oitavo equipamento do tipo entregue pela Prefeitura de São Luís à população. O bairro, que já é atendido pelo Ecoponto Jardim América, agora tem um espaço próprio para o descarte de material reciclável, restos de construção civil e capina. Na ocasião, crianças atendidas por um projeto de educação ambiental do bairro participaram de um plantio de mudas de árvores.

A presidente do Comitê Gestor de Limpeza Urbana, Carolina Moraes Estrela, destaca que a entrega do Ecoponto Cidade Operária faz parte das ações de fortalecimento das políticas públicas na região colocadas em prática na gestão do prefeito Edivaldo.

“A área já tem o Ecoponto Jardim América, que recebe uma grande demanda diária de resíduos sólidos descartados. Agora, parte desta demanda vai ser concentrada no Ecoponto Cidade Operária. Para 2018, planejamos o Ecoponto Cidade Olímpica. Em função do grande contingente populacional, a região gera grande quantidade de resíduos sólidos descartados irregularmente. Com os Ecopontos vamos melhorar a limpeza urbana na área”, afirma Carolina Moraes Estrela.

Desde o início das obras, a comunidade da Cidade Operária começou a ser mobilizada por meio de reuniões para apresentar o projeto dos Ecopontos, informar sobre sua finalidade, o porquê da escolha da área entre outras informações. Também foram feitas ações porta a porta em parceria com entidades do bairro.

Durante a abertura do espaço, as crianças receberam diversas informações sobre o sistema de limpeza urbana, reciclagem, coleta seletiva e sustentabilidade. Eles também conheceram as instalações e o funcionamento do Ecoponto.

Após a visita guiada pelo Ecoponto, as crianças participaram de uma ação de plantio de mudas no entorno do equipamento. Entre as espécies plantadas estavam ipês e pau-brasil. Antes do plantio, as crianças aprenderam como tratar o solo, como regar as mudas, que nutrientes são necessários para o desenvolvimento de uma árvore frondosa e a importância de se arborizar a cidade, que ganha mais áreas com sombras, o solo fica mais protegido da erosão e animais como pássaros têm mais árvores onde se abrigar e fazer seus ninhos. Durante a atividade as crianças ficaram muito animadas e quiseram participar de todo o processo do plantio.

Fotos: A. Baeta

sem comentário »

Ecoponto beneficiará cerca de 40 mil pessoas

0comentário

O prefeito Edivaldo entregou, nesta segunda-feira (18), mais um Ecoponto, em São Luís. O equipamento do Residencial Esperança é o sétimo a ser posto em funcionamento em pouco mais de um ano pela Prefeitura de São Luís, via Comitê Gestor de Limpeza Urbana e vai atender a 11 bairros da região, beneficiando uma população estimada de 40 mil habitantes. Os Ecopontos são uma forma eficaz de combater pontos de descarte irregular na cidade, recebendo de forma ambientalmente adequada o descarte de resíduos não recolhidos na coleta domiciliar, reforçando a política municipal de tratamento de resíduos sólidos.

Segundo o prefeito Edivaldo – que estava acompanhado da primeira-dama Camila Holanda e do vice-prefeito Julio Pinheiro, além de secretários municipais – o Ecoponto Residencial Esperança representa mais um importante passo da Prefeitura no combate ao descarte irregular de resíduos. “Este terreno onde foi construído o Ecoponto era uma área onde os resíduos eram descartados de forma irregular, prejudicando a saúde pública e a qualidade de vida dos moradores. Agora, a área está pronta para receber de forma adequada esses resíduos, trazendo melhorias para a região. Executamos o projeto dos Ecopontos de forma integrada com as cooperativas de reciclagem de lixo, que recebem todo o material reciclável coletado nos Ecopontos, promovendo, assim, o trabalho e a geração de renda entre os cooperativados”, frisou Edivaldo.

O prefeito ressaltou ainda a necessidade de apoio da população na melhoria da limpeza urbana. “A Prefeitura está fazendo sua parte, mantendo a coleta regular, entregando Ecopontos, fortalecendo a coleta seletiva, mas a população também precisa fazer a sua parte que é não descartar lixo em locais indevidos”, ressaltou o gestro municipal.

O Ecoponto Residencial Esperança fica localizado na Rua Doutor Ribeiro, s/nº, Residencial Esperança, e vai atender à demanda dos bairros Vila Fialho, Cohama, Cantinho do Céu, Conjunto Manoel Beckman, Vila 07 de Setembro, Vila Regina, Residencial Primavera Turu, Vila Cruzado, Vila União e Recanto Fialho.

Foto: A. Baeta

sem comentário »