Marcial diz que deixou o PEN dentro da legislação

1comentário

O vereador de São Luís, Marcial Lima (PRTB), por meio do seu gabinete, esclarece que cumpriu todos os prazos e legalidade durante a janela partidária e que saiu do Partido Ecológico Nacional (PEN), com Carta Anuência assinada pela presidente municipal do partido, Lindinalva Lindoso, e pelo presidente estadual da agremiação partidária, José Benedito Pinto (J. Pinto).

“Foi uma saída amigável conforme Carta Anuência, que estamos divulgando”, disse o vereador que chegou a usar a tribuna da Câmara de São Luís, reconhecendo o tempo que permaneceu no Partido Ecológico Nacional e o respeito pelos filiados e pela Diretoria do PEN.

“Não existe nenhuma possibilidade de cassação, pois todos os prazos foram cumpridos e há a autorização de desfiliação assinados pelos dois diretórios do partido”, acrescentou.

Marcial Lima confirma que é pré-candidato a deputado estadual com presença em vários municípios do Estado, tendo uma grande aceitação, pelo trabalho como vereador da capital e o jornalismo comunitário que desenvolve, diariamente, por meio do programa “Acorda, Maranhão!”, da Rádio Mirante AM de São Luís, programa de grande audiência em todo o Estado.

Na desfiliação do PEN, Marcial Lima deixou uma carta de agradecimento, saiu da agremiação pela conjuntura política e destacou a acolhida e respeito aos integrantes do Partido Ecológico Nacional, atual Patriota 51.

Foto: Paulo Caruá

1 comentário »

Jota Pinto reassume mandato na Assembleia

2comentários

O deputado estadual Jota Pinto está volta a Assembleia Legislativa a partir desta semana. O parlamentar, que é presidente do PEN/Patriota no Maranhão, assume a vaga do deputado Ricardo Rios, que segue de licença do parlamento.

Jota Pinto é o primeiro suplente e chegou a assumir o mandato, mas também teve que se licenciar por conta do cargo que ocupava na Prefeitura de São Luís. Jota Pinto estava como secretário de Articulação Política na Gestão Edivaldo.

Entretanto, Jota Pinto teve que renunciar ao cargo por conta da legislação eleitora, uma vez que será candidato a deputado estadual nas próximas eleições.

Com isso, retorna a Assembleia Legislativa e segundo suplente, Sérgio Vieira, que estava como deputado voltará para a suplência. Jota Pinto deve ficar mais de dois meses no parlamento estadual, tempo que ainda resta da licença de Ricardo Rios.

Foto: Agência Assembleia

Blog do Jorge Aragão

2 comentários »

PEN reforça quadros com novas filiações

0comentário

O PEN/Patriotas realizou neste sábado (24), em São Luís, o Dia de Filiações de novos quadros políticos, fortalecendo a legenda em todo o Maranhão.

O presidente do partido, secretário de Articulação Política de São Luís e ex-deputado estadual Jota Pinto deu boas vindas aos novos filiados e aos pré candidatos a deputados estaduais e federais.

“Acreditamos que será a melhor chapa de deputados estaduais e federais”, finalizou Jota Pinto que espera novas adesões até o prazo final de filiações.

Jota Pinto se mostrou surpreso com mais 31 novos filiados a deputados estaduais e 10 novos pré-candidatos a deputados federais.

Também participaram do evento, o deputado federal Júnior Marreca, os vereadores de São Luís Concita Pinto e Chaguinhas, além de vereadores de diversos municípios maranhenses, ex-prefeitos, vice-prefeitos e diversas lideranças políticas do estado.

Foto: Divulgação

sem comentário »

PEN realiza dia de filiações em São Luís

1comentário

Presidido pelo ex-deputado Jota Pinto, o diretório estadual do PEN/Patriotas realizará no próximo dia 24, na sede do partido, no bairro do Monte Castelo, em São Luís, o evento “Dia de Filiações”.

Trata-se de uma iniciativa direcionada aos vários agentes da classe política que pretendem ingressar na legenda e disputar, em outubro, a eleição para os cargos de deputado estadual e deputado federal.

O evento também antecede o congresso estadual da sigla, que acontecerá no fim de maio ou começo de junho. Na oportunidade, o diretório estadual anunciará oficialmente qual será o seu posicionamento em relação à disputa para o governo do estado.

Organizado em 186 municípios e possuindo, neste momento, mais de 17 mil filiados, o PEN/Patriotas é um dos partidos que mais cresce no Maranhão.

Atualmente, possui um representante na Câmara Federal (Júnior Marreca) e um na Assembleia Legislativa (César Pires). Como Pires irá deixar a legenda de forma amistosa, muitas lideranças políticas tem procurado a executiva estadual no sentido de se filiar.

“Lançaremos chapas fortes para Câmara Federal e Assembleia Legislativa. O objetivo é ampliarmos nossas bancadas. Muitas lideranças políticas, de várias regiões do estado, têm nos procurado e demonstrado interesse em fortalecer o projeto do partido. E é com este objetivo que realizaremos o Dia de Filiações, explicou Jota Pinto.

De acordo com o ex-deputado, durante os atos de filiações será apresentado à militância o cronograma de trabalho do partido que será desenvolvido neste período de pré-campanha nas 18 regionais do estado, tais como as regiões do Cocais, Baixada, Sul, Tocantina, Munin, Turi, dentre outras.

A sede do PEN/Patriotas no Maranhão fica localizada na Rua 24 de Outubro, nº 55, Monte Castelo. O evento “Dia de Filiações” terá início às 9h e se prolongará até o período da tarde. Qualquer outra informação pode ser obtida através do telefone (98)3266-5151.

Foto: Divulgação

1 comentário »

Jota Pinto instala novas comissões do PEN

0comentário

Pré-candidato a deputado estadual, o presidente do PEN/Patriotas no Maranhão, Jota Pinto, cumpre, desde ontem, extensa agenda política na região Sul do estado onde trabalha para fortalecer o partido.

Jota, acompanhado do deputado federal e vice-presidente nacional da sigla, Júnior Marreca; do vice-presidente estadual José Malheiros; e de coordenadores do PEN na região, deu posse para 14 novas comissões provisórias.

“Estamos trabalhando para reorganizar e fortalecer o partido no Sul do Maranhão. A instalação destas novas comissões sacramenta uma meta na qual podemos afirmar que o PEN/Patriotas, hoje, está bem representado em 90% da região”, disse.

Jota Pinto e Junior Marreca, que também reuniram-se com outras lideranças políticas, agradeceram o apoio recebido e estabeleceram um calendário permanente de reuniões visando levar novas experiências adquiridas pela legenda para o Sul maranhense.

No próximo mês, a direção do PEN/Patriotas realizará encontro estadual, em São Luís, no qual apresentará novos filiados e anunciará oficialmente seu posicionamento acerca da eleição para o governo do estado.

Foto: Divulgação

sem comentário »

Novo momento do PEN no Maranhão

0comentário

Nesta semana, a imprensa nacional afirmou que depois de quase seis meses de namoro com o PEN/PATRIOTA, o deputado federal e pré-candidato à presidência da República, Jair Bolsonaro, pode acabar indo parar no PSL.

A informação, pelo excelente posicionamento de Bolsonaro nas pesquisas para 2018, repercutiu nos bastidores políticos e o PEN/PATRIOTA precisa se reorganizar para o pleito eleitoral do ano que vem.

No Maranhão, o ex-deputado Jota Pinto, presidente estadual do PEN/PATRIOTA, não perdeu tempo e reuniu a Executiva Estadual para tranquilizar os membros do partido e assegurar que o momento é de união para o fortalecimento da legenda.

“Tudo que foi pedido ao Bolsonaro foi concedido, mas por fim ele exigiu o comando nacional do partido, o que foi negado pelo nosso presidente Adilson Barroso e o ‘casamento’ ficou complicado. As portas seguem abertas ao Bolsonaro, mas só que sem as interferências nas executivas estaduais. Por conta desse novo momento, eu decidi reuni os membros do partido para prestar esses esclarecimentos e pedir a união de todos, inclusive dos membros da UDN que estavam conosco, para que consigamos atingir a cláusula de barreira, que está sendo imposta pela nova legislação eleitoral”, afirmou Jota Pinto.

Sobre o posicionamento do partido nas eleições de 2018 aqui no Maranhão, Jota Pinto marcou uma assembleia para o mês de março do ano que vem, onde o PEN/PATRIOTA decidirá os rumos da legenda. Dentro do partido existe uma corrente que defende candidatura própria, outra que deseja apoiar a reeleição do governador Flávio Dino e outra que prefere o apoio a ex-governadora Roseana Sarney.

“Iremos fazer um congresso no dia 10 de março, neste dia iremos deliberar se apoiaremos candidatura A ou B, ou se teremos candidatura própria. É um bom tempo para tentarmos unir todos e chegarmos a uma decisão em conjunto”, disse.

Jota Pinto também assegurou que espera contar com a permanência dos dois deputados do partido – Júnior Marreca (federal), que esteve na reunião, e César Pires (estadual) – para as eleições de 2018. O presidente do PEN/PATRIOTA confirmou ainda a filiação do Dr. Gutemberg, vereador de São Luís, na legenda.

“O deputado Júnior Marreca está confirmadíssimo, já o deputado César Pires estava aguardando essa definição do Bolsonaro. Quero crer que ele fique conosco, pois não podemos abrir mão de um político da qualidade dele, é um quadro que nos honra muito. Também teremos alguns reforços para 2018, entre eles o vereador de São Luís, Dr. Gutemberg, que disputará a eleição estadual”, finalizou.

Inegavelmente viverá novos rumos o PEN/PATRIOTA com a confirmação da não vinda de Bolsonaro, mas uma coisa é certa, sem Bolsonaro, Jota Pinto volta a ficar extremamente fortalecido no partido.

Foto: Divulgação

Blog do Jorge Aragão

sem comentário »

Guerra bolsominion no PEN

0comentário

Bolsominion é o termo como são conhecidos nas redes sociais os admiradores do deputado federal Jair Bolsonaro (RJ), pré-candidato a presidente da República. No Maranhão, os bolsominions se agrupam, sobretudo, na recém-criada União da Direita Maranhense (UDM).

A UDM tem até pré-candidato a governador do Maranhão, o coronel aposentado do Exército José Ribamar Monteiro Segundo, que foi comandante do 24º Batalhão de Caçadores. O problema é que, como abrigo partidário, tanto Bolsonaro quanto os membros da UDM escolheram o PEN, que deve ser transformado em “Patriotas” até o início de 2018.

Na semana passada, Monteiro e os membros da UDM – cujo principal coordenador é o polêmico médico Alan Garcez – estiveram com Bolsonaro em Brasília, quando confirmaram o interesse no PEN.

O problema é que o PEN no Maranhão é comandado pelo ex-deputado estadual Jota Pinto. Nem ele nem os parlamentares da legenda – deputado federal Júnior Marreca, estadual César Pires e os vereadores Marcial Lima e Concita Pinto – foram chamados ao encontro com o presidenciável.

O resultado é que Jota Pinto desautorizou os membros da UDM – Monteiro e Garcez incluídos – a falarem em nome do PEN. E o racha está formado na base bolsominiana no Maranhão.

O Estado Maior

sem comentário »

PEN pode lançar candidato à sucessão de Dino

1comentário

Membros do Diretório Estadual do Partido Ecológico Nacional realizaram, nesta sexta-feira (15), reunião de trabalho na qual foi discutida a possibilidade do partido lançar, em 2018, candidatura própria ao governo do estado.

A ideia começa a ganhar corpo principalmente devido a imiente chegada do deputado federal Jair Bolsonaro, que irá se filiar ao partido em breve.

Pré-candidato à Presidência da República, Bolsonaro aparece em segundo lugar nas mais recentes pesquisas de intenção de voto realizadas junto ao eleitorado maranhense.

O bom desempenho de Bolsonaro no estado, na avaliação dos integrantes do Diretório do PEN, oferece todas as condições para que a sigla no Maranhão lance um nome à sucessão do governador Flávio Dino (PC do B) e ainda reforce os grupos de candidatos que irão disputar vagas para a Assembleia Legislativa e Câmara Federal.

“Já estamos, inclusive, conversando com alguns nomes fortes”, disse ao editor do blog o secretário municipal de Articulação Política de São Luís e presidente do Diretório Estadual, Jota Pinto.

Pinto informou ainda que o partido mantém o projeto de lançar um candidato ao cargo de senador – para a outra vaga, já foi definido apoio oficial ao deputado federal Weverton Rocha (PDT).

Nesta próxima semana, Jota Pinto estará reunido com coronel da reserva do Exército, José Ribamar Monteiro Segundo, um dos principais articuladores da pré-campanha presidencial de Bolsonaro no estado.

Leia mais

1 comentário »

Flávio Dino não deve ter o PEN no palanque

0comentário

A semana iniciou com a informação de que Flávio Dino (PCdoB) tentará em 2018, assim como fez em 2014, ter um palanque “eclético”. O comunista sonha em ter no mesmo palanque os ferrenhos adversários PT e PSDB, e ainda disse, de maneira bastante contraditória, que aceitaria até mesmo subir no palanque com o deputado federal e presidenciável Jair Bolsonaro, que está a caminho do PEN, uma das legendas que o comunista quer no palanque “eclético”.

O problema é que a aliança dificilmente sairá. Se já não bastasse o fato de Bolsonaro ter deixado claro em vídeos que o governo comunista é um atraso para o Maranhão, o estatuto do PEN – Partido Ecológico Nacional, que está se transformando no PATRIOTA, não permite tal aliança.

O Blog do Jorge Aragão teve acesso com exclusividade ao Estatuto do PEN, que no seu Capítulo III, no Parágrafo único, deixa claro que a aliança é impossível de acontecer.

Parágrafo Único – O PATRIOTA não poderá fazer parcerias, alianças, conjugações ou coligações com partidos de extrema esquerda, hoje representados, por exemplo, por PT, PSOL, PCdoB, PSTU, PPL, PCO, PCB, e quaisquer outros que apoiem regimes autoritários.”

O novo estatuto do PEN, futuro PATRIOTA, está publicado inclusive no Diário Oficial da União, do dia 4 de setembro de 2017.

Pelo visto, apesar da vontade do comunista, o palanque de Flávio Dino não deve ser tão “eclético” em 2018, afinal é impossível ele aglutinar PT e PSDB no mesmo palanque, o PEN ou PATRIOTA já existe um impedimento oficial, e o DEM, esse fica para uma outra postagem.

Foto: Reprodução/ TV Mirante

sem comentário »

PEN aprova ingresso de Jair Bolsonaro

2comentários

O Conselho Político do PEN aprovou, em reunião em Brasília, nesta semana, o ingresso do deputado federal Jair Bolsonaro na legenda e assegurou sua candidatura à Presidência da República.

A decisão do Conselho Político foi praticamente o último passo para que Bolsonaro oficialize sua saída do PSC e ingresso no PEN.

Jair Bolsonaro é o segundo colocado nas pesquisas para a disputa da Presidência da República em 2018.

Três maranhenses integram o Conselho Político do PEN, Jota Pinto (presidente da legenda no Maranhão) e os deputados César Pires (estadual) e Júnior Marreca (federal).

A chegada de Jair Bolsonaro ao PEN poderá ser muito importante para que a legenda amplie seus quadros no Congresso Nacional e nas Assembleias Legislativas  em todo o país.

Foto: Divulgação

2 comentários »