Rodrigo Lago será secretário de Comunicação

0comentário

O governador Flávio Dino (PCdoB) confirmou, nesta segunda-feira (11), o nome do advogado Rodrigo Lago para a Secretaria de Comunicação e Articulação Política (Secap).

“O novo secretário de Articulação Política e Comunicação do Governo do Maranhão será o advogado Rodrigo Lago, atual Secretário de Transparência e Controle”, escreveu Flávio Dino nas redes sociais.

Rodrigo Lago era secretário de Transparência e Controle e chegou a acumular o cargo de secretário da Casa Civil. Ele substitui Márcio Jerry Barroso (PCdoB) que foi eleito deputado federal.

“Muito honrado com a nova missão que assumirei no Governo do Maranhão, sob a liderança do governador Flávio Dino! Sucederei o amigo e agora deputado federal Márcio Jerry na Secap”, disse Lago.

sem comentário »

Cafeteira destaca passagem de Lago na Casa Civil

0comentário

O líder do governo na Assembleia, deputado Rogério Cafeteira, destacou a condução da Casa Civil pelo secretário Rodrigo Lago. Nas palavras do parlamentar, Lago desempenhou o papel de Chefe da Casa Civil de maneira “irretocável”. Rodrigo Lago retornou, nesta semana, à função exclusiva de titular da Secretaria de Transparência e Controle, para que o atual secretário, Marcelo Tavares, retornasse ao comando da pasta.

Cafeteira destacou o bom relacionamento de Rodrigo Lago com a classe política. “É importante que a gente ressalte o trabalho do Rodrigo Lago frente à Casa Civil durante esse período de afastamento do deputado Marcelo Tavares. Lago é uma pessoa que, apesar de não ser um político, tem o espírito público como uma das suas maiores características. Então aqui eu faço questão de ressaltar a passagem do amigo e que me honra muito pela sua amizade, pelo respeito e admiração que tenho por ele”, parabenizou.

Em seu discurso, o líder governista ainda ressaltou que o Rodrigo Lago teve durante o período de sua passagem pela Casa Civil, pela forma como ele sempre trabalhou solução para todos os pleitos levados pelos parlamentares. O posicionamento de Cafeteira foi corroborado por diversos deputados presentes na sessão.

Foto: Agência Assembleia

sem comentário »

Transparência turva

0comentário

Criada em 2015, com pompa e circunstância pelo governo Flávio Dino (PCdoB), como a solução para todos os males éticos e morais da administração pública, a Secretaria da Transparência foi vendida como um marco no controle dos processos de gestão.

Mas logo na nomeação do seu titular, a desconfiança tomou conta da classe política e dos observadores públicos do Maranhão. O escolhido para tocar a pasta foi o advogado Rodrigo Lago. Filho do ex-deputado Aderson Lago, Rodrigo cresceu com o sentimento de vingança a tudo que representasse contrariedade ao pensamento político do pai.

No comando da Secretaria, Lago parece ter acabado por somar ao próprio sentimento às determinações autoritárias e persecutórias do seu chefe, o governador comunista Flávio Dino. O resultado foi uma espécie de Gestapo contemporânea, perseguindo adversários do governo e com notória vista grossa aos malfeitos do próprio governo.

Logo de cara, no primeiro ano do mandato, a Transparência comunista se viu às voltas com dois casos graves de corrupção, envolvendo as auxiliares do governador Simone Limeira, acusada de cobrar propina de tribos indígenas, e Rosângela Curado, afastada do governo de forma abrupta e sem explicações.

Não se tem notícia nesses três anos de nenhuma ação, abertura de processo ou de simples investigação da Transparência de Rodrigo Lago contra as duas mulheres. Nesse mesmo termo, a pasta produziu relatórios contra os ex-secretários Ricardo Murad e Cláudio Trinchão, e até contra a ex-governadora Roseana Sarney. Todos mandados para o arquivo morto na Justiça.

De qualquer forma, no entanto, provaram que a transparência no governo comunista é turva.

Estado Maior

sem comentário »

Herança de Roseana

6comentários

O secretário de Transparência e Controle do Estado do Maranhão, advogado Rodrigo Lago, se deu mal ao tentar tirar onda com o anúncio do piso do magistério feito pelo Ministério da Educação em R$ 2.298,80.

Pela rede social do Facebook, o secretário postou: “O Governo do Maranhão paga o 2º maior salário do Brasil, R$ 4.985,43. É mais que o dobro do piso nacional, como mostra levantamento feito pela Secretaria de Transparência e Controle”.

Ocorre que o secretário, malandramente, omite que esse valor pago pelo Governo do Maranhão já está incluso a GAM, que é A Gratificação de Atividade de Magistério. Ou seja, uma vantagem pecuniária atribuída aos professores da educação básica.

A GAM foi uma conquista do profissionais em educação ainda no governo Roseana Sarney (PMDB), após várias mesas de negociações com os trabalhadores (veja aqui).

O fato concreto, e isso Rodrigo Lago, de novo malandramente esconde, é que desde que ele é secretário de Estado, ou seja, há dois anos quando o governador Flávio Dino tomou posse no cargo de governador do Maranhão, os professores não têm aumento de salário.

Não fosse a GAM dos tempos de Roseana Sarney, o ordenado dos professores estaria entre os melhores.

Blog do Robert Lobato

6 comentários »

Transtorno obsessivo

0comentário

RicardoMurad

Por Ricardo Murad

Dominado emocionalmente pelo primeiro damo do Estado, numa relação que a cada dia fica mais conturbada e já causa enormes prejuízos ao estado, o governador em mais uma ação perseguidora, inédita e abusiva determina à famigerada Secretaria da Transparência, órgão criado com o fim específico de atingir, acusar e constranger seus adversários, que peça o indiciamento dos dois deputados e para isso os envolve numa peça de ficção sem o menor sentido e propósito a não ser o de produzir sensacionalismo para promover o festival midiático tão necessário a um governo que se destrói a cada dia e esse fosse o antídoto para estancar a sangria do desgaste popular e fazer calar a voz da Oposição constrangendo a deputada Andrea e o deputado Sousa Neto na Assembleia.

Para isso se utiliza do pobre Rodrigo Lago que de metamorfose em metamorfose passou de advogado para ladrão do dinheiro público destinado à compra de medicamentos para o povo carente de Caxias e agora virou capitão do mato de Flávio Dino, no comando de uma secretaria que é uma piada, que como disse, foi criada nos moldes dos órgãos repressores típicos dos regimes totalitários para calar e violentar quem ousasse contestar o regime de exceção, que se transformou no símbolo de um governo sem perspectiva de futuro.

Assistam no vídeo a ameaça velada de indiciamento feita a mim e aos dois deputados em mais um capítulo dessa novela grotesca produzida nos porões da Secom veiculada pela TV Guará, única emissora do maranhão que se presta a esse serviço sujo. Mas Flávio Dino que não se engane pois vamos demonstrar que todas as suas acusações são falsas e levianas e ele será, junto com os seus asseclas, responsabilizado pelos danos que está causando a pessoas sérias e honradas, e ao estado, pela sua conduta, esta sim, criminosa.

*Ricardo Murad é ex-deputado estadual e ex-secretário de Estado da Saúde

sem comentário »

Perseguição a adversários

2comentários

AndreaMurad

A deputada Andrea Murad iniciou o novo semestre de trabalhos legislativos questionando o papel desempenhado pela Secretaria de Estado de Transparência e Controle, cujo titular da pasta, Rodrigo Lago, vem coordenando “forças tarefas” no intuito de perseguir adversários políticos e imputar irregularidade a ex-gestores, segundo o discurso da parlamentar nesta segunda-feira (03). Para a deputada, o secretário não possui legitimidade e imparcialidade para auditar a SES pelo fato do próprio Rodrigo Lago e seus familiares serem citados em investigação no caso Ópera Prima, que trata do desvio de recursos públicos na compra de medicamentos, denunciados à época pelo ex-deputado Ricardo Murad.

“O relatório final do inquérito da Comissão de investigação de crimes contra o erário estadual diz que o Rodrigo Lago, o Aderson Lago, mais o Aderson Neto são acusados de comandar o esquema de desvio de recursos públicos. E quem denunciou todo esse esquema? Ricardo Murad, o mesmo que ele persegue hoje fazendo uma verdadeira devassa na Secretaria de Saúde como se ele tivesse alguma moralidade para requerer”, disse Andrea Murad.

Para a deputada, uma prova do desvio de finalidade da secretaria é que a pasta não investiga casos graves como o favorecimento de empresas em dispensas de licitações. No período de recesso, a deputada encaminhou ofício à Secretaria de Transparência e Controle que também investigue as várias irregularidades denunciadas pela oposição e imprensa. Ela citou o caso Detran, com a contratação e prorrogação do contrato, através de dispensa de licitação; a contratação por dispensa do escritório Sá Vale Advogados; assim como os devermos aluguéis efetuados com o valor acima do mercado. No total foram 18 casos em que a deputada Andrea Murad pede providências e informações relacionadas aos processos administrativos citados.

Além do discurso sobre a perseguição do atual governador contra adversários políticos, o que é público e notório o quanto o atual governo se incomoda com o ex-secretário de saúde por exemplo, a deputada Andrea Murad disparou uma pérola hoje ao comentar também sobre os artigos produzidos pelo ex-governador José Reinaldo onde ele faz um apelo, literalmente, ao que ele chamou de Pacto pelo Maranhão.

“O governo está indo de mal a pior. Não é à toa que o criador do Flávio Dino fez um artigo no jornal pedindo socorro a José Sarney, pedindo pelo amor de Deus: Sarney, nos ajude, porque o governador Flávio Dino é incapaz, porque foi esta a mensagem que ele passou. O criador chegou à conclusão que a criatura é incapaz e pediu socorro para o ex-presidente Sarney”, disse Andrea Murad.

Só pra recordar, Zé Reinaldo foi mentor da candidatura de Flávio Dino em todas as esferas, deputado federal, prefeitura, governo do estado, até que a longa romaria pelo comando mais almejado na gestão pública estadual findou e parece que o criador em menos de 7 meses viu a catástrofe que é sua criatura. A dupla que só achincalhou o ex-presidente nos últimos anos, mesmo de posse do que tanto queriam — o comando do governo do Estado —, até hoje culpam José Sarney pelo desgoverno que estão promovendo.

“Aquele homem [José Sarney] tão criticado por muitos, inclusive por muitos deputados desta Casa, que sobem nesta tribuna para demonizar o ex-presidente Sarney, e é a esse mesmo homem que o criador do Flávio Dino foi pedir socorro, porque a criatura não está conseguindo governar o Estado”, finalizou a deputada.

2 comentários »

Desafio de Ricardo

5comentários

RicardoMuradRicardo Murad, SES

5 comentários »

Nova secretaria

0comentário

RodrigoLago

O advogado Rodrigo Lago será o secretário de Transparência e Controle, pasta a ser criada na gestão de Flávio Dino. Esta secretaria será responsável pelo controle interno da administração, acompanhando os contratos, apurando denúncias e fiscalizando a correta aplicação das verbas públicas. O anúncio foi feito por Flávio Dino nesta sexta (17).

A Secretaria será criada sem que seja adicionado nenhum novo cargo comissionado, apenas com remanejamento de cargos já existentes.

Estarão integradas à Secretaria a Corregedoria Geral do Estado e a Controladoria Geral do Estado, visando fazer um governo transparente, honesto e republicano.

Com destacada atuação em Direito Constitucional, Rodrigo Lago é advogado há 12 anos. Estudou Direito Constitucional no Instituto Brasiliense de Direito Público – IDP.

É Conselheiro Federal suplente da OAB (2013-2015) e consultor da Comissão Nacional de Estudos Constitucionais da OAB. Faz parte também do Instituto dos Advogados Brasileiros (IAB).

No Maranhão, é diretor-geral da Escola Superior de Advocacia do Maranhão – ESA-OAB/MA (2013-2015), fez parte do Conselho Estadual da OAB como presidente da Comissão de Estudos Constitucionais da OAB/MA (2010-2012). Foi também membro de bancas examinadoras de concursos para a Magistratura e Ministério Público.

sem comentário »