Após abortar rebelião e fuga, PM encontra até vodka em Pedrinhas

1comentário
Policial militar segura garrafa pet com vodka apreendida durante revista

Policial militar segura garrafa pet com vodka apreendida durante revista em cela (Foto: Biné Morais/O Estado)

A Polícia Militar abortou hoje uma rebelião, seguida de fuga em massa, que estava sendo planejada por presos do Complexo Penitenciário de Pedrinhas. Segundo apurou a recém criada Direção de Segurança dos Presídios do Maranhão, os detentos se amotinariam à tarde em várias unidades prisionais, como os presídios São Luís I e II, Casa de Detenção e Centro de Detenção Provisória (CDP) em represália à suspensão da saída temporária de ano novo. Descoberto o plano, a PM deu início a uma minuciosa revista e encontrou, em algumas celas, chuços, drogas, anotações e até garrafas de vodka, com as quais os presos pretendiam comemorar a virada do ano.

Foram revistados sete dos oito presídios de São Luís. Apenas a Unidade Prisional do Olho d’Água não passou pelo procedimento por abrigar apenas detentos do regime semi-aberto.

A revista prosseguirá durante todo o dia e os resultados, segundo a PM, serão divulgados à imprensa para que a sociedade tome conhecimento da situação.

Ao abortar a rebelião, a Direção de Segurança dos Presídios dá mais uma demonstração de eficiência, o que prova que a governadora Roseana Sarney acertou ao criar uma unidade específica para fazer frente ao caos no sistema penitenciário.

1 comentário para "Após abortar rebelião e fuga, PM encontra até vodka em Pedrinhas"


  1. Manoel

    Como entra tudo isso dentro do Presidio? Será que papai Noel mandou pra eles de paraquedas!
    É uma vergonha um dos piores estados do pais, piores presídios, população mais pobre e o governo ainda diz que vai construir 11 presídios sem licitação, contrariando a lei que poderia ter construido em tempo hábil, mas por incompetência desse governo ipocrita e corrupto nada foi feito.

deixe seu comentário