Assaltantes de banco deram “pincel” na polícia de Flávio Dino e Jefferson Portela em Tutóia

4comentários
Agências bancárias foram destruídas por explosões; bando usou farta munição

A polícia do governador Flávio Dino (PCdoB) e do seu secretário de Segurança Pública, Jefferson Portela, levou o que no linguajar popular chama-se de “pincel” – quando alguém é ludibriado e segue para caminho diferente do correto – no caso dos assaltos a três agências bancárias de Tutóia, no litoral norte do Maranhão, na madrugada desta segunda-feira. O serviço de inteligência da SSP chegou a descobrir com certa antecedência o plano criminoso e tinha condição de impedir os roubos. O problema é que os investigadores acabaram errando a cidade onde ocorreria o ataque. E deu no que deu.

A SSP chegou a enviar equipes do Curso de Operações e Sobrevivência em Áreas Rurais (Cosar) para São Benedito do Rio Preto e Urbano Santos, acreditando que a quadrilha agiria em um dos dois municípios. Mas a tentativa de antecipação foi frustrada. Resultado: as agências do Banco do Brasil, do Bradesco e do Banco do Nordeste (BNB) de Tutóia foram explodidas, sem que a polícia pudesse esboçar reação à altura.

Mais uma trapalhada da cúpula da segurança pública, que mobilizou material humano e forte aparato em vão, para sorte da bandidagem e desespero da população.

Assista ao vídeo:

4 comentários para "Assaltantes de banco deram “pincel” na polícia de Flávio Dino e Jefferson Portela em Tutóia"


  1. carlos

    E onde estavam os seguranças destes bancos, que não fizeram nada??? Eu penso que agora O Governo deva colocar uma viatura em cada porta de banco

  2. José alves

    Esse secretário Portela acabou com a polícia civil e com a SEIC.
    De forma precipitada desmontou uma das melhores equipes de combate de roubo a banco do nordeste comandada pelo delegado Bardal.

  3. Claudia

    Concordo plenamente com você José Alves ….. melhor equipe era a do delegado Tiago Bardal … esse sim mostrava serviço

  4. André luis

    Realmente, na época do superintendente Bardal além de redução dos assaltos a banco, todo mês pelo menos uma quadrilha era desbaratinada é fuzis eram apreendidos. Este ano quantos fuzis a polícia Civil apreendeu?????

    Este

deixe seu comentário