Janot pede a prisão de Aécio Neves

1comentário

PGR pediu que, em caso de nova negativa de Edson Fachin, caso seja levado ao plenário

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu nesta segunda-feira que plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) determine a prisão do senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG) e do deputado afastado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR).

Os dois são acusados de corrupção passiva, lavagem de dinheiro, obstrução de justiça e organização criminosa. Janot pede que o plenário do STF reconsidere a decisão do ministro Edson Fachin, que rejeitou o pedido, e decrete a prisão do preventiva do senador e do deputado.

Primeiro, Janot pede que Fachin revise a a própria decisão. Como considera que o ministro pode não acolher o pedido, o procurador solicita que o caso seja levado em caráter de urgência a apreciação dos 11 membros do tribunal. Para o procurador-geral, a prisão de Aécio e de Loures é “imprescindível para a garantia da ordem pública e da instrução criminal”.

Janot argumenta que os crimes atribuídos aos dois parlamentares são “gravíssimos” e que, até o início da fase pública das investigações na quinta-feira passada, os dois estão em situação de flagrante por crime inafiançável. O procurador-geral acrescentou ainda como agravante os investigados “vem adotando, constante e reiteradamente, estratégias de obstrução de investigações da Operação Lava Jato”.

Leia mais

1 comentário »

Desmonte de uma fraude

9comentários

JoseSarneyvota

O senador José Sarney foi alcançado ontem por um documento da TV Amapá, repetidora da Rede Globo e membro da Rede Amazônica de Televisão. O motivo da declaração da empresa foi um vídeo que circula na Internet desde o início da semana. A empresa deixa claro: “Declaro para todos os fins que não é autêntico o vídeo atribuído a esta emissora.

Trata-se, na verdade, de uma montagem fraudulenta”. O que a TV Amapá esclarecia ao próprio Sarney diz respeito a um vídeo espalhado como vírus pela rede mundial de computadores. Nele, tentam fazer parecer que o senador votara em Aécio Neves (PSDB) nas eleições de domingo, o que é absolutamente mentiroso.

Sarney não só votou na presidente Dilma (PT) como vibrou com a sua vitória no Maranhão, a maior votação proporcional do país, com quase 80% dos votos. E no Amapá também a petista teve expressiva votação.

O vídeo manipulado baseou-se em imagens feitas pelos profissionais da emissora amapaense, destacados para cobrir, de forma jornalística, o voto do ex-presidente, como das demais autoridades que exerceram seu direito de voto no estado. A fraude contra Sarney, além de covarde, mostrou-se criminosa, típica do clima de campanha que se instalou no Maranhão nas eleições, criticado pelo próprio Sarney.

E teve o objetivo de indispor o senador com a presidente, o que não logrou êxito diante do agradecimento da própria Dilma pela votação alcançada no estado. A fraude agora é desmontada oficialmente, com a declaração da emissora amapaense.

Coluna Estado Maior/O Estado

9 comentários »

Conheça Belágua

3comentários

Belagua

A maior votação proporcional alcançada pela presidente reeleita Dilma Roussef (PT) aconteceu em Belágua, a 280 km de São Luís, na região leste do Maranhão. Na cidade de apenas 6.524 habitantes, 93,93% dos votos válidos (3.558 votos) foram dados à candidata petista enquanto Aécio Neves (PSDB) obteve 6,07% (230 votos).

Pela segunda vez, Belágua entra no cenário nacional por apresentar índices expressivos. Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgados em dezembro do ano passado, o município registrou o maior salto econômico do país, subindo mais de mil posições no ranking de cidades por PIB per capita. Reportagem do G1 mostrou que o maior ganho da população foi sair da situação de pobreza extrema para a pobreza, impulsionada pelos programas de assistência social do governo federal somados à produção artesanal e venda de farinha de mandioca.

Dados do IBGE apontam que, em Belágua, a incidência de analfabetismo é de 52,11%. Apenas três ônibus estão na frota loca de veículos e dois hospitais públicos municipais oferecem um pequeno leque de serviços de saúde. A população tem maioria concentrada nas faixas etárias de 5 a 9 anos e 10 a 14 anos. A estimativa é de que que, entre 2010 e 2014, o crescimento populacional tenha sido de 667 pessoas, o que leva a população a 7.191 habitantes no total.

Dez meses depois, o G1 voltou a Belágua para saber como está a cidade mais “dilmista” do Brasil e constatou que o cenário é o mesmo. Na maior parte do município, falta saneamento básico, água encanada e pavimentação das ruas, por exemplo, mas a população garante que já foi pior.

Neste mês, segundo a Caixa Econômica Federal, 1.292 famílias cadastradas receberam verba do Bolsa Família na cidade. Se consideramos a base mínima de 4 pessoas por família utilizada pelo IBGE, o programa beneficia de forma direta aproximadamente 5.168 pessoas, o equivalente a 79,2% da população belaguense.

Fotos e reportagem/Clarissa Carramilo

Leia mais

3 comentários »

Belágua e Miami

1comentário

DilmaRousseff

A petista Dilma Rousseff conseguiu sua vitória mais folgada em Belágua (MA). Dilma obteve 93,93% dos votos válidos (3.558) na cidade maranhense, contra 6,07% (230) de Aécio Neves (PSDB).

Foi também no Maranhão que a petista alcançou sua segunda votação mais expressiva. Em Serrano do Maranhão, ela obteve 93,75% dos votos válidos (4.514), contra 6,25% (301) do tucano.

Aécio Neves, por sua vez, conseguiu sua vitória mais tranquila em Miami (EUA). Na cidade americana, o tucano somou 91,79% dos votos válidos (7.225), contra 8,21% (646) de Dilma.

Foi também nos EUA que Aécio conseguiu seu segundo e terceiro melhores desempenhos. Em Atlanta, ficou com 89,47% (1.937) dos votos válidos. Em Houston, obteve 89,22% (1.912).

No Brasil, a cidade que o tucano alcançou sua vitória mais folgada foi Nova Pádua (RS), onde liderou com 88,14% dos votos válidos (1.650), contra 11,86% (222) de Dilma.

Foto: Ueslei Marcelino/Reuters

G1

1 comentário »

Vitória no Maranhão

2comentários

DilmaeLula

O Maranhão deu à presidenta reeleita Dilma Rousseff (PT) a maior votação entre todos os estados brasileiros.

O que chama a atenção de todos é que tanto no primeiro como no segundo turno, a presidenta Dilma Rousseff não esteve no Maranhão.

O Piauí que no primeiro turno tinha registrado a maior votação para Dilma, agora ficou em segundo.

Dilma Rousseff obteve 78,76% dos votos contra 21,24% de Aécio Neves (PSDB). A abstenção foi de 27,37%.

Em São Luís, Dilma Rousseff recebeu 70,41% dos votos enquanto Aécio Neves teve 29,59%, enquanto a abstenção foi de 12,76%.

No município de Belágua, Dilma recebeu  93,93% dos votos válidos. Aécio Neves (PSDB) obteve apenas 6,07%. A abstenção na cidade ficou em 23,79%.

Foto: Ueslei Marcelino/Reuters

2 comentários »

Dilma reeleita

0comentário

Captura de Tela 2014-10-27 às 06.24.35

sem comentário »

Dia da verdade

0comentário

Dilmaeaecio

Neste domingo (26), 4.497.336 maranhenses estão aptos a votar entre as 8h e as 17h para escolher o novo presidente do Brasil, segundo dados do site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

No primeiro turno, no Maranhão, a candidata Dilma Roussef (PT) ficou em primeiro lugar, com 2.187.668 (69,56% dos votos válidos). A candidata Marina Silva (PCB) ficou em segundo, com 534.824 (17,01%) e, Aécio Neves (PSDB), em terceiro, com 365.443 (11,62%).

No dia 5 de outubro, foi registrada abstenção de 1.062.192 (23,63%) eleitores. O comparecimento foi de 3.433.672 (76,37%). Foram computados 142.607 (4,15%) votos brancos e 336.105 (9,79%) nulos.

Flávio Dino (PCdoB) foi eleito governador do Maranhão com 1.877.064 votos (63,52%). Roberto Rocha (PSB) foi eleito senador 1.476.840 (51% dos votos válidos).

Eleitorado maranhense

O número de eleitores maranhenses diminuiu 1,34% em relação às últimas eleições, segundo o TSE. Estão aptos a votar nas eleições de 5 de outubro, 4.497.336, enquanto que, em 2012, o número era de 4.558.855. O estado maranhense é o 11º lugar em número de eleitores, atrás São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Bahia, Pernambuco, Ceará, Pará, Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Já em relação à região Nordeste, o colégio eleitoral maranhense é o 4º maior.

A cidade com maior número de eleitores é São Luís, com 619.682 eleitores, o que representa 13,7% do quantitativo estadual. Logo depois os nove maiores colégio eleitorais são Imperatriz, com 164.503 eleitores (3,6%); Caxias, 107.732 (2,39%); Timon, 107.676 (2,39%); Codó, 81.143 (1,85); São José de Ribamar, 80.943 (1,8%); Açailândia, 74.765 (1,6%); Bacabal, 66.503 (1,4%), Santa Inês, 57.413 (1,27%) e Balsas, 55.154 (1,22%).

As mulheres são maioria do eleitorado, com 2.309.955 eleitoras (51,3%) aptas a votar. Já os homens são 2.185.201 eleitores (48,5%). A maior parte dos eleitores maranhenses está compreendida entre 25 a 34 anos, 1.167.064 eleitores. Logo depois, aparecem os eleitores entre 45 a 59 anos, exatos 872.578 eleitores. O menor quantitativo é de 16 anos, 34.208 (0,76%).

G1

sem comentário »

Vantagem de Dilma

2comentários

Captura de Tela 2014-10-25 às 17.50.49Veja os números do Ibope

Veja os números do Datafolha

2 comentários »

Último dia

0comentário

Dilmaeaecio

Militantes do PT e do PSDB realizam hoje carreatas em São Luís, como atividades de encerramento das campanhas dos presidenciáveis Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB). Os tucanos realizam carreata também em Imperatriz, segundo maior colégio eleitoral do estado. Petistas e tucanos se manterão mobilizados durante todo o sábado, com objetivo de consolidar a votação – ampliar ou diminuir, de acordo com a situação de cada um.

A carreata pró-Dilma será coordenada pela governadora Roseana Sarney (PMDB) e terá a participação de todas as lideranças do PMDB, do PT e dos partidos que apoiam Dilma no Maranhão. “O Maranhão está mobilizado pela reeleição da presidenta Dilma Roussef. A campanha comandada pelo PMDB vai reunir todos os partidos aliados neste sábado, às 9h, no sambódromo, para uma uma grande carreata da Dilma 13”, disse, em nota, o presidente regional do PMDB em exercício, Remi Ribeiro.

Mesmo após a carreata, petistas, peemedebistas e aliados continuarão mobilizados por todo o dia, em busca de votos em São Luís e no interior. O objetivo é ampliar os quase 70% dos votos que Dilma recebeu no Maranhão no primeiro turno.

Tucanos – A carreata do PSDB também sairá do Aterro do Bacanga, mas na parte da tarde. O vice-governador eleito Carlos Brandão (PSDB) e o senador eleito Roberto Rocha (PSB) vão reunir aliados tucanos e membros do PSB, do PPS, do DEM e dos vários partidos que apóiam a candidatura de Aécio Neves, a partir das 14h. O objetivo do PSDB é diminuir a diferença para Dilma no Maranhão, para que possa, pelo menos, igualar a disputa nos demais estados.

Com a ausência do governador eleito Flávio Dino (PCdoB), a campanha do PSDB no Maranhão ganhou como principais articuladores, além do vice-governador eleito Carlos Brandão, o senador eleito Roberto Rocha (PSB) e o prefeito de Imperatriz, Sebastião Madeira (PSDB).

Em Imperatriz, o prefeito Sebastião Madeira tem o mesmo objetivo ao realizar a carreata de encerramento. “Estou fazendo a campanha como se fosse eu o candidato”, afirmou Madeira, que tem percorrido toda a Região Tocantina em busca de votos para o seu companheiro de partido.

Os tucanos maranhenses chegaram mesmo até a acreditar numa virada em São Luís e Imperatriz, baseados no maior volume de campanha nas primeiras semanas do segundo turno. Mesmo diante da recuperação de Dilma, eles pretendem manter o clima de campanha até o último momento.

As lideranças maranhenses das duas campanhas devem montar comitês em casa mesmo para acompanhar a apuração dos votos, que começa às 19h deste domingo.

Foto: Biné Morais/O Estado

O Estado

sem comentário »

Dilma amplia vantagem

2comentários

O Ibope e o Datafolha divulgaram nova pesquisa sobre a corrida presidencial, Segundo o Ibope, a diferença entre Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB) é de 8 pontos percentuais. Veja os dados completos aqui.

Ibope
Na pesquisa Datafolha, a diferença de Dilma Rousseff (PT) para Aécio Neves (PSDB) é de 6 pontos percentuais. Clique aqui e veja a pesquisa.

Datafolha

2 comentários »