Sampaio pega o Santo André na semifinal da LBF

0comentário

Conhecido o adversário do Sampaio Basquete no playoff, na semifinal da Liga de Basquete Feminino (LBF).

O Santo André que venceu a terecira partida do playoff contra o Sesi Araraquara, na prorrogação por 53 a 52, após empate no tempo normal por 44 a 44 será o adversário do time maranhense que tenta o bi na LBF.

O Sampaio teve a segunda melhor campanha em toda a competição e chegou à semifinal após duas vitórias sobre o Ituano (61 a 55 em Itu) e (69 a 52 em São Luís).

A primeira partida do playoff será nesta quinta-feira (11), às 19h, no ginásio do Complexo Esportivo Pedro Dell’Antonia, em Santo André. O segundo jogo será na segunda-feira (15) e o terceiro se houver necessidade na terça-feira (16), ambos às 19h30, no ginásio Costa Rodrigues, em São Luís.

Sampaio e Santo André se enfrentaram duas vezes na fase de classificação. Na primeira, em Santo André, o Sampaio levou a melhor e venceu por 68 a 60. Na segunda, em São Luís, a vitória das maranhenses mais tranquila 65 a 48.

Pelo time que tem, pela força da torcida e pela campanha até aqui, o Sampaio é favorito neste confronto e deve passar vencendo os dois confrontos iniciais.

A outra semifinal terá o confronto entre Uninassau-PE e Vera Cruz Campinas.

O Sampaio Basquete tem o patrocínio da Cemar e do Governo do Maranhão por meio da Lei de Incentivo ao Esporte.

Foto: Matheus Mendes

sem comentário »

Sampaio vence em Araraquara pela LBF

1comentário

Atrás no placar a menos de três minutos para o fim, o Sampaio Basquete buscou a reação para vencer o SESI Araraquara no Gigantão por 66 a 63 e conquistar a quinta vitória consecutiva na temporada. A equipe do argentino Cristian Santander tem agora 14 triunfos em 17 jogos, com 82,4% de aproveitamento na segunda posição – a Bolívia já sabe que irá encarar o Ituano Basquete nas quartas de final.

Pela primeira vez na temporada, houve tríplice empate de cestinhas. Silvinha, do SESI, Agustina Leiva e Raphaella Monteiro, do Sampaio, fizeram 18 pontos cada. A ala do tubarão ainda teve um duplo-duplo com 14 rebotes, além de 4 assistências e 29 de eficiência para ser a MVP no Gigantão. Aline Moura veio logo atrás, com 17 pontos e 8 rebotes para as donas da casa.

Se o primeiro período foi do Sampaio, que venceu por todo o tempo e fechou com parcial 18-13, o segundo quarto foi de domínio araraquarense, que com o auxílio dos 9 pontos de Silvinha, foi mais eficiente e fez o dobro de pontos do adversário para ir ao intervalo com 5 de vantagem.

No segundo tempo, a Bolívia usou o jogo interno de Rapha Monteiro para tirar a diferença e se manter no jogo. No quarto final, Moura e Leiva travaram bom duelo no garrafão, com a argentina convertendo 10 dos 20 pontos finais do Sampaio.

A três minutos do fim, Monteiro empatou e virou a partida para o tubarão, ao passo que Leiva converteu 5 pontos a menos de dois minutos por jogar para consolidar a quinta vitória boliviana no returno.

As duas equipes encerram suas participações na primeira fase fora de casa, nesta quinta-feira (27), às 19h. O SESI pega o São Bernardo às 19h, enquanto o Sampaio Basquete joga em Campinas contra o líder Vera Cruz Campinas, em nova reedição das Finais de 2018 – a equipe paulista venceu o primeiro embate da temporada no Maranhão.

O Sampaio Basquete tem o patrocínio da Cemar e do Governo do Maranhão por meio da Lei de Incentivo ao Esporte.

Foto: Ellen Costa

1 comentário »

Opinião: pintou o favorito?

0comentário

Campeão da edição 2015/2016 da Liga de Basquete Feminino no campeonato que marcou a despedida do ídolo local Iziane das quadras, o Sampaio Corrêa parece disposto a recuperar o caneco da LBF nesta temporada.

Após perder a última decisão para Campinas por 3-2 em uma finalíssima sensacional, o time de São Luís, do Maranhão, abriu o cofre, foi forte no mercado e anunciou praticamente uma seleção brasileira de reforços – uma seleção brasileira de reforços que serão comandados… por um ótimo técnico Hermano.

Começando por ele, Cristian Santander, campeão Sul-Americano com a Argentina (em cima do Brasil aliás) em 2018, será o comandante do Sampaio Corrêa. Santander é o maior responsável por fazer as Hermanas desbancarem uma hegemonia que já durava 30 anos do basquete brasileiro em âmbito sul-americano. Pegou um elenco desacreditado, evoluiu com ele e está colhendo os frutos. É uma grande contratação do Sampaio.

Em quadra, o time montado pela equipe irá ajudar também à seleção brasileira que disputará o Pré-Olímpico neste ano. Já foram contratadas simplesmente cinco atletas que têm toda capacidade de fazer parte do elenco do técnico Carlos Lima na briga pela vaga em Tóquio-2020. A armadora Tainá Paixão, as alas Raphaella Monteiro (com quem encontrei semana passada no Rio de Janeiro e ela não me disse nada…) e Tati Pacheco, e as pivôs Érika de Souza e Clarissa já foram anunciadas.

As demais peças serão incorporadas até o final do mês visando o campeonato que inicia em março (tabela será divulgada em breve). Desde já parabéns ao Sampaio. Em termos de montagem de elenco o time saiu na frente, tendo neste grupo uma combinação de explosão física e boa qualidade técnica (talvez falte um gatilho mais certeiro nas bolas de fora apenas).

Se Campinas (com sua base ex-Americana), dominou os dois últimos anos, tudo leva a crer que o Sampaio Corrêa surge como grande favorito ao caneco da edição de 2019 da LBF. Olho na Bolívia Querida, apelido do time.

*A Coluna do Bala reflete a opinião do autor, que escreve de forma independente, não representando um posicionamento oficial da LBF.

Da coluna Bala na Cesta

sem comentário »

Como o Sampaio perdeu um jogo que estava ganho?

0comentário

O torcedor que lotou o Castelinho sentiu o golpe com a derrota do Sampaio para o Vera Cruz, na quarta partida decisiva na Liga de Basquete Feminino num Castelinho completamente derramando de gente.

Até o início do terceiro período, o Sampaio sobrava no jogo que tinha clima de festa. Veio o apagão e a virada incrível do time de Campinas. É claro que dez, oito, seis pontos não é uma grande diferença, mas da forma como a partida se desenvolvia, tudo levava a crer que a vitória seria tranquila.

A derrota por 62 a 51 deixou a série decisiva empatada em 2 a 2 e a decisão será no domingo, em Campinas.

O Sampaio vai tentar se recuperar do golpe e tem time para isso, mas não pode jamais repetir os erros de ontem quando, de repente começou a errar demais no ataque e literalmente deixar de marcar.

O Sampaio perdeu porque foi precipitado demais. Forçou jogadas desnecessárias, abidicou de arriscar os arremessos de três pontos e, principalmente relaxou na marcação.

Foi assim que Melisa Gretter, a dona e cestinha da partida com 31 pontos, bateu o próprio recorde na competição e desequilibrou o confronto que o Sampaio tinha tudo para vencer.

Aliás, nas três derrotas do Sampaio para Campinas nesta decisão, Meli fez o que quis e jogou solta. Resta saber se vai continuar jogando assim no último confronto.

Foto: Paulo de Tarso Jr.

sem comentário »

Sampaio mira nova vitória em Campinas

0comentário

Após o excelente começo de decisão na Liga de Basquete Feminino (LBF) quando venceu o Vera Cruz, em Campinas por 56 a 55, o Sampaio volta à quadra hoje, às 19h, para a segunda partida.

Com a vitória na primeira partida, o Sampaio além de quebrar a invencibilidade do time de Campinas que vinha de 20 vitórias consecutiva tem tudo para manter a vantagem nesta final.

Uma nova vitória e o Sampaio ficará a uma vitória do bicampeonato, o que pode acontecer nos outros dois confrontos que serão disputados no Castelinho, em São Luís.

Para surpreender novamente o time de Campinas fora de casa, o Sampaio deve apostar na forte marcação, principalmente na argentina Meli Gretter, na cubana Ariadna e na ala Babi que podem desequilibrar e empatar o confronto para o time paulista.

Além disso, o técnico Virgil Lopes espera acertar a equipe no ataque, utilizando mais a pivô Ziomara e a ala Taty, esta última inclusive foi decisiva na primeira partida.

Até aqui Sampaio e Vera Cruz já se enfrentaram três vezes na competição. O time de Campinas venceu duas na fase de classificação e o Sampaio deu o troco no início da decisão.

Foto: Paulo de Tarso Jr

sem comentário »

Sampaio enfrenta Uninassau na Liga de Basquete

0comentário

A série semifinal da Liga de Basquete Feminino – temporada 2018 (LBF) entre Sampaio Basquete e Uninassau Basquete (PE) começa nesta terça-feira (8). O Jogo 1 entre as tradicionais equipes ocorre no Ginásio Wilson Campos, em Recife, a partir das 20h.

Assim como aconteceu nas quartas de final, o Sampaio Basquete terá a vantagem de definir o confronto em São Luís. Donas da segunda melhor campanha na fase classificatória, as meninas do técnico Virgil Lopez iniciam a série melhor de três fora de casa. Os Jogos 2 e 3 (este último se necessário), ocorrerão no Ginásio Castelinho. As datas já foram confirmadas pelas LBF: dias 13 e 15 deste mês.

Nesta edição da LBF, o Sampaio Basquete levou a melhor nos dois confrontos entre as equipes na fase classificatória. O clássico nordestino abriu a temporada para as duas equipes, e o time maranhense foi superior jogando no Castelinho e conseguiu uma bela vitória por 87 a 73.

Naquela partida, Vitória Marcelino (20 pontos) e Joice Coelho (17 pontos) foram os principais destaques do Sampaio. Apesar das grandes atuações da cubana Casanova, cestinha da partida com 24 pontos, e da pivô Gil, com 20 pontos, o Uninassau Basquete foi derrotado em São Luís.

No segundo turno, quando se reencontraram em Recife, o Sampaio mostrou muita força ao vencer o time pernambucano por 74 a 58. Na ocasião, Tati (19 pontos) e Ziomara (17 pontos) comandaram o triunfo tricolor.

A equipe do Sampaio Basquete tem o patrocínio da Cemar e do governo do Estado por meio da Lei de Incentivo ao Esporte.

Foto: Paulo de Tarso Jr.

sem comentário »

Sampaio Basquete tem duelo decisivo no playoff

0comentário

Uma partida decisiva. É desta maneira que a equipe do Sampaio Basquete, que tem o patrocínio da Cemar e do governo do Estado por meio da Lei de Incentivo ao Esporte, encara o duelo desta terça-feira (1º) contra o Presidente Venceslau, válido pelas quartas de final da Liga de Basquete Feminino (LBF) – temporada 2018. Os dois times se enfrentam às 11h, no Ginásio Castelinho, em São Luís. A entrada é gratuita.

Para a equipe maranhense, a partida desta terça-feira é de vida ou morte. Dono da segunda melhor campanha na fase classificatória, o Sampaio Basquete não começou bem os playoffs e acabou sendo derrotado no Jogo 1, realizado no interior paulista no sábado passado (28) por 58 a 57.

O revés fora de casa obriga, agora, as comandadas do técnico Virgil Lopez a vencerem o Jogo 2 em São Luís para forçar a realização de um terceiro encontro contra Presidente Venceslau. Para conseguir se recuperar na série e seguir vivo na LBF, o Sampaio Basquete quer contar com apoio de sua torcida para lotar o Castelinho na manhã desta terça-feira.

“Eu espero e confio que o pessoal vai encher o ginásio. A gente precisa do sexto jogador que eles sempre foram”, disse a experiente pivô Êga.

Capitã do Sampaio Basquete, Êga sabe que apenas o incentivo das arquibancadas será suficiente para que o time tricolor saia de quadra com a vitória e leve a decisão da vaga para as semifinais para o terceiro jogo. Segundo a pivô, a equipe maranhense terá de voltar a jogar com uma defesa sólida contra Presidente Venceslau.

“No Jogo 1 faltou um pouco do nosso carro-chefe, que é a defesa. A gente não estava atenta o jogo todo na rotação defensiva. A ânsia de querer resolver no ataque acabou fazendo que individualizássemos o jogo. Precisamos melhorar nossa defesa”, analisou.

Caso o duelo desta terça-feira termine com vitória do Sampaio Basquete, o time tricolor leva a decisão das quartas de final para o Jogo 3, que ocorrerá novamente em São Luís devido o time maranhense ter terminado em segundo na fase classificatória. Nesse caso, Sampaio e Presidente Venceslau voltarão à quadra do Ginásio Castelinho na quarta-feira (2), às 20h.

Apesar de ter terminado a fase classificatória na segunda colocação, o Sampaio Basquete não teve vida fácil no duelo contra o Presidente Venceslau nesta edição da LBF. Dono da sétima melhor campanha, a equipe paulista já conseguiu vencer o time maranhense. Além do triunfo no Jogo 1 das quartas de final, Presidente Venceslau já havia derrotado o Sampaio Basquete no primeiro turno por 60 a 52 em jogo no interior paulista.

Em contrapartida, o Sampaio Basquete devolveu a derrota quando atuou em São Luís. Diante de sua torcida, a equipe tricolor venceu por 55 a 42.

Foto: Paulo de Tarso Jr.

sem comentário »

Sampaio terá que vencer a segunda no playoff

0comentário

Em partida bastante equilibrada e que prevaleceu a forte marcação das equipes, o Sampaio foi derrotado pelo Presidente Venceslau, na primeira partida pelo playoff da Liga de Basquete Feminino (LBF), por 58 a 57.

O resultado deixou a equipe paulista a uma vitória da próxima fase. O Sampaio terá que vencer o segundo jogo do playoff para forçar uma terceira partida.

O segundo confronto será na próxima terça-feira (1), às 11h, no Ginásio Castelinho, em São Luís (MA).

Em caso de vitória do Sampaio, a terceira partida será realizada na quarta-feira (2), às 20h, também no Castelinho.

As duas equipes já se enfrentaram três vezes. Até aqui são duas vitórias de Presidente Venceslau em casa e uma do Sampaio, em São Luís.

Foto: Christi Anne Hammerschmidt / Cedida

sem comentário »