Sampaio Basquete agradece parceria com o governo

6comentários

O governador Flávio Dino recebeu, na quarta-feira (13), o presidente do Sampaio Basquete, Sérgio Frota, acompanhado da diretoria técnica do clube e de parte das atletas vice-campeãs da Liga Brasileira Feminina de Basquete na edição 2017/2018.

A visita foi para agradecer o apoio dado pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Sedel) e da Lei de Incentivo ao Esporte, o que contribuiu para a conquista do segundo lugar. “Viemos agradecer o apoio do Governo do Maranhão, na pessoa do governador Flávio Dino, por ter aderido ao projeto do Sampaio Basquete”, diz o presidente do Sampaio Corrêa, Sérgio Frota.

O presidente da equipe fez um breve relato e lembrou a conquista do título de campeãs brasileiras em 2016: “Agora, neste ano, na disputa de 5 partidas, nós ganhamos duas, mas trouxemos o título de vice-campeonato brasileiro. Isso se deu graças ao apoio do Governo do Estado”.

Três das seis atletas maranhenses que disputaram as partidas estiveram na visita. Elas, que hoje integram o time profissional, já fizeram parte de projetos sociais e de inclusão realizados nos seus bairros, como a mais nova da equipe, a jogadora Eduarda Serra, de apenas 17 anos.

O secretário de Estado de Esporte e Lazer, Hewerton Pereira, enfatizou os legados que os projetos apoiados pela Sedel têm trazido para o Maranhão. “A secretaria vem contribuindo com muitos projetos, e este do Sampaio Basquete não é diferente. Sempre que nos empenhamos em concretizar um projeto, pensamos em qual legado ele irá deixar para o nosso estado. Esse do Sampaio, além da inspiração para muitos meninos e meninas que sonham em viver no mundo do esporte, traz reforma de quadra, projetos sociais, palestras em escolas públicas, entre outras atividades realizadas paralelamente aos campeonatos”, enumera o gestor da Sedel.

A experiente e ex-jogadora Iziane Castro, que hoje integra a diretoria técnica do Sampaio Basquete, ressaltou a importância do trabalho social desenvolvido para despertar e descobrir novos atletas de basquete no Maranhão.

“Sempre falo que o esporte é educação, é saúde, é cultura, é segurança pública, entre outros benefícios que ele traz para a sociedade. Isso tudo porque desenvolve a criança de uma outra forma pedagógica, além da educação tradicional”, destaca.

Foto: Divulgação

6 comentários »

Como o Sampaio perdeu um jogo que estava ganho?

0comentário

O torcedor que lotou o Castelinho sentiu o golpe com a derrota do Sampaio para o Vera Cruz, na quarta partida decisiva na Liga de Basquete Feminino num Castelinho completamente derramando de gente.

Até o início do terceiro período, o Sampaio sobrava no jogo que tinha clima de festa. Veio o apagão e a virada incrível do time de Campinas. É claro que dez, oito, seis pontos não é uma grande diferença, mas da forma como a partida se desenvolvia, tudo levava a crer que a vitória seria tranquila.

A derrota por 62 a 51 deixou a série decisiva empatada em 2 a 2 e a decisão será no domingo, em Campinas.

O Sampaio vai tentar se recuperar do golpe e tem time para isso, mas não pode jamais repetir os erros de ontem quando, de repente começou a errar demais no ataque e literalmente deixar de marcar.

O Sampaio perdeu porque foi precipitado demais. Forçou jogadas desnecessárias, abidicou de arriscar os arremessos de três pontos e, principalmente relaxou na marcação.

Foi assim que Melisa Gretter, a dona e cestinha da partida com 31 pontos, bateu o próprio recorde na competição e desequilibrou o confronto que o Sampaio tinha tudo para vencer.

Aliás, nas três derrotas do Sampaio para Campinas nesta decisão, Meli fez o que quis e jogou solta. Resta saber se vai continuar jogando assim no último confronto.

Foto: Paulo de Tarso Jr.

sem comentário »

Sampaio deixa escapar título no Castelinho lotado

0comentário

A temporada 2018 da LBF vai até o seu máximo. Graças a uma atuação monstruosa de Melisa Gretter, o Vera Cruz Campinas bateu o Sampaio Basquete por 62 a 51, mesmo diante de um Ginásio Castelinho lotado, em São Luís (MA), e a série final vai para o quinto jogo. A argentina foi responsável por 31 pontos – seu novo recorde em três temporadas na LBF, além de 10 rebotes, 4 assistências e impressionantes 35 de eficiência.

“O importante hoje era ganhar. Precisávamos de todo mundo para poder levar essa vitória para Campinas, e graças a Deus eu pude ajudar a equipe. Feliz por isso e mais ainda por conseguir a vitória. Sabemos que domingo será muito duro e não tem nada definido “, comemorou Gretter.

Pelo Sampaio, Tati Pacheco teve 17 pontos, 4 rebotes e 3 assistências. Cansada, Briahanna Jackson saiu de quadra com apenas 6 pontos, abaixo de sua média nestas Finais (15 pontos por jogo), além de 6 rebotes e 4 assistências em pouco menos de 30 minutos em quadra.

Tati comentou o que atrapalhou os planos do Sampaio de erguer o troféu diante de sua torcida.

“Nossa atitude no segundo tempo. No decorrer da Liga, a gente vem fazendo um terceiro quarto muito ruim e sempre leva o jogo para o último quarto nesse sufoco. A gente tem que corrigir isso”, acusou Tati Pacheco, cestinha do Sampaio na derrota.

O jogo

Igual ao terceiro jogo, o Vera Cruz Campinas foi quem começou liderando o placar nos primeiros cinco minutos. O Sampaio foi se ajustando e na segunda metade passou a frente, com Tati anotando 9 pontos na etapa inicialque teve parcial 17×10 para o time da casa. O segundo quarto foi mais equilibrado. O Sampaio pontuava pelas pontas, com Tati e Leila, que combinaram 12 dos 16 pontos do time. Do outro lado, Gretter seguia mantendo o Vera Cruz próximo no placar, que apontou igualdade no período -16×16.

O roteiro do terceiro quarto foi igual ao do jogo passado. A bronca de Antonio Carlos Vendramini no vestiário fez o Vera Cruz Campinas voltar para o jogo com a defesa mais agressiva, pressionando as posses bolivianas. No ataque, o time paulista sobrava com Gretter, responsável por 10 pontos no período, que terminou 21 a 10 para o Vera Cruz, 47 a 44 no geral.

Mas desta vez, as visitantes não tiveram a pane do jogo 3. Aproveitaram o bom momento para forçar o Sampaio a mais erros ofensivos. Virgil Lopez ainda pediu tempo para consertar o time, mas as principais jogadoras ficaram zeradas nos momentos finais. Gretter aproveitou para confirmar a vitória campineira com mais 10 pontos no quarto período e selar a vitória que deixa a série final ainda indefinida.

A grande decisão da LBF será no domingo, 3 de junho, às 15 horas, no Ginásio da Ponte Preta, em Campinas (SP). O jogo terá as transmissões do SporTV.

Foto: Paulo de Tarso Jr./ Sampaio Basquete

 

sem comentário »

Sampaio perto de conquistar bicampeonato na LBF

4comentários

O Sampaio Basquete está muito próximo de conquistar seu segundo título da Liga de Basquete Feminino (LBF). O time maranhense, que tem o patrocínio da Cemar e do governo do Estado por meio da Lei de Incentivo ao Esporte, precisa de apenas uma vitória para repetir o desempenho de 2016, quando sagrou-se campeão da principal competição do basquete feminino.

Nesta terça-feira (29), o time tricolor encara novamente o Vera Cruz Campinas, às 19h, no Ginásio Castelinho e, se vencer, fechará a série em 3 a 1 e soltará o grito de “é campeão” diante de sua torcida. Os ingressos para este jogo devem ser trocados por 1 kg de alimento não perecível nas bilheterias do Castelinho.

O time maranhense chega ao Jogo 4 da série final em uma situação muito boa. As comandadas do técnico Virgil Lopez mostraram ao longo dos duelos contra o Vera Cruz Campinas que estão em um grande momento na LBF. Tanto que o Sampaio Basquete foi o único time a vencer a equipe paulista na temporada em duas ocasiões.

Após vencer o Jogo 3 em São Luís por 55 a 50, no último domingo (27), o Sampaio Basquete confirmou a quebra do mando de quadra do rival e coloca toda a pressão para o Vera Cruz Campinas, que precisa vencer o duelo desta terça-feira para forçar a realização do quinto e decisivo jogo em Campinas.

A tarefa do time paulista é ainda mais complicada devido à atmosfera criada pelo torcedor maranhense no Ginásio Castelinho. No Jogo 3, o ginásio da capital maranhense estava lotado, o que favoreceu o Sampaio Basquete a conseguir se impor dentro de quadra. A força do sexto jogador foi considerada o grande diferencial da partida anterior e como o time maranhense está a uma vitória de ser campeão, a expectativa é de casa cheia mais uma vez para o Jogo 4.

“Estamos a uma vitória do título, mas não está nada ganho. Temos que ter pés no chão e cabeça no lugar porque o último jogo é o mais difícil. Temos que agradecer todo o público que compareceu. Essa torcida é maravilhosa, ela nos empurrou quando estávamos mal ofensivamente. As meninas sentiram essa vibração, esse calor da torcida e conseguimos reverter a situação”, afirmou o técnico Virgil Lopez.

A equipe do Sampaio Basquete tem o patrocínio da Cemar e do governo do Estado por meio da Lei de Incentivo ao Esporte.

Finais da LBF

Jogo 1 – Vera Cruz Campinas 55 x 56 Sampaio Basquete

Jogo 2 – Vera Cruz Campinas 59 x 58 Sampaio Basquete

Jogo 3 – Sampaio Basquete 55 x 50 Vera Cruz Campinas

Jogo 4 – 29/5 (terça-feira), 19h. Ginásio Castelinho, em São Luís (MA)

Jogo 5 – 3/6 (domingo), 15h. Ginásio da Ponte Preta, em Campinas (SP) / se houver necessidade

Foto: Paulo de Tarso Jr.

4 comentários »

Sampaio vence e fica a uma vitória do título

0comentário

Empurrado pela torcida, o Sampaio Basquete deu um grande passo em busca do bicampeonato da LBF. Na tarde deste domingo (27), no ginásio Castelinho, em São Luís (MA), o tricolor maranhense bateu o Vera Cruz Campinas por 55 a 50. Mais de cinco mil pessoas presenciaram a vitória tricolor, no melhor público registrado na temporada.

Mais uma vez, a recém-eleita Craque da Galera Briahanna Jackson foi a cestinha da vitória, com 16 pontos e mais 9 rebotes. Pelo Vera Cruz Campinas, Ariadna teve 11 pontos.

Com 2 a 1 na série final, a equipe nordestina precisa de apenas mais uma vitória para conquistar o título. A primeira chance é nesta terça-feira, 29, no mesmo Castelinho. Já o Vera Cruz precisa da vitória para forçar o quinto jogo, que se necessário, será em Campinas, no próximo domingo (3/6).

O Vera Cruz Campinas começou o jogo mais eficiente, convertendo as primeiras chances e abrindo 8 a 2 nos primeiros sete minutos, com 6 pontos de Ariadna. O Sampaio começou a reação através de Briahanna Jackson, que converteu duas bolas de três e teve 8 pontos no quarto. O segundo período foi do Sampaio, que melhorou a postura defensiva e virou o placar, com a parcial 18×10, que levou o time ao intervalo com sete de vantagem.

Se o segundo quarto foi do time da casa, o terceiro foi das campineiras. As paulistas voltaram melhor do vestiário, com Ariadna, Fabi e Patty acertando os chutes. Mais ajustado na defesa, o Vera Cruz reduziu o ataque boliviano a apenas dez pontos e um aproveitamento baixo no terceiro período (31%). O período foi o melhor do time paulista na série (parcial 24×10), e ao fim de 30 minutos o placar era 47 a 40 para as visitantes.

O quarto período começou zerado nos primeiros minutos, até Tati Pacheco fazer jogada de três pontos, que voltou a inflamar a torcida no Castelinho. Ponto a ponto, o Sampaio foi tirando a vantagem do Vera Cruz Campinas, até empatar a um minuto e dezessete do fim com dois lances livres de Karina Jacob, e virar com Tati a 58 segundos do fim. Como nos primeiros jogos, não faltou emoção até o segundo final, que confirmou a vitória da casa.

Foto: Paulo de Tarso Júnior / Sampaio

sem comentário »

Sampaio espera casa cheia contra Campinas

0comentário

Casa cheia. É desta maneira que o Ginásio Castelinho deverá estar neste domingo (27) para o Jogo 3 da grande final da Liga de Basquete Feminino – temporada 2018 (LBF) entre Sampaio Basquete e Vera Cruz Campinas. A série melhor de cinco está empatada em 1 a 1, e quem vencer o próximo duelo dará um passo bastante importante para sagra-se campeão nacional. Neste domingo, a bola sobe às 15h. Os ingressos para este jogo devem ser trocados por 1 kg de alimento não perecível nas bilheterias do Castelinho.

Para a partida deste domingo, o Sampaio Basquete, que tem o patrocínio da Cemar e do governo do Estado por meio da Lei de Incentivo ao Esporte, chega com muita motivação, principalmente após ter conseguido vencer um dos dois jogos realizados e fora de casa nessa série final e ter quebrado a invencibilidade do time paulista na competição nacional. Com o triunfo no Jogo 1, o time tricolor precisa fazer valer o mando de quadra nas próximas duas partidas para conquistar seu segundo título da LBF.

Com expectativa de casa cheia, a diretoria do Sampaio Basquete disponibilizou 6 mil ingressos para o torcedor tricolor. Para o técnico do time maranhense, Virgil Lopez, a força vinda das arquibancadas será fundamental para que o Sampaio possa abrir 2 a 1 na série e ficar a uma vitória para ser campeão.

“É muito importante o torcedor apoiar a gente, apoiar as meninas porque isso realmente faz a diferença. Precisamos do apoio do torcedor para poder ganhar o jogo de domingo”, disse Virgil.

Equilíbrio

Após os dois primeiro jogos da final da LBF, o equilíbrio entre Sampaio Basquete e Vera Cruz Campinas é evidente. Nas duas partidas, apenas um ponto separou as duas equipes. No Jogo 1, o Sampaio venceu por 56 a 55. No duelo seguinte, o Campinas fez 59 a 58 em um duelo marcado por polêmica com a arbitragem no fim da partida.

Polêmicas à parte, a hora é manter o foco para vencer o jogo deste domingo. “Não vou entrar nessa polêmica. Aquele jogo acabou. Agora é pensar no Jogo 3, concentrar e trabalhar para poder fazer a vantagem da quadra. Se ganharmos os dois jogos em casa, seremos campeões”, explicou o técnico Virgil Lopez.

Para a ala Vitória Marcelino, o momento é ajustar os erros cometidos na derrota para o Vera Cruz Campinas. “Temos que ajustar o que a gente errou. Temos que acertar alguns ataques como a gente vem trabalhando e ajustar a defesa para este jogo”, disse a jogora do Sampaio Basquete.

Destaque do Sampaio Basquete na temporada, a armadora Briahanna Jackson segue na mesma linha e quer que o time aproveite melhor as ações ofensivas. “Tivemos muitos erros no primeiro tempo. Para o próximo jogo, precisamos minimizá-los, pois não perdemos no último lance. Seguramos bem a pressão, mas precisamos ser mais pacientes no ataque”, analisou Jackson.

A equipe do Sampaio Basquete tem o patrocínio da Cemar e do governo do Estado por meio da Lei de Incentivo ao Esporte.

Finais

Jogo 1 – Vera Cruz Campinas 55 x 56 Sampaio Basquete

Jogo 2 – Vera Cruz Campinas 59 x 58 Sampaio Basquete

Jogo 3 – 27/5 (domingo), 15h. Ginásio Castelinho, em São Luís (MA)

Jogo 4 – 29/5 (terça-feira), 19h. Ginásio Castelinho, em São Luís (MA)

Jogo 5 – 3/6 (domingo), 15h. Ginásio da Ponte Preta, em Campinas (SP) / se houver necessidade

Foto: Paulo de Tarso Jr.

sem comentário »

Sampaio coloca 6 mil ingressos para decisão da LBF

0comentário

É grande a expectativa para a terceira partida decisiva da Liga de Basquete Feminino (LBF), neste domingo, 15h, no ginásio Castelinho, entre Sampaio e Vera Cruz Campinas.

Até aqui, a série decisiva está empatada em, 1 a 1, após dois jogos realizados em Campinas. No primeiro, o Sampaio venceu por 56 a 55. No segundo, deu Vera Cruz por 59 a 58.

A partir de hoje, às 14h, serão trocados os ingressos por 1 Kg de alimento não perecível. Serão disponibilizados 6 mil ingressos nas bilheterias do Castelinho que deverá receber lotação máxima.

O Sampaio vai buscar a segunda vitória na decisão que deixará a equipe maranhense mais perto da conquista do bi campeonato. Se vencer o segundo confronto, o Sampaio pode fechar a série com o título se vencer, também o quarto jogo que será na terça-feira (29), às 19h, no ginásio Castelinho, em São Luís.

O Sampaio Basquete é patrocinado pela Cemar e governo do Maranhão por meio da Lei de Incentivo ao Esporte.

Foto: Paulo de Tarso Jr.

sem comentário »

Sampaio mira nova vitória em Campinas

0comentário

Após o excelente começo de decisão na Liga de Basquete Feminino (LBF) quando venceu o Vera Cruz, em Campinas por 56 a 55, o Sampaio volta à quadra hoje, às 19h, para a segunda partida.

Com a vitória na primeira partida, o Sampaio além de quebrar a invencibilidade do time de Campinas que vinha de 20 vitórias consecutiva tem tudo para manter a vantagem nesta final.

Uma nova vitória e o Sampaio ficará a uma vitória do bicampeonato, o que pode acontecer nos outros dois confrontos que serão disputados no Castelinho, em São Luís.

Para surpreender novamente o time de Campinas fora de casa, o Sampaio deve apostar na forte marcação, principalmente na argentina Meli Gretter, na cubana Ariadna e na ala Babi que podem desequilibrar e empatar o confronto para o time paulista.

Além disso, o técnico Virgil Lopes espera acertar a equipe no ataque, utilizando mais a pivô Ziomara e a ala Taty, esta última inclusive foi decisiva na primeira partida.

Até aqui Sampaio e Vera Cruz já se enfrentaram três vezes na competição. O time de Campinas venceu duas na fase de classificação e o Sampaio deu o troco no início da decisão.

Foto: Paulo de Tarso Jr

sem comentário »

Sampaio sai na frente na decisão da LBF

1comentário

Disputado do começo ao fim, não faltou emoção no primeiro jogo das Finais da LBF. Era o duelo das melhores defesas do campeonato, o que justifica o baixo placar. No final, melhor para a equipe que lidera o quesito defensivo. O Sampaio Basquete derrotou o Vera Cruz Campinas fora de casa, por 56 a 55, no ginásio da Ponte Preta, no interior paulista.

A equipe do Maranhão saiu na frente na série melhor de cinco e ainda quebrou a invencibilidade das campineiras na competição, que já durava 20 jogos. Dividindo a pontuação máxima do Sampaio, Briahanna Jackson e Tati Pacheco anotaram 16 pontos cada (a norte-americana ainda teve 8 assistências).

No entanto, Ariadna, do Vera Cruz Campinas, foi a cestinha da partida, com 19 pontos. Meli Gretter teve 12 pontos e (7 bolas roubadas) e Jeanne outros 11 (com três bolas de fora).

As equipes voltam ao ginásio da Ponte para o segundo jogo das Finais, nesta terça-feira (22), às 19 horas.

Finais

Jogo 2 – 22/5 (terça-feira), 19H. Ginásio da Ponte Preta, em Campinas (SP)

Jogo 3 – 27/5 (domingo), 15H. Ginásio Castelinho, em São Luís (MA)

Jogo 4 – 29/5 (terça-feira), 19H. Ginásio Castelinho, em São Luís (MA)

Jogo 5 – 3/6 (domingo), 15H. Ginásio da Ponte Preta, em Campinas (SP)

Foto: Fábio Leoni

1 comentário »

Sampaio e Campinas abrem decisão da LBF

0comentário

Domingo (25) é dia de final da Liga de Basquete Feminino  – temporada 2018 (LBF). Em quadra, as equipes do Vera Cruz Campinas e do Sampaio Basquete começam a decidir quem será o campeão do principal torneio de basquete feminino do país. Do lado do time paulista está o favoritismo por ter tido a melhor campanha sem ter perdido um jogo sequer. Em compensação, o Sampaio Basquete, que tem a segunda melhor campanha no geral, chega a esta final bastante motivado após conseguir eliminar o Uninassau Basquete nas semifinais. O Jogo 1 da série melhor de cinco ocorre às 15h, no Ginásio da Ponte Preta, em Campinas.

Se por um lado o Vera Cruz Campinas chega a esta decisão de forma invicta, o que dá ao time paulista um ligeiro favoritismo, é justamente este mesmo aspecto que motiva ainda mais o Sampaio Basquete. A equipe maranhense está disposta a quebrar a invencibilidade do rival justamente na hora mais importante de um campeonato: em sua final.

Na fase classificatória, Sampaio Basquete e Vera Cruz Campinas se enfrentaram em duas oportunidades. No primeiro turno, em São Luís, o time maranhense fez um jogo bastante equilibrado, mas acabou sendo derrotado nos detalhes por 53 a 41.

Naquela ocasião, a armadora Meli Gretter, com 13 anotados, desequilibrou a favor do time paulista. Nem mesmo os 10 pontos da armadora Brihanna Jackson foram suficientes para mudar a história da partida

Quando se enfrentaram no segundo turno, o Sampaio Basquete mostrou força para jogar de igual para igual com o Vera Cruz Campinas. Com muita disposição tática, a equipe tricolor perdeu os dois primeiros quartos, mas se encontrou nos períodos finais e, por muito pouco não conseguiu vencer fora de casa

Se a final da LBF promete ser equilibrada, é preciso planejar alternativas para surpreender o adversário. O técnico do Sampaio Basquete, Virgil Lopez, garante que sua equipe deverá mudar algumas coisas para o duelo deste domingo, em Campinas.

“Estou montando algo bem diferente para surpreender, tirar a confiança do time do Campinas  porque elas estão jogando bem. Se a gente conseguir colocar um pulguinha atrás da cabeça delas já no primeiro jogo, vamos aumentar as nossas chances de vencer”, explicou.

(mais…)

sem comentário »