Conselhão em foco

2comentários

AdrianoSarney

O deputado Adriano Sarney (PV)  repercutiu durante pronunciamento hoje (2), na Assembleia Legislativa reportagem veiculada na edição de domingo no jornal o Estado sobre o Conselho de Gestão Estratégica das Políticas Públicas do Governo (Congep), chamado “Conselhão” que paga a seus integrantes R$ 5.850,00 de jeton por reunião.

Cogita-se que o colegiado conta com a participação de 42 representantes (secretários e representantes da sociedade civil e organizada) que recebem 5.800 reais por reunião. Isso implicaria num gasto de no mínimo R$ 3 milhões por ano, ou em R$ 12 milhões, em 4 anos.

“Esse Conselhão, que na verdade é um apelido, Conselhão é o Congep, eu o acho de extrema importância para o nosso Estado. Acredito que o Conselhão, inclusive, diz muito do que eu quero falar aqui sobre o desenvolvimento, ele discute muito isso. Então, é necessário o Conselhão. O que eu sou contra, e aqui eu quero dizer a vocês e fazer um cálculo muito primário, é esse jeton que, inclusive, já foi bastante discutido nessa Casa. Inclusive o nosso, que hoje é chefe da Casa Civil, Marcelo Tavares, disse no governo passado e eu concordo plenamente e uso as palavras dele como se fosse as minhas hoje”, disse.

Com o objetivo de apurar o número de integrantes do conselho, o Deputado fez um requerimento a Secretaria de Estado de Transparência, solicitando a lista de todos os membros, cronogramas, pautas e atas das reuniões do Congep, já realizadas nos meses de janeiro e fevereiro deste ano.

Refinaria

O deputado Adriano Sarney foi eleito vice presidente da Comissão Especial em favor da instalação da Refinaria Premium, na cidade de Bacabeira-MA.

A comissão deliberou sobre requerimento de informações para a Fiema, Governo Federal, Prefeitura de Bacabeira, Governo do Estado do Maranhão a respeito da instalação da refinaria, atas da reunião do Conselho de Implantação da Refinaria no Maranhão, o custo do empreendimento e cópia da decisão da Petrobrás pelo cancelamento do empreendimento.

O deputado também abordou em seu pronunciamento de hoje, matéria veiculada nesta segunda no Bom dia Brasil, da TV Globo, que demonstra que apenas cinco Estados da Federação, entre eles o Maranhão, não abusaram dos gastos com pessoal no ano de 2014.

“Parece que o discurso do governador Flávio Dino de Estado de terra arrasada não é verdade! O governo caminha e realiza ações muitas delas deixadas pela gestão anterior, como o aumento dos salários dos servidores públicos dentro do Plano de Cargos e Salários, assegurados no governo passado!”, pontuou Adriano.

2 comentários para "Conselhão em foco"


  1. Lia

    Gostaria de saber a fonte. Onde encontro explicitamente o salário do CONGEP?? Realmente preciso saber. Desde já, grata.

  2. RICARDO

    RAPAZ A GRANDE VERDADE DESSE GOVERNO É O FINANCIAMENTO, VIA AGIOTAS, DE UMA CAMPANHA BASEADA NO ABUSO DE PODER ECONÔMICO..UMA VERDADEIRA DERRAMA DE DINHEIRO ORIUNDA DE CAXIAS-MA..E UM SECRETARIADO DE COMPADRES..INCOMPETENTES..PARENTES DE AMIGOS..E AFINS! DIGNOS REPRESENTANTES DA POLITICA PELA POLITICA..OU SEJA: NADA DE MUDANÇAS..ALÉM DE MUITOS CARGOS DADOS A AMIGOS: VEJA-SE O CASO DO DETRAN..DENTRE OUTROS..E ALÉM DO CASO DO PROCON..O EX PROMOTER..ENFIM! NÃO SOU SARNEYSTA..MAS TAMBÉM NÃO VOTEI EM DINO..MARANHÃO NÃO MERECIA ISSO..UMA POLITICA DE COMPADRIOS..TROCA DE FAVORES EXPLICITA!

deixe seu comentário