Jardim erra o alvo, mas confirma pré-candidatura

2comentários

O petista Márcio Jardim, utilizou as redes sociais, para reafirmar, pela enésima vez, que é pré-candidato ao Senado nas eleições deste ano.

Só que, por falta de coragem ou subserviência ao extremo, Márcio Jardim acabou errando o alvo das suas críticas e direcionou sua postagem a veículos de comunicação que seriam atrelados aos pré-candidatos ao Senado na chapa da ex-governadora Roseana Sarney – Edison Lobão e Sarney Filho.

O problema é quem começou a plantar, mesmo que indiretamente, a desistência da pré-candidatura de Márcio Jardim foram justamente os comunistas, supostamente aliados do petista.

No início do mês, veículos de comunicação atrelados ao Palácio dos Leões, confirmaram que Flávio Dino e praticamente todos os partidos que estão na sua base de apoio, definiram em reunião a realização de uma convenção coletiva.

A tal convenção, onde será anunciada a chapa majoritária de Flávio Dino e sem o PT, está marcada para o dia 28 de julho. Na oportunidade, além de Flávio Dino, serão anunciados como candidatos na chapa: Carlos Brandão do PRB (vice-governador), Weverton Rocha do PDT e Eliziane Gama do PPS (ambos senadores).

Na reunião que ficou acordado a realização da convenção coletiva, o PT estava representado pelo seu presidente estadual, Augusto Lobato. Conforme destacou o Blog do Jorge Aragão (reveja aqui), apenas o DEM não participou e parece ser o único que segue brigando por espaço na chapa majoritária comunista.

Sendo assim, a reivindicação e a chateação de Márcio Jardim podem até serem justas, mas o alvo que ele escolheu para atacar foi totalmente errado.

De qualquer forma, vamos aguardar e conferir.

Blog do Jorge Aragão

2 comentários »

Caminhões e estradas

1comentário

Por José Sarney

Em matéria de greve ninguém tem mais experiência que eu. Não em fazê-las, mas a de conviver com elas. Quando fui presidente da República enfrentei doze mil e tantas greves — o número exato deve estar nos arquivos da Abin, que sucedeu ao SNI do meu tempo.

Noventa por cento delas de caráter político, pois tinham a finalidade de desestabilizar o governo, por sua investidura com a morte, sempre lamentada, de Tancredo Neves. O momento era difícil, pois era um período de transição de regime autoritário para os ventos da liberdade de uma democracia plena.

Sabe Deus o que me custou lidar com elas. Forças políticas e setores do poder econômico não admitiam que tivéssemos sucesso e buscavam o caos, com vistas em minha deposição. Mas, com as virtudes da paciência quase bíblica, venci essas agruras, a democracia não morreu em minhas mãos e entreguei o País democratizado, com o fim do militarismo (que por definição é agregação de poder político ao poder militar) e vivemos estes anos de absoluta liberdade, eleições livres, alternância de poder e a cidadania forte.

Agora vemos o quanto de perplexidade e incerteza vive o País com a paralização das estradas e, como consequência, o fim do abastecimento.

Tenho sido profeta, embora melhor seria que não o fosse. Condenei a Constituição de 1988 dizendo que o País ia ficar ingovernável. E ficou. Condenei esse modelo rodoviário, com o sucateamento das estradas de ferro e a resistência de um País tão cheio de rios navegáveis às hidrovias. Contra minha opinião a Constituinte acabou com o Fundo Rodoviário Nacional, e os recursos que o constituíam foram transferidos para o ICMS, com a destinação em grande parte para a ação política.

Recebi um boné de ferroviário quando preguei e fiz um plano para implantação de ferrovias no país. Quis fazer a Norte-Sul, mas não deixaram, e Lula muitas vezes penitenciou-se por combatê-la — e a fez. Conclui a Estrada do Aço e a inaugurei. Tentei fazer a Leste-Oeste, ligando Mato Grosso aos portos de nossa Costa, e deixar uma rede ferroviária que pudesse ser operada mais barato e diminuir nossa dependência do petróleo. Não deixaram. Quase me matam, tantas críticas e resistências!

No Maranhão salvei a ferrovia São Luís-Teresina dos planos de Geipot — o Grupo Executivo de Integração da Política de Transporte, que a partir de 1965 comandou o setor na área federal — de erradicação das estradas deficitárias, como fizeram no Pará com a Bragantina (Belém-Bragança). E ela sobreviveu e leva combustível para todo o Meio Norte, até ao Ceará.

Agora estamos vivendo os efeitos dessa falta. Na raiz dessa grande e até agora não resolvida crise está a vulnerabilidade de nossa malha de transporte, a totalmente estrangulada malha rodoviária e a ausência de redes ferroviária e hidroviária. Somos totalmente dependentes dessas estradas rodoviárias sempre estragadas e sobrecarregadas. Disse que isso ia acontecer e aconteceu.

Restou-me apenas o boné que os ferroviários de deram, como sendo o “Presidente Ferroviário”.

Foto: Jefferson Rudy/ Agência Senado

1 comentário »

Palavras mágicas: Sarney e oligarquia

2comentários

Basta se aproximar as eleições de dois em dois ou de quatro em quatro anos que duas palavas surgem com toda força na política do Maranhão. São elas: Sarney e Oligarquia.

E não é que faltando seis meses para as eleição, as duas ‘palavras mágicas’ estão na moda e presentes em praticamente todas as postagens nas redes sociais feitas pelo governador Flávio Dino e seus seguidores.

Não importa o que seja, mas Flávio Dino a todo momento apela para essas duas palavrinhas deixando muitas vezes de lado até as suas ações no governo. O importante mesmo é falar de Sarney e da oligarquia.

Dino sabe que o uso dessas duas expressões ainda dá muitos votos no Maranhão e apesar do desgaste vai se valendo disso para justificar os erros da sua gestão e assim, avanção, rumo a quem sabe uma nova vitória nas urnas.

Dino se vale da máxima: eu não faço, mas basta colocar a culpa no Sarney e na oligarquia que o povo cai fácil…

Por enquanto, falar de Sarney e de oligarquia ainda vai render uma ou duas eleições, mas a população do maranhão já sabe que tudo não passa de um simples discurso.

E explico: quanto mais Flávio Dino fala de Sarney e da oligarquia, mais gente desse núcleo Flávio Dino atrai.

Vocês já viram quantos Sarneys e quantos integrantes da oligarquia que ele tanta condena cercam Flávio Dino hoje?

A confusão é tão grande que tudo parece até um grupo só.

Dino atrai uns e chuta outros. Exemplos recentes como Roberto Rocha, Zé Reinaldo Tavares, Waldir Maranhão, Raimundo Cutrim e por ai vai…

Chegaram Gastão Vieira, Pedro Lucas, Pedro Fernandes, Juscelino Filho, tudo fruto da tal oligarquia e que dentre outros que serão descartados no futuro bem próximo.

Viram só?

É só discurso de Flávio Dino para enganar eleitor, pois no fundo ele quer mesmo é ganhar a eleição às custas de um discurso manjado sobre Sarney e a oligarquia.

Foto: Reprodução

2 comentários »

Flávio Dino critica, mas quer aparecer no plim, plim

17comentários

O governador Flávio Dino (PCdoB) precisa decidir se realmente quer ou não quer aparecer na programação da TV Mirante. Ele “chora” direto nas redes sociais.

Mas é na TV que ele tanto critica que, ao mesmo tempo reclama por não aparecer como gostaria.

Por conta da reportagem exibida ontem pelo Fantástico sobre o uso político da Polícia Militar pelo Governo do Maranhão, Flávio Dino partiu para o ataque na rede social. Um, dois, três… um monte de posts seguidos.

Em uma das postagens, Flávio Dino define o jornalismo da emissora: “Só maldade e perseguição todos os dias, o dia inteiro. E chamam isso de “jornalismo”.

Mas entra em contradição ao reclamar que a emissora não cobre nada do seu governo.

“Essa tal TV do Sarney não faz reportagem sobre um único programa governamental. Nada”, disse.

Ora, se a “TV do Sarney” não faz jornalismo por qual motivo Flávio Dino quer tanto aparecer no plim, plim?

Nas suas críticas, Flávio Dino mostra que a mídia que lhe apoia e as redes sociais não tem o peso que gostaria que tivesse ou do contrário não ficaria o tempo todo incomodado com a TV do Sarney. Dói mais não aparecer na TV do Sarney do que aparecer em outros veículos.

Pelo visto, a audiência da TV do Sarney é mais uma obsessão do governador Flávio Dino…

Foto: Reprodução/ Rede social

17 comentários »

Igor Lago critica Dino e os rumos da política no MA

1comentário

O médico Igor Lago, filho do ex-governador Jackson Lago criticou, em um artigo publicado nas redes sociais os rumos da política maranhense que segue sem alternância de poder e permanece estacionada na dicotomia Sarney e anti-Sarney, tão propagada pelo governador Flávio Dino.

“A política precisa evoluir constantemente. Infelizmente, uma das características predominantes, senão a principal, nos últimos anos, é a velha dicotomia entre sarneístas e anti-sarneístas que precisa ser superada. A isto querem prender o eleitor maranhense”, disse.

Igor Lago também criticou a falta de politicas públicas do atual governo e revelou a prioridade de Flávio Dino para a publicidade e divulgação de sua imagem.

“Os feitos aparecem mais na propaganda que na realidade do dia-a-dia! Quantos milhões empregados em publicidade poderiam ter ido para as escolas e unidades de saúde do estado? Dizem que só 9 milhões foram dados para uma agência nacional a fim de promover a imagem do governador pelo país afora. Quanta vaidade!”, afirmou.

1 comentário »

A política como ela é…

0comentário

Por Roberto Rocha

A política, embora se diga que é como uma nuvem, não está divorciada de certa lógica interna.

A boa política não é um exercício de especulação vazio, descompromissado da realidade dos fatos.

Os fatos são simples: temos um cenário bipolar, em que duas forças políticas disputam a hegemonia da narrativa eleitoral, como se essa fosse imutável.

E temos a construção de um outro campo político, ainda em formação, que reivindica um outro olhar para o Maranhão, que não esteja prisioneiro da engessada lógica da opção entre sarneysistas e anti-sarneysistas.

Apenas um grande partido nacional, o PSDB, reuniu forças para situar-se fora do campo gravitacional dessa lógica que atrasa o Maranhão.

Evidentemente que, por enquanto, qualquer pesquisa quantitativa apenas irá abonar esse horizonte fechado.

Sou pré-candidato a governador e no momento, junto com diversas lideranças, estamos construindo a engenharia política desse novo campo. Não há vetos a ninguém, mas o desejo de fazer confluirem os interesses partidários e os projetos de cada um.

Qualquer especulação que ultrapasse os limites dessa construção política, é apenas má interpretação ou interesse contrariado.

O povo do Maranhão, soberanamente, fará a escolha que julgar melhor, a partir do debate que será feito na arena pública, ao longo da campanha.

*Roberto Rocha é senador

sem comentário »

Caravana de Roseana incomoda Flávio Dino

7comentários

Ódio, rancor, insegurança e medo…

Foi o que demonstrou nas redes sociais o governador Flávio Dino (PCdoB) nesta terça-feira (13).

O incômodo do governador com a Caravana da ex-governadora Roseana Sarney que percorrerá 30 municípios maranhenses é visível.

Ao ponto de passar recibo recheado de ódio e rancor.

“O grupo coronelista que por décadas assaltou o dinheiro público está repentinamente preocupado com o Maranhão. Poderiam colaborar devolvendo o que roubaram. Seria uma grande ajuda”, disse.

Assim, Flávio Dino segue alimentando a discussão de quem é Sarney contra os que são anti-Sarney com o objetivo mais do que claro de ganhar votos com esse discurso.

Mas ele sabe que qualquer hora dessas isso não vai mais funcionar.

Mas o fato é que a Caravana de Roseana definitivamente tirou o sossego do governador e pelo jeito vem mais ataque ai pela frente.

Foto: Reprodução

7 comentários »

Sarney transfere título para o Maranhão

2comentários

O ex-presidente José Sarney confirmou na tarde desta segunda-feira (19), ao Blog do Marco D´Eça que já é eleitor de São Luís.

O próprio Sarney esteve na 3ª Zona Eleitoral da capital maranhense, ontem, para efetivar a transferência do domicílio eleitoral, do Amapá para o Maranhão.

Com a mudança do título, Sarney confirma duas informações deste blog:

1- Descarta qualquer possibilidade de ser candidato em outubro, já que liderava a corrida para o Senado no Amapá e abriu mão;

2 – Vai votar, pela primeira vez, na filha Roseana Sarney (MDB) para o Governo do Estado, e no neto, Adriano, para a Assembleia, além de apoiar o ministro Sarney Filho para o Senado.

O nome de Sarney como eleitor da 3ª Zona Eleitoral deve estar na lista do TRE-MA nos próximos dias.

2 comentários »

Ah, o Sarney de novo, Flávio Dino?

2comentários

O governador Flávio Dino (PCdoB) fez um balanço do seu governo nas redes social e para variar não poderia deixar de mencionar o ex-presidente da República, José Sarney, exatamente como fez durante o carnaval em seu já manjado “chororô”.

“Sofremos uma sabotagem cruel e injusta de um império midiático chefiado pelo ex-senador Sarney, que só pensa em poder e privilégios. Mas tudo que falei está nas redes sociais e sendo concretizado. Deus e o povo estão vendo”, escreveu.

 

É que falar de “Sarney” dá muito ibope e Flávio Dino parece sonhar em ser um “Sarney” um dia.  E tudo é bem sincronizado, pois todos os seus assessores tratam logo de espalhar o pensamento do chefão.

E não pensem vocês que isso vai acabar tão cedo. Pelo contrário, em ano de eleição quanto mais falar de Sarney para Flávio Dino será melhor. Essa é a lógica.

O pior é que o governador não percebe que já está chato esse seu “amor por Sarney”, mas isso parece pouco importar.

E enquanto nenhum Sarney sai em resposta, Flávio Dino segue se sando bem com a sua única bandeira que é a bandeira do Sarney.

2 comentários »

O ‘amor de carnaval’ de Flávio Dino

16comentários

Imaginem vocês se o governador Flávio Dino (PCdoB) fosse deixar o bloco do carnaval passar sem demonstrar toda a sua “paixão” pelo Sarney.

Tenho certeza que o governador não conseguiria….

Como sempre falo, Flávio Dino sempre quis ser um Sarney. Pelo menos é o que demonstra, pois nào consegue respirar outra coisa.

“O carnaval do Maranhão vive um grande momento. Mas nada sai na Globo, pois lá quem manda é Sarney, o perseguidor e ressentido. Que vai perder de novo. E para sempre”, escreveu nas redes sociais.

Ainda tem hoje, amanhã e até a Quarta-Feira de Cinzas para Flávio Dino seguir demonstrando a sua paixão pelo Sarney.

Vamos aguardar!!!!

16 comentários »