Prefeitura e Iphan anunciam novas obras em São Luís

0comentário

Após vistoriarem as obras de restauração da Rua Grande, que já está na fase de conclusão dos serviços na última quadra da via, o prefeito Edivaldo Holanda Junior e a presidente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), Kátia Bogéa, confirmaram, na manhã deste sábado (14), novas obras para o Centro Histórico – requalificação urbana da Praça João Lisboa, Largo do Carmo e construção da Praça das Mercês. Tanto as obras quanto a entrega da Rua Grande estão previstas para o começo do segundo semestre deste ano. Os logradouros integram um novo conjunto de intervenções realizadas pelo Iphan, em parceria com a Prefeitura de São Luís, visando à revitalização de espaços, prédios e monumentos do Centro Histórico da capital maranhense.

Na vistoria aos trabalhos na Rua Grande, que contou também com a presença do superintendente do Iphan, Mauricio Itapary, da primeira-dama, Camila Holanda e de secretários municipais, o prefeito Edivaldo destacou a magnitude das obras já entregues no Centro Histórico de São Luís e pontuou a importância dos novos investimentos que chegam para ampliar ainda mais o resgate da área central de São Luís, que é patrimônio da humanidade, resultando no crescimento do turismo local, na revitalização do comércio com a abertura de novos empreendimentos e, consequentemente, no desenvolvimento econômico e social do município.

“Estamos realizando mais uma vistoria a essa importante intervenção de requalificação urbanística na Rua Grande e reafirmando a realização de novas obras de requalificação em outros importantes e tradicionais espaços da cidade, que são a Praça João Lisboa, o Largo do Carmo e a Praça das Mercês. Com essa nova etapa de obras, o Centro Histórico da nossa cidade, que passa pelo maior investimento já realizado nos últimos 30 anos, ganhará mais beleza e vida. São intervenções que, aliadas a outras iniciativas na área do turismo e da cultura, têm promovido o resgate dessa área tão importante para a memória da cidade, e trazido de volta a população para apreciar esses espaços antes degradados e esquecidos” afirmou o prefeito.

O prefeito lembrou ainda a restauração do Complexo Deodoro e da Praça Pedro II, entregues no início desde ano; o Museu da Gastronomia Maranhense, inaugurado na última quinta-feira (13), e a implantação da Feirinha São Luís, que este mês completou dois anos de funcionamento. “São todas as obras e serviços que a população clamava e hoje são uma realidade. Todas importantíssimas para a preservação da cultura local e revitalização do nosso Centro Histórico, que é lindo e precisa ser muito bem cuidado e preservado por todos”, completou Edivaldo.

A presidente do Iphan, Kátia Bogéa, também destacou a nova etapa de obras que será iniciada no Centro Histórico da capital, para restauração de alguns dos mais tradicionais largos da cidade. Ela destacou o esforço conjunto empreendido pelo órgão e a Prefeitura de São Luís na execução das obras integrantes do grande programa de requalificação da área central.

“São obras impactam significativamente na vida do comércio e das pessoas, mas com a parceria fundamental da Prefeitura de São Luís em todo o processo, proporcionando todo o apoio logístico necessário, foi possível executarmos com bastante celeridade. A Rua Grande, que era uma obra reclamada a mais de 30 anos, por exemplo, conseguimos executar em um ano e já estamos finalizando os serviços para entregarmos a via amplamente requalificada no início do próximo semestre. Também contaremos com a parceria da Prefeitura de São Luís nessa nova etapa de obras que vamos iniciar no Largo do Carmo, na Praça Gonçalves Dias e na Praça das Mercês, dando continuidade ao macro programa de requalificação do Centro Histórico de São Luís”, observou Kátia Bogéa.

Fotos: A. Baeta

sem comentário »

Hildo aprova emendas em favor da Funai e do Iphan

0comentário

A Medida Provisória 870/2019, que propõe nova estrutura administrativa do poder executivo, foi aprovada nesta quinta-feira (9) pela comissão mista especial constituída para analisar a proposta. Três emendas de autoria do deputado federal Hildo Rocha (MDB-MA), que é membro do colegiado, foram incorporadas ao texto do relator, senador Fernando Bezerra, e aprovadas pela comissão. (Clique aqui e veja o vídeo).

“Na verdade, essa Medida Provisória 870/2019 precisa de ajustes e melhorias. Assim sendo, cabe ao Congresso Nacional aprimorá-la. Com essa finalidade, apresentei inúmeras emendas. Dentre elas, três foram aprovadas e incorporadas ao texto do relator que será debatido nos plenários da Câmara e do Senado. Sinto-me gratificado por ter tido a oportunidade de contribuir para o aprimoramento dessa medida que promoveu grandes alterações na estrutura dos Ministérios e órgãos da administração federal”, declarou Hildo Rocha.

Funai

O texto original da MP 870/2019 fez um esquartejamento da Funai. O órgão ficou subordinado ao Ministério da Mulher e Direitos Humanos, mas a demarcação de terras indígenas foi atribuída ao Ministério da Agricultura. A emenda de autoria do deputado Hildo Rocha devolve à Funai a missão de fazer demarcações de terras e recoloca o órgão na estrutura do Ministério da Justiça e Cidadania, pasta comandada pelo ministro Sérgio Moro.

“Não faz sentido manter a Funai esquartejada e enfraquecida, conforme estabelece a MP 870/2019, isso é um grande equívoco.  A realidade dos povos indígenas impõe a necessidade de se manter no Ministério da Justiça. Além dessa questão, há décadas a Funai está atrelada a esse ministério. Isso gerou expertise, gerou competências que nenhum outro órgão do governo federal tem, acerca da proteção aos direitos dos povos indígenas no nosso país”, enfatizou Hildo Rocha.

Os argumentos do deputado Hildo Rocha foram aceitos pela maioria dos parlamentares federais e a emenda foi incorporada ao projeto de lei de conversão da MP 870.

Iphan

A emenda 22 aprimora o conjunto de competências do Ministério da Cidadania que foi criado a partir da fusão dos ministérios da Cultura, do Esporte e do Desenvolvimento Social. A definição das atribuições do Ministério da Cidadania, deixa um vazio conceitual e legal porque não define com clareza de que forma a pasta deve realizar as ações de proteção do patrimônio histórico, artístico e cultural atividades de competência do Iphan. A emenda do deputado Hildo Rocha corrige a falha do texto e mantém em funcionamento o Iphan.

(mais…)
sem comentário »

Requalificação da Rua Grande entra na reta final

1comentário

Executadas pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) em parceria com a Prefeitura de São Luís, as obras de revitalização da Rua Grande chegam à última quadra. Os serviços de pavimentação já foram finalizados até a oitava quadra e o trabalho agora se concentra na nona e décima quadras. Além dos serviços estruturais, o projeto inclui a instalação de mobiliário urbano e nova iluminação. A reforma da via faz parte do grande pacote de ações que vêm sendo executadas para a revitalização do Centro da cidade resultado de parceria Iphan e gestão do prefeito Edivaldo. O pacote de obras é o maior dos últimos trinta anos realizado na região. 

Como gestor municipal, o prefeito Edivaldo Holanda Junior acompanha o andamento dos trabalhos. “Já é possível observar os reflexos positivos desta obra. Com a redução dos obstáculos, nas quadras onde o trabalho foi concluído, a via está mais acessível aos cidadãos e o espaço mais adequado para a atividade comercial. O trabalho caminha para as quadras finais e a entrega desta obra, mais uma importante parceria do Iphan com a Prefeitura,  será mais um presente para a cidade de São Luís, a exemplo do Complexo Deodoro e da Praça Pedro II”, destaca o prefeito Edivaldo.

O superintendente do Iphan no Maranhão, Maurício Itapary, ressalta que a obra segue progredindo mesmo com o período chuvoso na cidade. “Estamos avançando para a conclusão dos serviços estruturais na via. O trabalho intenso segue o cronograma estipulado e os resultados positivos já são perceptíveis na vida quem trabalha ou frequenta a área”, destaca o superintendente do órgão, que também acompanha de perto o andamento das obras.

Além de revitalizar a área, o projeto de requalificação para a Rua Grande, propõe o conjunto de soluções urbanísticas e arquitetônicas que visam também promover a acessibilidade. A proposta de revitalização da área busca integrar os princípios da acessibilidade universal ao desenho urbano. Dessa forma, com a execução do projeto, estão sendo retirados os obstáculos, com redução dos desníveis de acesso aos imóveis para permitir a locomoção do pedestre sem restrições.

Foto: A. Baeta

1 comentário »

Obra na Rua Grande entra na reta final

0comentário

Falta pouco para que a população de São Luís, que costuma fazer compras na Rua Grande,  e os comerciantes da região, possam desfrutar de um espaço totalmente requalificado. As obras de revitalização da principal rua de comércio da capital chegou nesta semana à penúltima quadra com os serviços de demolição para a retirada do pavimento e drenagem.

Os trabalhos estruturais já foram finalizados até a sétima quadra, que receberá ainda bancos em madeira e aço e onde estão sendo instalados os postes para a iluminação da área. Os serviços são executados pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) em parceria com a Prefeitura de São Luís e fazem parte do grande pacote de ações para a revitalização do Centro da cidade.

“A área central de São Luís tem recebido um investimento que vai além do que se pode mensurar. Os resultados desse trabalho podem ser observados no movimento de pessoas nas praças Deodoro e Panteon. No espaços foram recuperados mais do que uma estrutura física, a obra resgatou parte da nossa história. O ganho para a cidade e para a nossa população é imensurável. Na Rua Grande também já podemos observar o impacto positivo da obra que teve as primeiras quadras entregues no final do ano passado. Com certeza quando concluída irá fomentar o comércio da região e proporcionar a todos que trabalham e circulam pelo local um ambiente mais bonito e com boa infraestrutura”, destaca o prefeito Edivaldo Holanda Junior.

O superintendente do Iphan no Maranhão, Maurício Itapary, destaca que o investimento, inserido nas ações do PAC Cidades Históricas, faz parte de outras ações que foram executadas na região do Centro e ainda serão realizadas. “Estamos executando o maior pacote de ações já implementadas nesta região da cidade nos últimos 30 anos, a exemplo da requalificação das praças Deodoro e Panteon e das avenidas Gomes de Castro e Silva Maia. O trabalho conta com a parceria da Prefeitura de São Luís e tem o objetivo de promover a requalificação urbanística de toda a área”, conta.

Fotos: Maurício Alexandre

sem comentário »

‘Governo não quer beneficiar Madre Deus’, diz Adriano

1comentário

O deputado Adriano Sarney (PV) rechaçou a manobra governista para evitar o debate e tentar votar às pressas o Projeto de Lei nº 051/2019, de autoria do governo Flávio Dino (PCdoB). O PL institui o programa Habitar no Centro, que visa beneficiar moradores e imóveis do bairro Desterro, na Praia Grande, conjunto arquitetônico do Centro Histórico (tombado pelo IPHAN), além do eixo da Rua Rio Branco e quadras adjacentes, entre as praças Deodoro e Gonçalves Dias.

O líder da Oposição quer realizar uma audiência pública para discutir e aprimorar a proposição. Além disso, Adriano apresentou uma emenda ampliando os benefícios para outros bairros como Madre Deus, Belira, Goiabal, Lira, Vila Passos, Vila Bessa, Vila Gracinha e Codozinho.

“Um projeto desta importância deveria ter sido amplamente debatido com todos os segmentos sociais e nas comissões técnicas do Legislativo, como a de Assuntos Municipais e Turismo. Não podemos permitir que esta Casa seja tratada como um anexo do Palácio dos Leões, em que projetos de lei do governo comunista passem por aqui sem a mínima discussão”, ressaltou Adriano.

O líder da Oposição lembrou que, em 26 de fevereiro, tentou-se aprovar um requerimento de urgência para apressar a tramitação do PL nº 051, mas conseguiu-se adiar a votação. Um novo embate ocorreu nesta quarta-feira, dia 13. Como resultado, o PL poderá voltar à pauta do plenário na próxima semana.

O PL nº 051/2019, em linhas gerais, visa articular políticas de revitalização de sítios históricos; apoiar e manter a população residente no Centro e atrair novos moradores, novas atividades comerciais e serviços, tornando o Centro da cidade atrativo e seguro à população que utiliza os serviços públicos e atividades comerciais, bem como ao turista interessado em seu acervo histórico e cultural.

Foto: Divulgação/Agência Assembleia

1 comentário »

Osmar Filho busca parcerias com o Iphan

0comentário

O presidente da Câmara Municipal de São Luís, Osmar Filho (PDT), deu prosseguimento, nesta sexta-feira (15), à sua agenda de trabalho em Brasília.

Acompanhado do deputado federal Pedro Lucas Fernandes (PTB); dos vereadores Marquinhos (DEM) e Estevão Aragão (PSDB); além do procurador-geral da Casa, Vitor Cardoso, o pedetista participou de reunião de trabalho com a presidente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), Kátia Bogéa.

Os parlamentares solicitaram novos investimentos para a capital maranhense, oportunidade na qual foram informados oficialmente que o órgão federal, este ano, injetará cerca de R$ 80 milhões na execução de ações de revitalização do Centro Histórico.

Osmar Filho e Kátia Bogéa também trataram do projeto de restauração da Fábrica São Luís, na região central da cidade.

O projeto, orçado em cerca de R$ 45 milhões, prevê que a nova sede do Poder Legislativa Municipal seja instalada na referida área. “Foi uma reunião muito produtiva. O IPHAN, este ano, promoverá ações importantes no Centro Histórico. Paralelo a isso, recebemos, mais uma vez, o apoio da companheira Kátia no sentido de unirmos forças para conseguirmos viabilizar a construção da tão sonhada nova sede da Câmara de São Luís”, afirmou o presidente.

No próximo dia 25, a presidente do órgão federal e o seu superintendente regional, Maurício Itapary, estarão na Câmara de São Luís participando de reunião com os vereadores.

Os políticos maranhenses também estiveram na sede do Banco do Brasil, onde foram recebidos por Ênio Ferreira, representante da instituição pública.

Foi discutida a possibilidade da elaboração de contratos para concessão de microcréditos para trabalhadores informais de São Luís, além de futuras parcerias institucionais entre a Câmara e o Banco.

Os vereadores e o deputado federal reuniram-se com o diretor-geral da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), André Nóbrega.

Eles receberam informações detalhadas acerca da elaboração das tarifas cobradas no Maranhão e agendaram para o mês de março, em São Luís, uma audiência pública na qual o tema será tratado com a sociedade organizada.

A audiência pública, assim como o encontro na capital federal, foram solicitações feitas pelo vereador Marquinhos.

“O presidente Osmar, ao promover esta vasta agenda de trabalho em Brasília, mostra comprometimento não apenas com o Parlamento Ludovicense, mas principalmente com o povo de São Luís”, avaliou Pedro Lucas.

Foto: Divulgação

sem comentário »

Rua Grande começa a ganhar novo visual

0comentário

Conjuntos de bancos que integram elementos do mobiliário urbano do projeto de revitalização da Rua Grande já começaram a ser instalados. O serviço faz parte de obra executada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) em parceria com a Prefeitura de São Luís e complementa a transformação que vem sendo realizada na via, espaço que abriga o maior centro comercial de São Luís. O trabalho vem sendo acompanhado e aprovado pelos consumidores e por quem trabalha na área.

O prefeito Edivaldo Holanda Júnior destacou a importância da obra. “Nossa cidade está ficando cada vez mais bonita. As obras do Complexo Deodoro e Rua Grande, executadas pelo Iphan em parceria com a Prefeitura, integram o conjunto de investimentos que estão sendo realizados em prol da população e pelo desenvolvimento da cidade”, disse o prefeito.

De acordo com o projeto, são instalados em média quatro bancos por quadra. Os assentos são confeccionados em madeira tratada, com elementos em aço corten, muito utilizado na construção civil e que apresenta três vezes mais resistência à corrosão que o aço comum. Este tipo de aço pode desenvolver uma película de óxido protetora, que atua reduzindo o impacto dos agentes corrosivos presentes no meio ambiente, favorecendo a conservação dos bancos. Ainda fazem parte do mobiliário urbano definido para a área lixeiras, também desenvolvidas em aço, que estão em fase de fabricação.

O superintendente do Iphan no Maranhão, Maurício Itapary, destaca que o projeto visa favorecer os consumidores. “Além de favorecer a população, a obra visa fomentar o comércio na região, tornando-o ainda mais atrativo para os consumidores. O trabalho já apresenta resultados positivo e a conclusão da obra vai beneficiar ainda mais a população”, ressaltou o superintendente.

Foto: A. Baeta

sem comentário »

Osmar Filho articula parcerias com o Iphan

0comentário

O presidente da Câmara Municipal de São Luís, vereador Osmar Filho (PDT), reuniu-se, nesta segunda-feira (7), com o superintendente regional do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), Maurício Itapary, com o objetivo de estreitar relações e estabelecer uma parceria em busca da valorização, reestruturação e conservação do patrimônio histórico da cidade.

“A gente se coloca à disposição, enquanto líder do Poder Legislativo Municipal e representante da população, de buscar políticas públicas que beneficiem patrimônio histórico da cidade”, disse.

Osmar se comprometeu em buscar apoio junto à Bancada Maranhense em Brasília para conseguir recursos com este fim.

Na oportunidade, também foram discutidos um projeto de revitalização para o atual prédio da Câmara Municipal e o da nova sede, um projeto de iniciativa do Iphan que deverá ser na antiga Fábrica São Luís, no bairro da Madre Deus.

“No fim deste ano a Câmara completa 400 anos. Então, seria de suma importância poder entregar para a população de São Luís este complexo, para que esta possa participar dos grandes debates que envolvem a cidade e usufruir deste espaço”, destacou o presidente.

Ele lembrou que a Câmara Municipal é a Casa do Povo e, por conta disto, a nova sede é um projeto de grande valia, não só para a Casa e para a população, mas, também para a preservação do patrimônio histórico da capital.

Osmar Filho ainda parabenizou Maurício Itapary pela sua gestão à frente do órgão.

“Recentemente acompanhamos a entrega do Complexo Deodoro e de parte da Rua Grande, obras que, realizadas em parceria com a Prefeitura de São Luís, deram nova vida à cidade”, afirmou.

O superintendente do Iphan disse que o órgão está de portas abertas para as parcerias em favor de São Luís e que esta é muito bem vinda, pois o trabalho de conservação do patrimônio da cidade só tem sentido se for feito em união com todos, a exemplo do que já vem acontecendo com o Estado, o Município e a iniciativa privada.

“O vereador Osmar é um parceiro a partir de agora e vamos sentar para estabelecer um diálogo bem aberto e franco com a Câmara de Vereadores”, disse Itapary.

Foto: Divulgação

sem comentário »

Deodoro é novo espaço de lazer em São Luís

3comentários

Considerado um espaço historicamente importante para São Luís, a área das praças Deodoro e Panteon tem se tornado também um novo local de lazer para moradores e turistas que visitam a cidade. As obras foram entregues há quase quinze dias e, graças à revitalização promovida pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) em parceria com a Prefeitura jovens, adultos, crianças e idosos, famílias inteiras, voltaram a fazer parte do público que frequenta o espaço, que conta agora com nova infraestrutura, com bancos, amplo espaço para passeio público, iluminação especial, paisagismo, entre outros elementos que garantem maior segurança e melhor estrutura para o público.

O prefeito Edivaldo Holanda Júnior, que acompanhou de perto o trabalho realizado na área, considera que esse é um dos resultados concretos de parcerias que visam ao bem comum. “É com grande alegria que contemplamos esse novo cenário. É muito bom observar como essa obra tem contribuído para a valorização da nossa cidade, especialmente do Centro de São Luís. Um dos mais importante resultados desse investimento é o resgate desse sentimento de pertencimento na população”, destaca o gestor municipal acrescentando ainda que a obra contribui para a revitalização do comércio na região e atração de turistas.

O superintendente do Iphan no Maranhão, Maurício Itapary, também pontua os resultados positivos dessa obra e destaca outros investimentos na cidade. “O Iphan tem trabalhado em grandes obras no Centro de São Luís. Atuamos na cidade com a reforma de áreas como a Praça Pedro II e de lugares como o Teatro Artur Azevedo, o Palácio Cristo Rei, o Museu da Gastronomia, o Museu de Artes Visuais, entre outros. Além de promover o resgate histórico dos locais que são revitalizados, são investimentos que beneficiam diretamente a população”, disse.

Com a reforma de todo o Complexo Deodoro, que além das praças inclui as alamedas Gomes de Castro e Silva Maia, o pedestre passou a ter maior condição de tráfego e de interagir socialmente. Outros elementos que foram incorporados à decoração e ao paisagismo do espaço também favoreceram para que a área se transformasse em um novo local de lazer para famílias como a do repositor de mercadoria Gilson Silva.

“Que lugar bonito! Em comparação ao que era antes, está um espaço muito bom para passear com a família e tirar fotos. Agora cabe a população cuidar e preservar para que esse lugar seja conservado e, como a gente, outras pessoas possam aproveitar”, contou Gilson, acompanhado da esposa e dos filhos.”

Com a requalificação urbanística, o Complexo Deodoro teve todo o seu piso renovado com a colocação de pavimento em concreto lapidado e elementos que favorecem a acessibilidade. Também foi instalado novo mobiliário urbano, com bancos, lixeiras e caramanchões. A nova iluminação da área permite que o local possa ser frequentado também no período noturno. A área conta ainda com banheiros públicos estruturados, bancos ornamentados com as históricas pedras lioz, além de espaços para a promoção de uma variedade de ações culturais e artísticas.

Os bustos de personalidades históricas também são elementos que atraem o público para a praça. De volta à Praça Panteon, os bustos que foram retirados em 2007, devolvem também ao espaço parte da história da cidade, contada através de cada uma das personalidades. O presidente da Fundação Municipal de Patrimônio Histórico (Fumph), Aquiles Andrade, conta que os bustos agregam valor ao Complexo Deodoro. “O retorno dos bustos à praça facilita o acesso das pessoas à história de São Luís, atraindo ainda mais a população ao espaço”, afirma.

Moradores que nem se recordavam mais dos bustos passaram a admirá-los na praça. “Eu passo sempre por aqui e vejo que a praça ficou muito bonita. Não tem nem comparação com o que era e o que é hoje”, contou a doméstica, Maciana Mendonça, posando ao lado da primeira mulher escritora, negra, brasileira e maranhense, Maria Firmina dos Reis.

Segurança

No espaço, foi instalado um centro que serve para equipes administrativas, Blitz Urbana e policiamento. No Complexo Deodoro, a guarda municipal atua 24 horas com duas guarnições e doze guardas que patrulham constantemente a área. Como base, as equipes utilizam um micro ônibus que realiza o monitoramento visual da área através de câmeras. O trabalho da guarda conta ainda com o apoio da polícia militar que atua fazendo ronda no local, com viaturas, motos e bicicletas.

O espaço se tornou ainda mais atraente ao público com as ações na área da segurança. A presença da guarda coíbe e inibe a ação de vândalos na área e garante maior segurança ao público. “Antes a gente não podia ficar assim não, o local parecia abandonado e dava até medo. Agora a praça está bem mais movimentada”, disse Elenilde Ribeiro. “A gente se sente mais segura em estar aqui tirando foto e aproveitando o espaço que ficou realmente muito bonito”, completou Beatriz Costa.

Turismo

A reforma de todo o Complexo Deodoro resultou também no surgimento de um novo espaço turístico na cidade. A nova praça agora está inserida no roteiro que inclui espaços também recentemente revitalizados como a Praça Pedro II. A secretária municipal de Turismo, Socorro Araújo, considera positivos os resultados desses investimentos para a área do Turismo. “Com iniciativas como essa, São Luís está cada vez mais atraente e tem encantado a todos que por aqui passam e conhecem um pouco da nossa cultura e história”, destaca a titular da Secretaria Municipal de Turismo (Setur).

Fotos: Honório Moreira e A. Baeta

3 comentários »

Centro de São Luís antes e depois da gestão Edivaldo

3comentários

A capital maranhense foi presenteada neste sábado (22) com a entrega das obras de revitalização de todo o Complexo Deodoro e da primeira etapa da Rua Grande, executadas com recursos do PAC Cidades Históricas pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) em parceria com a Prefeitura de São Luís. A requalificação do Centro é um marco para a gestão do prefeito Edivaldo Holanda Junior (PDT), que vem conseguindo reverter cenário de abandono, vandalismo e depreciação que se arrastou por várias administrações. Agora, o principal cartão-postal conseguiu se reerguer, recuperando toda a sua áurea que há décadas não se presenciava.

O pedetista está consolidando na sua gestão uma verdadeira transformação no Centro da cidade tanto no âmbito estrutural, com reformas de espaços icônicos de São Luís, quanto no investimento de ações de incentivo para a reocupação qualitativa do lugar. O resultado tem sido surpreendente, com um espaço revitalizado e movimentado, atraindo cada vez mais ludovicenses e turistas.

Na infraestrutura, o Centro São Luís está recebendo o maior volume de investimentos dos últimos 30 anos. Com obras executadas pelo Iphan em parceria com a Prefeitura de São Luís, Edivaldo aparece como um grande articulador, recebendo o reconhecimento do próprio órgão nacional como o gestor que mais tem dado suporte para a realização dos serviços, disponibilizando toda a estrutura necessária para garantir o andamento dos trabalhos que, por causa da sua grandiosidade, exigem uma dinâmica gigantesca que só foi concretizada por causa da garantia da administração municipal.

Entre as principais obras estão a do Complexo Deodoro – que compreende as praças Deodoro e Panteon e as alamedas Silva Maia e Gomes de Castro –, inauguradas sábado, e a da Rua Grande, que teve a primeira etapa concluída e também entregue no mesmo dia. As intervenções eram demandas antigas da cidade que somente agora conseguiram sair do papel, com o apoio do prefeito Edivaldo. Outros espaços como a Praça Pedro II também já foi entregue revitalizada, inclusive com a total restauração da fonte do lugar.

Além de garantir uma boa infraestrutura no Centro, Edivaldo foi ainda mais longe. O que antes já não fazia mais parte da vida dos ludovicenses ou encantava tanto os turistas, agora é o ponto de encontro mais apreciado de São Luís. Alguns dos investimentos que o pedetista tem feito são a Feirinha São Luís, que ocorre aos domingos na Praça Benedito Leite, e programas como o Reviva, o Férias Culturais e o Caminhos da Memória, que estimulam o visitante a conhecer mais sobre as riquezas históricas, culturais e arquitetônicas do lugar.

Fotos: Maurício Alexandre

3 comentários »