UFMA tem maior índice de aprovados no Exame da OAB

0comentário

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) divulgou nesta terça-feira (4) a lista final de aprovados no 4º Exame de Ordem. No Maranhão, os melhores desempenhos foram dos alunos da Universidade Federal do Maranhão em Imperatriz (40,91%) e São Luís (38,81%). Os piores foram os da Faculdade de Educação Santa Teresinha – FEST (3,26%)  e Faculdade do Maranhão – FACAM (2,50%).

Veja o quadro das instituições do Maranhão:

32º UFMA – Imperatriz – 40,91%
37º UFMA – São Luís – 38,81%
141º UNDB – São Luís – 18,75%
452º UNICEUMA I- São Luís – 9,37%
525º FACIMP – Imperatriz – 8,20%
571º UNICEUMA II – São Luís – 7,64%
605º FACULDADE VALE DO ITAPECURÚ – FAI – 7,14%
606º FACULDADE SANTA TEREZINHA – CEST – 7,14%
614º UNICEUMA III – São Luís – 7,05%
622º Faculdade de Ciências Humanas e Sociais Aplicadas – 6,90%
795º Faculdade de Educação Santa Terezinha – FEST – 3,26%
821º Faculdade do Maranhão – FACAM – 2,50%

Leia mais no G1

sem comentário »

Construtora é multada por atrasar entrega do Grand Park

3comentários

A Gerência de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-MA) aplicou uma multa no valor de R$ 600.000,00 (seiscentos mil reais) contra a Franere/Gafisa.

A multa foi motivada devido o atraso excessivo na entrega do condomínio Grand Park aos consumidores.

O prazo de entrega previsto era junho de 2010, com tolerância contratual para dezembro de 2010. Até a presente data, menos de 30% dos consumidores receberam seus imóveis.

“Durante o processo administrativo no Procon, outros problemas foram detectados, tais como disparidades na oferta com aquilo que está sendo entregue, cláusulas contratuais abusivas, falhas graves na construção etc. Por essas razões, resolvemos, também, ajuizar ação coletiva na defesa dos interesses individuais homogêneos dos consumidores daquele empreendimento”, completou o gerente do Procon/MA, Felipe Camarão.

3 comentários »

IBOPE revela a relação do brasileiro com os esportes

0comentário

No país do futebol, da Copa de 2014 e das Olimpíadas de 2016, qual o meio que os brasileiros usam para obter conteúdos esportivos e quais são as modalidades mais acompanhadas nos meios de comunicação?

Para responder essas e muitas outras questões ao longo de 2011, o IBOPE Media realiza quatro pesquisas relacionadas ao consumo de esportes nos meios de comunicação. As duas primeiras, já disponíveis para o mercado, apresentam um mapeamento completo sobre o consumo do esporte na internet e na televisão.

A pesquisa Esporte Clube IBOPE Media revela que a televisão é o meio preferido para se informar sobre esportes por 72% dos brasileiros, seguida por rádio (21%) e internet (16%).

Como não poderia deixar de ser, o futebol é o esporte mais acompanhado pelo brasileiro, independente da plataforma utilizada, seguido pelo vôlei. Quando o assunto é Fórmula 1, a TV, a internet e o jornal disputam em igual posição a preferência dos brasileiros.

Em relação à TV, 58% preferem as transmissões ao vivo, seguida de programas e noticiários esportivos. O consumo de conteúdo esportivo na TV, seja ele qual for, está concentrado em um segmento mais adulto da população (maiores de 30 anos).

Ao citar o motivo de escolha dos programas, 47% destacaram a qualidade das reportagens e entrevistas, a credibilidade das informações (18%), os debates e discussões interessantes (15%), a imparcialidade do apresentador (14%) e programação dinâmica e objetiva (13%).

Já os motivos que fazem os pesquisados consumirem mais informações pela internet são a atualização constante (32%), as notícias abrangentes (31%), os conteúdos mais completos (28%), a grande variedade de esportes (16%) e a melhor navegabilidade (15%).tudo demonstra que 41% dos que buscam conteúdos esportivos via TV e 55% que preferem a internet, praticam esporte.

Prática de esportes

O brasileiro gosta de caminhar. Esta é a primeira atividade esportiva para praticamente metade da população. Para eles, o futebol é a principal opção de atividade esportiva. Para elas, futebol e ginástica disputam o segundo lugar. Porém, se combinadas as modalidades ginástica, natação e aeróbica, o percentual passa para 37%, de acordo com dados do Target Group Index.

“Com a profissionalização da gestão do esporte no Brasil, o país tem chances de explorar todo potencial do mercado esportivo. Um exemplo disto é o consumo simultâneo dos meios. Segundo dados do Target Group Index, 58% das pessoas que acompanham esporte pela TV ou na arena, declaram consumir simultaneamente os meios independente do conteúdo: a maior sobreposição está em TV e internet”, declarou Dora Câmara, diretora comercial do IBOPE Media.

O grau de atenção dos pesquisados em relação aos comerciais exibidos durante as transmissões também tem destaque na pesquisa. Para 69% da população acima de 10 anos, as marcas nos uniformes são as mais visíveis. Para pessoas com idades entre 15 e 19 anos, este índice é de 73%.

Fonte: Esporte Clube IBOPE Media

sem comentário »

Roseana passa mal durante viagem

0comentário

A Secretaria de Estado de Comunicação Social (Secom) informa que a governadora Roseana Sarney sentiu-se mal nesta terça-feira quando se deslocava de helicóptero de São Luís com destino ao município de Esperantinopólis, onde assinaria ordem de serviço para obras de pavimentação de rodovia.

Roseana Sarney deixou São Luís com uma leve dor de cabeça, mas no caminho, devido à turbulência na aeronave, teve um mal-estar, mudando a rota para Bacabal, onde descansa. A governadora retorna ainda nesta terça-feira a São Luís e amanhã retoma a agenda de trabalho no interior do estado, nos municípios de Nova Colinas e Fortaleza dos Nogueiras.

sem comentário »

Evandro Bessa estuda convite de João Castelo

4comentários

Quem está de volta a São Luís é o contador, administrador, professor universitário e desportista Evandro Bessa. Desde a semana passada, Bessa deixou o Banco da Amazônia, onde por mais de 8 anos exerceu o cargo de diretor de controle e risco.

Evandro Bessa teria recebido um convite formal do prefeito João Castelo para assumir a Secretaria de Desporto e Lazer. O convite teria sido feito ainda no mês de agosto.

No mês passado, assumiu a Semdel, o adjunto Vitor Negreiros que é genro do presidente da Câmara de Vereadores, Isaías Pereirinha. Ele estaria acumulando a função até a situação venha a ser definitivamente resolvida pelo prefeito. Castelo, sequer compareceu à posse de Negreiros.

Caso Evandro Bessa aceite o convite do prefeito João Castelo, só poderá assumir o cargo entre dezembro e janeiro, pois terá que cumprir um período de quarenta dias determinado pelo Banco Central àqueles gestores que deixam o cargo de diretor em instiuições financeiras públicas.

4 comentários »

Dirigentes defendem o fim da Série D

10comentários

Francisco Novelletto Neto completará uma década à frente da Federação Gaúcha de Futebol (FGF) no ano em que o Brasil receberá a Copa do Mundo. Em julho, foi eleito pela terceira vez consecutiva para três anos de mandato. Quando se encerrar o atual, em 2015, promete despedir-se do cargo. Antes disso, porém, quer, nas suas palavras, “ajudar meus clubes”.

Novelletto evita o assunto, mas a mão amiga da FGF é conhecida.

– Existe um movimento das federações para acabar com a Série D. Fui designado por elas para levar isso à CBF. Série D e calendário – detalha.

A ideia seria extinguir a atual Quarta Divisão, retrocedendo a um modelo de 2007, com 64 participantes divididos em 16 grupos de quatro. Na temporada seguinte, conseguiu-se perpetrar um campeonato com 63. No grupo 1, Rio Branco-AC e Luverdense-MT classificaram-se com nove pontos e sobrou o Fast-AM, com zero.

Desde 2009, a Série C é disputada com 20 clubes divididos em quatro grupos de cinco. Apesar do mesmo número de participantes das Séries A e B, ela não funciona no sistema de pontos corridos em turno e returno porque, segundo a CBF, não há verbas para hospedagem e transporte.

Qual é a sua proposta para a Série D em 2012?

Novelletto: É de extingui-la e termos 64 times na C. Até o (presidente do Caxias) Osvaldo (Voges) não gostou muito, quando eu falei para ele. Mas vai ser bom para todo mundo! Olha o Juventude, que ficou sem dinheiro para disputar a D! Minha proposta foi de custeio a partir dos 16. A gente divide 64 times em grupos de quatro, depois faz mata-mata. A partir dos 16, entra a ajuda de custo.

Mas isso não elimina o mérito de quem vem disputando acesso e queda no atual modelo?

Novelletto: É bom para todo mundo! O Caxias vai deixar de jogar com Joinville e Chapecoense e vai jogar com Cruzeiro de Porto Alegre, Cerâmica, times mais fracos.

Pelo sistema atual, a Série C prevê o mínimo de oito jogos na primeira fase e mais seis para o acesso, num total de 14. Com a fórmula de 64 clubes, não se reduz o número de jogos?

Novelletto: Diminui dois jogos, apenas, para subir. Sobe com 12. As federações estaduais não querem mais o atual modelo. Elas vão esvaziar o campeonato do ano que vem. Espera para ver.

Não seria possível destinar 1% das verbas das séries A e B para custear C e D?

Novelletto: Não tem custeio e nem vai ter. Esquece. Isso não vai acontecer. Os clubes das séries A e B não aceitam. Vai falar isso para Grêmio e Inter, que tu queres tirar um troco para as séries C e D. Eles ainda vão reclamar que já estão ganhando pouco.

Já há alguma sinalização de mudança para a Série D?

Novelletto: Por enquanto, não. Conversei com o (diretor-técnico da CBF) Virgílio (Elísio) e ele já disse que concorda com o calendário (iniciar a Série C imediatamente após os estaduais). Fizemos o ofício com o pedido e já entregamos. Mas sobre a fórmula, quem decide é o homem (Ricardo Teixeira).

10 comentários »

SUS será discutido na Conferência Estadual de Saúde

2comentários

O secretário de Estado da Saúde, Ricardo Murad, fará nesta quarta-feira a abertura da VIII Conferência Estadual de Saúde, que acontece até quinta-feira, a partir de 8h, no Centro de Convenções Pedro Neiva de Santana. O encontro reunirá servidores da saúde, usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), representantes dos governos municipais e da sociedade civil.

A conferência tem como tema “Todos usam o SUS! SUS na seguridade social, política pública, patrimônio do povo brasileiro”. A
secretária executiva do Conselho Estadual de Saúde (CES), Isabel Macêdo, explicou que foram feitas mobilizações em mais de 200 municípios maranhenses. “A expectativa é que tenhamos uma conferência participativa e engajada nas propostas de fortalecimento do SUS”, acrescentou ela.

As conferências municipais aconteceram desde o mês de maio e reuniram gestores, trabalhadores de saúde e pessoas da sociedade civil organizada. “O secretário estadual de Saúde, Ricardo Murad, determinou que fizéssemos todas as conferências municipais para escolha dos delegados que participarão da grande mobilização que acontecerá em São Luís para traçar propostas de melhorias para a saúde do nosso estado”, completou Isabel Macedo.

Nas conferências municipais foram discutidos temas propostas pelo Conselho Nacional de Saúde, tais como “Todos usam o SUS na dignidade social” e “Política pública – patrimônio do povo brasileiro”.

Programação

Durante a VIII Conferência Estadual de Saúde também serão elaboradas e aprovadas propostas a partir das discussões dos
eixos temáticos e eleitos os delegados para a 14ª Conferência Nacional de Saúde.

No primeiro dia do encontro serão discutidos temas como o acesso e acolhimento com qualidade: um desafio para o SUS, política de saúde na seguridade segundo os princípios da integralidade, universalidade e equidade. Na quinta-feira serão discutidos assuntos relacionados a participação da comunidade no controle social no SUS e gestão do SUS.

Concita Torres/SES

2 comentários »