Denúncias de escutas ilegais serão apuradas em Brasília

0comentário

A Comissão de Segurança Publica e Combate ao Crime Organizado da Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (12) requerimento de autoria do deputado Aluisio Mendes (Podemos-MA) que pede audiência com os delegados da Polícia Civil do Maranhão Ney Anderson e Tiago Mattos Bardal, para apuração de denúncias sobre supostas escutas ilegais de opositores ao governo do Estado.

“É inaceitável a ocorrência desse crime! Recentemente, um caso como esse ocorreu em outro estado e o secretário foi exonerado e preso. O caso do Maranhão deve ser investigado com o mesmo rigor, e vamos iniciar com a oitiva dos delegados”, afirmou Aluisio.

O caso da suposta espionagem veio à tona no ano passado quando os delegados Ney Anderson e Tiago Mattos Bardal apresentaram uma série de acusações contra o secretário de Segurança Pública, Jefferson Portela.

Segundo as denúncias, ordens para interceptar ligações telefônicas de desembargadores, filhos de magistrados do Tribunal de Justiça do Maranhão, deputados e senadores opositores ao governo Flávio Dino, teria partido do secretário de Segurança. Jefferson Portela tem negado as acusações.

Vale lembrar que esse não foi o único escândalo de espionagem/perseguição que envolve o governo do Maranhão. No mês de abril do ano passado, um documento da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) ordenou expressamente aos batalhões da Polícia Militar do Maranhão que monitorassem opositores ao governo estadual durante as eleições de 2018.

Foto: Agência Câmara

sem comentário »

Aluísio sai em defesa do prefeito de Formosa

0comentário

O deputado federal Aluisio Mendes (PODEMOS) disse que trabalhará – assim como fez durante a sua primeira gestão – para viabilizar mais investimentos à cidade maranhense de Formosa da Serra Negra, administrada atualmente por seu aliado político e um dos responsáveis por sua reeleição, Janes Clei (PDT).

Mendes foi o candidato a uma vaga na Câmara Federal mais votado no município, obtendo na última eleição 3.167 votos (34,05%) o que foi um reconhecimento aos R$ 2,7 milhões em emendas de Aluisio para a cidade e que resultaram em melhorias para os cidadãos.

O posicionamento de Aluisio Mendes favorável à Formosa também é uma maneira de se solidarizar com o prefeito Janes Clei, que fez duras críticas ao Governo do Maranhão e com a população após a ação, segundo ele, absurda feita pelas forças de segurança pública no dia 26 de outubro deste ano. Na ocasião, policiais militares usaram de medida desproporcional para liberar a MA-006, alvo de reclamação dos moradores da região. “Eu cobro providências por parte do governo desta importante rodovia. De grande importância, por sua extensão e por ligar cidades importantes, o poder público deve voltar a sua atenção para esta via”, disse.

Para Mendes, o Governo do Maranhão deve apenas cumprir uma promessa de campanha feita em 2014. “A população de Formosa merece todo o respeito. É um povo ordeiro, que tive o prazer de conhecer durante as minhas ações no primeiro mandato e durante a campanha deste ano. Portanto, o Governo deveria olhar com mais carinho para estas pessoas e viabilizar a reforma da rodovia, uma das mais problemáticas do país”, afirmou.

Dados recentes da Confederação Nacional do Transporte (CNT), responsável pela avaliação da malha rodoviária brasileira, apontam que a MA-006 está entre as três rodovias em pior situação no país. Em vários itens, a via recebeu avaliação ruim ou péssima.

Foto: Divulgação

sem comentário »

Bolsonaro quer ‘varrer’ comunismo do Maranhão

2comentários

O deputado federal reeleito Aluisio Mendes (PODE/MA), um dos coordenadores da Frente de Segurança Pública da Câmara dos Deputados, viabilizou – juntamente com o também integrante do grupo, o deputado Alberto Fraga (DEM/DF), uma reunião com a presença de 28 deputados com Jair Bolsonaro (PSL/RJ) na manhã de hoje (23), na residência do presidenciável, no Rio de Janeiro.

Mendes aproveitou a ocasião para discutir acerca do Maranhão e do combate às práticas do atual governo comunista que, para o parlamentar, utiliza práticas “autoritárias e perseguidoras”.

Durante a conversa, que também teve a participação do deputado Federal, Onyx Lorenzoni (DEM/RS) – aliado e amigo de Mendes, desde a época que atuaram juntos durante a CPI da Petrobras, e que deverá ser o futuro Chefe da Casa Civil no Governo Bolsonaro – foram tratadas pautas na área da Segurança Pública, dentre elas, maioridade penal (projeto que hoje já esta no Senado, no qual Mendes foi um dos grandes articuladores pela aprovação na Câmara).

A reunião também tratou sobre a formação da base de apoio ao futuro Governo Bolsonaro. Aluisio se comprometeu em trabalhar para aumentar essa base que hoje já conta com mais de 300 deputados.

Jair Bolsonaro afirmou ao colega Aluisio que se vier a ser eleito, não penalizará o povo do Maranhão mesmo com a gestão comunista. O presidenciável garantiu que irá se empenhar através de seus parceiros, como o deputado Aluisio Mendes, para manter e implantar as ações do governo Federal em benefício de toda a população maranhense.

Ao final, Bolsonaro gravou em vídeo uma mensagem aos Maranhenses: “Um grande abraço a todos vocês e vamos continuar lutando para que, se Deus quiser em 2022, varrer o comunismo de vez desse Estado maravilhoso que é o nosso Maranhão”, afirmou. (Veja o vídeo aqui)

2 comentários »

Reeleição de Aluísio Mendes é destaque nacional

1comentário

O deputado federal pelo Podemos, Aluisio Mendes, é um dos dez parlamentares reeleitos para mais quatro anos de mandato com melhor desempenho em votação nas eleições deste ano no país. Levantamento do portal G1 aponta que Mendes registrou um acréscimo de 108,8% no percentual de votos, em comparação com o pleito de 2014. Na eleição mais recente, Aluisio obteve expressiva votação (105.778 votos) contra 50.658 votos catalogados há quatro anos.

Considerando apenas o cenário estadual, Aluisio é o único parlamentar entre os 10 com melhor desempenho na votação, de acordo com o G1. Além disso, Mendes é o único deputado da Região Nordeste na lista seleta feita pelo portal de notícias nacional, com base nos dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

A constatação de que Aluisio Mendes elevou sua votação em apenas quatro anos reforça a tese de que o parlamentar cumpriu com grande parte dos compromissos firmados com a população. Entre 2014 até este ano, foram várias ações realizadas nas áreas de saúde, segurança pública, infra-estrutura, esporte, previdência e agricultura familiar. Outro fator que explica o expressivo desempenho foi a capacidade de articulação de Mendes com as lideranças nas cidades maranhenses.

Mendes também foi relator do projeto de lei na Câmara que inclui os guardas municipais entre as instituições de composição da Força Nacional de Segurança Pública. Ele também garantiu o andamento das propostas que dispõem sobre o controle e estoque de explosivos e que inclui a segurança pública na participação dos recursos de exploração do petróleo e gás natural.

Desde 2015, ano inaugural de seu primeiro mandato, Aluisio fez questão de comparecer a várias regiões do estado do Maranhão. Nos últimos três anos, viabilizou emendas que melhoraram a vida da população. “Este é o meu dever como parlamentar, ou seja, lutar por melhorias para a nossa gente. Como o próprio slogan da nossa campanha enfatizou, nós sempre estamos e estaremos presente com a população, ouvindo reivindicações e viabilizando avanços”, disse.

Mendes também ressaltou que, para os próximos quatro anos, uma das metas será consolidar avanços no serviço de telefonia móvel. Outra meta é ampliar a área de cobertura do serviço da previdência, já que em municípios no Maranhão, a demanda coberta pelo INSS ainda é insuficiente. “Além destas duas missões, vamos lutar por melhorias na saúde e educação das pessoas”, finalizou.

Foto: Divulgação

1 comentário »

Aluisio duplica votação e sai fortalecido das eleições

0comentário

O deputado federal reeleito, Aluisio Mendes (PODE) sai fortalecido das eleições deste ano. Com 105.778 votos dados a ele, de acordo com o Tribunal Regional Eleitoral (TRE), o deputado dobrou a sua própria votação, em relação ao total registrado em 2014, saindo do décimo oitavo mais votado há quatro anos para o oitavo representante maranhense na Câmara em número de votos.

Segundo o parlamentar reeleito, o saldo da campanha é extremamente positivo. Vários municípios foram visitados e nestes locais, Aluisio Mendes reforçou o empenho para abraçar bandeiras de serviços essenciais. Em cada local, Aluisio foi recebido por grandes grupos de aliados e mobilizou milhares de pessoas em atos populares.

Para Aluisio, o Maranhão acredita em seu trabalho. “Quero agradecer aos mais de 105 mil votos recebidos na eleição deste ano. Essa votação é a prova de que o povo do nosso estado acredita em nosso trabalho. Podem ter certeza de que continuarei trabalhando, sempre em busca de benefícios para toda a população. Esta é a minha obrigação e o meu compromisso. Me dedicarei ao máximo para cumprir com estas metas e para honrar toda essa confiança”, disse Aluisio após a confirmação da reeleição.

Ele também agradeceu à população dos municípios visitados e aos aliados de campanha. Aluisio Mendes destacou ainda que continuará trabalhando e aplicando suas emendas em prol do povo maranhense. “Com esta votação tão expressiva, nossa responsabilidade aumenta. Se já mostramos ações positivas no primeiro mandato, será necessário mostrar ainda mais nos próximos quatro anos. Não medirei esforços para trazer mais benefícios, assim como fizemos na segurança, infraestrutura, agricultura, previdência, esporte e lazer, saúde e em outros setores”, afirmou.

Foto: Divulgação

sem comentário »

Exemplos de mau uso da verba parlamentar

13comentários

O Bom Dia Brasil denunciou em sua edição desta quarta-feira (23), o uso de verba parlamentar para pagamento de despesas pessoais na Câmara dos Deputados.

Cada um dos deputados federais tem direito a uma verba em Brasília para exercer o seu trabalho como parlamentar, mas tem deputados usando o dinheiro de outras formas, até para gastos pessoais e particulares.

E não é pouco dinheiro não. Por mês, esse dinheiro vaira de R$ 30.788,66 a R$ 46.612,53. Esse dinheiro teria que ser gasto exclusivamente com o mandato como por exemplo despesas com passagens aéreas, telefonia, hospedagem, manutenção de escritórios isto é bem claro na decisão da Câmara que estabelece as regras para o uso das verbas.

A verba não pode ser utilizada, por exemplo para custear despesa de diretórios de partidos e pagamento de viagem sem relação com a atividade parlamentar, mas tem deputado que não respeita nada disso.

A reportagem mostrou casos de deputados pelo país, dentre eles o deputado federal eleito pelo Maranhão, Aluísio Mendes, que alugou o seu apartamento e se hospeda num hotel de luxo quando vem a São Luís.

“Eu trouxe a minha família de São Luís, eu tenho filhos pequenos e nas minhas idas ao Maranhão, dificilmente eu via a minha família. Eu viajava pelo interior, então eu optei por desmontar a minha residência no Maranhão e mudar com a minha família para Brasília e isso fez que, quando eu vou ao Maranhão, tenho que ficar num hotel. Eu tenho que ir ao estado toda semana, então eu optei em trazer a família para cá e ir ao Maranhão e me hospedar em hotel”, explicou.

Aluísio Mendes disse à reportagem do Bom Dia Brasil que possui um apartamento em São Luís, mas este foi alugado.

Perguntado sobre a existência em sua prestação de contas de uma nota no valor de 4.347,80 reais referente a uma diária num hotel de luxo em São Luís, o deputado Aluísio Mendes disse ter havido algum equívoco.

“Depende do período em que eu fiquei no hotel. Eu não sei de que diária você está falando, mas se eu passei 15 dias, eu não acredito que o valor seja tão alto. [A nota consta uma diária]. Não, então eu acho difícil e deve ter acontecido algum equívoco porque a diária no hotel não é de 4 mil, eu tenho certeza disso”, finalizou.

Clique aqui e veja a reportagem

13 comentários »

Tema discute Saúde e Segurança Pública

0comentário

Cleomar Tema se reúne com os deputados Juscelino Filho, André Fufuca e Aluísio Mendes

O prefeito de Tuntum e presidente da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (FAMEM), Cleomar Tema, reuniu-se nesta segunda-feira (6), em São Luís, com os deputados federais Aluízio Mendes, Juscelino Filho e André Fufuca – estes dois últimos coordenador da bancada maranhense em Brasília e 2º vice-presidente da Câmara, respectivamente.

Tema discutiu com os parlamentares reivindicações dos municípios nos setores da saúde e segurança pública. As pautas também serão amplamente debatidas durante encontro do presidente da entidade municipalista com os demais membros da bancada no próximo dia 15, em Brasília.

Na saúde, foi exposta a necessidade de uma total união da classe política do estado no sentido de conseguir, junto a União, o aumento dos repasses para o atendimento de alta e média complexidade nos municípios.

Tema , na reunião do dia 15, apresentará aos deputados federais e senadores um estudo técnico que mostra que o Maranhão é o penúltimo estado da federação no que diz respeito ao recebimento de recursos na saúde per capita – recebe R$ 137 por habitante.

A proposta defendida pela FAMEM é de que este teto seja pelo igual ao da média nacional – R$ 194 por habitante.

Na segurança pública, Cleomar Tema solicitou aos parlamentares que a bancada também ajude os municípios a obter parcerias com a Secretaria Nacional de Segurança Pública e Polícia Federal para capacitar as Guardas Municipais e habilitar seus integrantes para que os mesmo possam trabalhar armados.

“Sobre as Guardas, é possível, sim, viabilizar a capacitação dos seus agentes e, desta forma, fazer com que eles contribuam com o setor da segurança pública, que é de competência do governo do estado. Além disso, o município habilitado ainda tem direito a recursos. O companheiro Tema está trabalhando muito em favor do municipalismo e já modificou, para muito melhor, a forma de gerir a FAMEM”, disse Aluízio Mendes.

Avaliação semelhante fez Juscelino Filho. Além de garantir total apoio aos pleitos municipalistas, ele também destacou o ritmo acelerado de trabalho de Cleomar Tema.

“O presidente Tema é um grande municipalista e vem imprimindo um ritmo muito proveitoso de trabalho na defesa das cidades e também dos gestores”, comentou.

sem comentário »

Aluísio Mendes oferece ‘ajuda’ ao governo

6comentários

AluisioMendes

O ex-secretário de Segurança Pública e atual deputado federal, Aluísio Mendes utilizou as redes sociais para se manifestar sobre os ataques a ônibus registrados nesta quinta-feira (19) em São Luís.

O parlamentar se colocou à disposição para ajudar o governo estadual a resolver o problema, mas não disse que forma poderia contribuir para resolver uma situação que não se registrava desde 2014, exatamente quando comandava a Segurança Pública no Maranhão.

“Ao contrário do que ocorreu quando eu era secretário de Segurança e tive que enfrentar situação semelhante, sem contar com nenhum apoio da Oposição à época, coloco-me à inteira disposição para colaborar com o governo estadual, pois a proteção dos cidadãos de bem sempre deve estar acima das divergências partidárias”, escreveu.

Aluísio Mendes se disse preocupado com a situação.

“Acompanho com preocupação o noticiário sobre os ataques a ônibus ocorridos ontem à noite em São Luís e me solidarizo com a população”, disse.

Foto: Agência Câmara

6 comentários »

Aluísio vota contra o impeachment de Dilma

10comentários

AluisioMendes

O deputado federal Aluísio Mendes (PTN) divulgou nota nesta sexta-feira (14) sobre o seu posicionamento em relação à votação do impeachment da presidenta Dilma Rousseff (PT).

É que a imprensa chegou a divulgar que Aluísio Mendes teria modificado o seu voto, mas o parlamentar reafirma na nota que votará contra o impeachment da petista.

Leia a nota na íntegra:

“Em respeito à população brasileira, e pela gravidade do momento político que vivemos, venho a público declarar o que segue:

Tenho a convicção de que o melhor para o Brasil, neste momento, seria a realização de novas eleições gerais que dessem ao povo brasileiro o direito de manifestar sua soberana vontade nas urnas.

Mas diante da impossibilidade da convocação de eleições gerais, que só seriam possíveis com a devida mudança na legislação eleitoral vigente, reafirmo que no próximo domingo, no plenário da Câmara dos Deputados, votarei CONTRA o impeachment da presidente Dilma Rousseff.

E defendo que todos ajam com serenidade e responsabilidade, durante e depois da votação no plenário da Câmara, para que, independente do resultado, os interesses do povo brasileiro e a estabilidade política e econômica do Brasil estejam acima de todas as divergências”.

Aluisio Mendes
Deputado federal PTN/MA

10 comentários »

Bancada prega cautela sobre impeachment

3comentários

bancadamaranhense

Deputados federais que integram a bancada maranhense na Câmara Federal, defenderam a serenidade e a responsabilidade na análise do processo de impeachment contra a presidente da República, Dilma Rousseff (PT). A peça já tramita na Casa.

Na última quinta-feira a Mesa Diretora da Câmara elegeu a Comissão Especial do impeachment. Nove maranhenses integram o colegiado. Três destes como titulares e outros seis na condição se suplentes.

Os titulares são: João Marcelo Souza (PMDB), Júnior Marreca (PEN) e Weverton Rocha (PDT). Já os suplentes são Alberto Filho (PMDB), Aluisio Mendes (PTN), André Fufuca (PP) [coordenador da bancada maranhense], Cleber Verde (PRB), Hildo Rocha (PMDB) e Pedro Fernandes (PTB).

A O Estado os parlamentares da bancada maranhenses falaram sobre o tema com exclusividade.

João Marcelo Souza considerou o momento delicado, em decorrência das muitas acusações que pesam sobre o governo Dilma. “Não é um momento de exaltação, devemos ter serenidade e tranquilidade na condução do processo”, disse.

Júnior Marreca afirmou que é preciso agir com isenção na análise do processo. “Temos de nos ater às denúncias específicas contidas nos autos e agirmos como magistrados para decidir”, enfatizou.

JUscelinoFilhodeputadoIsenção – Aluisio Mendes afirmou que analisará o pedido de impeachment com equilíbrio e responsabilidade. “Se ficar comprovado qualquer crime de responsabilidade praticado pela presidente serei a favor do seu afastamento”, disse.

Juscelino Filho também evocou o discurso da imparcialidade na análise do processo na Câmara Federal.

“O relatório final dele [comissão especial] certamente vai ressaltar aspectos técnicos, argumentos de acusação e defesa, mas o tom político da votação plenária virá das ruas. Sob a inspiração do estado democrático de direito, do respeito à Constituição, às leis e ao regimento, irei acompanhar o processo e à luz dos autos darei meu voto com consciência”, completou.

O coordenador da bancada maranhense, André Fufuca (PP), também falou em isenção na análise do processo. “Existe uma comissão que vai analisar a situação. Eu não posso adiantar voto antes de ver os meandros do pedido e formar uma opinião sólida sobre o assunto. Só garanto que irei ser imparcial e que irei agir da melhor forma para garantir a ordem em nosso país”, enfatizou.

Eliziane Gama, que atua na oposição ao Governo Federal, afirmou que a situação [do Governo] chegou a um nível insustentável. “O ideal é o processo do TSE [Tribunal Superior Eleitoral] anular a eleição de 2014 porque foi viciada. Mas, enquanto isso não acontece, vamos fazer o que temos: agilizar o processo de impeachment”, acrescentou.

Já o deputado federal Pedro Fernandes, que até o início do ano coordenou a bancada maranhense, afirmou que o impeachment só poderá se dar quando houver crime de responsabilidade da presidente da República. “Ainda não me convenci da existência desse crime”, finalizou.

Membro da comissão, o deputado Werverton Rocha afirmou que analisará com serenidade, isenção e equilíbrio o pedido de impeachment. Ele disse que atuará dentro da legalidade.

AndreFufucadeputadoGrampo – Os deputados federais maranhenses também avaliaram a O Estado, a divulgação de gravações telefônicas – interceptadas pela Polícia Federal -, do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e da presidente Dilma Rousseff (PT).

A divulgação foi feita pelo juiz federal Sergio Moro, o que aumentou a crise política no país. O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), chegou a criticar o magistrado.

 

André Fufuca, coordenador da bancada maranhense, também disse que as gravações deveriam ter sido repassadas ao STF e não divulgadas à imprensa.

“No meu ponto de vista, Dilma possui foro especial, privilegiado. Mesmo que captada acidentalmente numa conversa com pessoa sem foro especial, que é o caso de Lula, a conversa deveria ter sido remetida ao STF. Os ministros do Supremo decidiriam, então, se é o caso de liberar o diálogo para a imprensa ou não”, disse.

Aluisio Mendes (PTN), que é suplente na Comissão Especial do impeachment, fez uma ressalva à admiração que tem em relação ao juiz federal Sergio Moro, mas criticou a divulgação dos áudios. “Independentemente do conteúdo das gravações, o vazamento foi ilegal por conta da prerrogativa de foro privilegiado da presidente. Os áudios teriam de ser encaminhados somente ao Supremo Tribunal Federal”, disse.

Para João Marcelo Souza (PMDB), há divergência até entre os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre o vazamento, mas é necessário que o caso seja esclarecido. “Foi gerada uma situação constrangedora que merecia ser melhor esclarecida pelo juiz Sergio Moro”, pontuou.

Júnior Marreca (PEN) considerou não ter havido qualquer ato de ilegalidade na divulgação dos áudios. “Quanto ao vazamento dos diálogos foram feitos dentro da legalidade, obedecendo aos princípios legais”,

Pedro Fernandes (PTB) criticou a postura do magistrado no caso. “Sergio Moro também não está acima da lei”, afirmou.

O Estado

3 comentários »