Vaquejada de Barreirinhas será no mês de julho

0comentário

A contagem é regressiva para a realização da 36ª Vaquejada de Barreirinhas. O evento que já faz parte do calendário da cidade atrai centenas de turistas para o principal pólo turístico do Maranhão vai acontecer de 21 a 28 de julho.

Para este ano, a Prefeitura de Barreirinhas confirmou oficialmente algumas das atrações musicais para a festa como as bandas Mesa de Bar, Noda de Caju, Mega Itamaraty, Brasas do Forró, Lucas Seabra e Forró Pegado.

Além disso, a gestão do prefeito Albérico Filho confirmou que para este ano as Corridas de Mourão da Vaquejada de Barreirinhas será novamente realizada no novo espaço, que proporciona mais segurança e conforto para todos. A nova pista, totalmente oficial está sendo considerada o Maracanã das Vaquejadas.

Outra novidade para este ano é que o prefeito Albérico Filho distribuiu senha, gratuita, para os vaqueiros locais, que poderão concorrer ao prêmio de R$ 10 mil.

Agora é apenas a contagem regressiva para o tradicional evento, que neste ano terá premiação de R$ 80 mil.

Foto: Divulgação

sem comentário »

Albérico Filho vence prêmio Prefeito Empreendedor

0comentário

A gestão do prefeito de Barreirinhas, Albérico Filho venceu a etapa nacional do Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor, na categoria Inovação e Sustentabilidade com o programa Voucher Digital.

Na edição deste ano, foram inscritos 1.160 projetos que tiveram como objetivo a melhoria do ambiente de negócios para as micro e pequenas empresas, além dos microempreendedores individuais (MEI).

Apenas 14 gestores em todo o país venceram a premiação que aconteceu na noite de quarta-feira (5), em Brasília. No Maranhão, dois prefeitos foram vencedores.

O Albérico Filho destacou a importância do Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor para Barreirinhas, pois com a premiação, a cidade ganha mais visibilidade no cenário nacional e internacional.

Premiação

O prêmio é concedido a gestores municipais que tenham implementado projetos com resultados mensuráveis e comprovados de estímulo à formalização, ao desenvolvimento e à competitividade dos pequenos negócios, contribuindo de forma efetiva para o crescimento econômico, ambiental e social do município.

Voucher Digital

O Voucher Digital foi implantado em maio de 2018 pela administração Albérico Filho e é uma ferramenta moderna de ordenamento turístico local.

Com os dados do Voucher foram criadas ações estratégicas direcionadas para otimizar o setor de turismo e proteger nosso maior patrimônio, além de incentivar o desenvolvimento econômico e social do município.

O sistema Voucher Digital já havia recebido o prêmio nacional concedido pelo Ministério do Turismo, é tem sido alvo de elogios dos profissionais do setor e já foi implementado nas cidades de Jijoca de Jericoacoara-CE e Ilha Grande-RJ.

Foto: Divulgação

sem comentário »

Eliziane participa de ato do Cidadania em Barreirinhas

0comentário

A líder do Cidadania 23 no Senado Federal, Eliziane Gama participou, na noite deste sábado (25), de Ato Público realizado pelo Diretório Estadual do Cidadania na cidade de Barreirinhas e que contou com a presença de membros e lideranças partidárias da Região dos Lençóis Maranhenses e Região do Munin.
 
A abertura do evento foi com a apresentação musical das crianças do Instituto Sopro Mágico da cidade de Barreirinhas e contou com a presença do presidente da Câmara Municipal de Barreirinhas, Carlos Dutra; o vereador do Cidadania Ribinha da Palmeira; o secretário de organização partidária, Eliel Gama; o presidente do Cidadania da cidade de Humberto de Campos, Israel Ribeiro; o presidente do Cidadania em Paulino Neves, Raimundinho e da ex-secretaria de Saúde de Barrerinhas, Socorro Itapary

Durante o ato, o professor Ronildo Calisto foi empossado como coordenador regional do Cidadania na região dos Lençóis Maranhenses e também foi realizada novas filiações ao partido.

Foto: Divulgação

sem comentário »

Albérico promove turismo de Barreirinhas em SP

0comentário

Inovação, networking, infraestrutura, cultura e atrativos turísticos. Estes foram os elementos que fizeram parte da primeira ação de promoção de Barreirinhas, no Maranhão, considerada porta de entrada para os Lençóis Maranhenses e para a Rota das Emoções. O evento, realizado nesta terça-feira (21), reuniu cerca de 200 agentes de viagens, em parceria com o canal multimarcas da CVC.

Os profissionais puderam conhecer detalhes do destino, os pacotes montados pela CVC e ainda estabelecer contato com as 22 empresas locais, entre receptivos, agências e guias, que estiveram presentes para mostrar seus produtos e serviços. “Trouxemos guias e agências de receptivo para ter contato com os agentes de viagens. São Paulo é o nosso segundo maior emissor, atrás apenas do Maranhão. Estar aqui com agências e operadores é um momento ímpar no qual podemos mostrar qual a cara do nosso destino e os receptivos vão poder mostrar a qualidade de suas empresas”, afirmou a secretária de Cultura e Turismo de Barreirinhas, Virlene Camargo.

A cidade recebeu cerca de 150 mil turistas em 2018, de acordo com dados do Parque dos Lençóis Maranhenses, e este ano tem a expectativa de ultrapassar os 200 mil em virtude das chuvas que devem prolongar a alta estação de visitação. “Com as chuvas criamos uma expectativa de ter lagoas até janeiro nos Lençóis Maranhenses. Com isso trabalhamos mais e nos reunimos com o governo e com trade local para usufruir o máximo deste potencial e nada melhor do que vir ao nosso principal emissor de fora do estado que é São Paulo. Queremos mostrar o que estamos fazendo para que estes agentes ajudem a criar um produto turístico forte”, ressalta Alberico Filho, prefeito de Barreirinhas.

O evento, que trouxe dados do destino e apresentou atrativos e inovações de destaque no turismo do Maranhão, ainda contou com uma apresentação cultural do Bumba Meu Boi e sorteio de pacotes entre os agentes presentes.

Uma das grandes inovações apresentadas durante o evento foi o Voucher Digital, ferramenta criada pelo município que monitora o acesso aos Lençóis Maranhenses e permite ao destino criar obter informações dos visitantes e dados de visitação. O voucher digital inclui os dados do turista que visita o parque, incluindo origem, tempo de permanência, hotel onde está hospedado e agência de viagens, tudo armazenado em uma pulseira. Para ter acesso ao parque, o visitante passa a pulseira por um leitor e os dados são compartilhados pelos operadores do sistema.

Em funcionamento há um ano, o voucher digital é considerado um sucesso, registrando um faturamento de R$ 10 milhões entre as agências que adotaram, além de coletar dados de 187 mil visitantes. “O voucher organizou Barreirinhas. Começamos a catalogar agências e fazer a peneira. Hoje temos 46 agências, todas cadastradas e com sistemas implementados em suas empresas”, conta Virlene Camargo.

Leia mais

sem comentário »

Prefeitura de Barreirinhas promove turismo em SP

0comentário

A Prefeitura de Barreirinhas vai promover na próxima semana, em São Paulo um encontro que vai reunir profissionais do turismo de Barreirinhas e os principais agentes e organizadores de viagem do Brasil.

O evento inédito “Turismo Meu Negócio” é uma iniciativa da Secretaria de Turismo de Barreirinhas e tem por finalidade a promoção do turismo nos Lençóis Maranhenses e Barreirinhas aos operadores nacionais e receptivos internacionais e vai ser realizado no dia 21 de maio, no Espaço Citron, na Rua José Guerra Nº 130, Chácara Santo Antônio, na Zona Sul de São Paulo.

O prefeito Albérico Filho destacou a iniciativa inédita. “O nosso objetivo é apresentar Barreirinhas, vender o nosso Turismo e fazer negócios que nos ajudem a desenvolver ainda mais o nosso Município”, afirmou.

O “Turismo Meu Negócio” apresentará uma mostra da cultura regional e que terá a participação do Boi Pérola dos Lençóis. O publico vai conhecer todos os atrativos que fazem de Barreirinhas um dos destinos turísticos mais premiados da Rota das Emoções.

Este ano, o município de Barreirinhas, na gestão do prefeito Albérico Filho foi vencedor do Prêmio Nacional do Turismo com o projeto Voucher Digital que monitora o acesso de turistas e ainda permite que o município arrecade investimentos e faça a gestão da unidade de conservação.

Foto: Divulgação

sem comentário »

Albérico lamenta inverno rigoroso em Barreirinhas

1comentário

O prefeito de Barreirinhas Albérico Filho repudiou, nas redes sociais que chamou de atitude “irresponsável e desrespeitosa” de “opositores” que se aproveitam do momento provocado pelas fortes chuvas que caem na região para responsabilizá-lo pelos problemas ocasionados.

“Aproveito para repudiar a atitude irresponsável, desrespeitosa e cruel com que determinadas pessoas, vem se aproveitando deste momento de sofrimento das nossas famílias para dizer que a culpa por tudo é do prefeito, quando na verdade a triste situação que estamos vivendo aqui atinge grande parte do nosso país. Não cruzarei os braços e nem permitirei que nossas famílias fiquem sem assistência”, disse.

Albérico Filho disse que Barreirinhas sofre com o período de chuvas mais rigoroso das últimas décadas e pediu o apoio e a solidariedade de todos para com as famílias atingidas

“A nossa cidade está passando por uma situação difícil em decorrência das fortes e constantes chuvas – além do normal – que vem nos atingindo – um dos maiores invernos que já vivemos, e em razão dessas fortes chuvas muitas famílias vem sofrendo , expostas a risco de perda de suas casas construídas com sacrificio; seus bens, fruto também do seu trabalho; e o que é mais grave: expostas a risco de doenças e passando por enormes dificuldades, que vão desde a falta d’água potável para consumo; de alimentos; de deslocamento, pois muitas de nossas ruas estão totalmente alagadas; já temos famílias desabrigadas e necessitando neste momento do apoio de todos nós”, destacou.

Albérico relacionou as ações que já foram adotadas até aqui para aminizar os problemas provocados pelas chuvas.

“Organizei a Defesa Civil Municipal e determinei às Secretarias de Obras e de Assistência Social que tomem todas as providências necessárias ao acolhimento e apoio a essas famílias e a realização das obras e serviços emergenciais necessários para resolver ou amenizar os problemas existentes e que foram e são provocados pelas chuvas assim como em muitas outras cidades do Maranhão. Determinei ainda, que toda a estrutura do governo municipal esteja a disposição da Defesa Civil Municipal de modo que nenhum cidadão fique desassistido em suas necessidades^, finalizou.

1 comentário »

Vídeo revela péssima qualidade do asfalto na MA-315

2comentários

Circula nas redes sociais, um vídeo gravado por um motociclista que chega a chocar todos nós por conta do descaso do governo do Maranhão com o dinheiro público. São 38 Km de asfalto com a “qualidade” que vocês podem ver.

No vídeo, o motociclista mostra as condições do asfalto na MA-315 recém-inaugurada pelo governo do Maranhão ligando as cidades de Barreirinhas e Tutoia, nos Lençois Maranhenses. O trecho mostrado fica no povoado Areias, em Paulino Neves.

Ao parar o veículo, o motociclista constata a péssima condição do asfalto que pode ser arrancado com a própria mão. A imagem é inacreditável e parece que você está arrancando pedaços de uma parede em ruínas. Ele relata também o pouco espaço deixado para o acostamento. Um perigo!!!

A obra com a “qualidade” que pode ser questionada no vídeo custou nada mais nada menos do que R$ 9 milhões aos cofres públicos e foi inaugurada no dia 15 de janeiro deste ano.

A Sinfra alega que a região tem sido alvo das fortes chuvas e que veículos pesados tem trafegado na rodovia e que vai enviar técnicos ao local área serviços de manutenção e drenagem.

O Ministério Público sempre gosta de dizer que precisa ser provocado para tomar procidências, mas será que é necessário “provocação” maior do que essa que podemos ver no vídeo feito por este motoqueiro?

Até quando teremos obras assim com o dinheiro público?

Quem vai responder? Quem vai fazer alguma coisa?

São perguntas que necessitam de respostas urgentes.

2 comentários »

Definidas as semis do Maranhense de Beach Soccer

0comentário

As seleções de Humberto de Campos, Barreirinhas, Paço do Lumiar e São Luís garantiram, na noite desta sexta-feira (15), a classificação para as semifinais da etapa final do Campeonato Maranhense de Beach Soccer de Seleções Municipais, competição promovida pela Federação Maranhense de Beach Soccer (FMBS) com o patrocínio do governo do Estado e da Cerveja Glacial por meio da Lei de Incentivo ao Esporte. Os duelos das quartas de final, disputados na Arena Domingos Leal, na Lagoa da Jansen, foram marcados pela pontaria afiada das equipes: em quatro jogos, foram marcados 25 gols, média superior a seis por partida.

Embalada por três vitórias na primeira fase, a seleção de Humberto de Campos enfrentou Santa Helena na abertura das quartas de final do Maranhense. Dominante nos dois primeiros períodos, Humberto de Campos abriu quatro gols de vantagem, com Gleison, Francenilson e Wanderson (2), mas Santa Helena, com gols de Thiago (2), Emerson e Noberth, arrancou o empate e levou a partida para a prorrogação. No tempo extra, Paulo César marcou o gol da vitória por 5 a 4 e garantiu a classificação de Humberto de Campos.

O segundo duelo das quartas de final foi disputado entre Barreirinhas e João Lisboa, e a seleção barreirinhense, com muita habilidade no ataque, abriu vantagem com gols de Luís Felipe, Joabson, Alcides e Rosino. Kaio ainda balançou as redes para João Lisboa no terceiro período, mas Barreirinhas venceu por 4 a 1 e avançou às semifinais.

Em seguida, Paço do Lumiar e Raposa fizeram um jogo emocionante na Arena Domingos Leal. Lucivaldo marcou dois gols nos dois primeiros períodos de jogo para Paço do Lumiar, mas Wendel balançou as redes e manteve a seleção de Raposa na briga pela vitória. No último período, depois de balançar as redes com Julio Cezar, Paço do Lumiar sofreu o segundo gol da Raposa e teve que se defender bem para garantir a vitória por 3 a 2.

A última partida da rodada contou com as seleções de São Luís e Santo Amaro, que empataram por 3 a 3 no tempo normal, com David, Ricardo e Daniel marcando para a equipe ludovicense, e Daniel (2) e Rubenilson anotando os gols de Santo Amaro. Na disputa de pênaltis, São Luís teve maior tranquilidade e venceu por 6 a 5.

Semifinais

As semifinais da etapa final do Campeonato Maranhense de Beach Soccer, com as seleções de Humberto de Campos, Barreirinhas, Paço do Lumiar e São Luís, serão realizadas na noite deste sábado (16), a partir das 19h, na Arena Domingos Leal. Os dois finalistas decidem o título estadual neste domingo (17).

Todos os jogos da etapa final estão sendo transmitidos ao vivo pelo site da FMBS (www.futeboldeareiama.com.br). No site e nas redes sociais oficiais da federação (@beachsoccerma) estão disponíveis todas as informações da competição estadual. O Campeonato Maranhense de Beach Soccer de Seleções Municipais é uma realização da Federação Maranhense de Beach Soccer (FMBS) e conta com o patrocínio do governo do Estado e da Cerveja Glacial por meio da Lei de Incentivo ao Esporte.

Foto: Paulo de Tarso Jr

sem comentário »

Voucher digital impulsiona turismo nos Lençois

1comentário

A tecnologia está ajudando o desenvolvendo do setor turístico em uma das regiões mais atrativas do Maranhão. O voucher digital está ajudando a organizar o turismo no Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses, no município de Barreirinhas, a 252 km de São Luís. O dispositivo monitora o acesso de turistas e ainda permite que o município arrecade investimentos que fazem a gestão da unidade de conservação.

O voucher digital carrega todos os dados do turista que visita o parque, como origem, destino, tempo de permanência, agência de viagens e hotel onde está ficando. Para ter acesso ao parque, o visitante passa por um scanner e os dados são compartilhados em tempo real pelos operadores do sistema.

Somente em 2018, cerca de 126 mil turistas visitaram o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses. Ao todo, o faturamento das 51 agências de viagem que já adotaram o voucher, foi superior a R$ 7,5 milhões de reais. Só de impostos sobre serviços (ISS), o município arrecadou mais de R$ 300 mil, desde que foi implantada a iniciativa que foi criado pela Prefeitura de Barreirinhas, para ter acesso à unidade de conservação.

As cores das pulseiras identificam os turistas e operadores do sistema. As amarelas são para turistas e as azuis para os guias e condutores de veículos credenciados. O turista pode mergulhar, os dados podem ser zerados e a pulseira pode ser utilizada por diversas vezes.

“Antes de ter a questão do sistema, as agências trabalhavam pagando menos de um salário para os seus funcionários e hoje em dia, como você precisa estar com tudo comprovado, guias de INSS, você não pode estar devendo FGTS para funcionário, você não pode estar com nenhuma restrição, porque se não você não consegue se cadastrar”, explica Roberdan Caldas, presidente da Associação das Agências de Viagem de Barreirinhas.

Com isso, o fluxo de turistas e impostos gerados pelo setor passou a ser monitorado diariamente. Segundo a Secretaria Municipal de Administração e Finanças de Barreirinhas, entre os países que mais visitam o parque estão os turistas do Brasil, França, Itália, Japão, Espanha, China, Alemanha, Estados Unidos e Suíça. Já entre os brasileiros, o maior número de turistas são dos estados do Maranhão, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Pará, Distrito Federal, Ceará, Paraná e Pernambuco.

Por enquanto, nem todos que visitam o parque estão usando as pulseiras e o controle está sendo feito com voucher de papel. De acordo com a coordenação do programa a intenção é que em breve, o método seja substituído pelas pulseiras, reduzindo custos e os resíduos que são descartados no ambiente.

“A palavra que define muito é a sustentabilidade. A gente desde o início prezou muito por isso, eliminar ou evitar o máximo o papel, a coisa impressa e por isso a questão de trabalhar com as pulseiras, que são retornáveis e laváveis”, explica Cledilson Caldas, coordenador do Voucher Digital.

Pela inovação, o voucher digital deu a Barreirinhas o Prêmio Nacional do Turismo de 2018, concedido pelo Ministério do Turismo, um dos prêmios mais importantes do setor no país. Para Abérico Filho, prefeito de Barreirinhas, a ferramenta está ajudando a controlar com mais rigor o fluxo de turistas que visitam o parque.

“Essa ferramenta nos dá o poder de gerenciamento efetivo do que realmente estamos fazendo e como nós vamos utilizar essa ferramenta como um instrumento de trabalho, para que a gente possa gerenciar todas as atividades do turismo dentro do próprio parque”, finalizou.

G1 Maranhão

1 comentário »

Especial: O Maranhão na ‘Rota das Emoções’

0comentário

De noite, da calmaria em um barco no Rio Preguiças, a única luz que se vê é a da Lua. De dia, é o céu azul que ilumina as águas. Mas ele fica vermelho quando tem revoada de guará no Delta do Parnaíba. E muda para laranja no pôr do sol atrás da Pedra Furada, no Parque Nacional de Jericoacoara.

Momentos únicos de comunhão com a natureza são a maior aposta da Rota das Emoções, roteiro turístico que passa por três estados limítrofes no Nordeste brasileiro: Maranhão, Piauí e Ceará. O chamariz são as promessas de sol, esportes de aventura (para quem quiser) e claro, as belezas naturais dos Lençóis, no Maranhão; do Delta do Parnaíba, no Piauí; e de Jericoacoara, no Ceará. Mas não é só.

A rota criada em 2005 por Sebrae, empresários e governos locais se expande. Inclui hoje ao menos 14 municípios, em uns 500 quilômetros de uma ponta à outra. O turista pode fazer o roteiro completo ou escolher partes do caminho — agências de turismo organizam os pacotes. Para aproveitar, a recomendação é reservar ao menos oito dias para a viagem. Algumas agências sugerem até 15 dias. O custo gira em torno de R$ 3 mil por pessoa, para oito dias, fora passagens de chegada a uma ponta e volta de outra. Não é uma viagem barata. Mas é acessível, com diferentes tipos de pacotes, hotéis e restaurantes pelo caminho. E vistas que só existem no Brasil.

Uma dica: embora não faltem atrativos na região o ano todo, a partir de junho geralmente as lagoas estão mais cheias, e o tempo, mais aberto, fora da temporada de chuvas.

Como os estados são vizinhos, os deslocamentos entre eles na Rota das Emoções costumam ser por terra, e esse é um charme do roteiro. Atravessar as fronteiras olhando pela janela do carro mergulha o turista na cultura local. Ajuda a se conectar melhor com a paisagem, ver o povo, provar os sabores, sentir as semelhanças de um lugar para outro — e as diferenças também. Haja emoção.

O Maranhão é o início da Rota das Emoções. Ou o fim, para quem começa no Ceará. Não há ordem definida. Mas muita gente prefere seguir da esquerda para a direita no alto do nosso mapa. Assim, o roteiro pode começar no Maranhão, cruzar o litoral piauiense, terminando no Ceará. Fica a gosto do turista…

O ponto de partida mais usual é Barreirinhas, nos Lençóis Maranhenses. Se houver tempo, na verdade vale começar a viagem desde São Luís, a capital. Um passeio pelo Centro Histórico para ver os azulejos que decoram as fachadas dos casarões e um almoço com peixe e arroz de cuxá — uma comida típica da região com folha de vinagreira, camarão seco, gengibre, farinha de mandioca seca e pimenta-de-cheiro — são imperdíveis.

Barreirinhas fica a cerca de quatro horas de carro de São Luís. É a base mais conhecida para entrada no Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses e seus 155 mil hectares de dunas de areia branca. A cidade não para de crescer e concentra várias opções de hotéis e pousadas. As cidades de Santo Amaro, Paulino Neves e Tutoia, mais rústicas e na mesma região dos Lençóis, também fazem parte da Rota das Emoções.

Os destaques são as lagoas, que aparecem como oásis nesse deserto brasileiro. As águas azuis cristalinas, alimentadas pelas chuvas e por lençóis freáticos, fazem a alegria dos turistas depois de uma longa caminhada de sobe e desce pelas dunas. Carros particulares não entram no parque. Apenas caminhonetes 4×4, as chamadas jardineiras, conseguem encarar o trajeto. Ainda assim, só em pontos determinados do parque, que é considerado unidade de conservação federal.

Em Barreirinhas, um dos passeios mais procurados é o circuito da Lagoa Azul, que inclui paradas em outras lagoas no caminho: Lagoa da Preguiça, Lagoa da Esmeralda, Lagoa Azul e a Lagoa do Peixe (passeio em média a R$ 80 por pessoa). Vale ficar para o pôr do sol. No fim da tarde, a luz e o vento fazem a areia parecer fumaça levantando da duna. Mas é miragem: o pé pisa no chão fresquinho.

Para quem busca algo mais rústico, a viagem continua para Atins, uma vila de ruas de areia fofa, sinal oscilante de wi-fi de dia e estrelas abundantes à noite. A vila faz parte do município de Barreirinhas e fica a umas três horas de lancha voadeira — com algumas paradas — pelas águas tranquilas do Rio Preguiças.

A ida a Atins já é um passeio. A vegetação é abundante nas margens do rio. No caminho há muitas árvores de buriti, bastante usadas no artesanato local e no revestimento de tetos e construções, pela força de suas fibras. Também se veem igarapés, mangue e animais como garças e maçaricos.

A primeira parada é no povoado de Vassouras, com suas dunas e água de coco na região de Pequenos Lençóis. Cuidado com os macacos, sempre atentos — e ágeis! — a algum turista desavisado que traz comida na bolsa.

Mais adiante está o vilarejo de pescadores de Mandacaru. O atrativo é o farol de onde se avistam dunas, a mata e a foz do Preguiças, num bonito encontro do rio com o mar. A subida de 160 degraus compensa. Há lojas de artesanato e, no cais, vendem-se peixes e a tradicional garrafada, feita com álcool e ervas.

Cuidado para não abusar, porque o barco ainda segue até o Caburé, um braço de dunas com uma praia extensa e passeios de quadriciclo (a diária do veículo sai a R$ 380). Aproveite para almoçar camarão na Cabana do Peixe, que pertence a uma gaúcha que se apaixonou por um maranhense — e nunca mais saiu do Maranhão.

O passeio completo de lancha até Atins custa cerca de R$ 100 por pessoa. A chegada já antecipa a simplicidade: não há cais ao atracar o barco. Há poucas casas, hotéis, quase nada de tecnologia. O melhor transporte é um 4×4 ou um quadriciclo mesmo.

Mas as obras são cada vez mais constantes na paisagem, e a oferta de restaurantes e hospedagem, muitos liderados por estrangeiros, só cresce. O sucesso, ironicamente, pode ameaçar o ar intocado que dá fama a Atins.

A vila tem outra entrada para o Parque Nacional dos Lençóis. De novo a vista se encanta com as lagoas azuis. São várias, cravejadas como diamantes na areia. E as dunas nunca são iguais: o vento move uns 20 metros de areia por ano. A paisagem de um ano não se repete no ano seguinte. Para o pôr do sol, uma dica é a Lagoa do Gavião. Com sorte, no fim da tarde ainda é possível ver o animal que dá nome ao lugar. Carcarás, ou gaviões-de-queimada, passam por ali.

Na volta do parque, quando a fome bater, vale uma parada no restaurante Canto de Atins, do Antônio. Os pratos de camarão e peixe grelhados, a R$ 80 cada, são os destaques.

Na volta para a vila de Atins, de barriga cheia, esqueça o sacolejo da caminhonete e olhe para cima. Pode ter chuva de estrelas.

Leia mais O Globo

sem comentário »