A seletiva indignação do Sr. Janot

0comentário

Por Roberto Rocha

O ex-Procurador Geral da República, Rodrigo Janot, declarou que era “tecnicamente difícil de engolir” a decisão de encaminhar o processo de Geraldo Alckmin para a Justiça Eleitoral.

É curiosa a preferência gastronômica do Sr. Janot. Quando ele próprio era o Procurador, engoliu sem dar um pio o arquivamento da denúncia contra o governador Flavio Dino, acatando o argumento do MPF de que “os elementos apresentados são insuficientes para concluir pela existência de delitos”.

Ora, tecnicamente os elementos eram muito mais graves, uma vez que o executivo da Odebrecht, que fez a acusação, afirmou que o Governador do Maranhão teria recebido da empreiteira em troca da votação de um projeto de lei, na Câmara. Portanto, havia fortes indícios de corrupção passiva, e não de crime eleitoral, o que foi determinante para o envio do processo de Alckmin para o TSE.

Para Janot não foi difícil engolir o fato de seu sub-procurador ser irmão do governador denunciado. Isso lhe pareceu perfeitamente normal. Mas agora, quando tudo que existe é uma frágil denúncia, sem qualquer indicação de contraprestação, sem testemunhas, sem desdobramentos envolvendo o governador Alckmin, o Dr. Janot associa-se à histeria coletiva que quer jogar na fogueira da inquisição pessoas como o ex-governador Alckmin, que tem toda uma vida reconhecida de austeridade pessoal e integridade.

*Roberto Rocha é senador

sem comentário »

Roberto Rocha pede investigação da morte de Mariano

0comentário

O senador Roberto Rocha (PSDB) encaminhou ofício ao Ministério da Justiça e Segurança Pública pedindo que a Polícia Federal investigue a morte do médico Mariano de Castro e Silva que foi preso pela Polícia Federal na Operação Pegadores que apura o desvio de recursos públicos na saúde do Maranhão.

Mariano foi achado morto por volta de 19h por uma irmã. No local foi encontrado uma carta com aproximadamente dez páginas que teria sido escrita pelo médico.

“Protocolei, junto ao Ministério da Justiça, solicitação para que as circunstâncias da morte do sr Mariano Mendes sejam investigadas em âmbito federal”, destacou o senador.

O médico era apontado como um dos principais operadores do esquema que, segundo a Polícia Federal desviou R$ 18 milhões e 345 mil reais de recursos públicos federais enviados entre 2015 e 2017 ao governo do Maranhão para cuidar da saúde da população.

No ofício encaminhado ao Ministério da Justiça, o senador faz referência à carta que teria sido escrita por Mariano.

“Imperioso o registro de que antes de sua morte, foi amplamente noticiado pela imprensa e em várias páginas da reede mundial de computadores que o Sr. Mariano Castro Mendes, durante o período em que esteve preso por ensejo da mencionada operação, teria escrito uma carta detalhando circunstâncias ilícitas e apontando pessoas responsáveis por tais ilegalidades, finalizando aquela com a seguinte afirmação, a mencionar: “a culpa não pode ficar só comigo”, destaca.

sem comentário »

O jogo já foi jogado

0comentário

Com o fim do prazo da janela partidária, termina também o momento das conversas de bastidores com negociações encobertas. As promessas, os compromissos e o toma lá, dá cá já aconteceram. Os atores na disputa eleitoral já estão devidamente posicionados nos partidos políticos, ou seja, do ponto de vista partidário o jogo já está jogado.

A partir de agora, uma nova partida se inicia, com as negociações voltadas para as composições das coligações.

Os partidos e os seus políticos se debruçarão na matemática que envolve as figuras que disputarão as eleições proporcionais, seus pesos eleitorais e as vantagens de ter esta ou aquela legenda ao seu lado para somar votos, alcançar o coeficiente eleitoral e, assim, conquistar a sonhada vaga ou na Assembleia Legislativa ou na Câmara dos Deputados.

Já em relação à eleição majoritária, restaram poucas dúvidas. Uma delas – e talvez a mais antiga – é o anúncio do nome do segundo candidato ao Senado do grupo do governador Flávio Dino (PCdoB). Outra dúvida é em relação ao PSDB, Roberto Rocha e Eduardo Braide (PMN). Afinal, quem será o candidato ao governo?

Do grupo da ex-governadora Roseana Sarney (MDB), as dúvidas são menores. Passa somente pelo nome do candidato a vice-governador na chapa da emedebista.

Já em relação aos demais candidatos, como Ricardo Murad (PRP) e Maura Jorge (PSL), por exemplo, as composições devem ser logo definidas. Não há tantas dúvidas sobre como será cada chapa. Falta somente costuras para finalizar essas composições.

Estado Maior

sem comentário »

Alexandre Almeida assina filiação ao PSDB

0comentário

Na presença de centenas de pessoas, integrantes de seu grupo político, o deputado estadual Alexandre Almeida consolidou, nesta sexta-feira (6), o seu ingresso no PSDB, após levar para apreciação o convite feito pelo senador Roberto Rocha, em sua última visita a Timon.

A reunião aconteceu na Casa Amarela, no bairro Parque Piauí e teve as presenças do ex-prefeito de Imperatriz, Sebastião Madeira (PSDB) ; do vereador Estevão Aragão (PSDB), de São Luís; lideranças políticas da cidade de Matões, entre elas, o vereador Gilmar Pereira (PV) e Solimar Clímaco (PV), entre outros; os vereadores de Timon Francisco Torres (PMDB), Adão Tavares (PR), Anderson Pêgo ( PRB), Henrique Júnior (PTN), José Antunes (PSD) e o vice-prefeito de Caxias, Paulo Marinho Júnior.

Ao comentar sobre a sua filiação Alexandre Almeida disse ser “um momento muito importante da minha vida que divido com o meu grupo político. Esse convite abre as portas para o nosso grupo, a quem terei muito prazer em representar como pré-candidato ao senado”.

Sebastião Madeira falou sobre a importância do PSDB no Maranhão seguir com jovens políticos, a exemplo de Roberto Rocha, pré-candidato a governador, e Alexandre Almeida, na pré-candidatura ao senado. Ressaltou o trabalho de Roberto Rocha como parlamentar no senado: “Ele foi o senador que mais trabalhou no Maranhão. Ampliou a Codevasf para todo o estado. Também dobrou a merenda escolar para 107 municípios maranhenses. Precisamos de um governador que procure identificar e investir na a vocação econômica de cada região, para o povo ter emprego, ter trabalho e renda, é isso que vai mudar o Maranhão, disse.

Roberto Rocha referiu-se ao PSDB como um partido de oportunidades. “ A política serve para melhorar a vida das pessoas. Cabe a nós maranhenses buscarmos novas oportunidades. O PSDB é um partido que recebe de braços abertos jovens lideranças como Alexandre Almeida, que dá a chance de debatermos o novo Maranhão”, afirmou Rocha.

O outro candidato ao Senado pelo PSDB será o deputado federal e ex-governador José Reinaldo Tavares.

Foto: Divulgação

sem comentário »

Tucanos assinam filiação de José Reinaldo Tavares

14comentários

O deputado federal e ex-governador do Maranhão, José Reinaldo Tavares assinou a sua ficha de filiação ao PSDB.

O ato de filiação foi nesta quarta-feira (3), em Brasília e contou com a presença do senador Tasso Jeiressati, do presidente do PSDB no Maranhão, Roberto Rocha e do ex-prefeito de Imperatriz, Sebastião Madeira.

O deputado José Reinaldo Tavares é pré-candidato a senador na chapa encabeçada pelo senador Roberto Rocha que é pré-candidato ao governo do Maranhão.

O próximo a se filiar no PSDB será o deputado estadual Alexandre Almeida que também disputará uma vaga ao Senado. Um grande ato em Timon, na sexta-feira (6) marcará a chegada de Alexandre ao ninho dos Tucanos.

Foto: Divulgação

14 comentários »

PSDB anuncia filiação de Zé Reinaldo e Alexandre

3comentários

O presidente da Executiva Estadual do PSDB, senador Roberto Rocha divulgou manifesto, nas redes sociais, no qual dá boas-vindas ao deputado federal José Reinaldo Tavares e ao deputado estadual Alexandre Almeida.

Os dois parlamentares estarão se filiando nos próximos dias no partido e serão, respectivamente, pré-candidatos a senador.

“Temos agora o desafio de manter a proa rumo a um porto seguro em outubro deste ano, com as candidaturas de Geraldo Alckmin, presidente e Roberto Rocha, governador. Agora, o PSDB do Maranhão recebe de braços abertos os deputados Alexandre Almeida e Zé Reinaldo para compor a chapa majoritária como candidatos ao Senado Federal”, diz o manifesto.

Leia o manifesto na íntegra:

“O PSDB é feito de mulheres e homens destemidos e corajosos.

Ao longo de anos Jaime Santana, Sebastião Madeira, Roberto Rocha e João Castelo fizeram do PSDB um dos partidos mais importantes do Maranhão.

Há os que se queixam do vento. Os que esperam que ele mude. E os que procuram ajustar as velas.

Arrumamos o barco, içamos as velas, e estamos todos motivados e navegando na mesma direção.

Temos agora o desafio de manter a proa rumo a um porto seguro em outubro deste ano, com as candidaturas de Geraldo Alckmin, presidente e Roberto Rocha, governador.

Agora, o PSDB do Maranhão recebe de braços abertos os deputados Alexandre Almeida e Zé Reinaldo para compor a chapa majoritária como candidatos ao Senado Federal.

No PSDB temos rumo e mapa. Como uma equipe coesa, rumamos na mesma direção.

Vamos tocar o barco, de vento em popa, todos juntos, para a vitória no Brasil e no Maranhão.

Executiva Estadual do PSDB/Maranhão.”

3 comentários »

José Reinaldo confirma sua filiação ao PSDB

0comentário

O deputado federal José Reinaldo Tavares confirmou, neste sábado (31), a sua filiação nos próximos dias ao PSDB.

Ele foi convidado pelo governador de São Paulo, o Tucano Geraldo Alckmin a disputar uma das vagas ao Senado pela legenda.

“O governador Alckmin terá, como em São Paulo, dois palanques no Maranhão, um, do seu partido, o PSDB, que terá como candidato a governador Roberto Rocha e o palanque de Eduardo Braide, futuro candidato ao Governo do Maranhão, também com o apoio de Alckmin”, disse.

José Reinaldo disse que Alckmin conversou com Roberto Rocha, presidente do PSDB, no Maranhão que se manifestou favorável à sua chegada.

“Roberto Rocha teceu elogios à minha pessoa, o qual agradeço agora, publicamente. Roberto afirmou que não havia impedimento da parte dele para que esse entendimento pudesse se concretizar”, destacou.

Leia o comunicado na íntegra:

“Com o respeito e a cordialidade que sempre mantive com a imprensa maranhense e por entender que o compromisso fundamental dos comunicadores profissionais é com a responsabilidade na divulgação da verdade dos fatos, acima de especulações, faço os esclarecimentos que seguem.

Tenho uma antiga e sólida ligação com o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin. Fomos colegas na Câmara dos Deputados, fomos vice-governadores e, em seguida, governadores de nossos estados, na mesma época. Possuo muito respeito pelo homem e pelo político Alckmin. Conservo também uma amizade muito antiga e forte com o coordenador da campanha do governador Alckmin à Presidência, senador Tasso Jereissati, pois vivemos juntos grandes episódios da história política brasileira e isso permitiu que, por diversas vezes, conversássemos sobre o Maranhão.

Na última terça-feira (20), encontrei com o governador Alckmin, na posse da deputada Tereza Cristina, minha amiga do PSB, agora no DEM, na Frente Parlamentar em Defesa da Agricultura. Ele me viu e veio falar comigo sobre o Maranhão e eu disse que estou sempre pronto a ajudá-lo. Na terça feira à noite, recebi uma ligação do governador me convidando para ir a São Paulo conversarmos, convite que eu prontamente atendi na quarta-feira passada (21).

Tivemos um longo e produtivo diálogo. Ao final, o governador informou que iria ouvir o senador Roberto Rocha, presidente do partido no Maranhão sobre o que discutimos. Ontem (30), sexta-feira, logo cedo pela manhã, ele me ligou para dizer que tinha conversado com Roberto Rocha que, por sua vez, teceu elogios à minha pessoa, o qual agradeço agora, publicamente. Roberto afirmou que não havia impedimento da parte dele para que esse entendimento pudesse se concretizar.

Com essa compreensão, esclareço o que ficou decidido: o governador Alckmin terá, como em São Paulo, dois palanques no Maranhão, um, do seu partido, o PSDB, que terá como candidato a governador Roberto Rocha e o palanque de Eduardo Braide, futuro candidato ao Governo do Maranhão, também com o apoio de Alckmin.

Eu, portanto, me filiarei ao PSDB, serei candidato ao Senado e apoiarei Alckmin nos dois palanques. Além do apoio que recebi do governador paulista, discutimos muito a sua campanha no Estado e fiz um acordo com ele. Se eleito presidente do Brasil, Geraldo Alckmin apoiará os projetos estruturantes do Maranhão, bem como viabilizará o programa proposto pelo Nobel de Economia, James Heckman, a ser transformado em projeto social por mim e outros, com objetivo de diminuir a desigualdade e a pobreza, preparando melhor as novas gerações de maranhenses.

Consegui ainda o compromisso de Alckmin com a nossa refinaria e com o polo petroquímico, que trará milhares de empregos e empresas para o Maranhão. Firmamos compromisso também com o Centro Espacial Brasileiro de Alcântara, com o Programa Espacial Brasileiro, com o apoio à vinda de um parque industrial da indústria espacial e com o Fundo de Desenvolvimento das Comunidades Quilombolas de Alcântara, que estou propondo.

O governador prometeu uma Cooperativa de Microcrédito para homens e mulheres pobres poderem ter acesso a dinheiro barato e, assim, abrirem seus pequenos negócios, além de apoio técnico de São Paulo para qualificar professores, capacitar trabalhadores maranhenses para o trabalho, apoio firme para o nosso Sistema de Saúde e da nossa Segurança.

Desta forma, meus amigos, entraremos firmes na campanha, não apenas a eleitoral, mas na mais importante de todas, a de combater as causas ainda intocadas da pobreza em nosso Estado – a minha maior aspiração como homem público. Vamos juntos colocar o Maranhão em novo patamar de desenvolvimento.”

Com minhas cordiais saudações,
José Reinaldo Tavares
Deputado Federal

sem comentário »

A política como ela é…

0comentário

Por Roberto Rocha

A política, embora se diga que é como uma nuvem, não está divorciada de certa lógica interna.

A boa política não é um exercício de especulação vazio, descompromissado da realidade dos fatos.

Os fatos são simples: temos um cenário bipolar, em que duas forças políticas disputam a hegemonia da narrativa eleitoral, como se essa fosse imutável.

E temos a construção de um outro campo político, ainda em formação, que reivindica um outro olhar para o Maranhão, que não esteja prisioneiro da engessada lógica da opção entre sarneysistas e anti-sarneysistas.

Apenas um grande partido nacional, o PSDB, reuniu forças para situar-se fora do campo gravitacional dessa lógica que atrasa o Maranhão.

Evidentemente que, por enquanto, qualquer pesquisa quantitativa apenas irá abonar esse horizonte fechado.

Sou pré-candidato a governador e no momento, junto com diversas lideranças, estamos construindo a engenharia política desse novo campo. Não há vetos a ninguém, mas o desejo de fazer confluirem os interesses partidários e os projetos de cada um.

Qualquer especulação que ultrapasse os limites dessa construção política, é apenas má interpretação ou interesse contrariado.

O povo do Maranhão, soberanamente, fará a escolha que julgar melhor, a partir do debate que será feito na arena pública, ao longo da campanha.

*Roberto Rocha é senador

sem comentário »

Roberto Rocha assegura benefícios para Codó

0comentário

O senador Roberto Rocha (PSDB) esteve na cidade de Codó para a entrega de um veículo modelo van à Fundação Pestalozzi. Com a sede do Rotary Clube lotada, o senador maranhense foi recebido com alegria, ao som da Banda Municipal Euterpe.

Marcaram presença no evento professores, funcionários, pais e alunos da Associação Pestalozzi; integrantes da Associação de Quebradeiras de Côco de Codó e lideranças políticas entre outros. Além de Roberto Rocha, participaram da mesa solene o presidente e o vice-presidente da Pestalozzi, respectivamente Eliel Lima e Iedo Barros; o presidente do Rotary Club, o advogado Herbert Junior; os vereadores Rômulo Vasconcelos e Valdek Frota; o prefeito Francisco Nagib e Maria Raimunda, mãe de uma das crianças da associação Pestalozzi.

Fruto de uma solicitação de Eliel Lima e do vereador Valdek Frota ao senador, a van era um anseio dos pais de alunos da Instituição, cujos filhos eram transportados em uma Kombi antiga e que constantemente passava por manutenção.

Em meio aos discursos, a presidente da Associação das Quebradeiras de Côco agradeceu ao senador por um projeto de cozinha industrial adquirido por meio de sua atuação parlamentar, e que tramita no governo federal. Relatou a dificuldade com a falta de um transporte para as quebradeiras de côco da associação, que dependem da ajuda de outras pessoas para se deslocar, vender seu produto, ou até mesmo ir para casa. E solicitou um caminhão para esse objetivo.

O prefeito Francisco Nagib agradeceu ao senador pela Van e por tantos outros serviços já prestados ao município, a exemplo de inúmeras emendas destinadas ao longo de sua carreira política desde o mandato de deputado federal até os dias atuais. Na ocasião, Nagib solicitou a ajuda do senador para a aquisição de um carro-pipa para o corpo de bombeiros civis do município.

O senador Roberto Rocha destacou que os serviços de sua atuação parlamentar para o município são a prestação de contas do seu mandato e independem de preferências partidárias. Informou que já estariam na conta da prefeitura, nos próximos dias, recursos para asfaltamento de ruas de Codó, sendo o bairro Santo Antônio um dos beneficiados. E  destacou o sofrimento e a luta das quebradeiras de côco, que vivem em função do extrativismo manual do babaçu, e por isso, comprometem sua saúde. “É uma classe que eu respeito demais. Sou do interior e sei do valor delas. Elas são a cara da mulher maranhense, porque essa é a vida da verdadeira mulher do Maranhão, e que esse estado nunca teve a capacidade de enxergar isso, para melhorar a vida delas”, constatou.

Rocha ressaltou que as potencialidades naturais do Maranhão não são aproveitadas em favor do povo maranhense. “O Maranhão é um estado rico. Tudo o que um lugar precisa para crescer e se desenvolver, em termos de riquezas naturais, o Maranhão tem, com todas as condições de ser um estado próspero: muita água, gente produtora, tem o melhor porto das américas (Itaqui), tem rodovias, ferrovias, hidrovias, tudo. Não dá pra conviver em um estado tão rico em que, de manhã, um pai e uma mãe não tenham um café pra dar ao seu filho”.

O senador finalizou seu discurso assegurando o caminhão para as quebradeiras de côco e o carro-pica para os bombeiros civis do município, acrescentando ainda que fará todo o esforço para entregar as aquisições no aniversário da cidade de Codó, dia 16 de abril.

Foto: Divulgação

sem comentário »

Roberto convida Alexandre Almeida para o PSDB

0comentário

O senador Roberto Rocha, presidente estadual do PSDB, esteve em Timon, na noite desta sexta-feira (23) e em visita ao deputado estadual Alexandre Almeida (PSD), oficializou o convite para o jovem parlamentar se filiar ao PSDB e compor a chapa majoritária com uma candidatura ao Senado Federal. Acompanhando o senador Roberto Rocha, estavam presentes também o vice-prefeito de Caxias, Paulo Marinho Júnior, o ex-prefeito de Caxias, Paulo Marinho, e o ex-deputado Clodomir Rocha.

Roberto Rocha destacou a experiência de Alexandre Almeida na política maranhense, em seus mandatos na Câmara Municipal de Timon e na Assembleia Legislativa e que está na hora de ele representar o leste maranhense no Congresso Nacional. “Acredito que Alexandre já tenha dado a sua contribuição dentro da Assembleia Legislativa e está na hora de Timon e o leste maranhense emprestarem Alexandre Almeida para ser seu representante no Congresso Nacional”, afirmou.

“Hoje estou aqui como presidente estadual do PSDB, oficializando o convite para que Alexandre Almeida ingresse neste partido que dará todas as condições para que ele componha uma chapa majoritária, como candidato ao senado”, pontuou o senador Roberto Rocha.

Alexandre Almeida se disse honrado e surpreso com o convite para ingressar no PSDB e mais ainda com a possibilidade de concorrer ao Senado. “É com muita honra que recebo aqui em minha residência, no Centro de Timon, juntamente com a minha família, o senador Roberto Rocha, que me fez esse convite que muito me orgulha. Vou levar esse convite ao meu grupo político e vamos discutir com muita clareza a possibilidade de ingressarmos no PSDB e de disputamos uma candidatura ao Senado Federal”, disse.

De acordo com a legislação eleitoral o último prazo para a mudança de partido político se encerra no próximo dia 7 de abril. Até lá Alexandre Almeida deverá reunir novamente suas bases políticas em Timon e região para discutir a possibilidade de ingressar no PSDB e levar à frente uma inédita e desafiadora candidatura ao Senado.

Foto: Divulgação

sem comentário »