Cidadã maranhense

0comentário

OlgaSimao

A Assembleia Legislativa concedeu na manhã desta quinta-feira (20), o Título de Cidadã Maranhense à Secretária de Estado, Olga Simão que numa indicação do deputado estadual Roberto Costa (PMDB).

A sessão solene, que contou com parlamentares, autoridades e convidados, foi marcada pela visível emoção dos presentes, principalmente familiares, amigos, artistas da cultura maranhense e funcionários da Secretaria de Estado da Cultura, atual pasta da homenageada.

Em seu discurso, o deputado Roberto Costa destacou a atuação de Olga, uma vez que ela se constituiu como a mulher que mais exerceu o cargo de Secretária de Estado no Maranhão, ao todo seis Secretarias.

“Dentre os Títulos por mim indicados nesta Casa, esse é um Título extremamente especial, pois enquanto deputado desta Casa acompanhei vários momentos da vida pública de Olga na gestão das Secretarias de Educação, Ciência e Tecnologia e atualmente, na Cultura. Defensor que sou das causas culturais do nosso estado encontrei na pessoa da Dra. Olga, apoio para que pudéssemos tornar viável planos de diferentes setores culturais”, disse o parlamentar.

Ao lado de Roberto Costa, que exerce a função de vice-presidente, Olga Simão é Presidente do Conselho Estadual de Cultura, momento de parceria que o deputado disse ter sido coroado com a aprovação do Plano Estadual de Cultura, no plenário da Assembleia nesta quarta-feira (19). O Plano Cultural, formulado a partir de um debate coletivo com a sociedade civil organizada, com as manifestações culturais e seus respectivos representantes de todas as regiões do estado, define as políticas culturais para o Maranhão nos próximos 10 anos.

Roberto Costa fechou o discurso agradecendo ao trabalho que Olga Simão realizou para o fortalecimento do estado e pelas contribuições deixadas para a população maranhense ao longo dos 24 anos em que está no Maranhão exercendo diferentes cargos.

sem comentário »

São João

0comentário

olgasimaoO planejamento das ações dos órgãos de Segurança, Saúde e Trânsito envolvidos nas festas juninas foi apresentado, nesta sexta-feira (13), em palco montado em frente à Secretaria de Estado de Cultura (Secma). As boas-vindas aos presentes foram dadas pelo batuque do Tambor de Crioula de Geralda Clemência, que fez uma apresentação empolgante. O objetivo é garantir comodidade a maranhenses e visitantes durante o “São João do Maranhão – A Copa da Cultura Brasileira”,promovido pelo Governo do Estado.

“Só se consegue realizar um grande evento como o São João por meio de parceria. A integração de nossas ações é que vai garantir o sucesso e a inovação da mais tradicional festa da cultura maranhense”, declarou a secretária de Cultura. Olga Simão disse que a expectativa do governo é de que haja ampliação de público. “Esperamos promover uma festa linda e rica com muita segurança para atender maranhenses e visitantes durante esse período”.

O evento contou com a presença dos secretários de Estado de 
Cultura, Olga Simão; de Turismo, Jura Filho; e de Comunicação Social, Carla Georgina; secretário municipal de Turismo, Lula Fylho; delegada geral de Polícia Civil, Cristina Meneses; comandante de Policiamento Metropolitano, coronel Marco Antonio Alves; e o comandante de Operações do Corpo de Bombeiros, tenente-coronel, Dirceu Nepomuceno. Também participaram representantes da Fundação Municipal de Cultura (Func) e da Secretaria de Estado de Saúde (SES).

carlageorginaProgramação

Segundo a Secretaria de Cultura, o São João do Maranhão – A Copa da Cultura Brasileira vai proporcionar 1.600 apresentações culturais realizadas por 550 grupos juninos, além de 90 shows musicais com artistas locais e nacionais. Este ano, serão realizados arraiais na Lagoa da Jansen, no Ceprama, no Centro Histórico e nos Vivas situados em bairros da capital maranhense.

Nesses locais, se apresentarão 18 grupos alternativos, 48 grupos de bumba meu boi de sotaque de orquestra, 45 grupos de bumba meu boi de sotaque de matraca, 4 de sotaque costa de mão, 88 de sotaque de orquestra, 15 de sotaque de zabumba, 72 grupos de tambor de crioula, 57 grupos de dança portuguesa, 29 grupos mirins, 32 grupos de dança do boiadeiro, 33 quadrilhas juninas e 29 grupos de cacuriá.

Na Lagoa da Jansen, a programação ocorrerá de 19 a 29 deste mês, com shows de artistas locais e nacionais. No dia 19, haverá a apresentação do cantor Waldonys. No dia seguinte, subirá ao palco a cantora Elba Ramalho. No dia 21, será a vez do cantor Geraldo Azevedo. No dia 22, o show será dos cantores Betto Pereira e Gerude.

A Banda do Barrica se apresenta na noite de 23 de junho. No dia 24, atração é a Orquestra Sanfônica do Piauí. Jorge de Altinho canta no dia 25, e Papete, no dia 26. No dia seguinte, será a vez da cantora Alcione. No penúltimo dia de programação, o show será dos cantores Mano Borges e César Nascimento. Por fim, no dia 29, é a vez do cantor Alceu Valença.

No Ceprama, na Vila Palmeira e em diferentes pontos do Centro Histórico (Canto da Cultura, Praça Nauro Machado, Casa do Maranhão e Praça da Faustina) ocorrerão apresentações culturais entre os dias 20 e 29. Nos Vivas do Anjo da Guarda, Bairro de Fátima, Estiva, João Paulo, Liberdade, Madre Deus e Vila Embratel a programação alusiva ao São João 2014 ocorrerá entre os dias 23 e 29. Também serão promovidos cortejos nos dias 20 e 27 com grupos juninos que percorrerão o centro da cidade.

Arraial da Lagoa

Quinta (19) – Waldonys

Sexta (20) – Elba Ramalho

Sábado (21) – Geraldo Azevedo

Domingo (22) – Betto Pereira e Gerude

Segunda (23) – Banda do Barrica

Terça (24) – Orquestra Sanfônica do Piauí

Quarta (25) – Jorge de Altinho

Quinta (26) – Papete

Sexta (27) – Alcione

Sábado (28) – Mano Borges e Cesar Nascimento

Domingo (29) – Alceu Valença

sem comentário »

Vale Cultura

1comentário

olgaejoaquim

Com o intuito de disseminar o conhecimento aos empresários, para que eles possam patrocinar eventos culturais foi realizada, na quinta-feira (20) no Palácio dos Leões, reunião com empresários e contadores do Maranhão para o detalhamento da Lei de Incentivo do Governo do Estado e a Lei Rouanet, do Governo Federal. Na reunião, aberta pela secretária de Estado da Cultura Olga Simão e pela secretária de Fomento e Incentivo à Cultura do Ministério da Cultura, Ana Cristina Wanzele, foi apresentado aos participantes o vale-cultura, programa que concede R$ 50,00 mensais a trabalhadores para compra de bens culturais.

A reunião, que faz parte da programação da 218ª reunião da Comissão Nacional de Incentivo à Cultura (CNIC) iniciada na última quarta-feira (19) e que se estende até sexta-feira (21), contou com a participação do secretário de Estado de Esporte Joaquim Haickel, autor da Lei de Incentivo do Governo do Estado; do presidente da Comissão da Lei de Incentivo à Cultura do Maranhão, Israel Ferreira, da representante do Conselho Regional de Contadores, Eulália Ferreira, da presidente da Associação Comercial do Maranhão, Luzia Rezende, do vice-presidente da Federação do Comércio do Maranhão, Antônio Freitas, do presidente da Associação os Jovens Empresários Maranhenses, Claudio Gomes e do vice-presidente do Sindicato da Construção Civil, Edmilson Pires, entre outras autoridades.

Olga Simão disse que a reunião é um momento de estreitamento de laços e de tirar as dúvidas tantos dos produtores culturais quanto do empresariado e dos contadores sobre as leis de incentivo e parcerias. “Esperamos que a partir deste momento, com esse estreitamento maior das relações dos produtores culturais com o empresariado e Ministério da Cultura, a gente possa apresentar mais projetos, com mais qualidade e aumentar a captação dos projetos”.

Ela lembrou que existem muitas ações financiadas por meio da Lei Rouanet, e outras que estão em andamento, como a recuperação da Catedral e do Palácio Episcopal. “Temos, também, o Vale Cultura que possibilita às pessoas participarem de atividades culturais e adquirir livros, CDs e outros bens culturais”, observou Olga Simão.

Fomento

A proposta do Ministério da Cultura, segundo informou Ana Cristina Wanzele, é fomentar e divulgar entre os empresários a importância da participação deles na promoção e divulgação dos diversos segmentos culturais. “Eles podem fomentar isso através do incentivo fiscal, utilizando a Lei Rouanet ou a Lei do Vale Cultura, que são os dois elementos de fomento que o ministério faz a divulgação em nível nacional”, contou Ana Wanzele.  O que se espera é que agora haja um número mais expressivo de projetos e uma adesão maior dos empresários ao Vale Cultura.

Para Joaquim Haickel, a Lei de Incentivo à Cultura, em vigor desde 2011, propõe atividades e eventos de caráter artísticos, culturais e esportivos, selecionados através de projetos que são avaliados pela secretaria da Cultura; funcionando nos mesmos moldes da Lei Federal, também conhecida por Lei Rouanet, permite que empresas e cidadãos possam investir em cultura.

“Estamos aqui mostrando aos empresários as vantagens que eles podem ter em patrocinar eventos culturais e esportivos. A mais simples de todas: os empresários deixarão de pagar o imposto devido ao Estado e poderão investir em ações culturais e esportivas o mesmo dinheiro, que não sairá do bolso deles, mas do Tesouro Estadual”, explicou Haickel.

Foto: Geraldo Furtado

1 comentário »

Conferência de Cultura

0comentário

cultura

A III Conferência Estadual de Cultura (III CEC), ocorrida no Centro de Convenções Pedro Neiva de Santana, em São Luís, esta semana, alcançou pleno êxito com a participação de aproximadamente 600 delegados, entre representantes da sociedade civil e poder público.

Os delegados discutiram e elaboraram, em grupos, propostas, das quais 64 foram aprovadas em plenária geral. Os eixos envolvendo o Sistema Nacional de Cultura foram desdobrados em oito grupos de trabalhos dos quais participaram os representantes municipais.

As propostas serão levadas à Conferência Nacional de Cultura, de 24 a 26 de novembro, em Brasília, por 50 delegados estaduais, de diferentes regiões do Maranhão, eleitos para representarem o Maranhão. Anterior a Conferência Estadual foram organizadas 132 Conferências Municipais de Cultura, o que referendou a participação de representantes de 130 municípios na Conferência Estadual.

De acordo com o Comitê Organizador da III CEC, soma-se ainda a presença de 400 pessoas, entre observadores e convidados, totalizando mais de 1.000 participantes na Conferência Estadual. Diversas autoridades prestigiaram a solenidade de abertura, que contou com a presença do vice-governador Washington Luiz e o presidente da Assembléia Legislativa, Arnaldo Melo.

Instituições culturais expuseram produtos e serviços abrindo espaço para a troca de informações entre artistas e produtores culturais de todos as regiões do Maranhão.

O Conselho Estadual de Cultura do Maranhão (Consec-MA) teve  participação ativa na organização e o Comitê Executivo da cumpriu a metodologia regimental e todos os marcos legais, o que garantiu um processo transparente e legítimo.

Para a secretária de Estado de Cultura e presidente do Consec-MA, Olga Simão, o sucesso da conferência deveu-se ao envolvimento dos municípios, dos delegados, dos gestores culturais que compareceram ao encontro. “Foi uma demonstração de amadurecimento democrático e quem sai ganhando é a cultura maranhense e os maranhenses”.

“A Secretaria de Estado da Cultura e o Conselho Estadual de Cultura assumem, a partir desta conferência, o compromisso de reeditar o Plano Estadual de Cultura e consolidar o Sistema Estadual de Cultura, instrumentos de gestão que garante o fortalecimento e desenvolvimento da política cultural do Maranhão”, afirmou Olga Simão.

“A governadora Roseana Sarney tem dado todo apoio necessário para a Cultura do nosso estado. O Governo já realizou investimentos importantes, como a estruturação do Fundo Estadual de Cultura e a aplicação constante da Lei de Incentivo à Cultura. A realização desta Conferência é mais uma forma de garantirmos a melhor elaboração das diretrizes de políticas públicas estaduais na área da Cultura”, disse o deputado Robero Costa;

A 3ª CEC contou, também, com a participação da representante do Ministério da Cultura, Telma Olivieri, que proferiu a palestra magna, tema da conferência: “Uma Política de Estado Para a Cultura: Desafios do Sistema Nacional de Cultura”, além de inúmeros prefeitos, secretários de cultura, artistas e produtores culturais. Destaque para a presença da promotora Sandra Pontes, da Comarca de Pedreiras que participou como delegada.

Foto> Geraldo Furtado

sem comentário »

Vale-Cultura

0comentário

 

olgasimao

A Secretaria de Estado da Cultura (Secma) e a Federação das Indústrias no Estado do Maranhão (Fiema) promovem, nesta terça-feira (13), das 15h às 18h, no auditório da Fiema (Cohama, em São Luís), a apresentação oficial a empresários e produtores culturais, detalhes do programa federal Vale-Cultura. A palestra sobre o benefício será ministrada pelo secretário de Fomento e Incentivo do Ministério da Cultura (MinC), Henilton Menezes.

Segundo adiantou a secretária de Estado de Cultura, Olga Simão, o encontro será uma grande oportunidade de melhor entendimento do programa ValeCultura, que tem como objetivo de atender trabalhadores que recebem até cinco salários mínimos. “Trata-se de um cartão magnético com crédito no valor de R$ 50,00 que o trabalhador pode usar em teatros, cinemas, compra de livros, de CDs e consumir outros produtos culturais. Por isso, é fundamental conhecermos mais o ValeCultura”.

O incentivo foi sancionado pela presidente Dilma Rousseff em dezembro de 2012. A previsão é que os trabalhadores possam utilizar o cartão magnético em setembro. Cerca de 18 milhões de brasileiros podem ser beneficiados com, o que representa  o incremento de R$ 11,3 bilhões na cadeia produtiva da cultura.

sem comentário »

Parceria na cultura

2comentários

secma

A secretária de Estado da Cultura (Secma), Olga Simão, recebeu na manhã desta terça-feira (16), a visita do presidente da Fundação Municipal de Cultura de São Luís (Func), Francisco Gonçalves e equipe técnica para tratar da parceria na realização da 7ª edição da Feira do Livro de São Luís (Felis). Este ano o evento será realizado, no período de 27 de setembro a 6 de outubro, na Praia Grande.

Conforme explicou Olga Simão, o encontro – que também contou com a presença dos gestores dos órgãos (Casas de Cultura) da Secma – teve como finalidade a demonstração do projeto da Feira e a forma de como os equipamentos culturais do Governo do Maranhão poderão contribuir, inclusive com participação efetiva, no evento.

“A Feira do Livro terá concentração maior no Centro Histórico. E a Fundação Cultural solicitou à Secretaria da Cultura uma parceria no que diz respeito à cessão dos aparelhos culturais, além do respectivo envolvimento nas exposições de livros. Prontamente nos colocamos à disposição, pois se trata de um evento que incentiva a população à leitura e contribui com a produção literária ao valorizar a cultura maranhense”, afirmou a secretária Olga Simão.

Segundo o presidente da Func, Francisco Gonçalves, a reunião foi bastante produtiva, na qual foram mostrados à secretária Olga Simão e demais gestores, aspectos físicos que serão utilizados na 7ª Feira do Livro de São Luís. “Uma parceria importante, porque a maioria dos equipamentos culturais pertence ao Estado. Saímos deste encontro com a certeza de trabalharmos juntos para o sucesso da Feira do Livro com uma programação diversificada”, disse Gonçalves.

A 7ª Felis terá como patrono o escritor e poeta Nauro Machado. Também serão homenageados Aluísio de Azevedo e Catulo da Paixão Cearense. Para abrigar a Feira serão instalados diversos espaços na Praia Grande, oferecendo conforto, condições técnicas de segurança e capacidade de ocupação para atendimento da demanda prevista de público, além do aproveitamento dos locais existentes na área do centro histórico (teatros, cinema, auditórios, praças etc.).

Foto: Marcelo Sirkis

2 comentários »

Oficina de cultura

0comentário

cultura

O deputado Roberto Costa, vice-presidente do Conselho Estadual de Cultura do Maranhão, participou ontem (27) da abertura das atividades da Oficina do Sistema Nacional de Cultura. A programação aconteceu no auditório da Biblioteca Benedito Leite, no Centro. Além do parlamentar, estavam presentes também a secretária de Cultura Olga Simão, o vice-governador Washington Luiz, Fernanda Matos (representante do Ministério da Cultura), Tony Gigliotti (representante da secretaria de articulação institucional do Ministério da Cultura), Telma Oliveira (consultora da UNESCO) e Marilde Mendonça (secretária adjunta de Cultura), além de secretários municipais de todo o Maranhão.

A Oficina visa orientar os municípios maranhenses quanto às operações do Sistema Nacional de Cultura, programa de incentivo às ações culturais, desenvolvido pelo Ministério da Cultura (MinC). De acordo com dados do MinC, o Maranhão, em termos proporcionais, é o estado que possui mais municípios aderidos ao Sistema Nacional de Cultura. A meta do Governo do Maranhão é que todos os municípios maranhenses façam sua adesão ao programa.

Roberto Costa comentou a parceria e afirmou que, desde o primeiro momento, a governadora Roseana Sarney tem agido para trazer parcerias institucionais como forma de oportunidades para o estado. “Uma certeza é que desde o primeiro momento em que a governadora Roseana assumiu o governo, uma das principais preocupações é a de sempre levar as oportunidades para os municípios maranhenses. Essa parceria com o Ministério da Cultura representa isso, essa união de esforços entre Governo Federal e Governo Estadual para que os municípios consigam ter a chance de fazer projetos que possam beneficiar a cultura local”, afirmou o parlamentar.

A secretária de Cultura, Olga Simão, destacou a importância dessa oficina. “Essas oficinas servem para apoiar, tirando dúvidas, ajudando na elaboração de planos, como funcionam os fundos de cultura. E é importante que se ressalte que o Governo do Maranhão fez de tudo para que fosse realizada essa oficina, demonstrando o comprometimento da Governadora Roseana com a cultura do nosso estado, que é um estado que tem uma diversidade cultural enorme. Agora vamos trabalhar forte para consolidar a implementação do Sistema Nacional de Cultura em nosso estado, para que tenhamos 100% dos municípios aderidos ao programa”, finalizou.

sem comentário »

São Luís recebe Semana de Teatro

0comentário

espetaculoEm comemoração ao Dia Internacional do Teatro e Dia Nacional do Circo e do Artista Circense, dia 27 de março, o Teatro Arthur Azevedo (TAA), órgão da Secretaria de Estado de Cultura (Secma), realiza, a partir desta segunda (8) até domingo (14), em São Luis, e de 26 de abril a 5 de maio, nos municípios de Axixá, Cantanhêde, Arari, Buriticupu e Santa Inês, a VIII Semana de Teatro no Maranhão.

A abertura da semana será na noite desta segunda-feira (8), às 20h, no Teatro Arthur Azevedo. Presentes na solenidade, a secretária de Estado de Cultura, Olga Simão; o diretor do TAA, Roberto Brandão e integrantes da Comissão de Teatro, formada por Ana Paula Fonseca, Domingos Tourinho e Josué da Luz. Em seguida haverá a apresentação do espetáculo “Simplesmente Eu, Clarice Lispector”, com a atriz Beth Goulart.

A semana vai homenagear os teatrólogos, dramaturgos e diretores teatrais Cecílio Sá (In Memória) e Tácito Borralho e o técnico do TAA, José Fernando Costa (Fernandão) que serão agraciados com o Troféu Apolônia Pinto. Na programação, apresentações de espetáculos de palco e rua, cursos e oficinas, exposições e palestras sobre o teatro.

A Semana contará com a participação de 11 espetáculos do Rio de Janeiro, São Paulo, Distrito Federal, Pernambuco, Piauí, Goiás e Pará; 10 de São Luís, Imperatriz e Açailândia; seis espetáculos para circulação e cinco performances e intervenções, todos de São Luís. Atores, atrizes, diretores, maquiadores, cenógrafos, arte-educadores de teatro poderão participar de 10 oficinas que serão ministradas por professores/artistas de São Luís, São Paulo e Belém.

A exposição “40 anos de Teatro de Domingos Tourinho” estará aberta ao público na Galeria Valdelino Cécio, do Centro de Criatividade Odylo Costa, filho.

Outra meta da semana é a formação de platéia. Para isso, o Teatro Arthur Azevedo reservou, na programação da semana, 70% dos lugares para alunos e professores de escolas públicas. Para as escolas serão apresentados quatro espetáculos pela manhã às 10h: dois no Arthur Azevedo, na quarta (10) e quinta (11) e dois no Alcione Nazareth, na quinta (11) e sexta (12).

sem comentário »

Paixão de Cristo terá apoio da Lei de Incentivo

2comentários

paixaoA secretária de Estado de Cultura (Secma), Olga Simão, participou na noite de quinta-feira (21), na sede do Grupo Independente de Teatro Amador (Grita), no Anjo da Guarda, em São Luís, do ato da assinatura da parceria com a Companhia Energética do Maranhão (Cemar) para realização da 32ª Via Sacra, que acontecerá na quinta (28) e sexta-feira (29). Desde sua primeira apresentação, em 1981, a Encenação da Paixão de Cristo já foi vista por mais de dois milhões de pessoas. O apoio foi possível graças a Lei de Incentivo à Cultura do governo do Maranhão.

O evento contou com a presença da presidente e da secretária geral do Grupo Grita, Zezé Lisboa e Geanne Souza; do gerente de Marketing da Cemar, Carlos Hubert; do diretor do Departamento Estadual de Trânsito do Maranhão, André Campos; do deputado estadual Roberto Costa; e do fundador do Grupo Grita, Cláudio Silva, além dos integrantes do espetáculo e da comunidade do bairro do Anjo das Guarda.

“Com este projeto aprovado pela Lei de Incentivo Fiscal, do Governo do Maranhão, e captado patrocínio junto a Cemar, esperamos que o espetáculo, que tem crescido a cada ano, mostre uma empolgante encenação da Paixão de Cristo, este sucesso de público que já se tornou tradição no Maranhão”, disse Olga Simão.

“Esta é a primeira vez que a Cemar participa do patrocínio da encenação da Paixão de Cristo do Anjo da Guarda. Esperamos concretizar mais projetos com o Grupo Grita e, para isso, podemos aproveitar mais a Lei de Incentivo a Cultura”, afirmou Carlos Hubert.

2 comentários »

Secma discute Sistema Nacional de Cultura

0comentário

olgasimaoComo forma de consolidar as políticas culturais no Maranhão, a Secretaria de Estado da Cultura (Secma) promove, nesta segunda-feira (25), às 9h, no auditório do Palácio Henrique de La Rocque (Calhau), em São Luís, o I Fórum de Debates sobre o Sistema Nacional de Cultura (SNC). O encontro contará com a presença de prefeitos e dirigentes culturais dos 217 municípios maranhenses.

A secretária de Estado de Cultura, Olga Simão, afirmou que o encontro será uma importante oportunidade de administradores das prefeituras conhecerem o Sistema Nacional de Cultura. “A participação dos gestores municipais e conselheiros estaduais nesse processo de construção coletiva da política cultural é imprescindível para o desenvolvimento das ações pactuadas com o Ministério da Cultura”, afirmou.

Durante o Fórum sobre o Sistema Nacional de Cultura serão debatidos os Sistemas Nacional, Estadual e Municipais com informações atualizadas que são de interesse dos municípios. Na mesma programação será realizada solenidade de posse dos Conselheiros Estaduais de Cultura.

A viabilização do Sistema Nacional de Cultura faz parte das metas e ações do Plano Nacional de Cultura (Brasil) (PNC), que estabelece ações de incentivo à cultura. Seu objetivo é organizar as políticas culturais de forma descentralizada, dando continuidade a elas independentemente de mudanças de governantes.

O SNC garante acesso a mecanismos de gestão e investimento, proporcionando transparência nas ações, por meio do controle social dos recursos e das políticas executadas pelo poder público.

Foto: De Jesus

sem comentário »