A nova cara do Socorrão

10comentários

socorrao

Ações emergenciais foram realizadas no fim de semana para normalizar o atendimento e desafogar os hospitais municipais de urgência e emergência em São Luís. Com o apoio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), o Município iniciou neste domingo a transferência de 103 pacientes que estavam nos corredores dos hospitais Djalma Marques (Socorrão I) e Clementino Moura (Socorrão II) para outras unidades de saúde, municipais e estaduais. Quinze deles começam a ser operados, nesta segunda-feira (24), no mutirão de cirurgias ortopédicas que será realizado pelo Hospital Estadual Tarquínio Lopes Filho (Geral).

A SES continua encaminhando para os dois Socorrões e para o Hospital da Criança medicamentos, material cirúrgico, rouparia e alimentação, além de enviar equipes de limpeza para o trabalho de higienização hospitalar.

No Socorrão II, macas foram substituídas por camas, que receberam rouparia hospitalar. O mesmo trabalho foi estendido às unidades mistas do Bequimão, Itaqui-Bacanga e Hospital da Mulher, para onde estão sendo transferidos 88 pacientes clínicos e cirúrgicos que estavam em macas e corredores dos hospitais de urgência e emergência.

Para o Hospital Tarquínio Lopes Filho (Geral) foram transferidos no fim de semana 15 pacientes que aguardavam por cirurgias ortopédicas no Socorrão II, onde 80% das pessoas que estão internadas foram vítimas de acidentes de moto. Para agilizar o atendimento, foi disponibilizado para a equipe médica do Socorrão II todo o material necessário para a retomada das cirurgias naquele hospital municipal, e paralelamente será realizado, a partir desta segunda-feira, um mutirão de cirurgias ortopédicas no Hospital Geral.

Ainda com o objetivo de dar às unidades municipais todas as condições para que o atendimento de urgência e emergência volte à normalidade, a SES está providenciando o material necessário para a reativação do centro cirúrgico do Hospital da Mulher, onde serão atendidos, prioritariamente, os pacientes diabéticos com complicações nos pés. Ambulâncias da SES e o tomógrafo do Hospital de Alta Complexidade Carlos Macieira também estão dando suporte aos hospitais municipais.

10 comentários »

Dilma convoca empresários a investir no país

0comentário

A presidenta Dilma Rousseff disse hoje (23), em rede nacional de rádio e televisão, que 2013 será o ano de ampliar o diálogo com todos os setores da sociedade, acelerar obras, melhorar a qualidade dos serviços públicos e continuar defendendo o emprego e o salário. Ela pediu que os brasileiros mantenham a confiança e que os empresários invistam no país. “Este é um governo que confia no seu povo, no seu empresariado, que respeita contratos e está empenhado na construção de novas parcerias entre os setores público e privado”.

A presidenta garantiu que a redução das tarifas de energia, anunciada em setembro, será mantida. A queda será possível por causa da redução de encargos e acordos com as concessionárias, que irão praticar tarifas mais baixas em troca da renovação de seus contratos. “No início de 2013, a sua conta de luz e a das empresas vão ficar menores. O corte será o que anunciei. A redução na conta de luz é fundamental para que as indústrias brasileiras possam produzir a custos mais baixos, ganhar mercado e continuar gerando empregos”.

Outras ações do governo para melhorar a competitividade da economia também foram lembradas, como a construção de 10 mil quilômetros de ferrovias e a duplicação de 7,5 mil quilômetros de rodovias, as novas regras para os portos, a modernização dos grandes aeroportos e o programa para a construção e expansão dos aeroportos regionais.

Na área econômica, Dilma ressaltou que o governo manteve a inflação sob controle, melhorou o câmbio e criou condições para que os juros caíssem ao menor patamar da história. “Temos ampliado o crédito para estimular os investimentos privados e temos diminuído impostos, juros e desonerado a folha de pagamento das empresas sem reduzir nenhum direito dos trabalhadores”.

A presidenta também destacou a importância das ações na área de educação para superar a pobreza e aumentar o poder competitivo do país. Ela citou programas como o Pronatec, o Prouni e o Ciência sem Fronteiras e convocou as famílias, os professores, diretores, prefeitos e governadores para garantir o direito à alfabetização até os 8 anos. “Essa ação, em conjunto com a educação em tempo integral, nos permitirá mudar de fato a qualidade da educação no Brasil. Aliás, nenhuma nação se tornou próspera e desenvolvida sem alfabetizar na idade certa suas crianças e sem oferecer o ensino em dois turnos”.

Também foram destaques de seu pronunciamento as ações do governo para a superação da pobreza, como o Brasil sem Miséria, que retirou da pobreza extrema 16,4 milhões de brasileiros, o Brasil Carinhoso e o Bolsa Família. “Protegendo as crianças e os jovens, estamos construindo um futuro melhor para o Brasil”, disse. Ela também citou o Programa Minha Casa, Minha Vida, que já permitiu a compra de 1 milhão de casas e a contratação de mais 1 milhão de novas moradias.

Dilma lembrou a inauguração, na semana passada, dos dois primeiros estádios da Copa do Mundo, o Castelão e o Mineirão. Ela garantiu que no início do ano que vem serão entregues mais quatro estádios, que serão palco da Copa das Confederações. “Entramos na reta final da preparação para realizar a melhor Copa do Mundo de todos os tempos, que será um sucesso dentro e fora dos gramados”.

Agência Brasil

sem comentário »

SES garante apoio às ações de combate à dengue

1comentário

O coordenador do combate à dengue em São Luís, Pedro Souza Tavares, ligado à Secretaria Municipal de Saúde (Semus), solicitou ajuda à Secretaria de Estado da Saúde (SES) nesta quinta-feira (20) para manter as ações de controle da doença na capital. Em documento enviado ao Departamento de Vigilância em Saúde da SES, ele alega que por dificuldades financeiras a Prefeitura de São Luís suspendeu o fornecimento de combustível de quase todos os veículos da Semus. O secretário estadual de Saúde, Ricardo Murad, já determinou que o pedido seja atendido.

“Autorizei o fornecimento do combustível por considerar importante a ação municipal para evitar a proliferação do mosquito da dengue, evitando assim o aumento de casos da doença que a cada dia apresenta tipos mais letais”, justificou Ricardo Murad.

Pedro Tavares diz, no documento, que devido à falta de combustível “as ações de combate a dengue que dependem de deslocamento de veículo estão paralisadas e, de forma grave, houve a suspensão das ações de nebulização espacial com os carros e máquinas de UBV (fumacês)”.

O coordenador enfatiza que a situação é ainda mais preocupante em virtude da mudança climática, do aumento da umidade atmosférica, da quantidade de mosquito nas diversas áreas da capital e do acúmulo de pedidos da população devido à grande quantidade de praga nas residências. “Tudo isso nos leva a solicitar ajuda da SES, no sentido de ver a possibilidade de abastecimento de nossos veículos de nebulização espacial que estão parados e que é de fundamental importância para minimizar os problemas da população da capital, com a eliminação do Aedes Aegypti, prevenção de ocorrência de casos de dengue e ameaça de uma provável epidemia com a chegada das chuvas”, ressaltou.

Pedro Tavares solicita abastecimento de sete carros e máquinas, sendo combustível para os carros (40 litros de óleo diesel para cada veículo, uma vez por semana), combustível para as máquinas de UBV (40 litros de gasolina para cada máquina, uma vez por seman

1 comentário »

Gardeninha diz que Castelo deixa R$ 1,5 bilhão

4comentários

gardeninhaA deputada Gardênia Castelo (PSDB) anunciou, na sessão de encerramento dos trabalhos na Assembleia Legislativa, na quinta-feira (20), que o prefeito de São Luís, João Castelo (PSDB), está deixando R$ 1,5 bilhão em programas empenhados junto à Caixa Econômica Federal (CEF). Os recursos são do Programa de Aceleração do Crescimento, do PAC Prevenção e do Plano Nacional de Gestão de Riscos em resposta aos desastres naturais. Os convênios foram assinados na quarta-feira.

“Eu fico feliz porque realmente o prefeito começou trabalhando e encerra a sua administração lutando para mudar a feição da cidade”, afirmou. Ele informou foram assinados convênios no valor de R$ 169 milhões e mais R$ 6,4 milhões para a elaboração desses projetos executivos.

Foram assinados também com a Caixa Econômica outros convênios que vão beneficiar seis bacias em São Luís: a bacia do Rio Anil, para fazer o tratamento do canal no valor de R$ 36 milhões de reais; a do Barreto para tratar o canal no valor de R$ 10 milhões; a do Turu, de R$ 17 milhões; a do rio Calhau, de R$ 55 milhões; a do Dório Pimenta, de R$ 10 milhões, e da bacia do Rio Claro, no valor de R$ 2 milhões. De acordo com a deputada, 31 bairros serão beneficiados com o programa.

A parlamentar disse esperar que o prefeito eleito Edivaldo Holanda Júnior (PTC) “seja muito operoso para que essas obras de fato sejam realizadas, porque o recurso está aí”. Ela garantiu que o prefeito vai deixar a administração com mais de R$ 1,5 bilhão na CEF de recursos de obras que estão em andamento ou que precisam ser iniciadas.

“Com isso mostra realmente o espírito público do prefeito, que mesmo não tendo sido reeleito continua trabalhando todos os dias até o final da sua administração”, assegurou.

4 comentários »

MAC quer repratriar Jackson

0comentário

jackson_coxa_perfilApós acertar a permanência do técnico Meinha e a efetivação de Carlos Eduardo como diretor de futebol, o Maranhão começa a montagem do elenco para 2013. O primeiro reforço para o time poderá ser um velho conhecido da torcida: o meia Jackson, de 39 anos. Com a camisa do MAC, o meia, que também conquistou títulos pelo Palmeiras, Sport, entre outros clubes e ainda defendeu a Seleção Brasileira, foi bicampeão maranhense na década de 1990 quando começou a sua carreira.

Jackson esteve em São Luís no início de dezembro e chegou a acertar com o Expressinho para a disputa da Série B Estadual. Entretanto, o jogador sequer entrou em campo, apesar de ter sido regularizado pelo time, pois teve que viajar para Pernambuco para resolver problemas pessoais. Entretanto, o meia agora poderá de fato voltar ao futebol maranhense, já que o diretor de futebol Carlos Eduardo, admite que o Maranhão espera contar com o jogador para a temporada de 2013.

– Temos a intenção de negociar com ele. A gente manteve um prévio contato a um tempo atrás. A gente está esperando ele voltar de Recife para voltar com as conversas e tentar um acerto. A intenção da gente é acertar com ele para o ano todo.

Aos 39 anos, Jackson teve sua última passagem pelo Santa Helena, clube pelo qual disputou a divisão de acesso do Campeonato Goiano. Além disso, o meia já defendeu o Goiás, Sport, Palmeiras, Cruzeiro, Internacional, Coritiba, Vitória, Santa Cruz, ABC e o Bahia de Feira. O maranhense também foi convocado para a Seleção Brasileira em 1998, quando defendeu o Sport.

Vale lembrar, que Jackson também já demonstrou interesse em atuar novamente com a camisa atleticana, quando esteve em São Luís.

– Sempre tem a possibilidade, dependo apenas de um convite. Os dirigentes tem que vir buscar, mas se houver o interesse, não vejo problema nenhum em voltar ao clube.

Leia mais

 

sem comentário »