Mais de 30 mil participam de concurso

4comentários

Prefeitura de São Luís realiza concurso com 822 vagas para cargos na rede municipal de ensino

O domingo (5) foi de prova para os candidatos inscritos no concurso da Prefeitura de São Luís para rede municipal de ensino. Os portões foram abertos às 8h, mas bem antes os candidatos já estavam nos locais de prova que foram realizadas pelo Centro Brasileiro de Pesquisa, Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cesp/UnB). Ao todo estão sendo oferecidas 822 vagas para os níveis médio e superior, com oportunidades no magistério e em Educação Especial. Mais de 30 mil candidatos concorrem às vagas.

De acordo com o secretário Municipal de Educação, Moacir Feitosa, o concurso inova ao abrir vagas não somente para professores, mas também para cuidadores e monitores de transporte rural. “É um impacto positivo em tempos de crise. O concurso faz parte de um conjunto de medidas adotadas pela administração do prefeito Edivaldo para diminuir o déficit de professores na rede municipal de ensino e reestruturar a educação municipal, além de promover a valorização de docentes”, destacou Moacir Feitosa.

O professor de História aposentado, Edmilson Lobato, não perdeu a oportunidade de concorrer. “É bom estar sempre na adrenalina. E mais gratificante ver que esse concurso mostra que o professor está sendo valorizado”, afirmou.

Yure Rocha, estudante de Letras, estava confiante. “Estudei bastante, estou bem preparado e quero conseguir a primeira colocação, aceito até a segunda”. Carlos Cesar Almeida, professor de Língua Inglesa, que veio da cidade de Santa Rita, também estava seguro. “Tenho consciência da concorrência, mas eu me preparei”, disse. Sobre a importância do concurso, ele frisou: “É por meio do concurso que melhora a qualidade da Educação, porque aqui vão ser averiguadas as competências”, concluiu.

A secretária municipal de Administração (Semad), Mittyz Fabíola Carneiro Rodrigues disse que o concurso irá reduzir o déficit de profissionais na área de educação. “O grande número de candidatos inscritos demonstra o êxito do certame”, observou a secretária. “Acreditamos que excelentes profissionais serão selecionados através deste concurso e incorporados aos que já compõem nosso quadro de servidores”, enfatizou a gestora.

Resultado
Os gabaritos oficiais preliminares das provas objetivas estão previstos para serem divulgados terça-feira (7), a partir das 19h, horário de Brasília. O resultado final das provas objetivas e provisório da prova discursiva estão previstos para divulgação no dia 3 de março. As informações também poderão ser consultadas nas páginas do Cesp-UnB (http://www.cespe.unb.br/concursos/) e da Prefeitura de São Luís (http://www.saoluis.ma.gov.br/), nas referidas datas.

Os salários iniciais variam de R$ 1.112,09 para cargos de nível médio; e de até R$ 2.661,20 para o nível superior. O concurso, com validade de dois anos, conta ainda com vagas no cadastro de reserva.

Foto: Fabrício Cunha

4 comentários »

Marcos Paullo já está em São Luís

9comentários

Meia Marcos Paullo chega ao Moto pela terceira vez e será apresentado no nesta segunda-feira

O meia Marcos Paullo já está em São Luís e será a novidade no treinamento do Moto nesta segunda-feira (6) à tarde.

Esta será a terceira vez que Marcos Paullo vestirá a camisa do Moto em apenas dois anos. Ele já trocou o Moto por duas vezes, mas acabou retornando ao Maranhão e reencontrando aqui o seu bom fuebol.

O jogador que foi o principal destaque do Moto na temporada do Moto retorna ao clube após uma passagem rápida pelo Campinense-PB.

No ano passado, Marcos Paullo foi um dos destaques do Moto na conquista do Campeonato Maranhense, depois transferiu-se para o Bragantino. E acabou retornando ao Moto no mata-mata da Série D.

Na semana passada, Marcos Paullo foi vencedor do Troféu Mirante Esporte como destaque no futebol maranhense em 2016.

Além de arcos Paullo, o lateral-esquerdo Lorran, emprestado pelo Vasco e mais um atacante vão se apresentar amanhã. Os três e mais o meia Válber e o atacante Leandro vão estrear na quarta-feira, às 20h30, contra o São Paulo, na Copa do Brasil, no Castelão.

9 comentários »

Nagib apresenta Plano Rural Sustentável

0comentário

Prefreito Francisco Nagib apresenta o Plano de Desenvolvimento Rural Sustentável

A Prefeitura de Codó, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, promoveu nesta semana o Primeiro Encontro de Lideranças Rurais do Município, com o objetivo de apresentar as lideranças do campo o Plano Municipal de Desenvolvimento Rural Sustentável.

Na oportunidade estavam presentes o prefeito de Codó, Francisco Nagib, o secretário municipal de agricultura, Araújo Neto, secretários de governo, vereadores e representantes das centenas de localidades da zona rural de Codó.

O secretário municipal de agricultura, Araújo Neto, explicou que o pleno conhecimento das necessidades do campo facilita na elaboração de projetos para a captação de recursos destinados aos pequenos produtores. “Estamos ouvindo a todos os representantes das localidades para sabermos as necessidades em relação as condições de trabalho para esses produtores, como o abastecimento de água, condição de estradas, apoio técnico e mecanizado nos campos. Queremos que as demandas sejam cumpridas e Codó triplique sua produtividade”.

Em suas palavras, o prefeito Francisco Nagib, fez uma avaliação positiva de seu primeiro mês de trabalho em relação a zona rural e anunciou mais conquistas para as famílias do campo. “Para sermos um bom gestor, nós precisamos ouvir as demandas da população e realizar a ações de forma participativa, ao lado dos nossos produtores. Já avançamos bem em apenas um mês, recuperando estradas, disponibilizando patrulha mecanizada e principalmente visitando as localidades, para sabermos como agir. Conseguimos junto a Condevaf cem kits de irrigação, com a força de nosso secretário Araújo Neto e do deputado Cesar Pires vamos adquirir tanques de redes e patrulha mecanizada. Codó possui um solo fértil, abençoado por Deus e um povo trabalhador. Nós estamos aqui para dar o apoio que nossos produtores esperam de nós”, afirmou.

sem comentário »

Folha aponta praias impróprias em São Luís

5comentários

Levantamento da FOlha aponta 16 pontos impróprios para banho em praias no Maranhão

Um levantamento da Folha de S. Paulo divulgado neste domingo (5) aponta que todas as praias de São Luís e São José de Ribamar estão impróprias para banho.

Folha analisou dados de balneabilidade de 1.180 pontos de praias em 14 Estados brasileiros e segundo os dados, três em cada dez praias brasileiras ficaram impróprias para banho por mais de três meses ao longo de 2016.

O levantamento da Folha aponta que 42% das praias foram classificadas como “bons” ou “ótimas”, 29% estão “regulares” e 29% “ruins” ou “péssimas”.

No Maranhão, os 16 pontos  analisados foram considerados “péssimos”.

Praia: Calhau
Ponto de medição: À dir. da elevatória 2 da Caema
Situação: Péssima

Praia: Calhau
Ponto de medição: Pousada Tambaú
Situação: Péssima

Praia: Calhau
Ponto de medição: Bar Malibu
Situação: Péssima

Praia: São Marcos
Ponto de medição: Bares do Chef e Marlene’s
Situação: Péssima

Praia: São Marcos
Ponto de medição: Barraca da Marcela
Situação: Péssima

Praia: São Marcos
Ponto de medição: Agrupamento Batalhão do Mar
Situação: Péssima

Praia: São Marcos
Ponto de medição: Ipem e Bar Kalamazoo
Situação: Péssima

Praia: São Marcos
Ponto de medição: Foz do rio CalhaU
Situação: Péssima

Praia: Olho d’Água
Ponto de medição: À dir. da elevatória Iemanjá 2
Situação: Péssima

Praia: Olho d’Água
Ponto de medição: À dir. da elevatória Pimenta
Situação: Péssima

Praia: Ponta d’Areia
Ponto de medição: Forte Santo Antônio
Situação: Péssima

Praia: Ponta d’Areia
Ponto de medição: Edifício Herbene Regadas
Situação: Péssima

Praia: Ponta d’Areia
Ponto de medição: Hotel Praia Mar
Situação: Péssima

Praia: Ponta d’Areia
Ponto de medição: Bar do Dodô
Situação: Péssima

Praia: Ponta d’Areia
Ponto de medição: Praça de Apoio ao Banhista
Situação: Péssima

Praia: Ponta d’Areia
Ponto de medição: Hotel Brisa Mar
Situação: Péssima

5 comentários »

Prefeitura reduz em 43% óbitos maternos

4comentários

Prefeitura reduz óbitos maternos em mais de 40% na rede municipal de saúde

São Luís teve uma redução de 43% no número de óbitos maternos registrados nos últimos quatro anos. Os dados foram divulgados pela Secretaria Municipal de Saúde (Semus). Os números positivos são resultado de um conjunto de iniciativas da Prefeitura de São Luís, orientadas pelo prefeito Edivaldo, visando a melhoria e a humanização da atenção à gestante, por meio da oferta de serviços inéditos na história da rede municipal de saúde.

Os números traduzem um avanço significativo na área da atenção à mulher e demonstram que as políticas públicas desenvolvidas nos últimos quatros anos pela Prefeitura de São Luís com essa finalidade contribuíram de fato para a redução do grave problema da mortalidade materna. “Não temos medido esforços para que as mulheres recebam a atenção que merecem. E ter uma gravidez segura é de fundamental importância neste processo. As políticas públicas implantadas pela Prefeitura de São Luís têm contribuído para a redução de índices de mortalidade, o que prova que estamos no caminho certo”, disse o prefeito Edivaldo.

“A maioria das mortes de mulheres no ciclo gravídico-puerpérico pode ser evitada, e a Prefeitura de São Luís está comprovando isso ao implantar um novo modelo de atenção à saúde da mulher, que abrange desde o início da gestação até o pós-parto. O que estamos fazendo é garantir serviços eficientes e melhorar o acesso para que a mulher seja sempre atendida de maneira adequada”, disse a secretária Helena Duailibe.

Conforme os dados da Semus, as mortes maternas decresceram gradativamente, à medida que as ações voltadas a esse público foram sendo implementadas na rede de Saúde municipal. Em 2013, primeiro ano do primeiro mandato do prefeito Edivaldo, foram registrados 14 mortes maternas na capital. Já em 2016, último ano daquela gestão, esse número caiu para oito óbitos, uma queda de aproximadamente 43%.

Outros dados relevantes do atendimento materno na capital dizem respeito às consultas de pré-natal, que também tiveram uma evolução bastante ascendente. Em 2013, 40,7% de mulheres atendidas na rede municipal concluíram as sete consultas de pré-natal exigidas por protocolo do Ministério da Saúde. Em 2016, o número de mulheres que realizaram todas as consultas foi de 48,8%.

Foto: A. Baeta

4 comentários »