São Luís avança na gestão de resíduos sólidos

0comentário

O prefeito Edivaldo Holanda Junior inicia, nesta segunda (16), a coleta seletiva por agendamento em São Luís. O novo serviço vai garantir o recolhimento dos resíduos que possam ser reciclados diretamente na casa do cidadão. Com isto, ele amplia os investimentos para a profissionalização da gestão de resíduos sólidos em São Luís. Atualmente, a cidade tem a maior taxa de reciclagem da Região Nordeste, 2,34%.

Será disponibilizado um número para o qual o cidadão poderá ligar ou mandar mensagem de texto, informando que dispõe de resíduo reciclável para a coleta. A partir disto, a Prefeitura fará o recolhimento no prazo de até três dias. A coleta ocorrerá de segunda-feira a sábado.

Para ter acesso ao serviço, o cidadão terá de separar, em sua casa, todo o material reciclável (plástico, papel, papelão, vidro, metais, entre outros). O resíduo deverá ser ensacado. A coleta pode ser solicitada quando a quantidade de material acumulado for igual ou superior a 100 litros, ou seja, um saco de lixo grande. A partir disto, o cidadão deve entrar em contato, informando o local de coleta e as demais informações solicitadas.

O material não deve ser disposto na rua. O cidadão deve aguardar a chegada do agente de limpeza urbana para fazer a entrega. No caso de quem mora em apartamento ou condomínio fechado, o agente de limpeza urbana responsável pela coleta irá pedir para a portaria interfonar. O veículo da coleta seletiva será devidamente identificado.

Atualmente, o cidadão pode fazer a coleta seletiva por meio da entrega dos materiais recicláveis diretamente nos 17 Ecopontos já em funcionamento, que continuarão disponíveis para a entrega dos materiais recicláveis, cabendo ao cidadão escolher entre os dois serviços.

A Prefeitura de São Luís informará a partir da próxima semana, por meio da imprensa em geral e em seus canais oficiais, como deve ser feita a separação dos resíduos, que tipo de material pode ser reciclado, o telefone para atendimento, bem como outras informações necessárias para o cidadão.

Foto: A.Baeta

sem comentário »

Com a confiança em alta, Moto vai buscar vantagem

1comentário

Após garantir a classificação antecipada para a semifinal do Campeonato Maranhense graças às vitórias seguidas diante de Imperatriz e Sampaio, ambas por 1 a 0, o Moto mantém o foco agora no duelo com o MAC pela última rodada da fase de classificação.

O primeiro objetivo já foi alcançado que era a vaga na semifinal. O Moto agora buscará a primeira colocação que poderá garantir a vantagem nas próximas fases.

Com 16 pontos, se vencer o MAC, o Moto chegará a 19 e pode abrir uma boa vantagem em relação aos demais adversários que ainda vão se enfrentar.

Embora o intervalo de 20 dias sem jogos seja muito grande, o técnico Dejair Ferreira vai utilizar esse espaço até a última rodada para ajustar o time e testar novas opções, bem como recuperar alguns atletas que estão desgastados com os últimos jogos.

Não está descartada a chegada de reforços para a reta final. O fato é que o Moto mantém o foco e o trabalho para manter a boa campanha e seguir firme na briga pelo título de campeão maranhense.

Foto: Gaudêncio Carvalho

1 comentário »

Assembleia em Ação em Itapecuru é adiado

0comentário

A 5ª edição do programa ‘Assembleia em Ação’, que seria realizada na cidade de Itapecuru, na próxima sexta-feira (20), foi adiada, por determinação do presidente da Casa, deputado Othelino Neto (PCdoB). O parlamentar considerou conveniente suspender, temporariamente, o evento, como medida de precaução contra a pandemia do novo coronavírus. A ação faz parte de uma série de prevenções que deve ser adotada no Poder Legislativo a partir desta semana.

Apesar de o Maranhão ainda não apresentar nenhum caso confirmado, por precaução, a Assembleia Legislativa do Maranhão adotarará medidas preventivas. A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda, entre outras coisas, que se evite aglomerações ou eventos de grande concentração popular.  Uma nova data para a realização do evento deverá ser definida em breve, mediante avaliação da Mesa Diretora da Alema.
 
O programa itinerante da Assembleia tem arregimentado grande participação popular nos municípios por onde tem passado, fato que foi levado em conta pelo chefe do Legislativo maranhense, nesse momento crítico de propagação da Covid-19, evitando, assim, a aglomeração de pessoas. 

O ‘Assembleia em Ação’ é uma iniciativa realizada com o objetivo de promover a troca de experiências e conhecimento entre o Parlamento Estadual e as Câmaras Municipais, além de propiciar maior aproximação do Legislativo com a sociedade. 

Nesta edição, que terá nova data, ainda a ser anunciada posteriormente, a expectativa é reunir representantes de 23 municípios das regiões do Baixo Itapecuru, Munim e Eixo Rodoferroviário, com a participação de deputados, prefeitos, vereadores, lideranças políticas e sociedade civil.

Assim como nas outras edições, a programação do evento em Itapecuru Mirim contará com palestras sobre Processo Legislativo – ministrada pelo diretor geral da Mesa, Braúlio Martins, e pelo consultor legislativo de Orçamento Público, Flávio Olímpio – e  Eleições Municipais 2020 com o diretor de Administração da Assembleia, Antino Noleto.

Foto: Agência Assembleia

sem comentário »

Triste interlúdio

0comentário

Por José Sarney

Vou hoje interromper a minha série de reminiscências sobre o meu governo para falar sobre o pânico que invade o mundo todo: o Coronavírus, que fez o mundo entrar em choque.

Mas vou também no rumo das reminiscências. Em 1994 eu estava em Xangai numa reunião do InterAction Council, uma Fundação de ex-Chefes de Estado e de Governo do mundo, de que faço parte – naquele tempo tendo a companhia na representação da América Latina de meus saudosos amigos De La Madrid (México) e Alfonsín (Argentina) -, reunidos para discutir os problemas da humanidade. Entre os convidados, como experts globais, estavam McNamara, Kissinger, Lee Kuan Yew, o fundador de Singapura, grande político e intelectual. O tema era os problemas que ameaçam o futuro da humanidade.

O assunto fascinante já vinha de reuniões anteriores. A lista era longa: armas e vetores nucleares, guerras globais, crime organizado, drogas e muitos e muitos outros.

Presidia a reunião Takeo Fukuda, ex-primeiro ministro do Japão, grande e famoso estadista. Era copresidente Helmut Schmidt, da Alemanha, o maior orador que conheci. Ele colocou no debate as doenças desconhecidas e as migrações massivas. Dizia ele que a espécie Homo Sapiens era fruto de um acaso da evolução, na mutação genética, e que nada nos garantia que no futuro não tivéssemos mutações que implicassem em doenças desconhecidas que ameaçassem a nossa espécie. Quanto às migrações massivas, estas seriam causadas pela quebra do balanço alimentar e hídrico de populações, que, desesperadas, se deslocariam em busca de sobrevivência. Todos nós ficamos inquietos com a pauta das discussões, uma vez que julgávamos vir o perigo dos conflitos globais, a China potência naval, a disputa pela hegemonia mundial e as armas de destruição em massa.

Com o Coronavírus atual lembro a genialidade de Helmuth Schmidt, que nos dizia que, nessa busca do poder e do dinheiro com que vivemos, nos esquecemos de que nos milhões de anos que virão poderemos acabar com nossa espécie pela própria evolução, como desapareceram tantas ao longo dos milhões de anos que percorremos até chegarmos ao que somos hoje: uma espécie nova, de apenas cem mil anos!

O professor Hermann G. Schatzmayr, convidado por mim, quando presidente do Senado, para participar do livro Profecias para o Século XXI, que editei – uma obra notável, em que reuni os melhores cérebros do Brasil para fazerem suas previsões -, disse que era necessária uma ação coordenada mundial para vigilância e pesquisa, porque todo dia surge uma doença nova.

No passado existiram muitas doenças novas que foram letais. Mas o mundo era pequeno, e hoje vírus e bactérias viajam de avião e se transportam para toda parte.

Talvez seja hora de todos pensarmos numa Terra mais solidária, que se preocupe com a vida que a graça de Deus nos possibilitou e não com a ambição e sublimação dos prazeres. Enfnm, um mundo melhor que não nos conduza ao Juízo Final.

sem comentário »