Dengue: São Luís ainda em situação de risco

0comentário

dengueMesmo com a queda acentuada do número de casos graves (92%) e de óbitos causados por dengue (67%) no Maranhão em 2012, São Luís ainda apresenta situação de risco para a doença, segundo o Ministério da Saúde. Levantamento de Índice Rápido de Infestação por Aedes aegypti (LIRAa) mostra que, em janeiro deste ano, 267 municípios brasileiros estavam nessa condição – entre eles a capital maranhense; 487 em situação de alerta e 238 em situação satisfatória.

A pesquisa, que serve para identificar onde estão concentrados os focos de reprodução do mosquito Aedes aegypt, transmissor da dengue, foi realizada em 983 municípios. No mesmo período do ano passado, 765 cidades fizeram o levantamento, sendo que 146 foram consideradas em risco; 384 em alerta e 235 em situação satisfatória.

Por região, a maior concentração das larvas do mosquito em reservatórios de água ocorreu no Nordeste, com 76,2%. Por outro lado, foi na Região Sudeste onde se concentraram os maiores focos em depósitos domiciliares, com 63,6%.

Capitais

Quanto às capitais, o LIRAa deste ano apontou situação de risco em Palmas (TO) e Porto Velho (RO); de alerta em Belém (PA); Manaus (AM); Rio Branco (AC); Aracaju (SE); Fortaleza (CE); Maceió (AL); Recife (PE); Salvador (BA); São Luís (MA); Belo Horizonte (MG); Rio de Janeiro (RJ); Brasília (DF); Campo Grande (MS) e Goiânia (GO). Já Boa Vista (RR); João Pessoa (JP) e Teresina (PI) apresentaram índice satisfatório.

“O levantamento deve servir para alertar os estados e os municípios. Os gestores locais devem combinar as ações nas casas das pessoas, seja na coleta do lixo ou na limpeza das caixas d´água. Devemos agir para evitar mais óbitos e casos graves”, afirmou o secretário de Vigilância em Saúde, do Ministério da Saúde, Jarbas Barbosa.

Campanha

Com o slogan “Dengue é fácil combater, só não pode esquecer”, a campanha desde ano incentiva a população a praticar medidas simples de prevenção contra o mosquito Aedes aegypti. A campanha também alerta sobre os sinais e sintomas da doença e quais as principais medidas que devem ser adotadas, em caso de suspeita. A campanha é dirigida à população em geral, gestores, lideranças comunitárias, movimentos sociais, entre outros.

Veja aqui a tabela com os índices de casos graves e mortes registrados por estado em janeiro passado e o comparativo com aos últimos anos.

sem comentário »

Paço do Lumiar: Semed realiza primeiro encontro pedagógico do ano

0comentário

encontro pedagogicoA Secretaria Municipal de Educação de Paço do Lumiar (SEMED-PL) realiza o primeiro encontro pedagógico do ano, com o tema, “Educador Luminense: Cidadão que ensina e aprende”. O evento acontecerá de 26 a 28 de fevereiro, e é voltado para educadores da rede municipal.

De acordo com Paulo Buzar, Secretário Municipal de Educação, o encontro acontece num bom momento, pois antecede o início das aulas, e será uma oportunidade de troca de conhecimentos na temática que envolve o aprimorando do trabalho docente.

A abertura do encontro pedagógico acontecerá dia 26, na Federação dos Trabalhadores da Agricultura do Estado Maranhão (FETAEMA), na Estrada do Araçagi, às 14:00, e segue com palestras até  às 18:30hs. Nos dias 27 e 28, serão realizadas as oficinas pedagógicas, no Instituto de Ensino Superior Franciscano (IESF), na Avenida 14 do Maiobão, das 8h às 11:30h e das 14h às 18:30h.

Programação

Dia: 26/02 (Terça-feira)

Abertura e Palestras

Local: FETAEMA – Araçagi

Horário: 14h às 18h30

Dia(s): 27 e 28/02 (Quarta e quinta-feira)

Oficinas Pedagógicas

Local: Instituto de Ensino Superior Franciscano – IESF – Maiobão

Horário: 8h às 11h30 e das 14h às 18h30

sem comentário »

Governo entrega primeira Unidade de Segurança Comunitária do Maranhão terça-feira

0comentário
Operários dão últimos retoques na USC Divineia/Vila Luizão, primeira unidade policial do gênero no Maranhão, que terá ampla estrutura para combater o crime

Operários dão últimos retoques na USC Divineia/Vila Luizão, primeira unidade policial do gênero no Maranhão, que terá ampla estrutura para combater o crime

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Segurança Pública (SSP), entrega na próxima terça-feira (26), às 11h, a primeira Unidade de Segurança Comunitária do Maranhão (USC-MA). A solenidade de inauguração acontece na sede da USC, localizada na Avenida Argentina, Rua Peru, entre os bairros da Divinéia e Vila Luizão.

A inauguração contará também com a presença de diversas autoridades, entre eles deputados estaduais, secretários de Estado e do Município, vereadores, delegados, comandantes de Batalhões da PM, lideranças comunitárias, além da comunidade civil organizada daquelas localidades.
“Esse projeto lança uma nova filosofia de trabalho objetivando uma maior interação entre as polícias e a própria comunidade. É a concretização de um projeto muito ambicioso que será um divisor de águas na história da Segurança Pública do Maranhão, trazendo melhores condições para toda a população”, destaca Aluísio Mendes.

Ele enfatiza que o projeto de construção das USCs no Maranhão foi uma ideia concebida logo no início de sua gestão, juntamente com o projeto de instalação do Sistema de Videomonitoramento e a realização do Concurso Público.

“No caso da USC, pensamos desde o início, porque não trazer para o Maranhão um projeto nos moldes do que foi implantado no Rio de Janeiro com as Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs). E assim foi feito, sendo que hoje o nosso projeto já é modelo até para os cariocas, tendo em vista que algumas inovações implantadas aqui estão sendo incorporadas nas novas UPPs daquele estado. O que existe de mais moderno em tecnologia de Segurança Publica está inserido às USCs”, acrescenta o secretário.

O projeto tem como referência o modelo das UPPs do Rio de Janeiro. No Maranhão, o projeto apresenta inovações como a implantação de 10 câmeras de videomonitoramento que cobrem o perímetro de todo o complexo policial dando ao comando de cada unidade um controle, 24 horas por dia, de toda a movimentação. As câmeras estão interligadas a um centro de comando instalado na própria Unidade e também no Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops), na sede da SSP.

Infraestrutura

A instalação física da primeira USC do Maranhão atenderá uma população de aproximadamente 120 mil moradores, compreendidos entre os bairros da Divinéia, Vila Luizão e Sol e Mar. Com aporte financeiro orçado em R$ 1.248.070,16, a unidade possui terreno com uma área total de 1.778 m², sendo 475 m² de área construída.

Com a inauguração, a área de abrangência dos três bairros terá policiamento reforçado 24 horas. O efetivo, que era de 16 policiais militares, passa para 92 PMs; o número de viaturas de 2 para 12 veículos, sendo 5 modernos carros, 4 motocicletas e 2 quadriciclos;  além de 10 câmeras de videomonitoramento instaladas em pontos estratégicos em toda aquela região.

A SSP também vai intensificar a presença de policiais civis naquelas localidades, com aumento do efetivo e a instituição de um plantão de 24 horas na 7ª Delegacia de Polícia Civil, no bairro do Turu.

Prédio

O complexo, conta ainda com sala de recepção, alojamentos masculinos e femininos, sala de comando, sala de reserva de armas, área de convivência, auditório com capacidade para 60 lugares, sala de inclusão digital, onde funcionará um telecentro com 15 terminais para a realização de cursos profissionalizantes aos jovens e adolescentes da região. O primeiro deles será o de Formação Inicial e Continuada em Preparo, Conservação e Congelamento de Alimentos, como parte do Projeto Mulheres Mil, e que começará já nesta semana, beneficiando 25 mulheres.
A escolha dos bairros para instalação da USC resultou de estudos feitos pela equipe de inteligência da SSP e foi motivada pelos índices de criminalidade registrados nesses locais, onde houve significativo aumento do número de homicídios dolosos desde 2011. Segundo Aluísio Mendes, a expectativa é de redução em até 70% do índice de criminalidade na área, a partir da instalação da Unidade.

Agradecimentos

Durante a fase de construção do complexo, várias lideranças comunitárias daqueles bairros e moradores em geral promoveram agradecimentos ao Governo do Estado e à Secretaria de Segurança Pública pela iniciativa de implantar a USC na localidade.

No último mês de dezembro, por exemplo, o Grupo de Ação e Renovação Popular (Garp) e o Conselho Comunitário de Segurança (Conseg) dos três bairros, homenagearam toda a cúpula do Sistema de Segurança com placas de reconhecimento ao trabalho realizado.

Na ocasião, o coordenador de Juventude do Grupo Garp, Rubens Ferraz, disse que os índices de criminalidade em toda a região tendem a diminuir significativamente com a instalação do projeto. “Trabalhamos para que essa idéia se concretizasse. O Garp e o Conseg lutaram para isso. O objetivo está alcançado e agradecemos a disposição da SSP em implantar este projeto maravilhoso em nossa comunidade”, observou.

O líder comunitário Antonio Marcos Silva também foi enfático em ressaltar a importância da instalação da Unidade na região. “O secretário de Segurança se sensibilizou com a nossa causa. Daqui a dois dias toda a nossa comunidade poderá usufruir de todo esse empreendimento inédito”, enfatizou.

Miguel Souza, vice-presidente do Conselho Comunitário de Segurança local, também falou da importância da instalação da Unidade. “Para nós é um sonho realizado. Nos tranqüiliza muito saber que este projeto está sendo implantado aqui, principalmente para nossos filhos que crescerão em um ambiente mais seguro. Trabalharemos em conjunto com a polícia para que isso possa se perpetuar”, comentou, entusiasmado.

Outras Unidades

Além da USC da Divinéia/Vila Luizão, o bairro do Coroadinho também será contemplado, ainda este ano, com o projeto. A intenção da SSP é estender a iniciativa para outros bairros da capital bem como para o interior do estado.

Estão previstas a construção de mais 6 unidades na capital. Além do Coroadinho, bairros como o Anjo da Guarda, Itaqui Bacanga, Cidade Olímpica, Cidade Operária, João de Deus, Liberdade, São Raimundo já possuem o projeto arquitetônico concluído.
No interior, cidades como Codó, Peritoró, Coroatá, Santa Inês, Imperatriz e São José de Ribamar também estão na lista.  A meta da SSP é que até 2014 existam em todo o Maranhão 24 USCs, sendo 18 na capital e 6 no interior.

UNIDADE DE SEGURANÇA COMUNITÁRIA

– Localização: Avenida Argentina, Rua Peru, esquina com Avenida Argentina, na Divinéia
– Inauguração: Fevereiro de 2013
– Atendimento: 120 mil moradores dos bairros Divinéia, Vila Luizão e Sol e Mar
– Valor da obra: R$ 1.248.070,16
– Área externa do terreno: 1.778 m²
– Área interna: 475 m²
– Sistema de Videomonitoramento com 10 câmaras distribuídas em locais estratégicos e escolhidas pela própria população, cobrindo toda a região 24 horas. Serão interligadas ao Ciops.
– 92 policiais militares
– 5 viaturas
– 4 motocicletas
– 2 novos quadriciclos

Fonte: Secretaria Estadual de Comunicação (Secom)

sem comentário »

Igreja faz campanha para recuperar réplica da Torre de Pisa em Montes Altos

2comentários
Réplica da Torre sde Pisa, em Montes Altos; em encontro com o padre Brandão, Adriano Sarney declarou apoio à campanha

Réplica da Torre sde Pisa, em Montes Altos; em encontro com o padre Raimundo Brandão, Adriano Sarney declarou apoio à campanha

Cartão Postal do Município de Montes Altos, a famosa réplica da Torre de Pisa pede socorro. A torre foi construída em 1994, em comemoração aos 100 anos da chegada dos padres capuchinhos italianos ao Maranhão. Decorridos quase 20 anos depois da inauguração, o monumento nunca passou por qualquer reparo. Devido ao grande desgaste, os moradores, em parceria com o padre Raimundo Brandão, resolveram iniciar uma campanha de arrecadação, definida como “Grande Corrente de Amigos”, para restauração da Torre da Igreja Matriz.

O presidente do Comitê Metropolitado do Partido Verde, Adriano Sarney, aderiu à iniciativa. Sempre voltado para o social, sensibilizou-se com a causa e colocou-se à disposição dos moradores daquela cidade. Ele recebeu em seu escritório o padre Brandão e reforçou seu apoio à reforma do monumento. “Conheço Montes Altos e sei da importância da torre para a sociedade monte-altense e para o Estado. O monumento é referência turística da região, eu não poderia deixar de apoiar essa iniciativa”.

O padre, que está em campanha de arrecadação de recursos por todo o Estado, elogiou a atitude de Adriano e mostrou-se grato em nome do povo de Montes Altos. “Sinto-me lisonjeado e agradecido por tal iniciativa do Adriano. Precisamos de mais jovens como ele, engajados ao social. Montes Altos agradece”, declarou o religioso.

Para contribuir com a campanha basta depositar qualquer valor em dinheiro na conta corrente da Diocese de Carolina: CONTA: 407-3 AGÊNCIA: 5389-9 Banco Bradesco.

2 comentários »

Bolsa Família: cerca de 32,4 mil famílias maranhenses precisam atualizar cadastro

2comentários

bolsa familiaDas 111.491 famílias no estado do Maranhão que precisavam fazer, no ano passado, a atualização dos seus dados no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal, 32.352 em 214 municípios não participaram do processo, o que representa 29,0% do público. Essas famílias tiveram o benefício do Bolsa Família bloqueado no mês de fevereiro e têm até o final do mês para que o responsável, que é o titular do cartão de saque, procure um posto de atendimento do programa em sua cidade e evitar o cancelamento do benefício.

Após regularizar a situação, elas voltarão a receber o benefício normalmente a partir do mês de março. As famílias receberam avisos nos extratos bancários de pagamento, ao tentarem sacar o benefício em fevereiro, com orientações para procurar a gestão municipal. Se a família já tiver feito a atualização após 18 de janeiro, ela não precisa fazer mais nada e voltará a receber o benefício normalmente a partir de março, inclusive a parcela bloqueada em fevereiro.

Todo ano, o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) identifica e informa às prefeituras as famílias que estão com informações desatualizadas há mais de dois anos. A atualização cadastral é um dos mecanismos de controle do Bolsa Família.

Segundo o diretor do Departamento de Benefícios do MDS, Walter Emura, qualquer alteração – como mudança de endereço ou de renda, localização da escola dos filhos para acompanhamento da frequência escolar ou composição familiar – deve ser comunicada à gestão municipal. “O cadastro atualizado significa nós podermos pagar corretamente as famílias beneficiadas. A atualização cadastral é de fundamental importância para manutenção da comunicação com os beneficiários.”

Fonte: Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome

2 comentários »

Demissão em massa de diretores gera nova crise na educação municipal de São Luís

9comentários
Chaguinhas com Edivaldo: vereador denunciou demissão em massa na Câmara Municipal

Chaguinhas com Edivaldo Holanda Jr.: vereador denunciou demissão em massa de diretores e cobrou providência do prefeito de São Luís

A demissão de cerca de 200 diretores de escolas que ocupavam cargos comissionados repercutiu negativamente para o prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior, e gerou uma nova crise na educação municipal. Faltando exatos cinco dias para o início do ano letivo de 2013, dezenas de unidades de ensino da capital ainda não têm planejado seu cronograma de atividades em razão da medida. A portaria que determinou as exonerações foi baixada pelo prefeito dia 7 deste mês, mas somente na última quinta-feira (14) os profissionais souberam que estavam demitidos.

A grande maioria dos diretores afastados tinha o trabalho nas escolas como única fonte de sustento. Muitos ficaram desesperados ao saber que estavam desempregados. Segundo informações repassadas ao blog, os ex-diretores terão direito a receber por apenas sete dias de trabalho – justamente o período de fevereiro anterior à portaria.

Os gestores acusam Edilvado Holanda Júnior de ter descumprido a promessa feita em campanha de que todos os servidores contratados do Município que estivessem trabalhando efetivamente teriam os empregos mantidos.

Denúncia

A demissão em massa de diretores veio a público na última segunda-feira, quando o vereador Chaguinhas (PRP) criticou a medida no Plenário da Câmara Municipal. Ele cobrou providência do prefeito e afirmou que as medida foi tomada para acomodar apadrinhados políticos da atual gestão municipal. Um exemplo aconteceu na escola Paulo Freire, na Liberdade, onde uma diretora que ocupava o cargo há mais de uma década foi exonerada em em seu lugar assumiu uma leiga, que, segundo fontes, não teria experiência para exercer a função.

Na opinião deste blog, as exonerações são um contra-senso, pois ocorrem em um período crítico, a poucos dias do reinício das aulas, e depois de um ano desastroso para a educação municipal.

Com a necessidade urgente de reorganização da rede municipal de ensino, o mais sensato seria manter os profissionais já habituados com a rotina escolar, que tinham conhecimento dos problemas das escolas e já vinham trabalhando para contorná-los.

Diante das circunstâncias, a demissão em massa de diretores é, no mínimo, temerária.

9 comentários »

Weverton Rocha apóia movimento de garimpeiros de Serra Pelada

0comentário
Weverton Rocha entre grupo de gariméiros que buscam direitos por meio de Proposta de Emenda à Constituição

Weverton Rocha entre grupo de garimpeiros que buscam direitos por meio de Proposta de Emenda à Constituição

Na tarde desta quarta-feira (20/2) estiveram em Brasília cerca de 30 garimpeiros de Serra Pelada, organizados na Associação de Garimpeiros de Serra Pelada, em nome de seu presidente, o comunicador maranhense Toni Duarte.

A Agasp busca junto à justiça brasileira reparar o “holocausto” a que foram acometidos mais de 100 mil brasileiros, levados aos garimpos por influência do Governo Federal, em uma “corrida do ouro tupiniquim”. Lá em Serra Pelada lhes foram tomadas a liberdade, a convivência com a família, a saúde e, muitas vezes, a vida.

“Após 20 anos de exploração desenfreada do ouro nacional e da mão de obra barata nacional faz-se necessário uma reparação a essa classe que tanto sofreu naquele formigueiro humano que foi a Serra Pelada”, destaca Toni Duarte.

Os garimpeiros solicitam o retorno à pauta de votação da plenária da Proposta de Emenda a Constituição (PEC) 405/2009 que trata da inclusão dos garimpeiros e pequenos mineradores ao Regime Geral da Previdência Social. “Vamos lutar não só para que essa votação aconteça, temos que lutar junto aos garimpeiros para que toda a injustiça cometida a classe e aos seus familiares seja reparada, para que o povo brasileiro se lembre ou descubra o que fizeram com os garimpeiros de Serra Pelada”, confirmou o deputado Weverton.

sem comentário »

Maranhão adere à luta em defesa da energia eólica no Nordeste

0comentário
Secretários Ricardo Guterres, Rogério Marinho e o diretor da Abeeólica, empresário Pedro Cavalcanie

Secretários Ricardo Guterres, Rogério Marinho e o diretor da Abeeólica, empresário Pedro Cavalcanie

O secretário de Estado de Minas e Energia, Ricardo Guterres, é um dos articuladores da elaboração de um conjunto de reivindicações da Região Nordeste em defesa da energia eólica a ser entregue, em março, para a presidenta Dilma Rousseff, durante reunião da Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (Sudene), em Natal (RN). As primeiras articulações foram realizadas, nesta quarta-feira (20), durante encontro, em Natal, entre secretários de energia de estados do Nordeste e empresários do setor eólico.

Em Natal, esta semana, Ricardo Guterres se reuniu como o secretário de Desenvolvimento Econômico do Rio Grande do Norte, Rogério Marinho, e o diretor da Associação Brasileira de Energia Eólica (Abeeolica), Pedro Cavalcanti. Participaram, também, secretários de Energia do Ceará e do Piauí.

Ricardo Guterres informou que a principal reivindicação dos estados do Nordeste para a presidenta Dilma é que o Governo Federal instale linhas de transmissão estruturantes para assegurar o escoamento dasáreas produtoras de energia eólica.  Como vice-presidente regional do Fórum Nacional de Secretários de Estado para Assuntos de Energia (FNSE), Guterres vai articular os secretários para que as reivindicações sejam unificadas.

A proposta é que sejam criadas as condições para a montagem de duas linhas. A primeira, de São Luís, onde está o Porto do Itaqui, até o município de João Câmara, no Rio Grande do Norte, passando pela região produtora de energia eólica dos municípios maranhenses de Paulino Neves e Tutoia, pelo Piauí e Porto de Pecém, em Fortaleza. A segunda, de Sobradinho, na Bahia, até o norte de Minas Gerais, passando pela Bahia.
Ricardo Guterres afirmou que o Maranhão está recebendo um dos maiores investimentos em energia eólica do Brasil, na atualidade, com a instalação, pela empresa Bioenergy, nos municípios de Paulino Neves e Tutoia, de 50 parques eólicos, cada um com 10 aerogeradores, com capacidade total para produzir 1.500 MW de potência e investimentos que totalizam R$ 6 bilhões, até 2016.

“No Maranhão, aBioenergy anunciou para a governadora Roseana Sarney que já está construindo, por conta própria, 240 quilômetros de linha de transmissão Região de Paulino Neves/Tutóia até a subestação de Miranda do Norte. O ‘linhão’ de São Luís/João Câmara que estamos projetando em parceria com o Governo Federal,vai consolidar os investimentos da Bioenergy, além de outros que estamos atraindo para o Maranhão, nos próximos anos, com a criação do Mapa Eólico”, afirmou Guterres.

O secretário afirmou que, energia eólica será um dos temas centrais da reunião da Sudene, em março, com presença dos governadores. “Para o Maranhão, como um estado que será grande produtor, o assunto é de grande interesse”.

Fonte: Secretaria Estadual de Comunicação (Secom)

sem comentário »

Chuva faz prefeitura cancelar Carnaval do Lava Garfos em Paço do Lumiar

1comentário

A Prefeitura de Paço do Lumiar divulgou nota informando o cancelamento do Carnaval do Lava-Garfos, que seria realizado no próximo sábado, no Viva Maiobão. O motivo são as fortes chuvas que têm castigado o município e toda a região metropolitana de São Luís.

O evento deverá ser realizado em uma nova data, ainda a ser definida. Abaixo, a nota:

A Prefeitura de Paço do Lumiar, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Lazer, informa que o evento “Carnaval do Lava Garfos” – Carnaval fora de época de Paço do Lumiar -, anunciado para este sábado (23/02), no Viva Maiobão, foi cancelado, devido às fortes chuvas. O evento acontecerá em data a ser previamente divulgada.

1 comentário »

PM do Maranhão tem o menor efetivo do país e uma arma para cada dois policiais

1comentário
Tabela mostra déficit de armamento da PMMA

Tabela mostra déficit de armamento da PMMA

A Polícia Militar do Maranhão dispõe de uma arma de fogo para cada dois policiais. Esse é um dos dados revelados pela Pesquisa Perfil das Instituições de Segurança Pública, divulgada ontem pelo Ministério da Justiça. A razão entre o armamento e o efetivo da PM maranhense é de 2,15, a maior do país, o que significa dizer que dois militares têm que dividir um mesmo revólver, pistola, metralhadora ou outro tipo de arma. A corporação tem ainda a maior proporção entre o número de homens por habitante: 876, que a coloca na pior posição também nesse quesito. As informações corroboram as queixas da tropa de falta de condições materiais para fazer frente à criminalidade crescente no estado.

O arsenal da PM é composto por 3.530 armas de fogo, para um efetivo de 7.585 homens. Ou seja, o armamento disponível não dá para suprir sequer a metade do contingente. Os instrumentos bélicos estão divididos entre revólveres (1.200), pistolas (2.330), carabinas (401), espingardas (96), metralhadoras (161) e fuzis (800).

A tropa dispõe também de 693 algemas e 2.253 coletes à prova de bala. Em relação a estes últimos, contata-se que não cobrem nem mesmo um terço da tropa, diferente do que ocorre no Espírito Santo, São Paulo, Paraná e Distrito Federal, onde o número de coletes é superior ao efetivo.

Para se ter ideia de quão defasada está a PM do Maranhão no quesito armamento, em apenas três estados a defasagem se aproxima da registrada pela nossa briosa, ainda assim, em menor razão: Rio Grande do Norte (2,05), Amazonas (1,98) e Paraíba (1,73).

Efetivo

A PM maranhense não encontra parelha em nenhuma outra unidade da Federação quando o assunto é déficit de efetivo. O Paraná, segundo colocado, tem 610 policiais por habitante, portanto, bem distante da realidade local. O cenário ganha contornos ainda mais dramáticos quando se sabe que o Distrito Federal, melhor colocado nesse quesito, dispõe de 168 PMs por habitante, um índice de primeiro mundo e impensável para o Maranhão, pelo menos neste momento.

O concurso realizado pelo Governo do Estado, para a contratação de 1 mil homens para a PM, deverá amenizar a situação, mas, nem de longe, tirará o Maranhão da incômoda posição.

1 comentário »