Moto empata com Salgueiro e segue fora do G4

0comentário

O Moto empatou com o Salgueiro por 0 a 0, no Estádio Cornélio de Barros, em Salgueiro, pela sexta rodada da Copa do Nordeste.

As duas equipes precisavam da vitória para melhorar a classificação, principalmente o Moto Club, mas pouco criaram e o resultado reflete bem o que foi a partida.

Com o empate, o Moto permanece na última colocação do Grupo B, agora com 7 pontos. O Salgueiro segue na terceira posição do Grupo A, com 6 pontos.

O Moto ainda segue com chances de classificação, mas terá que vencer os dois jogos que ainda terá pela frente contra Fortaleza e Sergipe, e torcer por tropeços dos adversários.

O Moto só volta a jogar pela Copa do Nordeste, no sábado (23), às 16h, contra o Fortaleza, no Estádio Castelão, em São Luís. o Salgueiro enfrenta o bahia, no domingo (14), às 19h, na Fonte Nova, em Salvador.

Foto: Kris de Lima/ TV Grande Rio

sem comentário »

Mobilidade urbana

4comentários

Por Adriano Sarney

Cerca de dois dias após minha primeira abordagem em relação ao tema mobilidade urbana, São Luís viveu uma paralisação surpresa no seu transporte público. Também na mesma semana a cidade viveu um caos no trânsito. Dezenas de pessoas relataram situações absurdas que demonstram uma realidade muito pior do que a relatada por mim em artigo anterior.

Na segunda-feira (25 de fevereiro) uma equipe de empresa de telecomunicação decidiu fazer, em pleno horário de pico, um reparo em fiação de poste na esquina da Rua Renato Vieira e Avenida dos Franceses. Os técnicos interditaram metade da via e lá ficaram por horas. A ação destrambelhada causou um engarrafamento que se alastrou do bairro Alemanha até o bairro Cohama.

Em pleno 2019 e a Prefeitura de São Luís sequer é comunicada de uma atitude danosa ao trânsito, ou seja, fica evidente uma completa falta de sintonia entre a administração municipal e as empresas, privadas ou públicas, que prestam serviços no perímetro urbano.

São Luís precisa de uma legislação que discipline horários de carga e descarga de grandes veículos, como caminhões pesados, extra-pesados e trucados, em vias de grande fluxo. É inadmissível que empresários, ou até mesmo o poder público, se apossem de ruas e avenidas impedindo o ir e vir das pessoas.

E em relação aos reparos e outros serviços que necessitam de espaços nas vias, o ideal seria impedir que eles acontecessem em momentos críticos no trânsito. Caso sejam inevitáveis, devem ser comunicados a Prefeitura que deve, imediatamente, criar condições para que seus impactos no trânsito sejam minimizados.

Destarte, a aprovação dos transportes de passageiros por meio de aplicativos foi uma boa notícia nos últimos dias, um contraste diante deste completo deserto de ideias ao qual passamos na mobilidade urbana de São Luís. É gratificante saber que a Câmara de Vereadores prezou pelo bem-estar do povo e garantiu-lhe mais uma opção de transporte.

Contudo, acho que podemos avançar mais em automação. O conceito de internet das coisas (que se refere à conexão de todo tipo de eletrônicos) deve ser colocado em prática para poder melhorar o trânsito. Por meio desta tecnologia a Secretaria de Trânsito e Transportes (SMTT) pode determinar onde o trânsito necessita de intervenção.

Quantas vezes você já teve problemas com aplicativos de geolocalização? É preciso, urgentemente, realizar convênios com gigantes do setor como Google, Apple e Facebook para tornar o uso dessas ferramentas mais eficientes.

Outro problema: A relação entre donos de empresa de ônibus e rodoviários. A Prefeitura precisa deixar de ser refém dessa relação tóxica que prejudica a população. No dia 26 de fevereiro, milhares de trabalhadores acordaram cedo e passaram horas em paradas de ônibus esperando um transporte que não viria. Tudo por conta de uma questão trabalhista que está sendo travada na Justiça.

A Prefeitura, ao que tudo indica, dá a entender que não tem responsabilidade direta com esta situação. Se fosse governada por um prefeito ciente de suas obrigações, iria exigir que os culpados por este ato abominável fossem responsabilizados juridicamente. Precisamos fortalecer a ideia de que, no que diz respeito a um homem público, o lado do povo é a única opção.

Lamento pelos acontecidos entre os dias 25 e 27 de fevereiro na mobilidade urbana de nossa cidade e quero deixar claro que a cada dia que passa estudo mais e me preparo para poder dar minha contribuição para a melhoria do trânsito e dos transportes em nossa cidade.

*Adriano Sarney é deputado estadual, economista com pós-graduação pela Université Paris (Sorbone, França) e em Gestão pela Universidade Harvard.

4 comentários »

São Luís recebe final do Maranhense de Beach Soccer

0comentário

A partir desta terça-feira (12), a cidade de São Luís se tornará a capital do beach soccer. A Arena Domingos Leal, localizada na Lagoa da Jansen, receberá a etapa final do Campeonato Maranhense de Beach Soccer de Seleções Municipais, competição promovida pela Federação Maranhense de Beach Soccer (FMBS) com o patrocínio do governo do Estado e da Cerveja Glacial por meio da Lei de Incentivo ao Esporte.

A fase final ocorre após a realização de sete etapas regionais, que serviram como seletiva para esta etapa decisiva com a participação das melhores seleções do Estado. Ao todo, a fase final do Campeonato Maranhense de Beach Soccer de Seleções Municipais contará com 10 equipes.

As definições dos grupos e da tabela dos jogos ocorrerão durante congresso técnico, que será realizado na terça-feira com a participação dos representantes da seleções. A expectativa da organização é que a arena receba um grande público durante toda a semana. As rodadas classificatórias terão início às 18h30.

“Estamos felizes com a chegada da fase final após meses de disputas por todas as regiões do Maranhão. Só temos a agradecer ao governo do Estado e à Cerveja Glacial por acreditar no beach soccer maranhense. Essa etapa decisiva será bastante disputada e o público que comparecer à arena vai acompanhar grandes jogos. Queremos ter casa cheia todos os dias. Fica aqui o convite para prestigiar o campeonato. A entrada é gratuita”, afirmou Eurico Pacífico, presidente da Federação Maranhense de Beach Soccer.No site da FMBS (www.beachsoccerma.com.br) e em suas redes sociais oficiais (@beachsoccerma), estão disponíveis todas as informações da competição estadual. O Campeonato Maranhense de Beach Soccer de Seleções Municipais é uma realização da Federação Maranhense de Beach Soccer (FMBS) e conta com o patrocínio do governo do Estado e da Cerveja Glacial por meio da Lei de Incentivo ao Esporte.

Foto: Paulo de Tarso Jr.

sem comentário »

Magia, emoção, aventura e boas risadas no Now

0comentário

O mês de março do NOW tem tanta novidade bacana, que fica difícil decidir qual assistir primeiro. Mas como o Oscar aconteceu faz pouco tempo, vale colocar indicados e vencedores do Prêmio da Academia na lista de prioridades.

Começando por Infiltrados no Klan, que ganhou o Oscar de Melhor Roteiro Adaptado e assim, deu a Spike Lee sua inédita estatueta dourada. Outra novidade é A Esposa, que tinha Glenn Close concorrendo como Melhor Atriz.

A magia também vai dominar a programação do NOW. Este mês, a plataforma ganha mais um filme do universo mágico criado por J.K.Rowling: Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald, com Eddie Redmayne, Johnny Depp. Jude Law, Ezra Miller, Zoe Kravitz, Don Fogler e Alison Sudol. Vale lembrar que é possível assistir todos os filmes da Saga Harry Potter e o Animais Fantásticos e Onde Habitam quando, onde e quantas vezes quiser.

Diretamente do fundo do oceano, Aquaman bateu todos os recordes de bilheteria da DC Comics e foi considerado um dos melhores filmes do universo criado pela editora de HQs. Com Jason Momoa no papel de Arthur Cury, o filme ainda tem Nicole Kidman como a rainha Atlanna, Amber Heard como Mera e Willem Dafoe como Vulko.

Falando em sucesso, Minha Vida em Marte também levou multidões para os cinemas Brasil afora. A comédia nacional com Paulo Gustavo e Mônica Martelli levou mais de 4 milhões de pessoas para as salas de cinema e chega no NOW em março. 

Esses e muitos outros filmes podem ser acessados no NOW, por clientes da NET e Claro, no site nowonline.com.br ou app para tablets e smartphones. Os assinantes do pacote de TV das operadoras também assistem pelo canal 1 do controle remoto.

Confira a lista de lançamentos de março:

A esposa, Nancy Drew: Hidden Staircase, Tudo acaba em festa, Aquaman, Lego DC super heroes: Batman, A nossa espera, A mata negra, Utoya – 22 de Julho, Corações batendo alto, A enfermeira, Maria Callas, Noivozilla, The Bouncer (Lukas), Cadáver, Amor não tem preço, Infiltrados na Klan, Temporada, Justiça – Entre a lei e a vingança, A caça, Thousand yard stare, O pequeno bulldog, Minha vida em marte, Crowningjules, Geraldo Azevedo – Solo contigo, Bia 2.0, Carrasco americano, Animais fantásticos: os crimes de Grindelwald, Justice League: fatal five, A vida em si, The Kindergarter, Encantado, Meu querido filho, Verão (Leto), Conquistar, amar e viver intensamente, Attraction: a guerra está próxima, Perversidade, Conto de falhas, O ódio que você semeia, Voodoo, Maus momentos no Hotel Royale, Robin Hood: o origem, They shall not grow old, Maligno, Obsessão perigosa, Conspiração – ameaça global, The trigonal: fightfor Justice, 30 noites de sexo, Fera selvagem e Lizzie.

sem comentário »

Dom Felipe e o Carnaval

0comentário

Por José Sarney

Dom Felipe — Dom Felipe Benito Conduru Pacheco, grande intelectual, glória de São Bento, de onde era filho — escreveu muitos livros, dentre eles Pai e Mestre, biografia de seu progenitor Benício Conduru, que abriu a vala e fez a comporta no Rio Aurá, para facilitar o acesso à cidade de São Bento, e uma história da Igreja — História Eclesiástica do Maranhão — fundamental para o estudo da evangelização no Estado. Foi bispo de Parnaíba, onde aposentou-se. Já velho, morava aqui no Palácio Episcopal, sendo arcebispo Dom João Motta. Governador, eu recebia sempre uns bilhetes de Dom Felipe, a quem dedicava uma deferência especial, pois fora ele quem me batizara em 1930.

Meu slogan de governo era “Maranhão Novo”, numa empolgação por realizar as grandes obras que mudaram o Maranhão, como o porto do Itaqui, a São Luís-Teresina, a universidade, as faculdades, e com o grande desenvolvimento que conseguíamos. Pois bem, passado o Carnaval de 1967, recebi uma carta de Dom Felipe, dizendo: “Governador Sarney: Enquanto não se acabar com a devassidão do Carnaval, não fale em Maranhão Novo.” Ele não se conformava com os populares “bailes de máscara”, com as mulheres todas vestidas de “dominó” e mascaradas — e assim livres de ser identificadas e podendo se esbaldar. Nas portas havia sempre uma comissão de reconhecimento para evitar a entrada de prostitutas ou de homens vestidos de mulher.

Era uma atração especial e característica do carnaval de nosso Estado e se tivessem continuado acho que seria um atrativo especial para os turistas que marcaria o Maranhão.

O nosso saudoso Cafeteira, Prefeito de São Luís, como Dom Felipe, também não gostava dessa liberdade carnavalesca e proibiu os bailes de máscara. Fez-se até uma marchinha muito cantada, que dizia “Cafeteira não quer / Máscara neste Carnaval”, o que provocou uma grande discussão, uns apoiando e outros, inclusive eu, protestando, querendo que continuassem, pois faziam parte de nossa tradição.

Assim, esta discussão sobre a liberdade de costumes liderada pelo Rei Momo, não é nova, vem de longe e o povo gosta. Mas sempre houve exagero e hoje, com a destruição dos valores cristãos, a coisa fica de jacaré nadar de costa.

Acima dos excessos, que devemos condenar e policiar, não há coisa mais bonita e brasileira do que a alegria explosiva e contagiante do nosso povo, nas suas fantasias e ritmos.

Os mascarados não desapareceram somente do Maranhão, mas do Brasil inteiro, pois o que quase todos querem é mostrar a cara. Enquanto isso Dom Felipe está no céu, pedindo ao Criador que acabe a devassidão, e Cafeteira se conforta com a exibição dos biquínis nos belos corpos das mulheres que passam nos extraordinários carros dos desfiles das Escolas de Samba.

Coluna do Sarney

sem comentário »

Moto pega o Salgueiro na Copa do Nordeste

0comentário

O Moto enfrenta o Salgueiro, neste domingo (10), às 19h30, no Estádio Cornélio de Barros, em Salgueiro pela sexta rodada Copa do Nordeste e que você acompanha pela Rádio Mirante AM.

Com 6 pontos ganhos, o Moto é o último colocado no grupo B e precisa vencer para continuar com chance de classificação para a próxima fase.

No último sábado (2), o Moto dominou o Santa Cruz, no Estádio Castelào, mas acabou derrotado por 1 a 0. Na quarta-feira (7), o Moto empatou com o ABC, em Natal, por 2 a 2, mas pela Copa do Brasil e acabou eliminado nas cobranças de pênaltis.

O técnico Wallace Lemos deve repetir a mesma equipe que enfrentou o ABC. A única dúvida é Lucas Hukck que deixou a partida do meio de semana machucado.

O time do Moto deve atuar com: Rodolfo; Diego Renan, Lucas Dias, Alisson e Mateus; Lucas Hulk (Victor Salvador), Naílson e Juninho Arcanjo; Evandro Russo, Diego Vitor e Márcio Diogo.

Foto: Ailton Cruz/Gazeta de Alagoas

sem comentário »