Só um milagre…

4comentários

Imperatriz1

Se já não estava fácil a classificação do Imperatriz para a próxima fase do Campeonato Brasileiro Série D, diria que agora ela só acontecerá por um milagre.

É que o campeão maranhense precisava vencer o Santos, em Macapá para continuar na briga, mas numa tarde em que tudo deu errado, o Imperatriz perdeu por 3 a 2, mesmo com o adversário tendo dois jogadores expulsos e não depende mais de si para seguir adiante.

O Imperatriz cumpre uma campanha pífia nesta Série D, com apenas 38,1% de aproveitamento até aqui após sete jogos.

O Imperatriz tem apenas um jogo a cumprir, no próximo sábado, no Frei Epifânio contra o Palmas. Vai precisar golear e torcer para que o Ríver empate ou perca em Teresina para o Santos-AP.

Em caso de vitória do Santos diante do Ríver, o Imperatriz terá que torcer para que o time do Amapá não ganhe o Guarani de Juazeiro na última rodada. E ainda terá que aguardar o resultado entre Palmas e Ríver que também se enfrentarão na última rodada.

Diria que a missão é quase impossível para o Imperatriz. Para pensar em classificação o Cavalo de Aço primeiro vai ter que golear o Palmas e a partir daí torcer por uma combinação de resultados.

Vamos rezar e torcer muito…

Foto: Rafael Moreira/GE-AP

4 comentários »

Saúde em pauta

3comentários

helenaduailibe

A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SEMUS) e Conselho Municipal, realizará, entre os dias 1º e 3 de setembro, a 10ª edição da Conferência Municipal de Saúde de São Luís, no Auditório Central da Universidade Federal do Maranhão (UFMA).

O objetivo da Conferência Municipal de Saúde é avaliar e propor diretrizes para a formulação da política de saúde nos três níveis de gestão (federal, estadual e municipal), além de ampliar as discussões junto a população sobre a saúde púbica como um todo.

A conferência Municipal elegerá também seus delegados, que participarão da conferência estadual que, por sua vez, indica seus representes na Conferência Nacional de Saúde. O tema da conferência é “Saúde pública para cuidar bem das pessoas – Direito do povo brasileiro”.

A titular da Secretaria Municipal de Saúde, Helena Duailibe, reforçou o papel das conferências e a importância da participação conjunta dos gestores, usuários e trabalhadores do Sistema Único de Saúde no debate. “É uma determinação do Prefeito Edivaldo que todos os gestores de área participem conjuntamente com a gestão pública municipal”, disse a secretária.

3 comentários »

Foco no G4

0comentário

SerieB

Encerrada a vigésima primeira rodada do Campeonato Brasileiro Série B, o Sampaio perde a posição no G4 no saldo de gols para o América-MG, mas o empate fora de casa com o Macaé mantém a equipe no grupo daquelas que brigam pelo acesso para a Série A.

Na próxima rodada, o Sampaio enfrenta o Mogi Mirim que é o penúltimo colocado, nesta terça, às 20h30, no Estádio Castelão. Apesar da fase ruim do time paulista, o Sampaio não deve achar que já garantiu os três pontos.

Deve encarar o Mogi Mirim como mais uma decisão e como joga dentro de casa deve fazer valer a boa campanha até aqui diante da sua torcida. Só não pode é perde o caminhão de gols que perdeu no Moacyrzão.

Não adianta mais lamentarmos os gols perdidos e embora a equipe não tenha tempo para trabalhar até a próxima terça-feira terá que corrigir os erros durante a partida mesmo.

sem comentário »

Saúde e política

0comentário

AndreaMurad

A deputada Andrea Murad (PMDB) voltou a cobrar a manutenção do governo para os hospitais de 20 leitos que estão presentes em 44 municípios maranhenses. A preocupação se intensificou com as declarações do secretário de Estado da Saúde, Marcos Pacheco, durante reunião com prefeitos e secretários municipais de saúde, que disse não saber o que fazer com os hospitais. “Aí as pessoas me perguntam: o que vc vai fazer com os hospitais de 20 leitos? Eu sei lá pô! Quem tem que dizer o que vai ser feito é a regional, não sou eu”, declarou o gestor. A deputada sugeriu a intervenção da Famem para que o diálogo avance e os hospitais sejam mantidos.

“Espero que o Presidente da Famem, o Gil Cutrim, assuma essa bandeira, que ele realmente represente os prefeitos, porque a maioria está insatisfeita com a proposta do secretário Márcio Jerry e do secretário Marcos Pacheco. Os hospitais de 20 leitos são uma grande conquista para o povo, não são para os prefeitos, não são para os políticos, são uma grande conquista para o povo maranhense. Enquanto o Governador Flávio Dino quer fechar os hospitais, o povo quer que eles estejam abertos atendendo a população nos seus municípios. Então, acho que o Presidente da Famem, o Gil Cutrim, deve lutar pelas causas dos prefeitos e não do governo. Eu realmente vou estar aqui na torcida para que o Gil Cutrim faça aquilo que ele foi eleito para fazer, que é defender os municípios maranhenses”, discursou.

Para a deputada Andrea Murad, cada município merece ter seu próprio hospital e que a proposta do conglomerado, com o objetivo de ratear a saúde nas regiões, onde cada município vai oferecer um tipo de serviço, não tem a aprovação dos prefeitos que ainda se sentiram forçados a aderir à Portaria nº 113, que trata de repasses dos recursos de acordo com o número de habitantes e atendimentos, considerado pela deputada com o valor abaixo do necessário.

“Isso fica muito claro que o Governo do Estado não tem o menor interesse em manter os hospitais que foram feitos nos municípios. Tanta luta, tanto trabalho e o Governo acha que os municípios não devem ter os seus hospitais. Aí disse que poderia dar uma ajuda através da Portaria nº 113, só que ele diminui os repasses, ao mesmo tempo em que ele diz “eu sei lá, pô, o que eu vou fazer”. Quer dizer que a população não merece ter um hospital funcionando na sua cidade porque o Governo entende que não precisa, porque para o Governo basta um hospital regional e estaria tudo resolvido”, disse Andrea Murad.

sem comentário »

Pré-candidato em São Luís

0comentário

RobertoRocha

O senador Roberto Rocha (PSB) afirmou ontem a O Estado que será pré-candidato a prefeito de São Luís em 2016. A declaração foi dada cinco horas antes do encontro do partido – que reuniria as executivas municipal e estadual -, na sede da Fetaema (Araçagi). Até o fechamento desta edição, às 15h, o senador sustentava a decisão de se candidatar.

“Decisões que dizem respeito às eleições municipais devem ser acordadas pelas executivas municipal e nacional do partido. Lideranças do PSB já vinham colando o meu nome para a disputa e agora eu decidi acatar essa indicação”, afirmou o senador.

Para o encontro de ontem do PSB, esperava-se a consagração da pré-candidatura do deputado estadual Bira do Pindaré a prefeito de São Luís. Estava prevista no evento a presença dos governadores do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), e de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), e do presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira.

Outro olhar – Rocha afirmou que sua pré-candidatura nasce com a proposta de dar a São Luís um novo olhar político. “São Luís não pode ser tratada como uma cidade qualquer. Ela afeta a vida de todo o estado. O que se faz aqui influencia todo o Maranhão. As soluções para os problemas da capital não devem ser pensadas somente de olho no calendário eleitoral, a exemplo de ações de asfaltamento e tapa-buracos feitas somente às vésperas das eleições”, assinalou o senador.

Com a inclusão de Rocha na corrida pela Prefeitura da capital, a equação de pré-candidatos que se apresenta até o momento deve sofrer forte impacto. O cenário anterior trazia a deputada federal Eliziane Gama (PPS), o prefeito Edivaldo Júnior (PDT) e o ex-prefeito e deputado federal João Castelo (PSDB) como nomes mais cotados a dividir o eleitorado ludovicense. Há ainda o ex-deputado Gastão Vieira, do Pros, que poderá entrar na disputa também.

Correndo por fora, mas com possibilidades reais de mudar os rumos da história, o ex-secretário estadual Ricardo Murad (PMDB) segue no páreo pré-eleitoral, com o respaldo de ter provocado um salto positivo da saúde pública em São Luís. Murad já afirmou sua convicção de disputar a Prefeitura, seja pelo seu partido atual ou por outra legenda caso necessário, provavelmente o PTN.

sem comentário »

Festa em São Vicente Férrer

0comentário

EdilazioJunior

O deputado estadual Edilázio Júnior (PV) participou esta semana (27), da comemoração pelos 159 anos de emancipação do município de São Vicente Férrer.

Ao lado da prefeita Maria Raimunda Araújo, o parlamentar, que tem forte atuação política no município desde o seu primeiro mandato, participou de um culto em praça pública e assistiu parte da programação festiva do município, que incluiu torneios de futebol, corrida de cavalo, corrida de carroça, corridas infantil, masculina e feminina, além da inauguração de uma escola, entrega de premiação aos vencedores das competições e shows culturais e religiosos.

Edilázio ainda foi homenageado – ao receber de forma simbólica, o primeiro pedaço do bolo -, das mãos da prefeita. O parlamentar tem conseguido viabilizar, por meio de articulação política, obras no município, além de assegurar emendas para uma série de investimentos do poder público.

“Sinto-me honrado pela homenagem, e mais convicto de que tenho cumprido com a minha missão de ajudar o nosso estado a se desenvolver. O nosso desejo é de que São Vicente Férrer continue crescendo e dando à sua população melhor qualidade de vida”, disse.

Participaram das comemorações ao lado do deputado e da prefeita Maria Raimunda, os vereadores J.R. (PMN), presidente da Câmara Municipal, Gatinho (PSC), Marcelo Sousa (PMDB), Zequinha (PTB), Jailson (PMN) e Magno de João de Deus (PRP).

sem comentário »