A força da história

1comentário

À medida que se aproxima o período de convenções partidárias, o grupo de pré-candidatos a senador vai ganhando forma mais consistente, e um detalhe começa a pesar em relação aos nomes postos à disposição do eleitor: a história de cada candidato. O peso dos serviços prestados e da credibilidade deve influenciar fortemente o eleitor, segundo apontam as pesquisas.

É nesse aspecto que se fortalecem nomes como o do atual senador Edison Lobão (MDB) e dos deputados federais Sarney Filho (PV) e José Reinaldo Tavares (PSDB). Com larga experiência política e serviços prestados ao longo de mais de 30 anos, os três pré-candidatos levam vantagem exatamente pelo recall que possuem nos 217 municípios.

Mesmo assim, o governador Flávio Dino (PCdoB) optou por apostar em dois nomes ainda sem capilaridade no Maranhão, como os dos deputados federais Weverton Rocha (PDT) e Eliziane Gama (PPS). Sem histórico político consistente, sem reconhecimento por parte do eleitor, os dois dinistas amargam ainda presença tímida no levantamento das pesquisas. Para o Palácio dos Leões, “os dois serão levados pela força da máquina”.

Mas Sarney Filho e Lobão contam com um trunfo a mais: a força popular e o carisma da ex-governadora Roseana Sarney (MDB), que lidera a chapa em que estarão concorrendo. Roseana é um dos mais fortes cabos eleitorais maranhenses, com presença tão significativa a ponto de suplantar até mesmo máquinas de governo. E é isso que faz a força dos seus dois candidatos a senador.

Estado Maior

1 comentário para "A força da história"


  1. santos

    Zeca, trabalhando na Mirante, para a dona, tem que falar bem mesmo!! Mas que a caravana foi um fiasco, isso foi! Se quiser te mando os vídeos, mas tu tem que publicar, nele a caravana foi vazia. Abraços!

deixe seu comentário