Edivaldo avança na construção de Ecopontos

1comentário

Com 90% das obras concluídas, o Ecoponto que está sendo instalado pela Prefeitura de São Luís no bairro São Raimundo entra em fase final de obra e deve ser inaugurado nos próximos dias pelo prefeito Edivaldo. O Ecoponto será o 11º entregue pelo prefeito, garantindo à população um espaço para a coleta seletiva e destinação ambientalmente adequada de materiais recicláveis ou em condições de reuso. Com isso, a Prefeitura segue avançando no cumprimento das metas estabelecidas pela Política Nacional de Resíduos Sólidos.

Além de ser uma importante política de limpeza urbana, os Ecopontos também fortalecem a cadeia produtiva de resíduos sólidos em São Luís e fomenta a economia solidária. As obras do Ecoponto São Raimundo foram iniciadas em junho deste ano. O equipamento está localizado na Rua 4, próximo ao ponto final da linha de ônibus que atende ao bairro. As baias de alvenaria para acondicionamento de materiais recicláveis já estão concluídas, faltando apenas a colocação das placas de identificação, que seguem os padrões definidos de coleta seletiva: amarelo para metal, azul para papel, vermelho para plástico e verde para vidro. As instalações sanitárias e parte administrativa também já foram concluídas.

Os operários seguem trabalhando na concretagem do piso para manobra de veículos durante a descarga nas caixas estacionárias e na pavimentação com pedra brita da área de circulação de veículos e pedestres. “A estrutura dos Ecopontos foi projetada para ser uma área de fácil circulação de pessoas e veículos, de fácil identificação dos setores e com um modelo de fácil adaptação às características do terreno onde cada unidade é construída. Por isso, é uma obra que avança com rapidez”, informou a presidente do Comitê Gestor de Limpeza Urbana, Carolina Moraes Estrela.

Como ocorreu com os demais Ecopontos, o do bairro São Raimundo está sendo instalado em uma área conhecida por ser um ponto de descarte irregular na comunidade, deixando a localidade vulnerável à proliferação de criadouros para o mosquito Aedes aegypti, que transmite doenças como a dengue, chikungunya e zika vírus.

(mais…)

1 comentário »

Brasil é eliminado pela Bélgica da Copa do Mundo

0comentário

Mais uma das seleções favoritas ao título está fora da Copa do Mundo. Desta vez a seleção eliminada foi a do Brasil ao ser derrotada por 2 a 1 para a Bélgica nas quartas de final.

O Brasil começou o jogo melhor e assustou primeiro em um escanteio que Tigo Silva desviou e a bola foi no travessão direito.

Aos 12 minutos do primeiro tempo Kompany desviou após cobrança de escanteio, a bola resvalou em Fernandinho e tirou as chances de Alisson

Aos 30 minutos, Lukaku partiu em velocidade e rolou para De Bruyne. O atacante bateu forte e ampliou para a Bélgica.

No segundo tempo, o Brasil dominou o jogo mas parava nas defesas do goleiro Courtois. Aos 30 minutos, Coutinho lançou e Renato Augusto marcou de cabeça.

O Brasil chegou criando chances de empatar e quase Renato Augusto faz o segundo. Aos 48, Douglas Costa fez boa jogada pela direita e passou para Neymar. O camisa 10 bateu no alto e Courtois fez mais uma grande defesa.

Com a vitória, a Bélgica vai enfrentar na semifinal a França que bateu o Uruguai por 2 a 0.

Foto: Pedro Martins / MoWa Press

sem comentário »

Câmara vai discutir implantação de porto no Cajueiro

0comentário

A Câmara Municipal de São Luís aprovou, nesta semana, requerimento de autoria do vereador Honorato Fernandes (PT), solicitando a realização de uma audiência pública para tratar sobre o tema: “Direitos violados na implantação do porto no Cajueiro”. A audiência será realizada no dia 9 de agosto, às 10h, no plenário do Legislativo Municipal.

O Cajueiro é uma comunidade tradicional da zona rural de São Luís, que atualmente vive sob ameaça por conta do projeto de construção de um porto privado na região, o Porto São Luís. Grande parte da região foi comprada pela WPR São Luís Gestão de Portos e Terminais LTDA, que vem subjugando a população do local para a instalação do terminal portuário, ignorando os impactos socioambientais do empreendimento, a tradição da comunidade, bem como seus direitos assegurados por escritura de posse concedida pelo Governo do Estado.

Segundo os moradores da comunidade, desde 2014, época da efetivação da venda do terreno, a empresa tem realizado uma série de ataques para expulsar a comunidade tradicional do Cajueiro. Dentre estes ataques, destacam-se o uso de seguranças privados agindo com intimidação na comunidade, tentativa de instalação de cancelas para proibir os pescadores de terem acesso ao mar, além da derrubada de casas dos moradores.

A questão já foi inúmeras vezes pautada pelo vereador Honorato Fernandes, que em 2017 entrou com uma representação junto à Secretaria de Transparência do Governo do Estado, questionando a venda do território onde a WPR pretende construir o empreendimento.

“Precisamos discutir os impactos que este empreendimento trará para a nossa cidade, sobretudo, para a comunidade do Cajueiro. Este é um ataque não só à comunidade do Cajueiro, mas à ilha de São Luís e aos direitos de homens e mulheres de bem, um povo que carrega nossa história, de nossos antepassados e toda nossa herança cultural”, disse Honorato ao justiçar ao justificar a necessidade de realização da audiência.

No mês de março deste ano, o Porto São Luís foi lançado com previsão de conclusão das obras para 2021. Mas, em abril, o Ministério Público Federal (MPF) no Maranhão propôs ação civil pública, com pedido de liminar, pedindo a suspensão do licenciamento ambiental e obras do porto, reconhecendo ainda a sua nulidade.

Foto: Divulgação

sem comentário »

Andrea aponta incoerência de Flávio Dino

3comentários

3 comentários »

Sampaio está pronto para decisão em Salvador

1comentário

Já em Salvador para a grande final da Copa do Nordeste 2018 contra o Bahia, o Sampaio faz os últimos ajustes para o duelo. Na estratégia montada nada de intensidade a treinos técnicos e táticos. A ideia inclusive é de repetição do mesmo onze que entrou em campo na partida de ida.

No pensamento da comissão técnica a prioridade é recuperação física dos jogoadores. Na tarde desta sexta-feira, a equipe faz uma atividade leve em Salvador, quando encerra a breve preparação o duelo.

O técnico Roberto Fonseca fala em decisão em aberto, apesar da vantagem do Sampaio. Entretanto, o treinador faz questão de exaltar a força do grupo boliviano.

– Está 1×0 pra gente contra uma grande equipe. Mas nosso grupo também é forte e tem demonstrado isso. Não chegamos à decisão por acaso, e precisamos jogar com a mesma determinação para conquistar esse título – afirmou.

O técnico Roberto Fonseca ainda confirmou, mas deverá colocar em campo o mesmo onze que venceu o Bahia no jogo de ida da decisão. A equipe deverá ir a campo com Andrey; Bruno Moura, Joécio, Maracás e Alyson; Willian Oliveira, Diego Silva, Fernando Sobral e Danielzinho; João Paulo e Uillian Barros.

A partida de volta entre Sampaio e Bahia será neste sábado, às 17h45, na Arena Fonte Nova. Por ter vencido o jogo de ida por 1 a 0, a Bolívia Querida joga pelo empate e por uma derrota por um gol de diferença desde que marque gol na casa do adversário. Uma vitória do Bahia por 1 a 0 leva a decisão do título para os pênaltis.

Foto: Lucas Almeida

Leia mais

1 comentário »

Glalbert viabiliza retomada de obra em Matões

0comentário

A obra de Construção da Escola Estadual no município de Matões do Norte foi retomada esta semana. Parada há quase dois anos, a obra é fruto de uma parceria iniciada na gestão do ex-prefeito Solimar Alves e do Governo do Estado, e ficou completamente abandonada durante os  18 meses da gestão do prefeito Padre Domingos Costa.

Solimar se reuniu há cerca de um mês com o deputado estadual Glalbert Cutrim (PDT) em busca de ações para o município de Matões do Norte, na ocasião o ex-prefeito apresentou um quadro da situação atual do município, e solicitou ao deputado, apoio para que o Governo do Estado retomasse e concluísse a construção da Escola de Ensino Médio, com seis salas de aulas na sede do município.

De acordo com o ex-prefeito, ainda durante a sua gestão, foi feita a doação de um terreno para que o Governo do Estado e início da construção da Escola que atenderá a demanda do município. O ex-prefeito também fez a cessão de um prédio municipal para o funcionamento provisório da escola de ensino médio até a conclusão da obra.

“Atento a demanda municipal e sabendo da competência do Governo do Estado para oferecer a escola de ensino médio, na época que fui prefeito do município de Matões, fiz a doação do terreno e demos prosseguimento a todos os tramites. Infelizmente, nosso mandato terminou e o processo ficou completamente parado, prejudicando centenas de alunos do nosso município. Diante do descaso do gestor municipal, pedi apoio do nosso deputado para junto ao Governo do Estado, retomar esse sonho para os pais e filhos de Matões do Norte”, destacou o ex-prefeito.

O vereador Wallas Lisboa (DEM) esteve na manhã desta quinta-feira (5), no canteiro de obra, e conversou com o proprietário da empresa Sebastião Pereira Ferreira Júnior–ME, que garantiu que em 150 dias, a obra será entregue a população de Matões do Norte. “Vamos acompanhar semanalmente o progresso da obra, e manter o deputado Glalbert Cutrim atualizado do avanço. Investir na educação é o maior compromisso de todo político com a população”, destacou o vereador.

sem comentário »

Flávio Dino é denunciado à Justiça Eleitoral

1comentário

O Diretório Estadual do MDB no Maranhão protocolou nesta semana representação na Justiça Eleitoral solicitando providências contra o uso, pelo governador Flávio Dino (PCdoB), de uma ação de distribuição de dinheiro à população de baixa renda em benefício da sua pré-candidatura à reeleição.

Segundo o partido, o comunista tem utilizado a comunicação institucional do Governo do Estado para beneficiar-se pessoalmente do programa “Cheque Minha Casa”, por meio do qual distribuíram-se, na última semana de maio, mais de 1,7 mil cheques, no valor de R$ 5 mil cada um.

O MDB alega que, na divulgação da ação, a publicidade oficial tem destacado no nome do governador, como forma de garantir-lhe dividendos político-eleitorais às vésperas da eleição de outubro.

“Embora aprioristicamente o programa mencionado possa parecer ligado à materialização dos mais nobres predicados de justiça social, devese destacar que a forma como fora materializado encontram-se eivada por inúmeros vícios de ilicitude, na medida em que vilipendia a legislação eleitoral pertinente em diversos dispositivos, caracterizando não somente a realização de conduta vedada, mas também cristalino abuso de poder”, destaca o texto da representação.

Para o partido, recursos públicos estão sendo utilizados, no caso, para “alavancar” a pré-candidatura de Flávio Dino.

“O fato que ora se representa, portanto, traduz o claro emprego de recursos públicos, arrecadados com a cobrança de elevada carga tributária, para fins de alavancar a candidatura do Representado à reeleição para o cargo de governador. A ilicitude mostra-se tão grave neste caso que viola, concomitantemente, não somente a igualdade do pleito, mas também a moralidade pública e a probidade administrativa”, completa.

Na ação, o MDB ressalta o título de um dos textos oficiais sobre a entrega dos cheques: em vez de destacar uma iniciativa do governo, a reportagem sobre o tema, divulgada no portal oficial do Governo do Maranhão, exalta a figura do próprio governador.

“No caso em tela, parece clara a referida subsunção típica, na medida em que, em todos os veículos oficiais destaca-se explícita e diretamente o nome próprio do governador do Estado e não propriamente do governo do Estado. É dizer: em vez de o portal oficial do Estado do Maranhão noticiar ‘Governo do Maranhão entrega mais de 1 mil novos Cheques Minha Casa’, noticia ‘Governador Flávio Dino entrega mais de 1 mil novos Cheques Minha Casa’”, conclui o partido, para quem “há clara violação à impessoalidade e à moralidade administrativa”.

O Estado

1 comentário »