Zé Reinaldo diz que levará experiência ao Senado

2comentários

O candidato ao senado José Reinaldo Tavares (PSDB) foi o entrevistado desta sexta-feira (31), na Rádio Mirante AM, pelo jornalista Roberto Fernandes. (Clique aqui para ouvir a entrevista)

José Reinaldo que já exerceu o cargo de ministro do transporte, secretário de infraestrutura do Maranhão, vice-governador do Maranhão, governador e atualmente é deputado federal pelo Maranhão pela segunda vez disse que levará ao Senado a sua experiência na política e a luta que vem enfrentando para mudar a desigualdade no Maranhão.

“Tenho lutado pelo Maranhão, lutado muito pela educação. Conheço profundamente o povo maranhense as necessidades e fico angustiado com essa pobreza que vemos no Maranhão atualmente como nunca tínhamos visto.”

Segundo o candidato, para desenvolver o país é necessário maior investimento em uma educação de qualidade para as crianças de 0 a 6 anos, pois segundo ele, é nessa fase que se forma o cidadão.

“A educação no Brasil é torta. A maior parte do dinheiro da educação vai para o ensino superior. E o ensino básico que deveria ser à base de tudo, onde deveria ter um investimento muito maior, pois ali q se forma o cidadão, é a menor parcela do investimento”, afirmou.

Ao ser perguntado sobre o seu rompimento com o governador Flávio Dino, o candidato José reinaldo desconversou e disse que “faz parte do passado”.

“Essa questão do Flávio ficou no passado. O que eu quero é lutar mais pelo o Maranhão”, disse

Nesta Segunda-feira (3), serão retomadas as entrevistas com os candidatos ao Senado. O entrevistado será o candidato Sarney Filho (PV). Veja a ordem das entrevistas:

. Segunda-feira (03/09) – Sarney Filho (PV)
. Terça-feira (04/09) – Weverton Rocha (PDT)
. Quarta-feira (05/09) – Preta Lú (PSTU)
. Quinta-feira (06/09) – Eliziane Gama (PPS)
. Segunda-feira (10/09) – Samuel Campelo (PSL)
. Terça-feira (11/09) – Edison Lobão (MDB)

Foto: Zeca Soares

2 comentários »

A força da história

1comentário

À medida que se aproxima o período de convenções partidárias, o grupo de pré-candidatos a senador vai ganhando forma mais consistente, e um detalhe começa a pesar em relação aos nomes postos à disposição do eleitor: a história de cada candidato. O peso dos serviços prestados e da credibilidade deve influenciar fortemente o eleitor, segundo apontam as pesquisas.

É nesse aspecto que se fortalecem nomes como o do atual senador Edison Lobão (MDB) e dos deputados federais Sarney Filho (PV) e José Reinaldo Tavares (PSDB). Com larga experiência política e serviços prestados ao longo de mais de 30 anos, os três pré-candidatos levam vantagem exatamente pelo recall que possuem nos 217 municípios.

Mesmo assim, o governador Flávio Dino (PCdoB) optou por apostar em dois nomes ainda sem capilaridade no Maranhão, como os dos deputados federais Weverton Rocha (PDT) e Eliziane Gama (PPS). Sem histórico político consistente, sem reconhecimento por parte do eleitor, os dois dinistas amargam ainda presença tímida no levantamento das pesquisas. Para o Palácio dos Leões, “os dois serão levados pela força da máquina”.

Mas Sarney Filho e Lobão contam com um trunfo a mais: a força popular e o carisma da ex-governadora Roseana Sarney (MDB), que lidera a chapa em que estarão concorrendo. Roseana é um dos mais fortes cabos eleitorais maranhenses, com presença tão significativa a ponto de suplantar até mesmo máquinas de governo. E é isso que faz a força dos seus dois candidatos a senador.

Estado Maior

1 comentário »

José Reinaldo Tavares sofre acidente de carro

0comentário

O deputado federal José Reinaldo Tavares (PSDB) sofreu um acidente de carro na tarde deste domingo, próximo à entrada de Santo Amaro, na BR-402, na região dos Lençóis maranhenses.

Segundo a PRF, o veículo, uma Toyota SW4, se deslocava de Barreirinhas para Rosário, quando na altura do km 150, teria tentado desviar de um pedestre que atravessava a rodovia sem a devida atenção, momento em que o condutor perdeu o controle do veículo e capotou várias vezes.

Entre os quatro ocupantes da camioneta estavam o ex-governador e deputado federal José Reinaldo Tavares e a esposa dele. Duas pessoas teriam sofrido ferimentos, mas não houve confirmação dos nomes.

A assessoria de José Reinaldo Tavares informou que o deputado “está recebendo os primeiros atendimentos médicos, em São Luís, no Hospital São Domingos, onde chegou consciente e aparentemente sem graves sequelas”.

A assessoria aguarda a divulgação do boletim médico oficial do hospital.

Foto: PRF

sem comentário »

Evento em Alcântara expõe crise dos Tucanos

1comentário

O deputado federal José Reinaldo Tavares, pré-candidato a senador pelo PSDB, não integrou no fim de semana uma agenda do pré-candidato a governador do partido, o senador Roberto Rocha, em Alcântara.

A caravana tucana contou com a participação do também pré-candidato a senador Alexandre Almeida e do deputado federal Waldir Maranhão – que ainda alimenta o sonho de ser candidato a senador.

O Estado, o ex-governador disse que até a próxima sexta-feira, 8, estará em outras atividades. “Estou em outra programação até sexta-feira”, declarou.

A ausência de um dos pretensos companheiros de chapa de Rocha, no entanto, chama atenção em meio à crise interna vivida pelos tucanos.

No início da semana passada, o secretário-geral da sigla, Sebastião Madeira, enquadrou José Reinaldo Tavares- e ameaçou o parlamentar até de expulsão do partido -, depois de ele insistir no apoio à pré-candidatura do deputado Eduardo Braide, do PMN, ao Governo do Estado.

Ex-prefeito de Imperatriz, Madeira critica o fato de José Reinaldo seguir atuando pela viabilização da pré-candidatura de Braide, quando o PSDB tem seu próprio nome na disputa.

Segundo ele, o PSDB pode negar legenda ao parlamentar caso ele não se enquadre.

“Afronta a todos nós com essa história de apoiar também candidatura do deputado Eduardo Braide. Isso não é correto, o PSDB tem um candidato a governador, o senador Roberto Rocha, e é por ele que nós temos que lutar. Quem não quiser abraçar o nosso projeto, não tem problema, pode sair do partido. Mas ninguém vai continuar agindo assim, porque se isso continuar, nós vamos tirar a vaga de candidato e entregar para outro. E não haverá ninguém que mude essa decisão”, declarou.

A declaração foi dada apenas dias depois de José Reinaldo tornar público que manteve mais um encontro com Braide. Após um almoço com o deputado estadual, ele anunciou a um grupo de apoiadores do seu projeto que o deputado do PMN estava oficialmente na disputa pelo governo.

“Estou autorizado a dizer que ele é definitivamente candidato. Ele [Braide] ainda vai anunciar oficialmente, mas me autorizou a dar essa informação”, disse, então.

Após a manifestação de Madeira, o ex-governador reagiu. Em nota, disse que o colega de partido está, “entre útil e afoito”, sendo “desbragadamente usado” por adversários políticos. Mas garantiu que segue respeitando o tucano.

“Nutro um enorme respeito pelo ex-prefeito e ex-deputado Sebastião Madeira, que neste momento, entre útil e afoito, tem sido desbragadamente usado para atender aos interesses dos mais afetados pela ameaça de uma terceira via nas eleições deste ano. […] Conheço Madeira e sei que ele não servirá como tábua de salvação para nenhum tripulante de um barco que está afundando. Que a verdade e o espírito democrático possam se sobrepor às querelas e aos jogos dos que abusam do poder para me intimidar e confundir a população”, comentou.

Em contato por telefone com a reportagem de O Estado, mas sem emitir juízo de valor, o senador Roberto Rocha já disse que Madeira “tem autoridade” para falar pelo partido. Ele não comentou, contudo, a ausência do colega de partido na agenda do fim de semana.

O Estado

1 comentário »

Zé Reinaldo reage a ameaças de Sebastião Madeira

0comentário

O deputado federal Zé Reinaldo (PSDB) reagiu há pouco à ameaça do secretário-geral do partido, Sebastião Madeira, de que ele pode perder a vaga de pré-candidato a senador tucano se continuar a apoiar o projeto de candidatura de Eduardo Braide (PMN) ao Governo do Estado.

Ao Blog do Gilberto Léda, o ex-governador disse que Madeira está, “inocentemente”, fazendo o jogo do Palácio dos Leões.

“Madeira, inocentemente, faz o jogo do Palácio, causando a discórdia que só interessa a Flávio”, disse.

O parlamentar também emitiu uma nota oficial, na qual diz ter respeito pelo ex-prefeito de Imperatriz, mas entender que ele está, “entre útil e afoito”, sendo “desbragadamente usado” por adversários políticos.

Leia a íntegra o comunicado:

“Por compreender que o equilíbrio de todo e qualquer debate público é exercido, com legitimidade, somente na plena vigência da democratização do acesso à informação, utilizo este expediente para fazer esclarecimentos à população maranhense e à classe política em geral.

Desde que me posicionei a favor da candidatura do deputado estadual Eduardo Braide ao Governo do Estado, tenho sido alvo de constantes ataques sob o comando do poderio econômico e político que – em desrespeito ao papel fundamental da imprensa – usam profissionais da comunicação para mandar recados a mim, sem que o meu ponto de vista possa sequer ser manifestado.

É de conhecimento público que sempre fui um político acessível a todos, inteiramente aberto ao diálogo e jamais me furtaria à ocasião de conversar com membros de qualquer partido – ainda mais com quadros relevantes do PSDB como Sebastião Madeira e Roberto Rocha, partido ao qual estou oficialmente filiado.

Nutro um enorme respeito pelo ex-prefeito e ex-deputado Sebastião Madeira, que neste momento, entre útil e afoito, tem sido desbragadamente usado para atender aos interesses dos mais afetados pela ameaça de um terceira via nas eleições deste ano.

Aproveito a ocasião para fazer um registro histórico. Quando decidir criar a Frente de Libertação do Maranhão, em 2006, o saudoso Jackson Lago rebelou-se com a estratégia de lançarmos três candidatos ao Governo. E, no auge da discordância, chegou a me acusar de ser um agente infiltrado de Sarney para implodir a oposição. O resultado todos conhecem: Lago consagrou-se nas urnas, eleito governador do Maranhão, em uma vitória que entrou para a história.

Conheço Madeira e sei que ele não servirá como tábua de salvação para nenhum tripulante de um barco que está afundando.

Que a verdade e o espírito democrático possam se sobrepor às querelas e aos jogos dos que abusam do poder para me intimidar e confundir a população.

Brasília, 29 de maio de 2018.”

José Reinaldo Tavares
Deputado Federal

sem comentário »

Usos e abusos de Flávio Dino

1comentário

O deputado estadual Raimundo Cutrim (PCdoB) é a mais nova vítima da fúria comunista a qualquer um que ouse questionar os métodos e ações do chefão Flávio Dino e seus auxiliares mais próximos.

Cutrim, um especialista em Segurança, tem criticado a atuação do titular da pasta, Jefferson Portela. Bastou isso para que a mídia alugada pelo Palácio dos Leões passasse a tratá-lo com os mais absurdos impropérios.

E pensar que Cutrim se filiou ao PCdoB ainda nas eleições de 2014, tendo a ficha homologada pelo próprio Flávio Dino. E pensar que, até pouco tempo atrás, Cutrim era visto como exemplo de coragem, tanto pela cúpula comunista quanto pela mídia patrocinada pelo Palácio dos Leões.

O deputado do PCdoB não é o único a ser usado por Flávio Dino – usado e abusado, melhor dizendo – e depois descartado como “chupa de laranja”.

Um exemplo recente foi vivido pelo deputado federal Waldir Maranhão (agora no PSDB). Maranhão se expôs ao ridículo nacionalmente, ao tentar anular, por decreto, o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT), sob a orientação de Flávio Dino. Em troca, esperava reconhecimento do chefão comunista. Esperou por mais de dois anos um gesto de agradecimento, que nunca veio. Agora, o parlamentar é tratado como descarte.

Até o ex-governador José Reinaldo Tavares (PSDB) foi usado e abusado por Dino e descartado quando o comunista entendeu não servir mais aos seus planos.

É bom que neodinistas que ora se apresentam ponham as barbas de molho com o uso e abuso de aliados pelo comunista. Eles podem ser os próximos a ser descartados.

Estado Maior

1 comentário »

Tucanos assinam filiação de José Reinaldo Tavares

14comentários

O deputado federal e ex-governador do Maranhão, José Reinaldo Tavares assinou a sua ficha de filiação ao PSDB.

O ato de filiação foi nesta quarta-feira (3), em Brasília e contou com a presença do senador Tasso Jeiressati, do presidente do PSDB no Maranhão, Roberto Rocha e do ex-prefeito de Imperatriz, Sebastião Madeira.

O deputado José Reinaldo Tavares é pré-candidato a senador na chapa encabeçada pelo senador Roberto Rocha que é pré-candidato ao governo do Maranhão.

O próximo a se filiar no PSDB será o deputado estadual Alexandre Almeida que também disputará uma vaga ao Senado. Um grande ato em Timon, na sexta-feira (6) marcará a chegada de Alexandre ao ninho dos Tucanos.

Foto: Divulgação

14 comentários »

PSDB anuncia filiação de Zé Reinaldo e Alexandre

3comentários

O presidente da Executiva Estadual do PSDB, senador Roberto Rocha divulgou manifesto, nas redes sociais, no qual dá boas-vindas ao deputado federal José Reinaldo Tavares e ao deputado estadual Alexandre Almeida.

Os dois parlamentares estarão se filiando nos próximos dias no partido e serão, respectivamente, pré-candidatos a senador.

“Temos agora o desafio de manter a proa rumo a um porto seguro em outubro deste ano, com as candidaturas de Geraldo Alckmin, presidente e Roberto Rocha, governador. Agora, o PSDB do Maranhão recebe de braços abertos os deputados Alexandre Almeida e Zé Reinaldo para compor a chapa majoritária como candidatos ao Senado Federal”, diz o manifesto.

Leia o manifesto na íntegra:

“O PSDB é feito de mulheres e homens destemidos e corajosos.

Ao longo de anos Jaime Santana, Sebastião Madeira, Roberto Rocha e João Castelo fizeram do PSDB um dos partidos mais importantes do Maranhão.

Há os que se queixam do vento. Os que esperam que ele mude. E os que procuram ajustar as velas.

Arrumamos o barco, içamos as velas, e estamos todos motivados e navegando na mesma direção.

Temos agora o desafio de manter a proa rumo a um porto seguro em outubro deste ano, com as candidaturas de Geraldo Alckmin, presidente e Roberto Rocha, governador.

Agora, o PSDB do Maranhão recebe de braços abertos os deputados Alexandre Almeida e Zé Reinaldo para compor a chapa majoritária como candidatos ao Senado Federal.

No PSDB temos rumo e mapa. Como uma equipe coesa, rumamos na mesma direção.

Vamos tocar o barco, de vento em popa, todos juntos, para a vitória no Brasil e no Maranhão.

Executiva Estadual do PSDB/Maranhão.”

3 comentários »

José Reinaldo confirma sua filiação ao PSDB

0comentário

O deputado federal José Reinaldo Tavares confirmou, neste sábado (31), a sua filiação nos próximos dias ao PSDB.

Ele foi convidado pelo governador de São Paulo, o Tucano Geraldo Alckmin a disputar uma das vagas ao Senado pela legenda.

“O governador Alckmin terá, como em São Paulo, dois palanques no Maranhão, um, do seu partido, o PSDB, que terá como candidato a governador Roberto Rocha e o palanque de Eduardo Braide, futuro candidato ao Governo do Maranhão, também com o apoio de Alckmin”, disse.

José Reinaldo disse que Alckmin conversou com Roberto Rocha, presidente do PSDB, no Maranhão que se manifestou favorável à sua chegada.

“Roberto Rocha teceu elogios à minha pessoa, o qual agradeço agora, publicamente. Roberto afirmou que não havia impedimento da parte dele para que esse entendimento pudesse se concretizar”, destacou.

Leia o comunicado na íntegra:

“Com o respeito e a cordialidade que sempre mantive com a imprensa maranhense e por entender que o compromisso fundamental dos comunicadores profissionais é com a responsabilidade na divulgação da verdade dos fatos, acima de especulações, faço os esclarecimentos que seguem.

Tenho uma antiga e sólida ligação com o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin. Fomos colegas na Câmara dos Deputados, fomos vice-governadores e, em seguida, governadores de nossos estados, na mesma época. Possuo muito respeito pelo homem e pelo político Alckmin. Conservo também uma amizade muito antiga e forte com o coordenador da campanha do governador Alckmin à Presidência, senador Tasso Jereissati, pois vivemos juntos grandes episódios da história política brasileira e isso permitiu que, por diversas vezes, conversássemos sobre o Maranhão.

Na última terça-feira (20), encontrei com o governador Alckmin, na posse da deputada Tereza Cristina, minha amiga do PSB, agora no DEM, na Frente Parlamentar em Defesa da Agricultura. Ele me viu e veio falar comigo sobre o Maranhão e eu disse que estou sempre pronto a ajudá-lo. Na terça feira à noite, recebi uma ligação do governador me convidando para ir a São Paulo conversarmos, convite que eu prontamente atendi na quarta-feira passada (21).

Tivemos um longo e produtivo diálogo. Ao final, o governador informou que iria ouvir o senador Roberto Rocha, presidente do partido no Maranhão sobre o que discutimos. Ontem (30), sexta-feira, logo cedo pela manhã, ele me ligou para dizer que tinha conversado com Roberto Rocha que, por sua vez, teceu elogios à minha pessoa, o qual agradeço agora, publicamente. Roberto afirmou que não havia impedimento da parte dele para que esse entendimento pudesse se concretizar.

Com essa compreensão, esclareço o que ficou decidido: o governador Alckmin terá, como em São Paulo, dois palanques no Maranhão, um, do seu partido, o PSDB, que terá como candidato a governador Roberto Rocha e o palanque de Eduardo Braide, futuro candidato ao Governo do Maranhão, também com o apoio de Alckmin.

Eu, portanto, me filiarei ao PSDB, serei candidato ao Senado e apoiarei Alckmin nos dois palanques. Além do apoio que recebi do governador paulista, discutimos muito a sua campanha no Estado e fiz um acordo com ele. Se eleito presidente do Brasil, Geraldo Alckmin apoiará os projetos estruturantes do Maranhão, bem como viabilizará o programa proposto pelo Nobel de Economia, James Heckman, a ser transformado em projeto social por mim e outros, com objetivo de diminuir a desigualdade e a pobreza, preparando melhor as novas gerações de maranhenses.

Consegui ainda o compromisso de Alckmin com a nossa refinaria e com o polo petroquímico, que trará milhares de empregos e empresas para o Maranhão. Firmamos compromisso também com o Centro Espacial Brasileiro de Alcântara, com o Programa Espacial Brasileiro, com o apoio à vinda de um parque industrial da indústria espacial e com o Fundo de Desenvolvimento das Comunidades Quilombolas de Alcântara, que estou propondo.

O governador prometeu uma Cooperativa de Microcrédito para homens e mulheres pobres poderem ter acesso a dinheiro barato e, assim, abrirem seus pequenos negócios, além de apoio técnico de São Paulo para qualificar professores, capacitar trabalhadores maranhenses para o trabalho, apoio firme para o nosso Sistema de Saúde e da nossa Segurança.

Desta forma, meus amigos, entraremos firmes na campanha, não apenas a eleitoral, mas na mais importante de todas, a de combater as causas ainda intocadas da pobreza em nosso Estado – a minha maior aspiração como homem público. Vamos juntos colocar o Maranhão em novo patamar de desenvolvimento.”

Com minhas cordiais saudações,
José Reinaldo Tavares
Deputado Federal

sem comentário »

Por todos os lados

15comentários

Absoluto, autoritário, incapaz de observar além do próprio umbigo, o governador Flávio Dino tem vivido nesses últimos dias o resultado de sua capacidade de afastar pessoas e de dificultar a própria experiência no poder. Os movimentos que a oposição maranhense tem tomado nos últimos dias põem claramente em risco o mandato comunista iniciado em 2014.

Um desses últimos gestos foi a conversa da ex-prefeita Maura Jorge (Podemos) com o deputado federal Jair Bolsonaro (PSL), que deve disputar a eleição presidencial.

Bolsonaro é um dos mais revoltosos anticomunistas no Brasil. Seus posicionamentos políticos e sociais são a antítese do que prega, por exemplo, Flávio Dino. Polêmico, o deputado faz questão de confrontar suas ideias com a do comunista. E está pronto para combatê-lo na campanha.

Mas não é apenas Maura Jorge. Flávio Dino terá também que conviver a campanha inteira com a comparação do seu governo com o da ex-governadora Roseana Sarney (MDB). E neste quesito o comunista perde feio em todos os aspectos. E tudo isso será mostrado no horário eleitoral.

Sem falar na presença do senador Roberto Rocha (PSDB), do ex-governador José Reinaldo Tavares (sem partido), e do deputado Eduardo Braide (PMN), todos vítimas do desdém de Flávio Dino. E é com todas essas nuances da campanha que o comunista será obrigado a conviver até outubro.

Estado Maior

15 comentários »