Flávio Dino assina decreto e corta gastos do governo

4comentários

O governador Flávio Dino (PCdoB) editou, decreto que determina cortes em despesas como transportes, veículos e diárias de viagens em toda a administração estadual.

Segundo o governo, a medida foi tomada para enfrentar a prolongada recessão econômica brasileira, que já tirou do Maranhão mais de R$ 1,5 bilhão em transferências federais desde 2015.

De acordo com o decreto, todos os órgãos e entidades do governo do Estado precisam se adequar aos cortes de gastos administrativos.

Nos próximos 30 dias, deverá ser reduzida a frota de veículos locados ao mínimo essencial. A partir de dezembro, ficam suspensas as concessões de novas diárias e aquisição de passagens aéreas até 15 de março de 2019.

A medida vale para servidores civis e militares. Só serão permitidas exceções previamente analisadas e amplamente justificadas. Além disso, cada órgão vai ter que reduzir no mínimo em 30% os serviços de telecomunicação.

Em entrevista à Rádio Mirante AM, o secretário da Casa Civil e deputado estadual, Marcelo Tavares falou sobre o decreto do governo.

“O Maranhão vem sendo um ponto fora da curva em relação a muitos estados brasileiros que estão quebrados. Nós estamos com três anos seguidos de imensa dificuldade financeira no país e o cenário que nós enxergamos para os próximos anos não é um cenário muito diferente. O que parece que vai acontecer no país é uma busca incessante nos cortes públicos e privatizações. Nós temos que fazer o dever de casa, cortar aquilo que é possível cortar sem comprometer os serviços básicos. O que nós estamos fazendo com esse decreto é melhorar o funcionamento da máquina pública. Estamos tomando as medidas necessárias para que o Estado possa comprir os seus compromissos como está fazendo até hoje”, explicou.

Foto: Reprodução/TV Mirante

4 comentários para "Flávio Dino assina decreto e corta gastos do governo"


  1. Werberth JR

    Só acho que deve ser revisto a manutenção de indicados políticos na maquina publica; Tercerizados, comissionados e contratados forever ad hoc. estes entrarão nesses cortes? Com a maquina publica infestada desses… a tendencia é da maquina publica uma hora entrar mesmo num colapso.

  2. João Ribamar Couto Jr

    Sr Governador, os capelães da PM e BM, que são mais de 50 no total com cargos comissionados, irão entrar nesses corte ?? O serviço é necessário, mas poderia ser executado facilmente por 20 % do efetivo atual, e com graduações menores, apenas oficiais subalternos ao inves das altas patentes de coroneis. Se for cortar que comecem por eles tambem

  3. Bb

    Esses cortes são necessários.

  4. werbeth

    olha esses cortes nos carros locados e telefone e bom. pois alguns funcionários abusam do uso dos telefone e dos carros locados passeando para vários locais fazendo dos carros o uso como sendo seu principalmente em uso particular, e era bom o prefeito da capital tomar a mesma atitude ate por que vejo carros da prefeitura locados em supermercados e vi um em que o motorista transportando familiares para fazer compra. pena que anotei a placa mais acabei perdendo o papel, o carro identificado e a pessoa com a criança em cima do volante do carro enquanto alguém da sua família estava no supermercado fazendo compras e aparentemente com o ar condicionado ligado

deixe seu comentário