Feirinha São Luís: uma ideia que veio para ficar

6comentários

A Feirinha São Luís que é coordenada pelo vereador Ivaldo Rodrigues é sem dúvida alguma uma marca na gestão do prefeito Edivaldo Holanda Júnior.

A cada domingo, a Feirinha mostra a importância da revitalização do Centro Histórico e se consolida ainda mais e passa a ser programa obrigatório para maranhenses e turistas que visitam a nossa cidade. Estive mais uma vez na Feirinha e pude comprovar o crescimento do projeto.

A Feirinha reúne arte, artesanato, cultura e incentiva a produção agrícola do pequeno produtor rural e neste domingo celebrou o Dia da Consciência Negra, comemorado no dia 20 de novembro.

Na programaçào de hoje, várias atrações culturais como o show Negro Canto, com Luciana Pinheiro e convidados (Oswaldo Abreu Dicy Rocha Helyne e Jovinha Rocha), destacando a resistência e luta dos afrodescendentes no Brasil; e o ponto alto foi o grande show da banda de reggae Raiz Tribal que deixou a praça Benedito Leite completamente tomada.

“Nossa cidade imerge na cultura de raiz africana, seja na música, na dança, vestimentas, gastronomia, brincadeiras de roda, lendas, então nada mais justo do que comemorar a Semana da Consciência Negra no evento mais democrático da família ludovicense, que une diversos setores diretamente influenciados por nossos ancestrais africanos”, destacou Ivaldo Rodrigues, coordenador da Feirinha.

Foto: Renato Carvalho e Banda Raiz Tribal

6 comentários »

Palmeiras é campeão brasileiro de 2018

0comentário

O Palmeiras venceu o Vasco, por 1 a 0, em São Januário e conquistou o título de campeão brasileiro da Série A com uma rodada de antecedência.

Este foi o décimo título de campeão brasileiro conquistado pelo Palmeiras

O gol da vitória do Verdão foi marcado por Deyverson, no segundo tempo.

Com a vitória, o Palmeiras chegou a 77 pontos e não pode mais ser alcançado pelo Flamengo que venceu o Cruzeiro, em Belo Horizonte e tem 72 pontos.

O Palmeiras obteve até aqui 22 vitórias, 11 empates e apenas quatro derrotas. O Verdão bateu o recorde de invencibilidade que pertencia ao arquirrival Corinthians e somou neste domingo a 22ª partida sem perder. O time também é dono do melhor ataque (60 gols) e defesa menos vazada (24).

Na luta contra o rebaixamento, o Ceará arrancou o empate por 2 a 2, contra o Atlético-PR, em Curitiba.

O Vitória que empatou com o Grêmio por 0 a 0, em Salvador se juntou ao Paraná e está rebaixado para a Série B.

Foto: Flávio Florido

sem comentário »

Torcida aguarda posicionamento de Sérgio Frota

5comentários

Após a despedida do Sampaio do Campeonato Brasileiro Série B com a derrota para o Criciúma por 2 a 0, as atenções agora se voltam para o futuro do Tricolor na próxima temporada.

O técnico Marcinho Guerreiro já concedeu entrevistas falando sobre o relatório entregue ao presidente Sérgio Frota no qual aponta quem deve ficar para a próxima temporada e sugerindo nomes que poderão vir.

Mas como todos nós sabemos como as coisas funcionam no Sampaio, somente esta semana, após o presidente Sérgio Frota resolver dizer o que pensa é que de fato saberemos alguma coisa de concreta no clube.

A tão esperada coletiva de Sérgio Frota, após o término da Série B é aguardada para essa semana. E o que o torcedor mais cobra é a transparência em relação aos recursos recebidos pelo clube na temporada em que o clube foi campeão da Copa do Nordeste e rebaixado na Série B.

Para acalmar a torcida que anda revoltada com o rebaixamento para a Série C, o dirigente já deve anunciar nos próximos dias alguns nomes novos e nomes daqueles que permanecerão.

Certo mesmo, apenas a permanência do treinador para 2019 e o início da preparação para 10 de dezembro. É isso que sabemos do Sampaio….

Foto: Lucas Almeida

 

5 comentários »

500 assaltos a ônibus são registrados em São Luís

0comentário

O Sindicato das Empresas de Transportes (SET) registrou 500 assaltos desde o início de 2018, correspondente a uma média de dois assaltos por dia. Os casos chamam a atenção da Polícia Militar (PM) por causa da participação de adolescentes envolvidos nos assaltos aos coletivos.

A cobradora de ônibus, Nathália Saraiva, conta que foi assaltada quando estava saindo de casa para ir trabalhar, ela afirma ter sido abordada por um garoto armado com uma faca e vestido com o uniforme de uma escola. “Ele colocou uma farda para dizer que vai para escola como uma forma de não levantar suspeitas. O que fica é o sentimento de tristeza porque levaram tudo o que eu tinha”, contou.

No bairro Monte Castelo, a avenida Getúlio Vargas é uma das mais visadas pelos bandidos. O vendedor, Carlos Albino, conta que quase todos os dias os passageiros são assaltados no local enquanto esperam os coletivos.

“Na semana retrasada, dois rapazes estavam com facas e correram atrás do pessoal. Assaltaram um vendedor de bombom e as pessoas que estavam na parada saíram correndo, o assatante correu até certo ponto com a faca na mão, mas desistiu”, afirmou.

Nesta semana, a PM conseguiu prender em flagrante dois criminosos que atuavam na área, Robert Talisson Silva Mendes e Guilherme Oliveira Lopes roubaram uma motocicleta e usaram uma arma de fogo para assaltar os passageiros.

Além dessa prisão, duas adolescentes foram apreendidas após uma tentativa de assalto a um ônibus no bairro do Anil. As meninas de 14 e 17 anos estavam com uma faca e foram imobilizadas pelos passageiros, apenas um homem ficou ferido na mão.

De acordo com o delegado, Joviano Furtado, os assaltos têm um grande número de participação de adolescentes e isso tornou-se algo preocupante. “O que é perceptível nos últimos assaltos é a participação de menores em um número maior. Geralmente eles usam facas, são dependentes químicos, eles praticam aquele roubo para usar drogas e entram em um ônibus que não esteja muito cheio para que eles possam agir. Na sequência eles já ordenam que o motorista pare na próxima parada para que eles possam descer e recolhem os aparelhos celulares”, explicou.

Leia no G1

sem comentário »

O negro no Maranhão

0comentário

Por José Sarney

A raça negra tem uma importância grande para o Maranhão. Em algum momento da História colonial, ela chegou a ser dois terços da nossa população.

A Companhia de Comércio do Maranhão e Grão-Pará, criada por Pombal, trouxe milhares e milhares de negros para, pelo braço escravo, criar grandes plantações de algodão, arroz e cana. Isso fez do Maranhão um dos estados com maior presença negra do Brasil.

Aqui já havia muitos escravos, uma parte trazida pelos tumbeiros, navios que faziam contrabando de africanos. Os mais valiosos eram os da Costa da Mina, homens fortes, altos, robustos. Daí sua religião chamar-se aqui tambor de Mina e não candomblé, como na Bahia. Outros frequentes eram os de Cacheu, na atual Guiné Bissau. Muitos dos testamentos daquele tempo referem-se a escravos de Cacheu, o que mostra a importância destes.

Eu sempre fui um grande defensor da raça negra. Em toda minha vida pública há essa preocupação.

São minhas as frases de que a “maior mancha da história do Brasil é a escravidão” e “nossa maior dívida social é com os negros”.

A grande mudança da política brasileira em relação aos negros, depois do marco da Lei Afonso Arinos, foi feita por mim. Vi a prioridade de sairmos da condenação política de suas deploráveis condições para criarmos instrumentos reais de ascensão. Precisávamos de políticas de discriminação positiva, porque os maiores problemas dos negros, vinculados à discriminação, são a pobreza e a impossibilidade de subir aos níveis de decisão na sociedade. Daí, para começar essa nova visão, nos 100 anos da abolição da escravidão, da Lei Áurea, criei a Fundação Cultural Palmares. Sou autor de dois grandes projetos de promoção dos afro-brasileiros: o primeiro, a ideia das cotas raciais, não somente para universidades, mas nos concursos para o serviço público e em todas as atividades dentro da sociedade; o outro, o do reconhecimento e de todo o processo de titulação das terras quilombolas, a ser feito pela Fundação Palmares.

Sustento que ao lado de Zumbi está o Negro Cosme, que fez um dos maiores quilombos do Brasil, com 3.000 membros, e cujo primeiro ato foi fundar uma escola, já sonhando que na educação estava a liberdade. Foi enforcado em Itapecuru, em praça pública, e merece uma estátua em São Luís.

2Pela minha atuação em favor dos negros, recebi o Troféu Raça Negra, que me foi entregue pelo Reitor, o grande líder e expressão do talento negro, Professor José Vicente, e o título de Chanceler da Ordem do Mérito Memória e Alma de Zumbi dos Palmares.

Creio que a Semana da Consciência Negra deve sempre ter como objetivo as políticas para retirar os afro-brasileiros da pobreza, pois são os mais pobres entre os pobres.

sem comentário »

Banda de Santa Rita é bicampeã nacional

0comentário

O município de Santa Rita chegou mais uma vez ao lugar mais alto do XXV Campeonato Nacional de Bandas e Fanfarras, que está sendo realizado na cidade de Recife. A Banda de Música Bruno Ferreira ganhou o título nacional, chegando ao bicampeonato na categoria Corpo Musical.

O conjunto de Santa Rita foi a única Banda a atingir o coeficiente na categoria Corpo Musical – Marcha Juvenil com 696,1 pontos e um aproveitamento de 89%, o mínimo para ser premiada é de 80%.

A Banda Bruno Ferreira que representa Santa Rita, faturou ainda o título de melhor Corpo Coreográfico ao somar 162 pontos e também de melhor Baliza Feminina com pontua de 127,5 pontos.

O Campeonato Nacional de Bandas e Fanfarras reúne cinco mil integrantes de bandas e fanfarras com apresentações no Marco Zero, no Bairro do Recife, e , e na quadra da Escola de Referência em Ensino Médio (Erem) Sizenando Silveira, na Boa Vista.

Ao todo, são 57 agremiações de 16 estados, participam da competição. A disputa musical começou neste sábado (24), às 8h30 e prossegue até neste domingo (25).

O objetivo do Campeonato Nacional é incentivar a prática musical nas escolas. E ao saber do resultado, o prefeito Hilton Gonçalo comemorou mais uma vez a conquista. “Fico muito feliz com o título mais uma vez. É uma resposta, que temos de acreditar na juventude, na cultura e na força educação pública. A vitória é merecida e todo povo de Santa Rita está representado pela Banda Bruno Ferreira”, declarou.

O coordenador municipal de Juventude de Santa Rita Chardson Ramos, acompanha a banda, representando o secretário municipal de educação Prof. Paullo Márcio e falou da importância de títulos como esses.

“A nossa banda tem muita personalidade, assim como todo o povo santarritense; essa conquista tem um cunho social muito grande, pois incentiva nossos jovens a ingressarem na Escola de música, e assim os profissionaliza, além de tirá-los da ociosidade e do perigo do mundo das drogas”, pontua Chardson.

Na ocasião o Diretor da Escola Sudomilson, bem como o maestro da banda, Prof. Neto, agradeceram ao prefeito Hilton Gonçalo e ao Secretário Paullo Márcio, pela parceria incansável, pelos investimentos na Banda e pela confiança de poder acompanhar e fazer parte desse sonho que fora realizado junto com os componentes da banda.

Foto: Divulgação

sem comentário »