Prefeitura segue com vacinação contra Influenza/H1N1

0comentário

A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Saúde,  inicia uma nova fase da campanha de vacinação contra a Influenza/H1N1 nesta segunda-feira (6), obedecendo à estratégia de imunização por ordem alfabética, no intuito de evitar aglomeração de pessoas e o risco de contaminação pelo novo coronavírus (Covid-19).

Nesta semana, além do público-alvo – crianças de 6 meses a menores de 6 anos; idosos e profissionais de saúde cujos nomes comecem pelas letras E a J – também serão vacinados caminhoneiros. Desde o início da campanha, que tem a parceria do Governo do Estado, conforme dados da Coordenação de Imunização da Semus,  já foram vacinadas mais de 136 mil pessoas. 

Por conta do feriado de Sexta-feira Santa – 10 de abril – neste dia, os pontos de vacinação estarão fechados. A vacina para caminhoneiros acontecerá na terça-feira (7) e quarta-feira (8), das 9h às 12h, em dois postos de combustíveis – Posto Jumbo, dia 07,e Magnólia 2000,  dia 08, ambos na BR- 135.  O Posto Jumbo fica no KM- 05 e o Magnólia, no KM-08.

O drive thru, para vacinação exclusiva de idosos, continuará ocorrendo na Avenida do Contorno, no Complexo Castelinho, na área de provas do Detran. A vacinação, antes realizada nas unidades de saúde, continuará ocorrendo somente nas 12 escolas determinadas pela Prefeitura, com objetivo de garantir segurança a cada cidadão diante da pandemia da Covid-19, uma vez que ambientes de média e grande aglomerações não são recomendados devido ao alto nível de contaminação que o novo vírus oferece.

Nas escolas, o público idoso permanecerá sendo vacinado no período da manhã, das 8h às 12h, e as crianças continuarão sendo vacinadas no turno da tarde, das 13h às 17h.

“Seguindo orientação do prefeito Edivaldo, fizemos uma série de mudanças nas estratégias que visavam não apenas vacinar o maior número de pessoas possíveis, mas também garantir que não houvessem aglomerações. Todas se mostraram muito exitosas, vacinamos em média de 7 mil a 10 mil pessoas por dia e todos perceberam a organização e agilidade no atendimento”, observou o secretário da Saúde, Lula Fylho.

Foto: A. Baeta

sem comentário »

Lula Fylho aponta avanços na marcação de consulta

1comentário

O secretário de Saúde de São Luís, Lula Fylho foi foi o entrevistado desta terça-feira (28), no Ponto Final, na Rádio Mirante AM pelo jornalista Roberto Fernandes. Clique aqui e ouça a entrevista na íntegra.

Lula apontou avanços no serviço de marcação de consulta, mas disse que a questão vai ser sempre um gargalo da saúde pública em São Luís.

“Nós estamos melhoramos muito o problema da marcação de consultas. Mas é necessário dizer que muitas pessoas deixaram de utilizar os planos de saúde para usar o serviço público. E aumentamos também a demanda de atendimento, mas ao mesmo tempo que a demanda aumenta, a questão da marcação de consulta vai ser sempre um gargalo. Tivemos um problema em agosto quando alcançamos um pico de atendimento e logo tomamos providências para solucionar o problema”, afirmou.

O secretário Lula Fylho fez críticas ao Sistema Único de Saúde (SUS) que segundo ele não funciona como uma rede.

“Ele [SUS] foi mal desenhado. Ele é mal desenhado, mas é uma obrigação constitucional e temos que executá-lo como ele é. É evidente que o sistema não funciona como ele foi concebido. Se é uma rede, ela precisa funcionar como rede. Se ela não funciona assim não é uma rede. Quase metade dos municípios que nós atendemos em São Luís não tem pactuação nenhuma com o município de São Luís. E sabe quem é criticado? É o município de São Luís. Cada vez mais a União repassa cada vez menos recursos para Estados e Municípios, e a situação vai se agravando”, afirmou.

Lula disse que espera divulgar até o mês de março o edital para concurso público na saúde e disse que terá uma reunião hoje à tarde com representantes da Secretaria de Saúde do Estado para formalização de um plano de contingência caso ocorram registros de pessoas com sintomas do coronavírus no Brasil.

Foto: Zeca Soares

1 comentário »

Prefeitura fortalece controle de viroses em SL

0comentário

A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semus), desde o fim do ano passado ampliou a mobilização para o controle das arboviroses (dengue, zika e febre chikungunya). A preocupação da Prefeitura é com o início do período chuvoso, época em que elevam os riscos de acúmulo de água em objetos e outros itens, o que favorece o desenvolvimento dos ovos e larvas do mosquito Aedes aegypti. O trabalho, que integra a política de saúde preventiva da gestão do prefeito Edivaldo Holanda Junior, consiste em vistoria a imóveis, recolhimento de resíduos sólidos e circulação dos carros-fumacê, bem como a promoção de campanhas de conscientização.  

Além do cuidado com o descarte regular do lixo e evitar a colocação de plantas em recipientes que podem acumular água, entre outros cuidados, é fundamental que os cidadãos permitam o acesso dos agentes de endemias ao interior das residências. Caso em um imóvel não haja morador, é fixada uma notificação para que o responsável procure a coordenação do programa de Arboviroses (no bairro da Alemanha) e permita o acesso à parte interna.

Reuniões técnicas são realizadas periodicamente na sede da pasta (no Centro) e na Vigilância Epidemiológica de São Luís (na Alemanha) com o objetivo de analisar a eficácia das ações diárias.

De acordo com a coordenação do Programa de Controle das Arboviroses de São Luís, nos dias 21 e 22 deste mês – das 8h às 14h – estão programadas novas capacitações com equipes de enfermeiros e técnicos de enfermagem. O objetivo é orientá-los sobre as melhores formas de manejo e acolhimento de pacientes com sintomas de dengue, zika ou chikingunya na rede municipal. 

Em paralelo, a Vigilância Epidemiológica da Semus finaliza o Levantamento de Índice Rápido para o Aedes aegypti (LIRAa), que mapeará os casos registrados nos últimos dois anos e os dividirá por região. O documento – um norteador do trabalho da pasta em 2020.

Com o LIRAa, é possível a rede pública saber em quais bairros há maiores índices de infestação pelo mosquito. “Em todo o Brasil, houve elevação no número de casos. Por orientação do prefeito Edivaldo temos realizado ações permanentes visando combater o mosquito, mas é preciso que todos façam sua parte evitando acumular, nas residências, materiais velhos que são ambientes favoráveis ao desenvolvimento do Aedes. Nas próximas semanas a Prefeitura vai intensificar ainda mais as ações colocadas em prática pela Secretaria de Saúde”, disse o secretário de Saúde, Lula Fylho. 

Foto: A. Baeta

sem comentário »

Penha destina recurso para compra de cadeiras de rodas

0comentário

O mês de janeiro, no qual a Câmara Municipal de São Luís permanece de recesso, continua sendo de muito trabalho para o vereador Raimundo Penha (PDT).

O pedetista esteve reunido com o secretário municipal de Saúde, Lula Filho, nesta quarta-feira (08), oportunidade na qual anunciou a destinação de R$ 100 mil – recurso, este, oriundo de emenda parlamentar de sua autoria – para aquisição, por parte da Prefeitura, de novas cadeiras de rodas que serão disponibilizadas para pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida.

Ano passado, a gestão do prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT) entregou 1.033 cadeiras.

Apesar do avanço, a chamada fila de espera ainda é composta por cerca de 700 pessoas, sendo que o secretário informou que está adquirindo mais 300 cadeiras, restando ainda uma média de 400 pessoas para serem atendidas.

Penha garantiu que a partir de fevereiro, quando a CMSL retomará suas atividades, realizará mobilização junto aos demais vereadores com o objetivo de estimular os mesmos a também destinarem recursos para aquisição deste tipo de equipamento.

“Trabalharemos para ajudar a Prefeitura a zerar este déficit relacionado à entrega de cadeiras de rodas. Fornecer o equipamento, além de beneficiar quem precisa, significa contribuir para termos uma cidade mais justa e mais acessível”, afirmou o vereador.

CAISI – Durante o encontro, Lula Filho garantiu ao parlamentar que as obras de reforma do Centro de Atenção Integral a Saúde do Idoso (CAISI), no bairro do Filipinho, serão iniciadas no mês que vem.

Apoiador da causa dos idosos, Penha destinou, em 2019, R$ 100 mil de suas emendas para execução da reforma.

“Agradeço a sensibilidade do vereador Raimundo Penha de sempre estar atuando em favor do setor da saúde. Somente unindo forças, será possível avançarmos e obter as novas conquistas que o povo tanto necessita”, disse Lula.

Foto: Divulgação

sem comentário »

Prefeitura mantém combate ao Aedes aegypti em SL

0comentário

O ano de 2020 começou e a Prefeitura de São Luís manterá de forma intensificada as ações de controle do mosquito Aedes aegypti, responsável por transmitir doenças como zika, dengue e chikungunya. Na capital maranhense, os sete distritos – Vila Esperança, Centro, Tirirical, Coroadinho, Itaqui-Bacanga, Bequimão e Cohab – permanecerão cobertos com as visitas domiciliares de agentes de saúde e a circulação dos carros fumacê, em especial, nas áreas mais vulneráveis à infestação. As ações são parte da política de saúde preventiva da gestão do prefeito Edivaldo Holanda Junior.

A preocupação é com o início do período chuvoso, época em que elevam os riscos de acúmulo de água em objetos e outros itens, o que favorece o desenvolvimento dos ovos e larvas do mosquito Aedes. A preparação da Semus com o período das chuvas começou com mais ênfase em novembro do ano passado, com reunião estratégica na sede da Vigilância Epidemiológica, na Alemanha.

O Ministério da Saúde (MS) divulgará até o fim deste mês o Levantamento Rápido de Índices de Infestação pelo Aedes (Lira) atualizado de todo o país, incluindo a capital do Maranhão. É a partir deste dado que a pasta elaborará o planejamento para o Dia D de ações, que está previsto para acontecer em meados de fevereiro.

Para o secretário de Saúde de São Luís, Lula Fylho, o planejamento é fundamental para a proteção populacional contra as enfermidades causadas pelo Aedes. “Nossas equipes estão permanentemente nas ruas, seja visitando as residências e orientando a população. A gestão fora bem avaliada pelo Ministério da Saúde que, por sua vez, norteará nosso trabalho especificamente neste primeiro semestre”, afirmou.

Entre os dias 2 e 13 do mês passado, a Semus promoveu a Semana de Mobilização de Combate ao Aedes. Na ocasião, foram reforçadas as visitas dos agentes de endemias às residências e a estabelecimentos comerciais em busca de focos de água parada e larvas do mosquito. Dados da Semus apontam que, em 2019, foram registrados 1.255 casos de dengue, 273 de chikungunya e 233 casos de zika.

Foto: A. Baeta/Agência São Luís

sem comentário »

Edivaldo contabiliza avanços na Saúde

0comentário

A gestão do prefeito Edivaldo Holanda Junior reinaugura já nos primeiros meses de 2020 novas unidades de saúde totalmente reformadas, fortalecendo assim a rede de atenção básica e os serviços de prevenção ofertados à população. Mais de 20 obras de reforma estão em andamento na área da saúde, em diferentes estágios. As ações ocorrem por meio do programa São Luís em Obras e abrangem postos e centros de saúde, unidades administrativas, sede da escola Técnica do SUS na região Itaqui-Bacanga, prédio da Ouvidoria, entre outros.

O prefeito Edivaldo destaca os investimentos como medida importante no processo de reestruturação da área. “A rede de saúde da capital passa por um processo integrado de reestruturação jamais visto. Não se trata de reformar unidade de saúde tão somente, estamos promovendo uma verdadeira revolução no atendimento à população investindo em capacitação dos servidores, melhorando a estrutura física, equipando hospitais e postos para que tenham condições de atender com qualidade e de forma humanizada os pacientes, além do investimento em prevenção. Hoje, a realidade da saúde da capital é muito diferente de quando iniciamos. Quem utiliza o sistema publico sabe o quanto melhorou. E vamos continuar investindo na saúde, principalmente em ações preventivas”, diz o gestor municipal.

A rede de atenção básica em saúde de São Luís passa atualmente pelo maior volume de obras de reformas simultâneas em anos. Em novembro de 2019, o Centro de Saúde Genésio Ramos Filho, na Cohab-Anil, foi reinaugurado, sendo a primeira unidade entregue dentre as contempladas pelo pacote de obras lançado em 2019. A unidade foi totalmente reformada, ganhou novos consultórios, equipamentos e teve a oferta de serviços ampliada.

População reconhece os avanços no Genésio Ramos Filho e elogiam as melhorias feitas no local. Foi o caso de Leda Maria Oliveira, 76 anos. “O Centro tem um programa de atendimento específico para os idosos que é muito bom. Com a reforma, o atendimento melhora ainda mais para a gente. Está nota mil”, enalteceu Leda.
Novas reinaugurações

Entre as unidades de saúde que deverão ser entregues já nos primeiros meses de 2019 estão o Centro de Saúde da Vila Bacanga, o Centro de Especialidades Odontológicas (CEO) da Alemanha, o Centro de Saúde do Quebra-Pote, Centro de Saúde Vila Sarney e o Socorrinho II, no São Francisco. Todas estão passando por obras em toda a parte elétrica, hidráulica, revisão do telhado, pintura entre outras melhorias.

Destas, os centros de saúde da Vila Sarney e Vila Bacanga tiveram suas estruturas físicas ampliadas, o que vai permitir aumentar os serviços prestados à população. Outras unidades da rede também vão passar por ampliação da estrutura física ou de serviços. Além de reformar as unidades de saúde, a gestão do prefeito Edivaldo implantou equipes volantes para fazer a manutenção das demais unidades, evitando o sucateamento da rede.

O secretário municipal de Saúde, Lula Fylho, explica que investir na atenção básica provoca resultados positivos em toda a rede. “Quando nós melhoramos os serviços na atenção básica, a população passa a procurar mais estas unidades, que são as de referência dentro das comunidades. Com isso, reduzimos a superlotação nas unidades de média e alta complexidade, pois o cidadão passa a buscar mais o atendimento preventivo que as emergências. Por orientação do prefeito Edivaldo Holanda Junior, vamos seguir reestruturando a atenção básica e toda a rede, e já temos definido em planejamento a reforma de mais 10 unidades. A continuidade dessa ação vai nos permitir que a gestão siga ampliando os serviços e fortalecendo o atendimento em saúde em São Luís”, disse.

Foto: Maurício Alexandre

sem comentário »

Penha viabiliza reforma em unidade de saúde

0comentário

O vereador Raimundo Penha (PDT) participou, nesta terça-feira (1º), da assinatura da ordem de serviço para reforma da Unidade Mista de Saúde do bairro do São Bernardo, em São Luís.

O serviço, assim como a recuperação do Centro de Especialidades Odontológicas (CEO) da Alemanha, é uma reivindicação que vem sendo tratada e defendida pelo parlamentar desde 2017, primeiro ano no seu mandato na Câmara Municipal.

A obra de reforma da unidade de saúde será custeada com recursos de emenda parlamentar, no valor de R$ 1 milhão, destinada pelo senador Weverton Rocha; e com recurso, no montante de R$ 500 mil, oriundo de doação do Grupo Equatorial Energia, controlador da Companhia Energética do Maranhão (Cemar).

Serão executadas ações de reforma de toda estrutura física do prédio (consultórios, banheiros, enfermarias, estacionamento, fachada, troca do piso, dentre outras); e reformulação dos sistemas elétrico e de ventilação (troca de cabos; instalação de painéis solares para produção de energia, o que gerará economia no consumo; troca de luminárias; instalação novos aparelhos de ar condicionado).

“Parabenizo o prefeito Edivaldo e o secretário Lula Filho. Parabenizo, ainda, o senador Weverton que, mais uma vez, ao destinar emendas de sua autoria, mostra compromisso com a saúde pública da nossa capital. Também agradeço o apoio e colaboração do Grupo Equatorial. Esta obra é um anseio antigo dos moradores e que, graças a união de forças, tornou-se realidade”, afirmou o vereador.

Vale destacar que, no ano passado, Penha esteve no São Bernardo participando da inauguração da nova UEB Emir Justino Ribeiro. A unidade educacional foi reformada pela Prefeitura com recurso de emenda parlamentar destinada pelo pedetista.

Vias do bairro também já foram pavimentadas em atendimento às solicitações feitas pelo vereador.

CEO – Na semana passada, Raimundo Penha esteve com Lula Filho, secretário municipal de Saúde, vistoriando o Centro de Especialidades Odontológicas do bairro da Alemanha.

Na oportunidade, atendendo pedido do vereador, o auxiliar do prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT) anunciou que o CEO seria reformado – trabalho, este, que, inclusive, já teve início.

“O vereador Penha é sempre muito atuante e dedicado as causas importantes do setor da saúde”, disse Lula à época.

Foto: Divulgação

sem comentário »

Prefeitura vacina crianças contra sarampo em São Luís

0comentário

A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semus), está convocando os país de crianças de seis meses a menores de 1 ano para levarem os filhos para receber uma dose da vacina contra o sarampo, além das previstas no Calendário Nacional de Vacinação, aos 12 e 15 meses. A orientação do Ministério da Saúde é para que esse público-alvo tome uma dose complementar, a chamada “dose zero”, que está disponível em todas as unidades da rede da capital maranhense. A ação soma-se às demais implantadas pela gestão do prefeito Edivaldo Holanda Junior no campo da saúde preventiva. 

O Ministério da Saúde destaca que é importante esclarecer que a chamada “dose zero” não substitui e não será considerada válida para fins do calendário de vacinação da criança. Assim, além dessa dose que está sendo aplicada agora, os pais e responsáveis devem levar os filhos para tomar a vacina tríplice viral (D1) aos 12 meses de idade (1ª dose); e aos 15 meses (2ª dose) para tomar a vacina tetra viral ou a tríplice viral + varicela, respeitando-se o intervalo de 30 dias entre as doses. A vacinação de rotina das crianças deve ser mantida independentemente de a criança ter tomado a “dose zero” da vacina.

A Secretaria Municipal de Saúde destaca ainda que, além das crianças, pessoas com idades de até 49 anos também podem se vacinar. A convocação espontânea do público-alvo para a aplicação da vacina faz parte das estratégias de mobilização na capital, coordenadas pela Superintendência de Vigilância Sanitária e Epidemiológica.

De acordo com a Semus, a medida visa proteger o grupo mais vulnerável ao vírus causador do sarampo, pois crianças nessa faixa etária têm mais risco de complicações causadas pela doença que voltou a ser notificadas em alguns estados brasileiros.

Para o secretário municipal de Saúde, Lula Fylho, é fundamental que a população compareça para evitar casos de sarampo. “É importante que os responsáveis compareçam com suas crianças e contribuam para a saúde delas e para que a capital se mantenha livre dessas doenças”, afirmou.

A partir de outubro deste ano, o município realizará o Dia D da Campanha de Multivacinação, que englobará, além da dose contra o sarampo, outras vacinas do calendário. No ano passado, durante campanha determinada pelo Ministério da Saúde, foram vacinadas 61 mil crianças na capital maranhense.

Foto: Maurício Alexandre

sem comentário »

Prefeitura realiza Dia D contra a gripe em São Luís

0comentário

Seguindo orientação do prefeito Edivaldo Holanda Junior, todos os postos de saúde da rede municipal estarão abertos neste sábado Dia D de Vacinação contra gripe. Após realizar o Dia D Municipal Contra a Influenza (gripe), a Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semus) realizará, neste sábado (4), das 8h às 17h, a ação do Dia D Nacional.

Nesta data, as unidades de saúde da capital maranhense estarão abertas no horário da campanha. A gestão do prefeito Edivaldo Holanda Junior também ofertará ao público-alvo postos volantes nos shoppings centers. No Tropical Shopping (Renascença) funcionará sábado (4), das 9h às 17h. Já no São Luís Shopping (Jacarati), Rio Anil Shopping (Cohab) e Shopping da Ilha (Maranhão Novo) o horário será das 14h às 19h tanto na sexta-feira (3) quanto no sábado (4).

“Com mais esse Dia D queremos facilitar o acesso do público- alvo da campanha à vacina. Essa iniciativa integra as ações preventivas de saúde que vêm sendo colocadas em prática na nossa gestão, no sentido de garantir mais saúde e qualidade de vida para a população. Nossas equipes estão preparadas e esperamos um grande movimento nos postos de saúde neste sábado e nos locais onde estarão os postos voltantes”, disse o prefeito Edivaldo.

De acordo o Ministério da Saúde, o público-alvo inclui pessoas com 60 anos ou mais, crianças de seis meses a menores de seis anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias), gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), trabalhadores da saúde, professores das escolas públicas e privadas, populações indígenas, portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional.

O secretário municipal de Saúde, Lula Fylho, também convocou todos aqueles que são público-alvo da campanha e ainda não se vacinou a participar do Dia D. “A campanha conta com grande adesão. No último fim de semana tivemos mais de 800 pessoas vacinadas nos shoppings, e com o Dia D Nacional o objetivo da gestão do prefeito Edivaldo é ampliar ainda mais essa cobertura com o funcionamento excepcional das sala de vacinação das unidades de saúde municipais”, disse.

A gestão do prefeito Edivaldo tem trabalhado com diferentes estratégias para atingir a meta de vacinação contra a gripe que, na capital, que tem como objetivo vacinar 254.958 pessoas, até 31 de maio, quando encerra a campanha nacional. Além do Dia Nacional, a Prefeitura realizou, no dia 13 de abril, o Dia D Municipal de Vacinação Contra a Gripe e com a ação conseguiu imunizar muita gente.

Foto; Maurício Alexandre

sem comentário »

Edivaldo investe em ações de saúde preventiva

0comentário

Ações de promoção e proteção da saúde têm sido uma das estratégias desenvolvidas pela Prefeitura de São Luís, na gestão do prefeito Edivaldo Holanda Junior, para garantir à população melhoria da qualidade de vida, redução de doenças e riscos à saúde. Com esse propósito, a Secretaria Municipal de Saúde (Semus) têm executado uma série de programas, práticas, projetos e ações na área de saúde preventiva, para combater endemias como dengue, chikungunya, zika vírus, esquistossomose, leishmaniose humana, além de reforçar o controle de doenças como hipertensão, diabetes, colesterol, obesidade, hanseníase, raiva animal e humana, Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs/Aids), entre outras.

O prefeito Edivaldo destacou como fundamental na gestão à saúde do município a gama de ações preventivas atualmente executadas com esse objetivo. “Visando à redução de muitas dessas doenças, não temos medido esforços para disponibilizar à comunidade campanhas de vacinação em massa ou direcionada a públicos específicos para chegarmos a máxima cobertura possível, conforme determinação do Ministério da Saúde. Além disso, temos colocado todo o nosso efetivo de agentes de saúde nas ruas para atacar os focos de doenças endêmicas em todos seus aspectos, seja por meio do trabalho de campo, visitas domiciliares, orientação à população, campanhas educativas nos bairros, nas escolas, e muitas outras ações para que, assim, possamos ampliar o nosso trabalho de saúde preventiva e proporcionarmos mais qualidade de vida à população”, afirmou o prefeito Edivaldo.

Por meio da construção de políticas públicas saudáveis, que proporcionem também melhorias no modo de viver da população, a Prefeitura de São Luís tem enfrentando os ditos males da modernidade, como obesidade, hipertensão, estresse, ansiedade, depressão, doenças vasculares, entre outras, com ações de disseminação de informações, a fim de qualificar a atenção, orientar as pessoas ao tratamento adequado e contribuir para a melhoria das condições de saúde da população ludovicense.

(mais…)
sem comentário »