Prefeitura realiza Dia D contra a gripe em São Luís

0comentário

Seguindo orientação do prefeito Edivaldo Holanda Junior, todos os postos de saúde da rede municipal estarão abertos neste sábado Dia D de Vacinação contra gripe. Após realizar o Dia D Municipal Contra a Influenza (gripe), a Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semus) realizará, neste sábado (4), das 8h às 17h, a ação do Dia D Nacional.

Nesta data, as unidades de saúde da capital maranhense estarão abertas no horário da campanha. A gestão do prefeito Edivaldo Holanda Junior também ofertará ao público-alvo postos volantes nos shoppings centers. No Tropical Shopping (Renascença) funcionará sábado (4), das 9h às 17h. Já no São Luís Shopping (Jacarati), Rio Anil Shopping (Cohab) e Shopping da Ilha (Maranhão Novo) o horário será das 14h às 19h tanto na sexta-feira (3) quanto no sábado (4).

“Com mais esse Dia D queremos facilitar o acesso do público- alvo da campanha à vacina. Essa iniciativa integra as ações preventivas de saúde que vêm sendo colocadas em prática na nossa gestão, no sentido de garantir mais saúde e qualidade de vida para a população. Nossas equipes estão preparadas e esperamos um grande movimento nos postos de saúde neste sábado e nos locais onde estarão os postos voltantes”, disse o prefeito Edivaldo.

De acordo o Ministério da Saúde, o público-alvo inclui pessoas com 60 anos ou mais, crianças de seis meses a menores de seis anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias), gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), trabalhadores da saúde, professores das escolas públicas e privadas, populações indígenas, portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional.

O secretário municipal de Saúde, Lula Fylho, também convocou todos aqueles que são público-alvo da campanha e ainda não se vacinou a participar do Dia D. “A campanha conta com grande adesão. No último fim de semana tivemos mais de 800 pessoas vacinadas nos shoppings, e com o Dia D Nacional o objetivo da gestão do prefeito Edivaldo é ampliar ainda mais essa cobertura com o funcionamento excepcional das sala de vacinação das unidades de saúde municipais”, disse.

A gestão do prefeito Edivaldo tem trabalhado com diferentes estratégias para atingir a meta de vacinação contra a gripe que, na capital, que tem como objetivo vacinar 254.958 pessoas, até 31 de maio, quando encerra a campanha nacional. Além do Dia Nacional, a Prefeitura realizou, no dia 13 de abril, o Dia D Municipal de Vacinação Contra a Gripe e com a ação conseguiu imunizar muita gente.

Foto; Maurício Alexandre

sem comentário »

Edivaldo investe em ações de saúde preventiva

0comentário

Ações de promoção e proteção da saúde têm sido uma das estratégias desenvolvidas pela Prefeitura de São Luís, na gestão do prefeito Edivaldo Holanda Junior, para garantir à população melhoria da qualidade de vida, redução de doenças e riscos à saúde. Com esse propósito, a Secretaria Municipal de Saúde (Semus) têm executado uma série de programas, práticas, projetos e ações na área de saúde preventiva, para combater endemias como dengue, chikungunya, zika vírus, esquistossomose, leishmaniose humana, além de reforçar o controle de doenças como hipertensão, diabetes, colesterol, obesidade, hanseníase, raiva animal e humana, Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs/Aids), entre outras.

O prefeito Edivaldo destacou como fundamental na gestão à saúde do município a gama de ações preventivas atualmente executadas com esse objetivo. “Visando à redução de muitas dessas doenças, não temos medido esforços para disponibilizar à comunidade campanhas de vacinação em massa ou direcionada a públicos específicos para chegarmos a máxima cobertura possível, conforme determinação do Ministério da Saúde. Além disso, temos colocado todo o nosso efetivo de agentes de saúde nas ruas para atacar os focos de doenças endêmicas em todos seus aspectos, seja por meio do trabalho de campo, visitas domiciliares, orientação à população, campanhas educativas nos bairros, nas escolas, e muitas outras ações para que, assim, possamos ampliar o nosso trabalho de saúde preventiva e proporcionarmos mais qualidade de vida à população”, afirmou o prefeito Edivaldo.

Por meio da construção de políticas públicas saudáveis, que proporcionem também melhorias no modo de viver da população, a Prefeitura de São Luís tem enfrentando os ditos males da modernidade, como obesidade, hipertensão, estresse, ansiedade, depressão, doenças vasculares, entre outras, com ações de disseminação de informações, a fim de qualificar a atenção, orientar as pessoas ao tratamento adequado e contribuir para a melhoria das condições de saúde da população ludovicense.

(mais…)
sem comentário »

Justiça reconhece melhorias no Hospital da Criança

0comentário

Em audiência de conciliação conjunta realizada na Câmara Civil Isolada do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJ-MA), nesta sexta-feira (22), a Justiça homologou acordo para o cumprimento de medidas no Hospital Dr. Odorico Amaral de Matos – Hospital da Criança. Após defesa apresentada pelo município, o desembargador Jorge Rachid, que presidiu a audiência, reconheceu as ações que vem sendo implementadas pela Prefeitura de São Luís no que diz respeito a melhoria do funcionamento da unidade de saúde.

“A Prefeitura está conduzindo essas questões com muita seriedade e comprometimento, e eu tenho certeza que com a homologação do acordo que estabelecemos nessa audiência, vamos dar solução aos problemas e fazer do Hospital da Criança uma grande casa de saúde”, afirmou o desembargador Jorge Rachid.

A audiência, que tratou de recurso interposto pela Defensoria Pública e Ministério Público do Maranhão contra a Prefeitura de São Luís e que pede o bloqueio dos recursos públicos destinados ao Carnaval para serem utilizados no Hospital da Criança, culminou na homologação de acordo para o cumprimento de medidas na unidade de saúde. Participaram da audiência o titular da Vara de Interesses Difusos e Coletivos, juiz Douglas de Melo Martins; os desembargadores José Luís Oliveira e Alexandre Abreu; a promotora de Justiça da Saúde, Elisabeth Albuquerque, os defensores públicos Davi Rafael Veras e Jean Carlos Nunes; o procurador-geral da Câmara, Vitor Cardoso. A Prefeitura de São Luís foi representada na sessão pelo procurador-adjunto de São Luís, Domerval Alves Moreno Neto e pelo secretário municipal de Saúde, Lula Fylho.

O titular da Vara de Interesses Difusos e Coletivos, juiz Douglas de Melo Martins, também destacou o comprometimento e a postura adotada pelo município para dar solução às questões dirimidas no acordo homologado nesta sexta-feira (22). “A Prefeitura tem adotando sempre uma postura responsável, assumindo os compromissos que podem cumprir, mas sem se isentar da necessidade de assumir outros compromissos que são efetivamente importantes para a melhoria do Hospital da Criança. O poder judiciário está muito satisfeito com a postura da administração municipal de assumir o compromisso de resolver as questões que foram colocadas aqui para melhoria do Hospital da Criança”, afirmou o juiz.

Avanços

O secretário Lula Fylho considerou positiva a audiência e todos os aspectos acordados. Segundo ele, a reunião também foi salutar inclusive no aspecto de possibilitar à gestão municipal mostrar que muita coisa já foi realizada no Hospital da Criança e que o retrato apresentado na ação não condiz mais com a atual realidade da unidade, um aspecto que, inclusive, pôde ser constatado na visita realizada ao local, esta semana, na qual compareceram o Juiz Douglas de Melo Martins e dois defensores públicos que puderam observar os avanços obtidos na unidade, fruto dos investimentos empreendidos na atual gestão.

“A audiência serviu para discutirmos os próximos passos e não ficarmos presos a um retrato passado que não condiz mais com a realidade. Outro aspecto que eu considero importante destacar com a realização dessa audiência é que coloca dentro de um esforço coletivo de mudança diversos órgãos e poderes, tirando a responsabilidade apenas do município. Pois quando se quer avançar, os acordos em favor do bem comum são mais importantes que ficar conflitando. E a vontade de todos os envolvidos em contribuir com o avanço na área da saúde ficou muito bem claro na audiência”, observou o secretário Lula Fylho.

Em sua exposição na audiência de conciliação, Lula Fylho pontuou algumas melhorias já implementadas no Hospital da Criança. “Tivemos avanços significativos em todos os setores da unidade. O prefeito Edivaldo tem total interesse em resolver todas essas questões e cobra resolutividade. Afirmo, seguramente, que a realidade hoje no hospital é bem diferente do início do ano passado. Só para se ter uma ideia, estamos desde novembro passado sem nenhum paciente no corredor, apesar do aumento da demanda e da gravidade dos pacientes que tem chegado ao hospital vindos de todos os cantos do estado”, enfatizou.

Um dos pontos acordados na audiência diz respeito ao atendimento de pacientes recém-nascidos, de zero a 28 dias, que não é o perfil do hospital atender e estão fora do sistema de regulação de leito da unidade. “O município não tem responsabilidade de atender pacientes recém-nascidos, dentro dessa faixa etária, mas mesmo assim atendemos e enfrentamos muitas vezes a dificuldade com a falta de insumos necessários, uma das questões apontadas aqui na audiência. Mas a justiça entendeu esse aspecto quanto e, conjuntamente, dirimimos a realização de um melhor mapeamento desses atendimentos que não são de nossa responsabilidade, para que o Ministério Público tome providências acerca das responsabilidades sobre esse assunto”, disse o secretário.

Para a realização desse mapeamento, será criado um sistema pelo setor Tecnologia de Informação (TI) da Secretaria Municipal de Saúde (Semus), com vistas ao melhor monitoramento das demandas de pacientes recém-nascidos. O sistema informará, inclusive, sobre o estoque de insumos, materiais e medicamentos para esses pacientes, fornecendo à administração do hospital dados precisos sobre a falta desses produtos, para que, assim, sejam tomadas providências no tempo mais breve possível e evite o desabastecimento.

Pacientes

Conforme o secretário, cerca de 93% dos pacientes atendidos na ala vermelha do Hospital da Criança (dados de janeiro de 2019), são oriundos do interior do Maranhão, sendo que 43% são pacientes vindos de municípios não pactuados com a rede municipal de saúde de São Luís, para a prestação do atendimento. “Mas mesmo assim, nós não nos omitimos de atender nenhum desses pacientes. Ainda assim, conseguimos reduzir os óbitos em números absolutos. Reduzimos também os casos de infecções e estabelecemos muitas melhorias nos setor de nutrição, entre outras áreas”, acrescentou o gestor.

Ano passado foi feita compra de cerca de R$ 4 milhões de medicamentos e insumos. Esse ano, segundo o gestor, será comprado muito mais ainda para a unidade, com a melhoria dos processos de compra do sistema municipal de saúde.

Fotos: Maurício Alexandre

sem comentário »

Hospital de Matões do Norte vai virar ‘policlínica’

0comentário

O secretário de Saúde de São Luís, Lula Fylho fez uma revelação no programa Acorda Maranhão, na Rádio Mirante AM, apresentado por Marcial Lila que explica o real motivo do fechamento do Hospital de Matões do Norte.

Segundo Lula, em conversa com o secretário Carlos Lula, o Hospital de Matões do Norte será transformado em uma policlínica – uma das promessas de campanha do governador Flávio Dino.

A revelação foi feita no momento em que o secretário explicava a superlotação nos corredores dos Socorrões.

“O Socorrão I e o Socorrão II não são causa. Ali é efeito do problema na rede de saúde pública, eu não vou cansar de dizer isso. Quando lota o Socorrão I é porque está faltando hospital em algum lugar. Os municípios não tem condições em investir em saúde e está cada vez mais precária essa situação e alguns hospitais macrorregionais não estão tendo continuidade. Eu tenho conversado com o Carlos Lula [secretário de Saúde do Estado] alguns serviços de saúde eles vão retomar e outros eles vão mudar como Matões do Norte que deixa de ser um hospital de ortopedia e passa a ser uma policlínica. Aqueles 14 municípios que tinha um hospital de ortopedia para ser atendido vão vir para o Socorrão II, então vai lotar”, disse.

Está mais do que claro que o governador Flávio Dino não vai construir novos hospitais. Em casos como esse vai apenas mudar o nome e anunciar a construção e instalação das policlínicas.

Portanto, a primeira policlínica logo estará funcionando em Matões do Norte, onde funcionava o hospital que foi fechado pelo governo do Maranhão.

sem comentário »

Prefeitura inicia vacinação antirrábica em São Luís

1comentário

Mais de 160 mil animais devem ser imunizados durante a Campanha de Vacinação Antirrábica, iniciada nesta sexta-feira (8), na capital. A ação leva agentes de saúde da Prefeitura de São Luís de casa em casa para vacinar cães e gatos e, assim, manter a cidade livre da raiva e garantir a saúde do animal e da população. Coordenada pela Secretaria Municipal de Saúde (Semus), a campanha integra a política pública de saúde da gestão do prefeito Edivaldo Holanda Júnior. A vacinação prossegue até o mês de abril, sempre às sextas e sábados.

O secretário de Saúde, Lula Fylho, destaca o apoio da população à campanha da Prefeitura como um dos importantes contribuintes para alcance das metas. “A gestão do prefeito Edivaldo tem promovido um rigoroso controle epidemiológico e mostrado preocupação em garantir a cobertura vacinal dos animais. Neste sentido, é importante a adesão da população ao trabalho da Prefeitura. Peço que as pessoas recebam os vacinadores e somem para que sejam atingidas as metas e mantenhamos os animais imunizados mantendo a cidade livre de doenças como a raiva que pode ser transmitida aos humanos”, pontuou.

Equipes de mais de 200 técnicos estão distribuídos nos bairros, trabalhando por quadra de moradias para vacinar os animais. A atividade iniciou na área central da capital alcançando os bairros Centro, Liberdade, Apeadouro, Camboa, entre outros. Conforme estipulado pela Unidade de Vigilância Epidemiológica (UVZ), órgão da Semus, devem ser vacinados cães e gatos com idades a partir de três meses, sendo exceção para animais que estejam doentes e fêmeas no último mês de gestação.

São Luís não registra casos de raiva desde 2013, e desde o início da gestão Edivaldo são promovidas medidas de controle epidemiológico. As campanhas são anuais e disponibilizam ainda as vacinas em unidades de saúde. A raiva é uma infecção viral aguda, transmitida para seres humanos a partir da mordida, lambida ou ferida causada por animais infectados. Entre os sintomas da doença no animal estão mudança de comportamento, dificuldade para engolir e excesso de salivação.

Foto: A. Baeta

1 comentário »

Edivaldo confirma avanços no atendimento da Cemarc

1comentário

A modernização e melhoria do atendimento promovidas pela gestão do prefeito Edivaldo na Central de Marcação de Consultas e Exames (Cemarc) tem proporcionado mais agilidade aos serviços de saúde da capital e, como uma das consequências, promovido o bem-estar da população. Para constatar o processo de mudança na Cemarc o prefeito Edivaldo Holanda Júnior tem empreendido uma série de visitas ao local com o objetivo de conversar com as pessoas que usam o serviço e ver de perto o funcionamento do órgão ligado à Secretaria Municipal de Saúde (Semus).

Nesta quarta-feira (16), Edivaldo voltou à Cemarc seis meses após à implantação da nova sistemática de agendamentos que teve como principal resultado a redução das filas no local. Com as melhorias realizadas pela Prefeitura foi triplicada a oferta disponibilizada nas unidades que passou de 6.500 para cerca de 19 mil atendimentos mês.

“Estamos voltando à Cemarc em mais uma visita de rotina para acompanhar de perto o trabalho realizado no setor, porque essa é uma característica da nossa gestão: estar perto da comunidade, vistoriar os serviços, corrigir os rumos que devem ser seguidos e, também, observar os acertos. E acertos é o que podemos verificar aqui na Central de Marcação de Consultas e Exames, que vive hoje uma nova realidade”, destacou o prefeito que esteve acompanhado pela primeira-dama, Camila Holanda, do vice-prefeito Julio Pinheiro e do secretario municipal de Saúde, Lula Fylho.

Neste novo momento, o agendamento de consultas e procedimento são feitos diariamente e não mais apenas na primeira semana de cada mês como era anteriormente. De acordo com dados da Semus, a Cemarc fechou o ano de 2018 com mais de 2 milhões atendimentos ofertados na rede municipal de saúde. “Conseguimos fazer com que o serviço funcionasse e avançasse. Vir aqui e não ver mais aquela situação indigna das pessoas esperando atendimento em longas filas ou dormindo no local para conseguir agendamento de serviço é, realmente, motivo de muita alegria para todos nós”, completou Edivaldo.

O titular da Secretaria Municipal de Saúde (Semus), Lula Fylho, avaliou as melhorias estruturais e de gestão executadas no setor como cruciais para os resultados hoje alcançados pela Cemarc, que registrou um aumento de mais de 80% na oferta de especialidades médicas como ortopedia, por exemplo, que passou de 80 consultas/mês para cerca de 600 consultas/mês, um número considerado extremamente significativo e que denota a mudança no setor de modo geral. Com as mudanças efetivadas, o atendimento aumentou de 6 mil, em agosto de 2017, para cerca de 19 mil consultas e procedimentos agendadas, triplicando o atendimento para as especialidades médicas na rede municipal de saúde.

“A orientação do prefeito Edivaldo é para darmos atenção especial à Central de Marcação de Consultas e Exames, um dos gargalos no setor da saúde que deveriam ser enfrentados com maior diligência. E foi o que fizemos. Mudamos a sistemática de agendamento, que passou a ser diário; aumentamos a oferta de serviços e disponibilizamos novos procedimentos que não eram realizados antes na rede, como arteriografia, ecodoplercardiograma e cateterismo, por exemplo. Com todas essas melhorias implementadas, ofertamos hoje um atendimento muito mais rápido e humanizado, porque as pessoas não precisam mais dormir no local, nem ficar em longas filas para agendar sua consulta ou exames médicos”, observou Lula Fylho.

Ainda conforme o secretário, com a mudança de estratégia no atendimento, houve redução significativa também do tempo de espera por atendimento. Uma ressonância, por exemplo, que antes tinha um tempo de espera de até seis meses para ser realizado, hoje o mesmo exame é feito num espaço de 30 dias, após o agendamento. O mesmo é observado com os exames de tomografia, que hoje são feitos em no máximo 10 dias após sua marcação.

O titular da Semus informou ainda que um grupo de trabalho foi instituído para analisar o desenvolvimento do serviço no setor, traçar as metas e implementar as ações com vistas a garantia da excelência no atendimento. O último balanço realizado na área aponta também que todos os procedimentos de saúde ofertados na rede tiveram crescimento significativo, atendendo ao planejamento no qual foram mapeadas 41 intervenções discutidas em reuniões semanais por esse grupo de trabalho e implementadas uma a uma.

Foto: A. Baeta

1 comentário »

Umbelino Junior defende saída de secretário

0comentário

O vereador Umbelino Junior (PPS), usou a tribuna da Câmara Municipal de São Luís para rebater as afirmações do secretário municipal de Saúde, Lula Fylho à imprensa. Na última quarta-feira (05), o titular da Semus concedeu entrevista para um programa de TV local. Durante a entrevista, Lula Fylho afirmou que assina em média cerca de 250 processos por dia e que não consegue ler todos os documentos.

“A gente assina muitos documentos. Eu assino 250 documentos em média, por dia. Como é que se lê tudo? Um dia eu também posso responder algum processo desse”, declarou Lula Fylho.

A afirmação foi criticada por Umbelino que atualmente preside a comissão de saúde da Câmara. “O secretário de saúde assumiu publicamente que assina documentos sem ler, o que configura crime de improbidade administrativa. Não podemos ter um secretário dessa forma que assina documentos importantes sem conhecimento”, declarou Umbelino.

Na tribuna, Umbelino citou ainda outra afirmação do secretário, onde ele declara não ter ido à Câmara prestar esclarecimentos sobre sua gestão, garantindo que não está sendo convidado pelo legislativo.

“Nós temos por lei que prestar contas da gestão da saúde quadrimestralmente, então a cada quadrimestre tenho que ir lá e apresentar os resultados da saúde. Quantas vezes eu fui esse ano? Não chamam, não marcam. Eu tenho vários ofícios lá pedindo a marcação dessa audiência. Não marcam. Se tem tanto interesse de eu ir prestar contas, ir lá fazer as perguntas, por quê que não marcam a audiência?” questionou o secretário.

Na Câmara, Umbelino Junior apresentou um requerimento solicitando a presença do secretário para prestar esclarecimentos sobre os medicamentos vencidos que estavam armazenados no almoxarifado da secretaria, localizado na BR 135, a folha de servidores lotados e contratados na pasta e a demora em responder ofícios N° 38/17 e 39/17 expedidos pelo parlamentar. A proposta continua em análise na Casa.

“O próprio secretário entra em contradição, recentemente foi enviado um ofício solicitando a presença dele, mas ele disse que não pode vir a essa casa. Precisamos de uma resposta. A população precisa saber o que está acontecendo na saúde pública da nossa cidade”, declarou Umbelino.

Foto: Divulgação

sem comentário »

Prefeitura incentiva o aleitamento materno

3comentários

Com a proposta de estimular o aleitamento materno, a Prefeitura de São Luís está promovendo ações de orientação e conscientização nas unidades municipais de saúde. Nesta quarta-feira (15), atividades foram realizadas no Hospital Dr. Odorico Amaral de Mattos – Hospital da Criança, unidade que atende especialmente crianças de 0 a 5 anos. A ação, que se soma as já colocadas em prática pela gestão do prefeito Edivaldo e que acontecem regularmente no hospital, é intensificada durante o mês de agosto por conta do Agosto Dourado, campanha mundial que incentiva a amamentação. Criança que se alimenta com o leite materno é mais protegido contra diversas doenças.

O secretário municipal de Saúde, Lula Fylho, acompanhou o trabalho de orientação às mães dos bebês que estão sendo atendidos na unidade de saúde. “Cuidar da criança é o maior gesto de carinho de uma mãe, e amamentar é cuidar. Essa é uma iniciativa que tem o objetivo de sensibilizar as mães e a sociedade e estimular o aleitamento materno, considerando a sua importância para a saúde do bebê”, destaca o titular da Secretaria Municipal de Saúde (Semus), que coordena as ações da campanha em São Luís.

O trabalho também alcança os profissionais que atuam nas unidades de saúde. O objetivo é ampliar as informações, possibilitando que todos estejam aptos a orientar as mães acerca da importância da amamentação. “Como atendemos crianças de 0 a 5 anos, trabalhamos o ano todo com esse estímulo, mas em agosto, a proposta é enfatizar esse trabalho dentro do hospital”, ressalta a diretora geral do Hospital da Criança, Claudiana Pinheiro.

Entre as atividades de orientação esteve a distribuição de folders informativos nas enfermarias do hospital. O material aborda assuntos como a Norma Brasileira de Comercialização de Alimentos para Lactentes e Crianças de 1ª Infância, bicos, chupetas e mamadeiras; cuidado à criança no primeiro ano de vida; e amamentação exclusiva, com dicas de posição para amamentar e pega da mama,aspectos importantes para a boa amamentação.

Foto: A. Baeta

3 comentários »

São Luís atinge meta de vacinação contra gripe

0comentário

São Luís atingiu a meta de vacinação contra a gripe Influenza, estipulada pelo Ministério da Saúde, que era imunizar 90% das pessoas dos grupos mais suscetíveis à doença. Mesmo atingindo a meta da campanha, a Prefeitura dá prosseguimento a vacinação para que 100% do público-alvo possa se proteger da gripe. A vacinação continua disponível nos postos de saúde do município até o fim dos estoques e pode ser feita de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

A Prefeitura de São Luís vai manter a disponibilidade das doses para o público-alvo, em especial para crianças, que tiveram a idade limite estendida de cinco para até nove anos. Os idosos também tiveram a idade alterada. Antes podiam se vacinar idosos a partir de 60 anos, agora podem ser imunizadas pessoas a partir dos 50 anos de idade.

O secretário municipal de Saúde (Semus), Lula Fylho, reforçou que as ações da campanha realizadas pela Prefeitura de São Luís foram exitosas, mas é importante que pais e mães levem suas crianças para serem imunizadas. “Atingir a meta representa mais tranquilidade à população, mas, precisamos avançar na vacinação das crianças. Por isso, é importante que os responsáveis compareçam aos postos de saúde e garantam a proteção de seus filhos desta forma de gripe”, apela o gestor ressaltando que entre as ações realizadas pela gestão municipal destacam-se o Dia D de Vacinação Municipal e a busca ativa em escolas da rede pública.

Nesta nova fase integram o grupo prioritário para vacinação pessoas a partir de 50 anos; crianças de seis meses a nove anos; trabalhadores de saúde; professores das redes pública e privada; povos indígenas; gestantes; puérperas (até 45 dias após o parto); pessoas privadas de liberdade, inclusive adolescentes e jovens de 12 a 21 anos em medidas socioeducativas; além dos funcionários do sistema prisional.

A superintendente de Vigilância Epidemiológica e Sanitária da Semus, Terezinha Lobo, enfatiza a necessidade de imunizar as crianças “e que as famílias precisam ter essa atenção e sensibilidade para não deixar de protegê-las da gripe”, diz.

Foto: Maurício Alexandre

sem comentário »

Prefeitura intensifica combate ao Aedes aegypti

0comentário

A Prefeitura de São Luís está realizando ações de combate ao Aedes aegypti no Cohafuma e bairros adjacentes como Recanto dos Vinhais e Vila Progresso. O trabalho na área consiste em limpeza, com capina, roçagem e coleta de bagulhos volumosos; visitas domiciliares, com aplicação de larvicida e recolhimento de amostras para estudo; e ações educativas, com palestras em escolas da área. A culminância das atividades, que envolve além da Secretaria Municipal de Saúde também a Secretaria de Educação e Comitê Gestor de Limpeza Urbana, acontecerá sábado (23), na praça da Paróquia Nossa Senhora Aparecida da Foz do Rio Anil.

A ação colocada em prátia na gestão do prefeito Edivaldo em vários bairros da cidade e que integram várias secretárias, tem apresentado resultados positivos. Nos primeiros cinco meses deste ano, houve redução de aproximadamente 50% no número de casos de dengue notificados no município, em relação ao mesmo período do ano passado. Segundo dados da Secretaria Municipal de Saúde (Semus), de janeiro até a primeira semana de junho de 2017 foram notificados 650 da doença, enquanto em 2018, no mesmo período, este número caiu para 324.

O secretário municipal de Saúde, Lula Fylho, explica a importância de ações como essas. “A Prefeitura realiza diariamente ações efetivas de combate aos focos do mosquito, mesmo assim estamos sempre reforçando pelos bairros da cidade a sensibilização da população sobre a importância da prevenção contra o Aedes aegypti, com a manutenção de hábitos simples. Essa estratégia faz a diferença e deve ser seguida todos os dias”, diz.

O objetivo do trabalho, incentivado pelo prefeito Edivaldo, é por meio de ações integradas promover a conscientização da população sobre o assunto. Além do Cohafuma e do Recanto dos Vinhais, outros bairros da cidade já receberam a ação. O trabalho já foi realizado em locais como Vinhais, Planalto Vinhais I e II e Vila Menino Jesus de Praga.

Durante as visitas domiciliares, agentes da Secretaria Municipal de Saúde orientam moradores sobre as condutas preventivas, além de verificarem o armazenamento adequado de água nos imóveis e o acúmulo em locais que podem ser criadouros do mosquito. Agentes de saúde realizam também a aplicação de larvicidas para eliminação dos focos do inseto. Durante o mutirão que acontece ao longo da semana, acontece também pelas ruas da área a nebulização espacial feita pelo carro fumacê.

Na culminância da ação, no sábado (23), além dos serviços de limpeza serão oferecidos à população serviços na área da atenção básica, como vacinação contra doenças como febre-amarela, meningite, gripe e vacinação de cães e gatos. As atividades acontecerão na praça da Paróquia Nossa Senhora Aparecida da Foz do Rio Anil.

Foto: Douglas Júnior

sem comentário »