Divulgado edital de concurso da Educação

0comentário
concurso2

Realização do concurso público foi autorizada no início deste mês pela Prefeitura de São Luís

Começam no dia 7 de outubro, as inscrições para o concurso público para composição de quadro efetivo da Prefeitura de São Luís, na área da Educação. O certame oferece 822 vagas para áreas do magistério e também para cargos técnicos, mais cadastro de reserva. O edital foi lançado nesta quarta-feira (28) e está disponível para consulta tanto no Diário Oficial do Município quanto no site da Prefeitura de São Luís, no endereço www.saoluis.ma.gov.br.

A realização do concurso foi autorizada no início deste mês pela Prefeitura de São Luís. A organização está sob a responsabilidade do Centro Brasileiro de Pesquisa, Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cespe\UNB).

Para atender aos estudantes com deficiência, a Prefeitura de São Luís dialogou com as entidades representativas desse público. Após verificação dessa demanda nas escolas, foi criada lei municipal regulamentando, na rede municipal, os cargos de professor de atendimento educacional especializado, de braile, de Libras e de cuidador.

As inscrições serão efetuadas exclusivamente via Internet, no endereço eletrônico http://www.cespe.unb.br/concursos/pref_saoluis_16. As taxas são no valor de R$ 80,00 para cargos de nível superior e R$ 50,00 e podem ser feitas das 18h do dia 28 de outubro. A aplicação das provas está prevista para o dia 15 de janeiro, em São Luís. A prova será aplicada no turno da manhã e terá duração de 4h30min.

As vagas são para professores de artes, ciências, educação física, educação infantil, filosofia, ensino religioso, geografia, história, inglês, língua portuguesa, matemática, atendimento educacional especializado, braile, língua brasileira de sinais, intérprete de língua brasileira de sinais, suporte pedagógico e professor 1° ao 5° ano.

Para técnicos de nível superior as vagas são destinadas aos cargos nas áreas de arquitetura, assistência social, engenharia civil, fonoaudiologia, nutrição, psicologia, revisor de braile e terapia ocupacional. Já para os cargos de nível médio as vagas são destinadas aos cargos de cuidador escolar, monitor de transporte escolar e para transcritor e adaptador de sistema Braile.

sem comentário »

Ibope: Edivaldo abre vantagem de 10 pontos

3comentários
Edivaldo2

Faltando quatro dias para a eleição, Edivaldo abre vantagem sobre o segundo colocado no Ibope

Pesquisa Ibope divulgada nesta segunda-feira (26) no JMTV 2ª edição, na TV Mirante aponta a liderança do prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT) na disputa pela Prefeitura de São Luís com 10 pontos sobre o segundo colocado.

Os números são os seguintes: Edivaldo Holanda Júnior (PDT) 38%, Wellington do Curso (PP) 28%, Eliziane Gama (PPS) 8%, Eduardo Braide (PMN) 5%, Fábio Câmara (PMDB) 4%, Rose Sales (PMB) 3%, Cláudia Durans (PSTU) 2%, Valdeny Barros (PSOL) 1%, Zeluís Lago (PPS) 0%, Branco/nulo 6%, Não sabe/não respondeu 5%.

Considerando apenas os votos válidos, Edivaldo Holanda Júnior (PDT) tem 42%, Wellington do Curso (PP) 32%, Eliziane Gama (PPS) 9%, Eduardo Braide (PMN) 5%, Fábio Câmara (PMDB) 5%, Rose Sales (PMB) 4%, Cláudia Durans (PSTU) 2%, Valdeny Barros (PSOL) 1% e Zeluís Lago (PPS) – 0%

A pesquisa foi encomendada pela TV Globo. O Ibope ouviu 805 eleitores entre os dias 22 e 28 de setembro. A margem de erro é de três pontos percentuais, para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%, o que quer dizer que, se levarmos em conta a margem de erro de três pontos,a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%. A pesquisa foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE-MA) sob o protocolo MA-05305/2016.

Rejeição

O Ibope perguntou em qual candidato o eleitor não votaria de jeito nenhum. A maior rejeição é de Eliziane Gama (24%), Edivaldo Holanda  Júnior (23%), Zeluís Lago (23%), Fábio Câmara (19%), Rose Sales (19%), Valdeny Barros (18%), Cláudia Durans (17%), Wellington do Curso (16%); Eduardo Braide (12%). Dos entrevistados, 6% não rejeitaram nenhum dos candidatos, e 11% não souberam ou não opinaram.

Segundo Turno

Cenário entre Edivaldo Holanda Júnior e Wellington do Curso:
Edivaldo Holanda Júnior (PDT) 45%, Wellington do Curso (PP) 40%, Branco/nulo 11% e Não sabem/não opinaram 4%

Cenário entre Edivaldo Holanda Júnior e Eliziane Gama:
Edivaldo Holanda Júnior (PDT) 49%, Eliziane Gama (PPS) 29%, Branco/nulo 16% e Não sabem/não opinaram 6%

Cenário entre Wellington do Curso e Eliziane Gama:
Wellington do Curso (PP) 49%, Eliziane Gama (PPS) 28%, Branco/nulo 17% e Não sabem/não opinaram 6%

Avaliação da administração Edivaldo Holanda Júnior
Veja os números: Ótima 7%, Boa 20%, Regular 42%, Ruim 11%, Péssima 26% e Não sabem avaliar 3%

3 comentários »

Hans Nina é uma opção pelo esporte

10comentários
Presidente do Moto Hans Nina diz acreditar na conquista do título de campeão maranhense

Após temporada vitoriosa, presidente do Moto Hans Nina disputa vaga na Câmara de São Luís

Após o término de uma campanha vitoriosa, num ano histórico e que culminou com a conquista do acesso à Série C em 2017 e do Campeonato Maranhense, o Moto tem mais uma grande decisão no próximo domingo (2).

Fora dos gramados, a força da torcida do Moto será testada nas urnas. É que o presidente Hans Nina é candidato a uma das 31 vagas de vereador em São Luís. E se o torcedor do Moto quiser, o assunto está resolvido…

É claro que ninguém vai votar em uma pessoa apenas porque ela é dirige um time de futebol, mas deixando a paixão futebolística de lado, Hans Nina quer trabalhar de fato pelo esporte e pela cidade.

Sempre digo aqui que não condeno a união esporte x política ou futebol x política. Acho que tudo é possível desde que não ocorra a urilização dos clubes apenas para promoção pessoal. Se for para lutar pelo esporte, toda união será sempre bem-vinda.

Tenho visto nas redes sociais algumas das proposta de Hans Nina e elas vão muito além do futebol, mas é o esporte que muito tem a ganhar com a sua eleição para a Câmara de Vereadores.

O esporte precisa ocupar espaço maior na política, afinal o povo maranhense é apaixonado por esporte, seja qual for a modalidade. E mais, aqui é celeiro de atletas em muitas e muitas modalidades.

Dessa forma, a torcida do Moto tem em suas mãos uma arma importante que é o seu voto. E acredito que deverá fazê-lo em benefício do esporte. Até porque as opções são muitas e essa é verdadeiramente uma das melhores.

Vote pelo esporte!!!

Foto: Welliandrei Campelo

10 comentários »

Andrea denunciará promotora de Coroatá

0comentário
AndreaMurad

Deputada Andrea Murad (PMDB)

Em postagem nas redes sociais a deputada Andrea Murad fez uma grave denúncia contra a postura da promotora Patrícia Espíndola e adiantou que está preparando uma ação contra a promotora para denunciá-la ao Procurador Regional Eleitoral, ao TRE e até ao CNJ.

“Passei a manhã com minha equipe jurídica providenciando uma ação a ser protocolada em vários órgãos contra um ato ilegal praticado pela promotora Patrícia, em Coroatá. Ontem, a promotora eleitoral — que age a mando do governador Flávio Dino e este que age com todas as forças para atrapalhar a campanha da prefeita TeresaMurad —, acompanhava na viatura da polícia um ato de total intimidação contra a vice-prefeita Neuza Muniz e o vereador Wlisses Muniz, impedindo-os de continuar com sua campanha nos povoados de nossa cidade”, escreveu.

Andrea Murad disse ainda que a promotora deveria era defender os candidatos vítimas da polícia política que Flávio Dino enviou para Coroatá e não atrapalhar ou impedir a campanha.

E disparou: “Ela está totalmente envolta aos interesses do governador, aos interesses do candidato de Flávio Dino. O trabalho da promotora, sem dúvida, não é o de puxar saco do governador. Justiça tem que ser feita!”.

Ricardo Murad também denunciou o caso revelando que a promotora se tornou um instrumento nas mão do governador.

“O cúmulo do cúmulo…MP de Coroatá no esquema de Flávio Dino. Leiam o boletim de ocorrência registrado pela vice-prefeita de Coroatá que envolve, além da polícia política de Flávio Dino, a promotora Patrícia Espíndola. O idiota do governador já anunciou que Coroatá é o município escolhido para o encerramento de sua campanha. E agora a promotora se transforma em instrumento do governador. Estamos na expectativa até onde irá a justiça eleitoral local”, escreveu Ricardo Murad.

sem comentário »

Justiça extingue processo contra Wellington

0comentário
Candidato Wellington do Curso (PP)

Candidato Wellington do Curso (PP)

Em sentença proferida nesta quarta-feira (28), o juiz titular da 4ª Vara da Fazenda Pública, Cícero Dias, extinguiu processo movido pelo Estado do Maranhão contra o deputado estadual e candidato a prefeito da coligação “Por Amor a São Luís”, Wellington (PP). O fato ganhou repercusão no horário eleitoral.

Na sentença, o juiz acatou os argumentos da defesa do candidato progressista – de que ele não poderia figurar como réu na ação porque não é proprietário do imóvel – e decidiu encerrar o processo alegando ilegitimidade do pólo passivo.

“O réu [Wellington], com documentos, provou não ter a propriedade da área objeto da demanda e também não há prova de que ele tenha praticado esbulho ou que detenha a posse a qualquer título da referida área. Por outro lado, o autor [Estado do Maranhão], mesmo sabendo que o réu sempre alegou não ter praticado esbulho ou deter qualquer poder sobre o imóvel objeto da lide, evitou apontar pessoa diversa responsável pelo esbulho denunciado. O réu, na realidade, é parte ilegítima para figurar no pólo passivo da demanda, razão por que acolho a preliminar suscitada e extingo o processo sem resolução de mérito”, afirmou o magistrado.

Em outro trecho da sentença, o juiz, que condenou o Estado a pagar os honorários advocatícios, faz uma avaliação que é compartilhada pela população e pessoas de boa fé. Ou seja, que o processo serviu apenas para tentar manchar a biografia de Wellington.

“Observe-se que na audiência para justificação prévia da posse, o Autor [Estado] não apresentou testemunhas nem documentos a respeito. O Autor [Estado] não provou que o réu tenha esbulhado o imóvel descrito na inicial ou que tenha, nas suas palavras, o ocupado indevidamente. O Autor [Estado], mesmo sabendo que o réu sempre alegou não ter praticado esbulho ou deter qualquer poder sobre o imóvel, evitou apontar pessoa diversa responsável pelo esbulho denunciado. Condeno o Autor [Estado] ao pagamento de honorários advocatícios que arbitro em R$ 1.000 (hum mil reais)”..

O caso foi denunciado, esta semana, pelo deputado Edilázio Júnior (PV), que classificou como “aparelhamento do governo em favor de Edivaldo Jr.” o fato do procurador-geral do Estado, Rodrigo Maia, ter sumido com o referido processo como forma de evitar que Wellington se defendesse.

O próprio candidato progressista ingressou com uma ação na OAB do Maranhão contra Rodrigo Maia denunciando a conduta nada democrática do procurador.

sem comentário »

Nagib alerta contra ‘jogo sujo’ em Codó

0comentário

AlertaNagib

O candidato a prefeito de Codó, Francisco Nagib (PDT) divulgou nota nas redes sociais onde chama atenção de suas lideranças nesta reta final de campanha.

O alerta de Nagib é oportuno, afinal na medida em que se aproxima a eleição de domingo muitos candidatos se utilizam de todos os meios para “jogar sujo, difamar e criar situações para desgastar a imagem do candidato a prefeito de Codó”, diz a nota.

“Precisamos continuar divulgando sua propostas na internet, conversar nas ruas com o povo, familiares, mostrar a verdade e como será boa a gestão de Nagib. Não vamos achar que está ganho”, reforça Nagib.

sem comentário »

TRE confirma candidatura de Zequinha

0comentário
Prefeito Beto Pixuta com o candidato Zequinha Amaral

Prefeito Beto Pixuta com o candidato Zequinha Amaral que teve registro deferido pelo TRE-MA

Em decisão expedida nesta quarta-feira (28), o juiz Celso Serafim Júnior, da 86ª Zona Eleitoral, confirmou que o candidato a prefeito da coligação “Unidos Por Matinha”, Zequinha Amaral (PRTB), está apto a disputar as eleições do dia 2 de outubro.

O magistrado também condenou a coligação “Matinha é de Todos”, da candidata Linielda (PC do B), ao pagamento de multa no valor de dez salários mínimos por litigância de má-fé.

Linielda e o seu marido, Eldo Jorge, também do PC do B, utilizando a coligação, tentaram indeferir o registro de candidatura de Zequinha Amaral. Eldo, é importante frisar, teve que abandonar o projeto de ser prefeito de Matinha, e substituir o seu nome pelo o da esposa, depois de ter o seu registro de candidatura cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE-MA). Eldo Jorge responde a processo na Justiça por crime de compra de votos.

A decisão de utilizar de uma manobra judicial para tentar prejudicar a candidatura de Zequinha Amaral ocorreu, segundo informações dos bastidores políticos da cidade, depois que o casal comunista tomou conhecimento das últimas pesquisas de intenção de voto que apontam Amaral como vencedor do pleito.

Vereador de três mandatos e já tendo exercido o cargo de da Câmara Municipal, Zequinha tem como candidata a vice-prefeita a também ex-vereadora, Maria de Jesus.

Ele comanda o maior grupo político da história de Matinha que, além do PRTB, conta com os apoios do PDT, PSDB, PSL, PSC, PTB, PP, DEM, PHS, PT do B, e PTN; oito, dos onze vereadores; além de de centenas de lideranças políticas e comunitárias.

“A manobra frustrada dos adversários é uma demonstração clara do desespero dos mesmos. Estamos fortes, unidos e, o que é o principal, contando com o apoio verdadeiro do povo matinhense que, no dia 02 de outubro, sairá, mais uma vez, vitorioso”, disse Zequinha.

Para o atual prefeito Beto Pixuta (PDT), Zequinha é, sem dúvida, o melhor nome para governar Matinha, a partir de janeiro, e fazer com que a cidade continue no caminho certo do progresso.

“Nossa administração trabalhou muito nestes quase quatro anos. E o povo apoia Zequinha e Maria de Jesus porque quer que esse ciclo proveitoso de desenvolvimento tenha continuidade”, afirmou.

sem comentário »

Apreendidos R$ 50 mil em avião no MA

0comentário
PASSAFEMFRANCAAVIAO

Aeronave pertence ao sogro de Adailton Duarte, candidato a prefeito de Lagoa do Mato

O Ministério Público do Maranhão, em parceria com a Polícia Civil, cumpriu mandado de busca e apreensão em uma aeronave e em seus tripulantes, nesta terça-feira (27) na pista de pouso do município de Passagem Franca. Na operação, foi verificado que o avião monomotor A210 estava carregado com R$ 50 mil.

A aeronave pertence a Juarez Alves da Silva, sogro de Adailton Alves Guimarães Duarte, candidato a prefeito do município de Lagoa do Mato, pela coligação Unidos pelo Povo, que reúne os partidos PRB, PSD, PTB, PEN, PSDC, PMN, DEM, SD e PSB.

O montante de R$ 50 mil foi apreendido. A Polícia Civil investigará o crime de compra de votos, previsto no Código Eleitoral. A ação poderá subsidiar o MPMA para o ajuizamento de uma Ação Eleitoral.

Coordenou a operação o promotor de justiça Carlos Allan da Costa Siqueira, titular da referida comarca. O mandado de busca e apreensão foi expedido pelo juiz Josenilton Silva Barros, atendendo solicitação do MPMA.

A ação foi motivada por uma denúncia encaminhada à Promotoria de Justiça da Comarca de Passagem Franca, informando que uma aeronave oriunda da cidade de Itaituba, no Pará, com destino a Passagem Franca, pousaria carregada de dinheiro, que possivelmente seria utilizado para a compra de votos nas eleições 2016.

Localizado a 522 km de São Luís, Lagoa do Mato é termo judiciário da Comarca de Passagem Franca.

Foto: Ministério Público

sem comentário »

Roberto intensifica campanha em Bacabal

0comentário
RobertoCosta

Bairro Areia recebeu Roberto, que apresentou suas propostas e agradeceu o apoio da população

Na reta final para as eleições municipais no município de Bacabal, o candidato Roberto Costa (PMDB) segue ritmo acelerado.

Na noite desta terça-feira (27), o bairro Areia recebeu o candidato, que apresentou suas propostas e agradeceu o apoio da população. “Obrigado, bairro da Areia por fazerem parte dessa história e sobretudo, por confiarem no projeto que mudará Bacabal,” disse Roberto Costa.

O candidato falou sobre suas propostas para a educação e saúde do município. Finalizando o seu discurso, Roberto Costa criticou a atual administração e disse que está na hora da mudança.

“Nesta noite, fizemos mais um grande comício, cheio de animação e alegria. Foi lindo sentir a força e o carinho de cada bacabalense, que acredita na nossa vitória e na mudança. Estamos no caminho certo”.

Leia mais

Foto: Divulgação

sem comentário »

Döris é acusada de formação de quadrilha

0comentário
Prefeita Dóris Pearce, de Vitória do Mearim

Prefeita Dóris Pearce, de Vitória do Mearim

O Ministério Público Federal (MPF) ofereceu denúncia contra a prefeita do município de Vitória do Mearim (MA), Dóris de Fátima Pearce, por formação de quadrilha, lavagem de dinheiro, fraude licitatória e desvio de recursos públicos federais do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais de Educação (Fundeb). De acordo com o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), de 2008 e 2011, houve sucessivos saques da conta da prefeitura que totalizaram o valor de R$ 8,3 milhões.

Segundo a denúncia oferecida pela procuradora regional da República responsável pelo caso, Raquel Branquinho, o esquema de saques vinha sendo praticado desde a gestão anterior, seguindo o mesmo modus operandi, que contava com a ajuda de servidores da prefeitura e de empresários para realizar fraudes licitatórias que justificassem a utilização de recursos do Fundeb.

Estão envolvidos a secretária de Administração do município, Iolanda Leal Silva, a tesoureira da prefeitura, Wilna Rodrigues Jardim, o assessor de administração e planejamento, Amarildo Hipólito, e o presidente da Comissão Permanente de Licitação do município, Luiz Carlos Pereira Figueiredo. Todos realizaram saques pessoalmente das contas da prefeitura, e também foram denunciados pelo MPF.

Os saques eram efetuados em agências bancárias distantes do município de Vitória do Mearim, sendo que vários saques ultrapassaram o valor de R$ 100 mil e foram efetuados por pessoas que apresentam incompatibilidade financeira, o que é indicativo do crime de lavagem de dinheiro. Na denúncia, o MPF afirma que nenhum saque foi justificado, “sequer há comprovação documental de que o dinheiro foi efetivamente utilizado para pagamento de fornecedores”.

(mais…)

sem comentário »